Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Colônia"

Declaração de amor e atração turística em Colônia e outros lugares do mundo

21 de setembro de 2010 7

Adriana Langon*, colega de ZH, esteve há pouco em Colônia, na ALEMANHA. Voltou de lá com as imagens e o texto abaixo sobre essa mania/lenda/tradição… Pelo sim, pelo não…

“A lenda entre os namorados realmente pegou. Virou moda, febre internacional. Está em algumas das mais charmosas pontes da Europa – na Alemanha (Ponte Hohenzollern, em Colônia), Itália (Ponte Milvio, em Roma), França (Pont des Arts, em Paris), Espanha (Ponte de Triana, em Sevilha) ou na República Checa (Ponte Carlos, em Praga). E é praticamente impossível desviar o olhar dos cadeados que representam e selam a promessa de “amor eterno” de casais das mais diversas nacionalidades.

Já tinha ouvido falar – au passant – do mito. Mas, pelas minhas andanças, ainda não havia deparado com os tais cadeados personalizados, dos mais diversos tamanhos, cores e modelos, e suas declarações românticas. Até passar pela ponte Hohenzollern…

Ao atravessá-la, cruzando o Rio Reno em direção à imponente Kölner Dom, lá estavam eles. Os cadeados do amor. Milhares.

E a famosa tradição que teve início há anos na Itália me contagiou. Ou melhor, o que ela representa. Imbuída pelo sentimento de que o amor é possível, fiz questão de comprar meu cadeado. Num ritual repetido por milhares de apaixonados grifei nossos nomes, data, país de origem, e ainda dei um toque bem brasileiro amarrando a minha fitinha do Bonfim. Joguei uma das chaves no Rio Reno. As outras duas guardei com todo o carinho e hoje nos acompanham nos respectivos molhos de “chaves da casa”.

Agora, certamente, tenho um motivo a mais para retornar à charmosa Colônia. Conferir, de preferência acompanhada, se o “meu cadeado” ainda está por lá.”

* Adriana viajou à Alemanha a convite da Bayer CropScience do Brasil.