Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Veneza"

Carnaval de máscaras em Veneza e no Rio

02 de fevereiro de 2016 2
Carnaval de Veneza, divulgação

Carnaval de Veneza, divulgação


Veneza

Entre os mais famosos carnavais do mundo, o de Veneza começou no dia 23 último e, assim como o nosso, termina no próximo dia 9.

No domingo, dia 7, tem a final de um dos momentos mais festejados: o concurso de máscaras.

A tradição é pra lá de antiga: vem do século 16, quando os nobres usavam as máscaras como disfarce, para se misturar ao povo. As máscaras costumam ser brancas, prateadas e douradas.

Rio de Janeiro

Foto Maison Leffie, divulgação

Foto Maison Leffie, divulgação

A nova Maison Leffié, que fica na Rua da Carioca, no Centro Antigo, vai promover um baile de máscaras na terça-feira de Carnaval, dia 9.

O baile terá como tema “Eu Sou da Lira, Não Posso Negar”, de Chiquinha Gonzaga, e terá cenografia de André Cezari, integrante da comissão de Carnaval da escola de samba Beija Flor e da Rosa de Ouro, marchinhas de carnaval com bandas temáticas, DJ, além de comidas e bebidas liberadas com o buffet Pimenta Rosa Gastronomia.

O traje é black tie ou fantasia e os ingressos custam a partir de R$ 350.

 

Os sons de Veneza

04 de novembro de 2013 2
Rosane Tremea

Rosane Tremea

O que faz de Veneza um lugar tão diferente?

O fato de ter sido construída sobre ilhas e avançado sobre as águas (e de afundar lentamente) é um dos motivos, certamente.

A arquitetura, a história, a música etc, tudo isso também.

Mas chama a atenção o “silêncio barulhento” da cidade italiana, considerada uma das mais bonitas e das mais românticas do mundo.

Reverberam, entre os canais e praças, as vozes e o barulho de gente (muita gente, já que os visitantes são cerca de 20 milhões por ano!!!).

Do alto de seus 21 anos, um jovem que visitou a cidade neste ano pela primeira vez tentava explicar sua impressão/espanto aos dois amigos com quem viajava:

- Vocês se deram conta de que não existem carros? De que é possível uma cidade sem carros?! Que só se vê gente?!

E contou que andou saltitando por Veneza durante o pouco tempo que ficou ali, feliz.

Na verdade, não há sequer bicicletas na área central de Veneza. Elas são proibidas. Só se pode andar a pé ou de barco por seus 177 canais.

Lembrei do comentário deslumbrado de meu interlocutor ao ler um trecho de Inferno, de Dan Brown:

“Praticamente desprovida de carros ou qualquer tipo de veículos motorizados, Veneza goza de uma feliz ausência de frotas de automóveis, trens e sirenes comuns às cidades, o que proporciona espaço sonoro para a tapeçaria claramente não mecânica de vozes humanas, arrulhos de pombos e acordes dos violinos fazendo serenata para os clientes dos cafés. Nenhum outro centro metropolitano do mundo soa como Veneza.”

E é isso que faz de Veneza, também, tão diferente. O som de gente de Veneza, ainda que de turistas barulhentos, dirão alguns.

Fui buscar nos meus arquivos pequenos vídeos feitos em maio deste ano, para lembrar do silêncio barulhento da cidade. Confira abaixo:

 

Veneza e seu peculiar Carnaval

22 de março de 2011 1

Dá para se ter uma ideia do luxo do Carnaval de VENEZA pelas lentes da arquiteta e fotógrafa Victoria Farjat Fichtner, que registrou a festa em 2010, e a mostra a partir do dia 24 em uma exposição que reúne 20 fotos.

” O ano era 2010, mas de repente, era como se eu me transportasse de volta ao século XVIII. Todo aquele luxo, as cores, os tecidos, os brilhos do dourado e do veludo, os mistérios escondidos por trás das máscaras… uma atmosfera mágica como eu jamais havia presenciado“, diz Victoria.

Formada em Arquitetura pela PUC, Victoria fez pós graduação em Fotografia pelo Instituto do Desenho e Escola da Imagem de Barcelona, de onde viajou para fotografar a festa de Veneza.


Serviço

  • A mostra ficará aberta até 20 de abril
  • No STB BRASAS (Rua Anita Garibaldi, 1.515)
  • Visitação de segunda a sexta, das 9h às 18h


Sobre o Carnaval de Veneza

A festa surgiu a partir de uma tradição do século XVII, quando a nobreza se disfarçava para sair e se misturar com o povo. Desde então as máscaras são o elemento mais importante do Carnaval.

Em 1797, os festejos foram proibidos por Napoleão Bonaparte e só foram restabelecidos em 1979 de forma oficial, quase dois séculos depois.

Com duração de 10 dias, tem bailes em salões e desfiles das chamadas compagnie della calza.

Os trajes característicos do século XVIII são acompanhados das máscaras com caretas brancas, prateadas ou douradas.


Mais sobre Veneza

Se quiser ver a cidade em 360 graus, clique aqui para ver esse post anterior.


Passeie por Veneza sem sair de casa... E vá até lá depois

22 de fevereiro de 2011 1

Desde a última quinta-feira, um site oficial de VENEZA mostra a cidade em 360°, incluindo alguns de seus museus.

Acessando www.veniceconnected.com há itinerários turísticos até para zonas menos conhecidas da cidade, com um passeio virtual nos principais canais.

Óbvio que uma coisa não substitui a outra: ao vivo e em cores, é muito melhor. Mas o site pode ajudar a preparar sua viagem.

Veja abaixo um vídeo de demonstração sobre como navegar pelo site:



E uma foto antiga pra ilustrar!