Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Uma jornada particular pelo Canadá (1)

18 de novembro de 2013 0

Já fazia algum tempo que o Constantin Sokolski não enviava suas sempre bem-vindas contribuições, em suas jornadas pelo CANADÁ, onde mora, e por outros países da América Central e do Sul, por onde costuma viajar.

Pois ele agora mandou uma série completa, que começo a publicar hoje.

Com a crescente presença de turistas brasileiros pelo Canadá, especialmente para intercâmbio, esta vem bem a calhar.

Segue:

 

Olá Rosane,

Sempre interessado em viagens, quando possível, continuo a ler teu blog.

Depois do material que enviei de Vancouver onde continuo vivendo parte do ano, e do Caribe , etc… alguns anos atrás, resolvi escrever novamente. Verifiquei na relação (categoria) de locais / países e tomei a liberdade de enviar algo que não constava da lista do blog.

Estas três viagens foram feitas nos últimos cinco meses. Uma de carro pelo interior do Canadá , outra ao Equador e uma à desconhecida (turisticamente falando) Nicarágua. Acrescentei comentários, como faço quando envio fotos de viagens para meus amigos. Se quiseres, o que achares interessante, podes publicar.

 

Cruzando as Montanhas Rochosas e percorrendo as imensas planícies canadenses…..

Foram duas semanas de viagem. Iniciamos em Vancouver rumo às montanhas.

Visitamos três províncias.

O objetivo principal foi visitar as extensas planícies existentes em parte do país.

Tivemos de cruzar uma série de cadeias de montanhas, até alcançar as pradarias.

Encontramos, em geral rodovias em muito bom estado de conservação, farta sinalização, áreas de repouso, centros de informação e, principalmente, motoristas responsáveis e educados (este assunto deve merecer um outro comentário futuro).

Seguem fotos do inicio da viagem.

Fotos Constantin Sokolski, arquivo pessoal

Fotos Constantin Sokolski, arquivo pessoal

 

Após percorrer uns 200 quilômetros, era esta a paisagem ao longo da rodovia. Ensolarada manhã de domingo (início de maio).

 canada2

A Estrada de Ferro é uma constante no Canadá. Muitas rodovias foram construídas ao lado do leito das estradas de ferro. Dezenas de vezes,enormes composições nos acompanharam durante a viagem.

canada3

Logo no primeiro dia, fomos contemplados com a visão de um urso, andando na beira da rodovia. Ressalve-se que toda região montanhosa é hábitat de animais selvagens. Há avisos por toda parte alertando para a presença de ursos, coiotes, lobos, renas, alces, linces,cabra montanhesa, etc…

canada4

Panorama visto do vilarejo em que pernoitamos após percorrer cerca de 700 quilômetros. Trata-se de uma estação de inverno, que é pouco procurada em maio.

Por menor que seja o povoado, sempre existe a intenção de atrair o visitante (mesmo que em teoria haja pouco para se ver), seja por outdoors ou cartazes.

Qualquer vilarejo anuncia um museu, uma igreja ou algo semelhante para chamar a atenção.

 

canada5

 

No interior do Mount Robson National Park.

Existem dezenas de parques municipais, regionais ou nacionais no país. Chega a ser uma instituição nacional.

A cada 100 quilômetros existem os “rest area”, que oferecem banheiros, água encanada, churrasqueira e mesas para pic-nic. Profusamente arborizadas, geralmente são localizadas em áreas privilegiadas, ao lado de uma lagoa, rio ou montanha.

Ainda bem que o pessoal do desmatamento desenfreado não anda por aqui.

 canada6

Mount Robson, com 3.954 metros, é a mais alta montanha das Rochosas Canadenses. Tem um “visitor centre” muito completo que, além, de um museu tipo história natural, oferece dezenas de panfletos, mapas, brochuras e todo tipo de informações sobre a região. Acompanha também local de venda de souvenirs, livros, guias, e… cartões postais. Existem diversas formas de avaliar o nível de adiantamento de uma nação. Consumo de energia per capita, índice de analfabetismo, expectativa de vida, etc… eu lançaria outro: seria a existencia de cartões-postais à venda nos diversos municipios. Quanto maior a dificuldade na sua obtenção, mais atrasado é o local. Parece esquisito, mas…
canada7

O onipresente trem ao longo de um lago ainda parcialmente congelado.

canada8

Um totem, um dos símbolos canadenses, em Jasper, na Província de Alberta. Estes são símbolos dos primeiros habitantes que representam cenas do cotidiano,dos mitos, das crenças, etc… esculpidas numa única peça.

Há mais material e histórias na sequência.

Saudações,

Constantin

 

Envie seu Comentário