Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Gastronomia no Peru (2): o El Tupay, em Cusco

07 de setembro de 2015 0
Fotos Belmond Hotel Monasterio, divulgação

Fotos Belmond Hotel Monasterio, divulgação

Contei a experiência de jantar no La Barra Casa Moreyra, da rede Astrid y Gastón, em Lima, no Peru, alguns posts atrás.

O post de hoje fala de uma outra refeição inesquecível, no restaurante El Tupay, do hotel Monastério, em Cusco, nessa mesma viagem.

Foi tão ou mais especial. São diferentes, na verdade, acho que não dá para comparar.

Em Cusco, assim como em Lima, come-se muito bem. Como estava acompanhada de um adolescente, teve inclusive a noite da pizza. Nossa opção, nesses caso, com dica do Lonely Planet, foi o La Bodega 138. Um ambiente bacana e uma pizza idem.

Mas, voltando ao restaurante do Monastério. Pedi à recepção do nosso hotel que fizesse a reserva. Foi um dia intenso aquele, pois chegamos da visita a Machu Picchu em cima da hora do jantar. Mal deu tempo para um banho e para rumar até lá numa corrida de táxi de 5 soles (todas as corridas de táxi que fizemos em Cusco custavam 5 soles!).

O antigo mosteiro, que já é lindo visto da área externa durante o dia, é encantador à noite. Monumento nacional, ele data de 1592 e fica bem próximo da praça central da cidade.

O pátio interno iluminado deixa qualquer um boquiaberto.

18909_10153320692110792_3806127270744910526_n

11214302_10153492577630792_6511824618279708973_n
Há dois restaurantes no hotel: o Illary, o preferido para almoços ao ar livre, e o El Tupay, que tem “culinária peruana com inspiração internacional”.

Quando chegamos, não sabíamos que aquela era uma das noites de ópera, e nossa refeição começou acompanhada com música bem apropriada para aquele ambiente acolhedor e clássico.

11174294_10153198620690792_6529086469179573759_o

O lugar pode parecer um pouco solene (ou afetado?!) demais, mas nos deixaram tão à vontade que em pouco tempo aquelas paredes de quase 500 anos, emolduradas com obras de arte sacras, os arcos e a sequência de pratos deliciosos podiam até ser confundidas com um pequeno bistrô.

Os pães especiais do couvert foram seguidos por um tradicional/especial ceviche. Como prato principal, escolhi uma espécie de raviólis recheados com quinoa. Pulei a sobremesa e pedi café que veio acompanhado por uma seleção de minibombons espetaculares. (agradeci por ter pulado a sobremesa).

Saímos felizes e ainda fizemos uma parada no The Lobby Bar enquanto esperávamos o táxi.

ocus_1366x400_dining_lobby_bar04

Um jantar que não será esquecido tão facilmente.

Envie seu Comentário