Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Capela de Nossa Senhora do Pedancino, em Veranópolis

05 de setembro de 2012 0

O leitor Ari Lazzari se inspirou numa publicação sobre IGREJAS E CAPELAS, especialmente uma de Encantado, aqui do blog, para enviar uma contribuição.

O mais legal é que a capela à qual ele se refere, de VERANÓPOLIS, está completando um século neste 5 de setembro.

Confira abaixo:

“Olá, Rosane,

a capela do lugar em que nasci, na Linha Barão do Triunfo, a sete quilômetros de Veranópolis, não tem a beleza bucólica/telúrica e o charme da igrejinha de teu torrão natal, que pude admirar em foto publicada neste eclético “Recortes de Viagem”.

A história de sua criação, no entanto, foi muito polêmica. A licença para construí-la saiu em julho de 1900, mas só foi inaugurada em 5 de setembro de 1912, há um século, portanto, no dia da festa da padroeira, Nossa Senhora do Pedancino (Madonna di Pedancino) – a devoção foi trazida da Itália por imigrantes procedentes das províncias de Vicenza e Belluno que se radicaram no lugar entre 1885 e 1887. Normalmente, quando os imigrantes italianos se estabeleciam, os contenciosos que se criavam diziam respeito às escolhas do local em que se edificaria a capela ou do(a) santo(a) padroeiro(a).

No caso da capela do Pedancino, porém, houve forte resistência dos comerciantes e hoteleiros da então vila de Alfredo Chaves, que se sentiam prejudicados em seus negócios. Entendiam ser “perfeitamente inútil” a criação de novas capelas. Simplesmente não queriam que os padres celebrassem missas e batizados fora da sede. Além disso, também contribuiu para o atraso na construção da capela a invasão de gafanhotos ocorrida em 1905, precedida de gravíssima seca, que dizimou as plantações e empobreceu os imigrantes.

Superados os problemas, a capela começou a ser erigida depois de 1907, com os tijolos sendo sendo fabricados artesanalmente pela própria comunidade. Coberta com tabuinhas (“scandole”), só mais tarde foi rebocada. O campanário, de madeira, foi construído ao lado, sendo depois, nos anos 1960, incorporado à igreja.

O santuário da Madonna di Pedancino, na Itália, está localizado em Cismon del Grappa, na província de Vicenza. No Rio Grande do Sul, além de Veranópolis, há capelas que tem Nossa Senhora do Pedancino como padroeira em Nova Roma do Sul, Cotiporã, Nova Petrópolis, Caxias do Sul, São Marcos, Erexim, Vista Alegre do Prata e Gramado.

Abraços. Ari Lazzari, Joinville, 2/9/2012″

Envie seu Comentário