Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Todos os aeroportos são iguais, mas alguns podem ser bem diferentes...

30 de junho de 2015 0

Quem viaja por aí já se acostumou à impessoalidade dos aeroportos, pra não falar de outros adjetivos que poderiam ser atribuídos aos terminais aéreos.

Parecem todos iguais, alguns mais práticos, outros confusos, alguns grandes demais…

Por isso eu paro quando vejo detalhes como esses que encontrei no Aeroporto Louis Armstrong, em New Orleans, nos EUA.

A começar pelo nome, que homenageia o nome do músico que personifica o jazz, nascido na cidade no início do século 20, Louis Armstrong.

Ok, você dirá que temos o nosso Antonio Carlos Jobim, no Rio, o antigo Galeão (que todos continuam chamando de Galeão).

Mas no aeroporto de New Orleans, além do nome, você encontrará referências à música no site (que é bonitinho e amigável) e no saguão uma exposição não só sobre Armstrong, mas sobre os principais nomes da música e do jazz.

Fotos Rosane Tremea

Fotos Rosane Tremea

IMG_5442 (1)

Ok, você dirá, é uma cidade pequena, com menos de 400 mil habitantes. Mas sua região metropolitana tem mais de 1,2 milhão de habitantes e o aeroporto recebe uma média de 500 mil passageiros/mês, sendo um dos principais destinos turísticos dos EUA.

E aí me rendi mesmo quando fui ao banheiro (que tem essas mosaicos coloridos na entrada, o que já dá um charminho a mais) e deparei com flores frescas (as minhas preferidas, astromélias!), num sábado qualquer, às 5h da madrugada.

Aeroportos são todos iguais, mas alguns são diferentes.

IMG_5448

IMG_5450

Envie seu Comentário