Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Teresina"

A arte popular brasileira em exposição

30 de maio de 2014 2
Fotos Darci Bastos, divulgação

Fotos Darci Bastos, divulgação

Perdi a conta de quantas vezes já falei sobre isso: quando viajo, não costumo fazer compras. Não do jeito pelo qual nós, brasileiros, somos conhecidos (todo mundo diz que, para saber se o turista é brasileiro ou não, basta prestar atenção na quantidade de sacolas que carrega para o hotel).

O que eu gosto de trazer de uma viagem são “bobagens”: artesanato, produtos locais, coisas feitas à mão em geral.

Que, diga-se, são cada dia mais raras… E por isso mais valorizadas… E por aí vai…

É longe (de Porto Alegre), mas se Teresina (PI) estiver no seu roteiro até 5 de julho, você tem a chance de ver arte/artesanato popular em exposição na cidade. São coisas que eu gostaria de trazer na bagagem.

A exposição Arte Popular Brasileira exibe cerca de 350 esculturas, pinturas e xilogravuras assinadas por 60 artistas, além de um livro com as imagens das obras.

Nelas estão muito do cotidiano, dos costumes, das festas populares e do folclore brasileiros, em peças produzidas por pessoas que fizeram dessa tarefa uma de suas principais fontes de renda.

O projeto é do piauiense Luiz Fernando Dantas, que organizou a mostra com o melhor da arte popular brasileira das regiões Nordeste e Sudeste.

O legal é que para fazer a seleção desses artistas populares, que em geral não têm acesso à internet para divulgar seus trabalhos, Dantas percorreu, entre 2013 e 2014, mais de 30 cidades dessas regiões para descobrir pessoas simples e habilidosas que produzem arte.

Joel Gaudino -Caruarú PE

Conheça alguns dos artistas:

Mário Teles – Produz figuras humanas que se repetem e se encaixam como peças únicas de um quebra-cabeça. Tem predileção pelos temas folclóricos e musicais de Minas Gerais.

Zezinha – É uma das mais importantes ceramistas da nova geração do Vale do Jequitinhonha (MG). Ela trabalha com barro e faz figuras humanas com alta qualidade técnica e refinamento nos detalhes de acabamento.

João das Alagoas – Mestre em cerâmica, suas esculturas são peças de folguedo, como o Boi-Bumbá e o Cavalo Marinho, em cujas saias são esculpidas em alto e baixo relevo.

João das Alagoas (João Carlos da Silva) - Capela (AL) II

Sil – Ex-cortadora de cana-de-açúcar, desenvolveu um estilo próprio, no qual retrata cenas do povo nordestino. A jaqueira, árvore típica da região de Capela (AL), é elemento onipresente em suas obras.

Antonio de Dedé – Escultor de madeira intuitivo vindo de Lagoa da Canoa (AL). Suas peças estão nas mãos de colecionadores e nas principais galerias de arte popular do país.

Antônio de Dedé (Antônio Alves dos Santos) - Lagoa da Canoa AL (II)

Manuel Eudócio – Nascido em Caruaru (PE), criou diversos tipos, que são sua marca registrada e consagraram seu trabalho, como noivos no boi, casamentos, velha indo à missa.

Expedito – Natural de Teresina (PI), tem santos seus espalhados por mais de 50 igrejas. Seus trabalhos são reconhecidos à primeira vista: frutos, flores, folhas de carnaúba que aparecem em relevo nas túnicas de anjos e santos.

Claudineide (I) - Caruarú PE

Serviço

  • Exposição Arte Popular Brasileira
  • Até 5 de julho
  • De segunda a sexta-feira, das 9h às 19h, e sábados, das 9h às 13h
  • Terrasse — Av. Dom Severino, 1.258, bairro de Fátima, Teresina (PI)
  • Entrada gratuita
  • Informações: (86) 3194-0150 e www.terrassepi.com.br
  • Livro Arte Popular Brasileira, com projeto e pesquisa de Luiz Fernando Dantas. Valor: R$ 50