Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Edelweiss, um restaurante em Gramado

09 de dezembro de 2015 0
IMG_6288

Fotos Rosane Tremea

O site (pelo menos hoje) está fora do ar e a página no Facebook não é atualizada desde maio

Mas o restaurante Gasthof Edelweiss está lá desde 1985, num ponto sossegado de Gramado. Fui há pouco, depois de ler um post antigo do blog dos Destemperados.

Estava hospedada ali pertinho e caminhei do hotel até o restaurante, ainda que se possa pedir transporte gratuito, oferecido por eles.

A caminhada era curta, mas a fome já era grande. Cheguei tarde para almoçar, e o restaurante estava praticamente vazio.

Bem recebida, me acomodei na varanda, com vista para o pequeno jardim. Do cardápio especializado em comida alemã e suíça, escolhi a truta com crosta de amêndoas acompanhada de legumes ao vapor. E vinho branco gelado, que fazia um calorzinho bom.

O prato veio relativamente rápido, à altura da minha fome, e nele havia uma flor. Comestível, imaginei. Como tudo que vem ao prato, diria um primo meu que se especializa em gastronomia.

IMG_6290
Mas, para puxar assunto e me certificar de que não morreria envenenada, perguntei ao chef.

Ele só não se ofendeu como me contou como cultiva aquela flor, que ele chama de capuchinho (a cor vai do amarelo ao vermelho e, segundo um site especializado, flores, folhas e sementes têm gosto apimentado! Não achei).

Também pesquisando, depois, achei que parecia mais com o nastúrcio, de origem peruana, usado em saladas, nas mesmas cores do capuchinho e com sabor que lembra o do agrião.

Enfim, seja qual for delas, o certo é que ele desapareceu e voltou do jardim com um buquê com as flores em coloração diferente e ainda com uns pequenos galhos de ervas aromáticas, quase um bouquet garni (minha mãe usava as ervas amarradas com barbante ou linha na sopa de cappeletti e retirava antes que elas se desmanchassem na sopa, só deixando o sabor).

IMG_6289

IMG_6293

O mesmo chef simpático, filho de italianos que estudou gastronomia por cinco anos em Verona, à noite ataca de pianista, depois do preparo dos pratos.

Não voltei para assistir. Mas o buquê, que eu coloquei na água, durou toda a minha estada por lá.

  • O restaurante fica na Rua Leopoldo Lied, 975, esquina com Carrieri
  • Abre de segunda a domingo, das 12h às 23h.
  • Fone (54) 3286-1861
  • contato@restauranteedelweiss.com.br

 

Envie seu Comentário