Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

As portas de Jaguarão e outras coisas legais do sul do Rio Grande

20 de outubro de 2010 2

Pretendo sanar uma de minhas falhas graves daquela lista de lugares que se deve conhecer antes de morrer na próxima semana (nem eu acredito que não conheço as Missões!).

Mas tem muitos outros que eu gostaria de visitar. Já vi livros e ensaios fotográficos sobre as portas e janelas de JAGUARÃO, por exemplo, no sul do Estado, mas lá nunca estive.

Pois ontem calhou de desembarcar no meu e-mail uma contribuição generosa da Claudia Broglio, que é engenheira Florestal em Guaíba, cidade vizinha de Porto Alegre (será que um dia teremos uma outra ponte ou um ferry a unir as duas cidades?!)

Bom, mas a Claudia escreveu algumas considerações e mandou fotos bacanas de seu passeio pelo sul do Estado. Confira:


“Olá Rosane,

Gosto muito do seu blog na ZH.com. Toda semana leio suas dicas e dizeres sobre as belezas que temos por aí a fora. Neste fim de semana fui conhecer as famosas portas de Jaguarão e o museu Carlos Barbosa…




E achei muito mais do que isso: janelas, casas, antiquários… E um pôr do sol na ponte da fronteira….



Também visitei antiquários e a Charqueada Santa Rita em Pelotas… Indescritível…





Sei que o espaço se chama “janelas pelo mundo”, mas não podia deixar passar essa oportunidade de mandar fotos das portas de Jaguarão. Reza a lenda que um marceneiro italiano por lá chegado se encantou com a cidade e, com uma gauchinha, acabou ficando. Como era artesão, esculpiu as famosas portas centenárias espalhadas pelos casarões da cidade. Tão imponentes e belas que chegam a até quase 10 metros de altura. Hoje, seu neto, um senhor muito simpático e ocupado, dá continuidade ao ofício do avô…



Sem esquecer das janelas com seus vitrais insubstituíveis…

Não sou uma fotógrafa profissional, mas acho que vale a lembrança…

Faço um curso de restauração de móvies, e a viagem foi um passeio técnico da turma (impagável).

Abraço,

Claudia”


Comentários (2)

  • Vanessa Hack Gatteli diz: 20 de outubro de 2010

    Rosane, também não conhecia as missões e também me culpava por isso. Na páscoa de 2009 me redimi. O dia estava lindo. Se quiser, tenho fotos muito bonitas pra te mandar, caso não tenhas a mesma sorte! Aproveite e conheça a antiga estação férrea de Santo Ângelo. O antigo telegrafista (não sei se esse o nome da profissão) conta histórias incríveis, além de dar uma aula de código morse. Além disso, tem uma exposição muito legal da Coluna Prestes (reza a lenda que saiu da frente das ruínas de São Miguel). Não perca o espetáculo de Som e Luz (levar casaco porque é frio à noite). Verifique também os horários que eles passam um vídeo sobre as missões na administração, ao lado das ruíndas.

    Boa Viagem! Amo teu blog!!!!!!!!!

  • Antonio diz: 24 de outubro de 2010

    Exemplo de como uma cidade pode ser linda, sem grandes investimentos, que coisa linda, chama a atencao a limpeza da cidade, arte, a última foto entao …

Envie seu Comentário