Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Torres del Paine"

Torres del Paine

01 de abril de 2008 1

A paisagem é de tirar o fôlego/Vera Nunes

Há muito tempo, o Ricardo Chaves, o Kadão, editor de fotografia de Zero Hora, me falou sobre TORRES DEL PAINE. Disse-me ele que é um dos lugares mais incríveis dos muitos que já visitou. Desde então tenho muita vontade de ir até lá. Cheguei perto, algum tempo atrás, quando fui à Patagônia argentina.

Em fevereiro, minha amiga Vera Nunes fez o que eu gostaria e mandou esta colaboração para o Recorte e Guarde:

“Localizado ao sul da Patagônia chilena, o Parque Nacional Torres del Paine é considerado um dos parques mais impressionantes do Chile e um dos lugares prediletos dos amantes da natureza.

Fundado como parque no final da década de 1950, foi declarado Reserva Mundial da Biosfera pela Unesco em 1978. Tem uma área de aproximadamente 242 mil hectares, na qual se encontra a cadeia montanhosa com as mundialmente famosas Torres del Paine. Seus lagos têm a bela coloração verde esmeralda e há uma legião de guanacos, animais semelhantes às lhamas, pastando em torno deles.

O parque oferece cerca de 100 quilômetros em circuitos para percorrer de carro, além de trilhas para caminhadas e vias de escalada. As montanhas são cercadas por belos lagos e glaciares, como os lagos Dickson, Paine e a Lagoa Azul, ao norte; e os lagos Grey, Pehoé, Nordenskjold e Sarmiento, ao sul.

Entre os locais mais visitados do parque, considerados de maior beleza cênica, estão o Lago Grey, o Glaciar Grey, o Salto Grande, o Salto Chico, a Cordilheira Paine e a base das Torres del Paine.

Para os que gostam de caminhar, existem roteiros de dois a oito dias de duração, dependendo do circuito escolhido. A extensão total de trilhas supera os 120 quilômetros, que vão desde caminhadas curtas de dois dias, como ao Glaciar Grey, ao Valle do Francês ou à base das Torres, até excursões de vários dias. As mais populares são o “W” (de 3 a 4 dias) e “Circuito do Maciço” (de 7 a 8 dias).

As trilhas são devidamente sinalizadas e dentro do parque existe uma quantidade de refúgios, áreas de acampamento, portarias e postos avançados que dão toda segurança ao visitante.”

Postado por Rosane Tremea