Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Santo Ângelo"

Museu sem paredes nas Ruínas de São Miguel

24 de julho de 2015 2
Fotos divulgação

Fotos divulgação

Sim, eu sei, o projeto já não é novo.

Foi lançado em dezembro do ano passado.

Mas como eu vivo em dívida (comigo mesma) com as Ruínas de São Miguel, só agora baixei no meu smartphone o aplicativo de realidade aumentada desenvolvido pela designer Karolina Ziulkoski, que reconstrói o monumento e proporciona uma imersão pelo sítio arqueológico, um dos poucos tombados como patrimônio da humanidade no Brasil.

O Museu sem Paredes pode ser baixado gratuitamente nas versões para iOS e Android.

O projeto apresenta ao visitante uma reconstrução 3D do local e audioguias em inglês e português com cinco histórias coletadas com personagens da comunidade.

museusemparedes1

museusemparedes2

museusemparedes3

O ideal, claro, é estar diante das ruínas, apontar o smartphone para  elas e ouvir a descrição, mas dá para se ter uma ideia mesmo assim à distância, só ouvindo as histórias.

O aplicativo nasceu da tese de mestrado de Karolina no Interactive Telecommunications Program da New York University, criado como  um modelo para museus em sítios históricos, “proporcionando experiências imersivas sem nenhuma intervenção física: o conteúdo é totalmente digital e disponível apenas no local”. Ou seja, dispensa placas e outras intervenções (às vezes muito malfeitas, vamos combinar).

Museu Sem Paredes | São Miguel das Missões from Bolota on Vimeo.

Veja abaixo o currículo da Karolina

Karolina Ziulkoski (1985) possui mestrado no Interactive Telecommunications Program da New York University e formação em Arquitetura (UFRGS, láurea acadêmica) e Publicidade (PUCRS). Trabalhou no American Museum of Natural History colaborando com as instalações interativas para as exposições da instituição. Foi residente Labmis do Museu da Imagem e do Som de São Paulo com o projeto “Arquitetura Móvel”. Seu trabalho “Perceptual Epic” faz parte da rotação permanente do vídeo wall da sede do IAC em Nova Iorque, além de ter desenvolvido trabalhos para exposições e espetáculos em diversas mídias. Suas instalações procuram fundir o real e o digital, reduzindo a divisão entre ambos e cruzando as barreiras entre meios. Atualmente é sócia da Bolota, onde desenvolve instalações, aplicativos, exposições e projetos com fins culturais.

 

Chocolates e tortas que vêm de Santo Ângelo para Porto Alegre

12 de novembro de 2010 3

E já que ontem o assunto era chocolate (clique aqui para ver o post anterior), um dos meus preferidos, vamos continuar nele, só que num lugar mais próximo.

Umas duas semanas atrás, numa viagem a trabalho para Santo Ângelo, minha firme proposição era dar uma escapada de alguns minutos para finalmente conhecer… as ruínas de São Miguel… Pois não foi nem desta vez. É a terceira em que chego perto, mas não alcanço (sabe aqueles sonhos em que a gente corre, corre e não chega!?).

Em compensação, conheci a fantástica fábrica de chocolates e afins da Kemper’s Haus. Fiquei encantada com a qualidade dos salgadinhos, doces, tortas, chocolates… Dá para ver o chocolate sendo produzido na cozinha envidraçada (quando eu fui fotografar, já era tarde demais), as prateleiras enchem os olhos e o sabor não se esquece tão fácil.

Santo Ângelo é longe certo? São 500 quilômetros desde Porto Alegre. Mas se é que já não estão, nos próximos dias os doces da Kemper’s Haus devem estar disponíveis na Capital, numa loja instalada no Quinta Avenida Center (na Mostardeiro, 120).