Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Fez"

Um casal perdido no Marrocos

13 de novembro de 2014 1
Arquivo pessoal. Na foto, Natalie é a da direita.

Arquivo pessoal. Na foto, Natalie é a da direita.

Na série sobre casais que viajam juntos em longas jornadas, publiquei a história da Natalie Deduck e do Robson Cadore, que largaram tudo para viver um tempo de aventuras pelo mundo.

No blog dos dois dá para acompanhar a viagem dos dois. Um dos últimos posts conta como os dois se perderam andando pelo MARROCOS.

Leia abaixo parte da aventura e mais no blog:

“Mais de 900 km rodados em dois dias. Uma única boa noite de sono e só um banho de verdade. Resumindo: estávamos cansados, suados, felizes e perdidos no Marrocos!
Se você acompanha nossa aventura já sabe que fizemos uma viagem pelo interior do Marrocos, dormimos uma noite no Deserto do Saara, e para finalizar ficamos perdidos no Marrocos, isso mesmo, totalmente perdidos.

Nossa van iria voltar para Marrakech, mas nós queríamos ir para Fez (lados opostos no mapa). Depois de uma pesquisa no Google descobrimos que de Rissani (uma cidade perto de Merzouga) poderíamos pegar um ônibus direto para Fez. Mais rápido e mais barato que voltar a Marrakech.

Mas o que realmente aconteceu foi uma aventura bem diferente!

Uma das coisas que aprendi é: Nunca confie nos horários de ônibus no Marrocos, muito menos nas informações que eles disponibilizam online. Supostamente era para ter um ônibus saindo de Rissani para Fez todos os dias às 12:15h. Na verdade o ônibus passa duas ou três vezes por semana à meia noite.

Uhulll!!! Nós estávamos em uma cidade no meio do deserto sem nenhum transporte para onde queríamos ir. É nesse momento que você deixa de confiar nas informações da internet e passa a confiar nas pessoas.

A aventura “Perdidos no Marrocos” começou na rodoviária, encontramos uma garota coreana que também estava perdida. Juntos iniciamos nossa odisseia para chegar em Fez.

Um senhor bem velhinho na estação nos explicou sobre os horários dos ônibus e nos orientou a pegar um Grand Taxi até Errachidia, uma cidade maior, de onde poderíamos pegar um ônibus para Fez.

Lá fomos nós!!””

CONFIRA O RESTO DA HISTÓRIA NO BLOG LOVE&ROAD.

Banquete no Marrocos. Ou na Cidade Baixa...

27 de agosto de 2013 1
Dar-el-makhzen, Palácio Real - Divulgação

Dar-el-makhzen, Palácio Real – Divulgação

É a cidade de FEZ, a terceira maior do Marrocos, o tema de um banquete promovido pelo StudioClio, no dia 30 de agosto, sexta-feira.

Por que falar sobre FEZ. Quem explica são os organizadores do evento:

Na segunda metade do século 13, a capital foi uma importante dinastia de sultões, os merínidas, que se mantiveram no poder até a segunda metade do século 15. Neste tempo, fortaleceram-se laços do ocidente muçulmano e, ao mesmo tempo, modelos artísticos, culturais e filosóficos de origem andaluza foram difundidos nas mesquitas, madrasas e no palácio dos sultões, matrizes de um islã renovado, refinado e original.

Este cenário será reconstituído pelo Prof. Dr. José Rivair Macedo com base nos relatos de eruditos da época, entre eles o viajante Ibn Battuta e o sábio Ibn Khaldun. O Banquete “Fez, capital dos sultões do Marrocos” ilustra boa parte do roteiro que fará parte do ClioTur Passagens do Mediterrâneo – Andaluzia e Marrocos, de 1 a 17 de fevereiro de 2014.

Os Banquetes Clio reúnem docentes das mais variadas áreas, tratando de assuntos relevantes para a literatura, música, ciências e cultura em geral. As edições contêm duas etapas: conferência audiovisual, apresentação artística e banquete, produzido a partir de receitas históricas adaptadas, acompanhadas de bebidas harmonizadas. Este banquete terá gastronomia temática preparada pelos chefs Leonardo Magni e Liliana Andriola.

No coquetel de boas vindas serão servidos pastillas de frango, salada de Chancliche e sopa de ervilha. O prato de entrada será sopa marroquina de frango com nozes. Como prato pricipal será servido tajine de cordeiro com couscous de cítricos. A sobremesa será torta hispano árabe.

SERVIÇO

  • O banquete será na sexta-feira, dia 30, às 20h.
  • Os ingressos podem ser adquiridos pelos valores de R$ 135 para pagamento até o dia 28 de agosto, e R$ 150, a partir do dia seguinte.
  • Lugares na plateia (apenas palestra) podem ser adquiridos pelo valor de R$ 60.
  • As reservas podem ser feitas até a véspera do banquete, às 18h, pelo telefone (51) 32540-7200.
  • Mais informações pela página www.studioclio.com.br.