Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Conhecer cidades a pé

12 de julho de 2013 2

Na minha última viagem, levei, além do par de tênis que fui calçando, mais três pares de calçado. TRÊS pares? pra quê tanto, me perguntaram?

Bom, pra resumir, voltei só com dois inteiros. O do pé e um outro. Os outros dois ficaram no caminho.

Percebi que o tênis confortável para caminhadas mais longas tinha encerrado sua carreira num dia de chuva. Começou a fazer água, literalmente. Era à prova d’água até um rombo se abrir numa das laterais do pé direito. Adeus!

O outro sapato sofreu de um mal mais grave. Era baixo, confortável e bonitinho e eu o usava assim com um pouco mais de cerimônia, já há alguns anos. Mas a sola agora se foi. Sem remendo. Sem cura.

As mortes eram mais ou menos anunciadas. Não só porque os dois já tinham dado sua contribuição à minha causa. Mas é que eu costumo caminhar além da conta quando viajo (tá bem, preciso transpor de forma mais eficiente esse espírito também quando não estou em férias!).

Por que caminhar nas viagens (ou na sua cidade)?

  • Porque se enxerga melhor tudo o que há pelo caminho.
  • Porque se pode mudar de rumo a qualquer momento.
  • Porque se pode parar a qualquer momento.
  • Porque permite mais contato com as pessoas.
  • Porque é um bom exercício (ainda mais para quem, como eu, dispensa grande importância e muito tempo às refeições).
  • Porque é econômico (em relação a qualquer outro meio de transporte!)

P.S.: a imagem é meramente ilustrativa. Nem os pés nem os tênis me pertencem!

Deve haver mais razões não mencionadas por mim.

É por isso que eu fico feliz quando vejo que muitas cidades, muitas mesmo, cada vez mais incluem caminhadas (pra ficar num exemplo local, as do Viva o Centro, em Porto Alegre).

Nunca vi tantos apelos, em folhetos distribuídos em centro de informações turísticas, hotéis etc, para se conhecer as cidades a pé.

Mais dois exemplos nacionais:

P.S.: infelizmente, o RioWalks encerrou suas atividades, conforme comunicado recebido abaixo… Uma pena…

 

 Reprodução


Reprodução

Comentários (2)

  • Eliana diz: 12 de julho de 2013

    Estou acompanhando o blog há uns dias, muito legal.
    Também adoro caminhar, a começar pela cidade onde moro, Jaguarão. Já li sobre a cidade aqui, hehe.
    Quando viajamos sempre aproveitamos todos os momentos possíveis para fazer percursos a pé. Assim a gente realmente “sente” o lugar, como se fosse um local. A perspectiva muda, saímos da condição de espectadores pra condição de viver aquela experiência.
    Abcs

Envie seu Comentário