Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Escrever (e viver) a cidade

20 de março de 2014 0
StudioClio, divulgação

Na foto, a Rua do Ouvidor, no Rio. StudioClio, divulgação

Mais de uma vez comentei o quanto eu gosto da coleção O ESCRITOR E A CIDADE, da Companhia das Letras.

Numa estada mais longa em Florença, uma década atrás (credo!), meu fiel companheiro de viagem foi Florença, um caso delicado, de David Leavitt.

Mais recente, da mesma editora, é a coleção Amores Expressos, que remeteu 17 escritores a 17 cidades mundo afora.

E aí vem sobre o que este post quer falar mesmo (é que um assunto leva ao outro, esse me lembrou aquele e sabe como é…): é que o incansável professor Luís Augusto Fischer vai ministrar uma oficina literária chamada “Escrever a cidade”.

Não exatamente com esse espírito das minhas coleções citadas acima, mas mostrando que muitas obras de grandes escritores têm em comum a proeza de detalhar a vida urbana e cotidiana das cidades onde se passam suas histórias.

- A descrição da cidade enriquece a obra e é capaz de fazê-la tornar-se um personagem fundamental na trama, sendo ela prosa ou verso – explica o material de divulgação do curso.

De minha parte, há livros que só me interessam por isso (pela cidade!), como já escrevi aqui sobre os best-sellers de Dan Brown e suas cidades.

Sobre a oficina

  • Dias 27 de março, 3, 17, 24 de abril, 8, 15, 22, 29 de maio, 5, 12, 26 de junho, 3, 10 e 17 de julho, quintas-feiras, das 10h às 12h.
  • StudioClio – Instituto de Arte e Humanismo
  • Rua José do Patrocínio, 698 – Cidade Baixa – (51) 3254-7200
  • www.studioclio.com.br
  • Até o dia 20 de março as inscrições podem ser feitas pelos valores de R$ 840 (público geral) e R$ 756 (professores e estudantes). A partir do dia 21, os valores passam para R$ 924 (público geral) e R$ 832 (professores e estudantes). Ao término do curso, os participantes receberão certificado de 28h/a. 

Envie seu Comentário