Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts na categoria "Montevidéu"

Passando a semana a limpo, duas boas notícias: um museu em Gramado e voos diários para Montevidéu

22 de julho de 2016 0

Na correria da semana, deixei passar duas notícias boas e bem próximas:

Miron Neto, divulgação

Miron Neto, divulgação

Um novo museu em Gramado

Na 44ª edição do Festival de Cinema de Gramado, de 26 de agosto a 3 de setembro, a grande novidade (e permanente!) será a inauguração do Museu do Festival de Cinema de Gramado, que vai registrar a história e trajetória do evento.

Ele fica junto ao Palácio dos Festivais e da Igreja São Pedro, com uma área de 584m² e vista panorâmica para o centro da cidade.

A coordenação e montagem do acervo está a cargo da museóloga Daniela Schmitt e, segundo ela, o museu deverá ser muito interativo, incluindo histórias e bastidores do Tapete Vermelho. A gestão será do Grupo Gramado Parks, responsável pelo Snowland, o Gramado Termas (parque termal) e o Gramado Termas Resort.

***

Rosane Tremea

Rosane Tremea

Voos diários Porto Alegre-Montevidéu

A partir de 4 de outubro, a Azul Linhas Aéreas Brasileiras passará a ter voos diários de Porto Alegre para Montevidéu, depois de ter começado a operar, no início de julho, voos quatro vezes por semana. Os horários serão os mesmos das linhas atuais.

Os aviões utilizados são turboélices ATR 72-600, com capacidade para 70 pessoas.

Saem de Porto Alegre as 12h1min (com chegada às 14h10min) e, no sentido inverso, partem de Montevidéu às 14h40min, com chegada em Porto Alegre às 16h43min. 

Montevidéu no Belezas do Mundo

27 de junho de 2016 0
Fotos STB, divulgação

Fotos STB, divulgação

Na semana em que Porto Alegre volta a ter um voo direto para Montevidéu, com a Azul, vem bem a calhar esta edição do Belezas do Mundo, promovido pela STB Trip & Travel na Bazkaria, em mais uma edição do projeto.

Quem vai falar sobre a capital uruguaia é o blogueiro Vinícius Mitto.

Mitto destacará as belezas naturais e históricas da cidade, como as ramblas, o velódromo, os museus e centros culturais, além da Isla de las Flores, na entrada do Rio da Prata.

Retouched by Peter Coe

Serviço

  • O Belezas do Mundo tem entrada gratuita, porém com vagas limitadas.
  • Para participar, os interessados devem confirmar presença através dos telefones (51) 9155-2926 ou 3061-6262 ou pelo e-mail rp@bazkaria.com.br.
  • A Bazkaria está localizada na Rua Comendador Caminha, 324, em frente ao Parcão, em Porto Alegre
  • Terça-feira, dia 28, às 19h30min

 

Voo direto de Porto Alegre para Montevidéu

03 de junho de 2016 0

É tão perto de Porto Alegre e é bom que se tenha mais uma opção de ligação direta para a capital uruguaia, Montevidéu.

Estreia em 1 de julho, ainda na temporada de inverno, o voo da Azul ligando as duas cidades.

A companhia iniciou no dia 19 de maio a venda de passagens com preços a partir de R$ 592 ou 10.000 pontos do TudoAzul, ida e volta.

Serão quatro voos semanais na rota – às segundas, quartas, sextas e domingos -, operados por turboélices ATR 72-600, de 70 assentos.

 

 

Em Montevidéu, sempre conectados

25 de setembro de 2015 0

Talvez eu seja a última espécie do gênero, mas férias para mim são sinônimo de desconectar!

Não posto nas redes sociais, não respondo mensagens instantâneas, uma vez na vida e outra na morte ponho uma foto no instagram, só telefono em casos de urgência…

Mas entendo quem gosta e quem precisa. E quem entende quem gosta e quem precisa.

Reprodução

Reprodução

E aí o Intercity Montevideo, no bairro Punta Carretas, na capital uruguaia, entendeu que, para os superconectados, já não basta oferecer wi-fi no saguão nem em todos os apartamentos do hotel.

Também de pouco adiantam aplicativos úteis aos viajantes nos smartphones se eles não estiverem sempre conectados à rede – no Exterior, o serviço custa caríssimo (não sei quanto a você, mas eu raramente uso o serviço de dados oferecidos pelas companhias).

O hotel passou então a oferecer aos hóspedes um modem 4G portátil que funciona como roteador wi-fi.

Basta retirar o modem com carregador na recepção – os dois conectados criam um roteador wi-fi portátil para levar na bolsa.

A rede de hotéis nascida no Rio Grande do Sul tem 32 unidades, uma delas em Montevidéu.

 

Café Brasileiro, em Montevidéu

26 de junho de 2015 1
Fotos Rosane Tremea

Fotos Rosane Tremea

Voltei a pensar nele com a morte do escritor uruguaio Eduardo Galeano, em abril.

É que fazia já bastante tempo que eu tinha ido ao Café Brasileiro, na capital uruguaia. Pelo menos três anos.

Me refugiei nele num dia de chuva insistente dessas férias já longínquas. Não foi obra do acaso. Eu estava à procura. É que tenho essa mania, às vezes desprezada por viajantes, de ir aos lugares tidos como referências – o mais antigo, o primeiro daquele tipo, o histórico…

Eu estava passeando pelo centro histórico de Montevidéu e, não sei por que, tive dificuldade em encontrá-lo. Usava um prosaico mapa, não tinha ligado GPS nem outro tipo de localizador que tanto facilita a vida e tanto encanto tira dela.

Pois enquanto me perdia e me achava, congelei na chuva, até chegar ao Café Brasileiro.

E talvez por isso ele tenha me parecido tão aconchegante, acolhedor, quentinho. Era quase hora do almoço, mas só tomei café.

Ainda assim, fiquei bastante, só olhando o vaivém, observando os frequentadores.

O fato de só ter pedido café àquela altura não me causou nenhum tipo de constrangimento, diferente de alguns lugares onde garçons e/ou proprietários lançam olhares fixos para que se tome o café e saia logo para desocupar a mesa.

Mas talvez um dos garçons tenha estranhado minha demora e perguntou, com insistência, se eu queria tirar uma foto na “mesa do Galeano”. É que muita gente vai ali para isso e ele achou que eu só estava esperando a mesa vagar para fazer o registro.

Não queria, mas ele foi tão gentil, que acabei fazendo a tal foto. Por isso lembrei do Café Brasileiro quando Galeano morreu.

Cafe Brasileiro

Ele fica na Ituzaingó, 1.447, no centro histórico.

É o mais antigo da cidade, inaugurado em 1877 e declarado de interesse cultural pela cidade.

Além da cafeteria e dos doces, tem lanches e almoço executivo.

Cafe Brasileiro

Cafe Brasileiro

O Uruguai, amável de todas as formas

02 de julho de 2014 0

A Luciana Diedrich esteve há pouco no Uruguai e mandou sua contribuição para o blog, especialmente para a seção GATOS DE VIAGEM.

Confira:

“Olá Rosane, tudo bem?

Estive alguns dias de férias em Montevideo, no Uruguai, e lembrei do seu blog, mais precisamente da seção “gatos de viagem”!

De volta ao Brasil para torcer por nossa seleção, envio a você meu registro para que veja não só a receptividade do povo uruguaio com nós brasileiros, como a receptividade de seus bichos!

Explico: após almoçar uma deliciosa comida e degustar um excelente vinho na Bodega Bouza (que fica a 30 minutos do centro da capital), ao sair para pegar um sol naquele dia de frio, deparo com uma simpática gata sobre o espaço que a vinícola dispõe para relaxar, com o intuito de terminar o vinho apreciando o campo e as parreiras.

Ao me aproximar do lounge, não é que a gatinha vem se “aninhar” ao meu lado e continuar seu sono?! Muito dócil, me lembrou o estilo uruguaio de ser: calmo, simpático e receptivo! Tive que registrar!!

 

Fotos arquivo pessoal

Fotos arquivo pessoal

foto 2 (1)

 

foto 5

foto 3

Mas para minha surpresa, após alguns minutos ali, eis que surgem pavões (uns 5 machos e 3 fêmeas) lindos e coloridos! Cada um na beleza de sua penugem. Eles ficaram ali, como quem quisesse ver o que estávamos fazendo, desfilando entre nós, e posando para as fotos (a máquina que aquela hora estava pronta para o melhor movimento animal!!!). E não bastasse todos esses visitantes nos cumprimentarem, logo em seguida um casal de galinha e galo também apareceu!!! No mesmo clima de curiosidade das outras aves…

foto 4

Cópia de foto 1

Enfim, fica meu registro e minha dica de local para visitar em solo uruguaio!!

Abraços, Luciana Diedrich”

Horta no aeroporto de Carrasco, em Montevidéu

12 de maio de 2014 0

Fazia bastante tempo que não publicava nada na categoria BOA IDEIA.

E a leitora do Viagem Rosangela Linck Berto mandou algo que se encaixa perfeitamente nela.

Nas palavras da Rosangela, explicando a foto:

“Achei muito legal esta horta no aeroporto Carrasco, no Uruguai. Grande ideia.”

 

Arquivo pessoal

Arquivo pessoal

Não reparei da última vez que estive por lá, Rosangela, mas vou prestar atenção na próxima.

A propósito: dos aeroportos do Mercosul, o de Montevidéu é um dos mais simpáticos e funcionais na minha visão do lado de cá do balcão.

Catamarã homenageia o papa Francisco, para cruzar o Rio da Prata, de Montevidéu a Buenos Aires

22 de agosto de 2013 0
Novo catamarã leva o nome de Francisco

Novo catamarã leva o nome de Francisco

Ele tem capacidade para transportar 950 passageiros e 150 carros e, garantem, diminuiu a emissão de poluição em 98%.

E homenageia o papa FRANCISCO, a quem empresta o nome.

O novo catamarã da Buquebus unirá a capital argentina à uruguaia em 2 horas e 12 minutos.

O início da operação no cruzamento do Rio da Prata está marcado para o final de setembro.

Aos passageiros, oferecerá as seguintes opções: econômica, turística, primeira classe e especial, além de sala VIP, sala de reuniões e cinco espaços gastronômicos.

 

Concurso para viajar com o amigo

10 de julho de 2013 1

Dia 20 de julho, como se sabe, é o DIA DO AMIGO.

E é pra festejar a data que a rede Bourbon Shopping lançou o concurso cultural “Meu amigo é uma viagem”.

O prêmio serão viagens ao Uruguai.

Como participar:

  • Até o dia 18 de julho, é preciso acessar o aplicativo na fanpage da marca (www.facebook.com/bourbonshopping) e enviar uma foto com um amigo utilizando a hashtag #meuamigoeumaviagem.
  • Além da foto, é preciso resumir uma história vivida ao lado deste amigo.
  • As seis melhores imagens e histórias, três do Rio Grande do Sul e três de São Paulo, serão premiadas com uma viagem para duas pessoas para Montevidéu e Punta Del Este, no Uruguai.
  • O passeio inclui passagens aéreas, diárias em hotel e tour pelas cidades.
  • A divulgação dos vencedores será no dia 22 de julho.


Eu não vou participar, mas o concurso me fez pensar em viagens legais que fiz com amigos, ao longo dos anos. Selecionei essas fotos, que mostram momentos de viagens que eu adorei, longe e perto, sempre com amigas queridas.


Com Carô, em Machu Picchu

Com Vera, em Cambará do Sul

Com Alessandra, no México

Com Luiza e Nina, em Garibaldi


Em viagem, cenas de solidão

11 de junho de 2012 4

Talvez por ter viajado sozinha nas últimas férias, fiquei mais atenta ao que chamei de “cenas de solidão”.

Não necessariamente pessoas sozinhas, mas objetos, lugares, cenários me transmitiam sensações de solidão.

Curioso é que não sinto a palavra apenas com conotação negativa, que é só com o que deparo.

Queria algo que transmitisse essa ideia para para acompanhar minhas fotos, tiradas em Colônia do Sacramento, no Uruguai… Não encontrei.


E de tudo que li, do que eu mais gostei foi um trecho de um poema de CLARICE LISPECTOR, que pede coragem para enfrentar a solidão.

Meu Deus, me dê a coragem

(…)

Faça com que a solidão não me destrua.

Faça com que minha solidão me sirva de companhia.

Faça com que eu tenha a coragem de me enfrentar.

Faça com que eu saiba ficar com o nada

E mesmo assim me sentir

Como se estivesse plena de tudo.

(…)


E a Miriam, que deixou um comentário no post, lembrou de uma música que fala de solidão de um jeito muito bonito, como em geral é a obra do uruguaio Jorge Drexler. Seguem letra e música:


Soledad

Jorge Drexler


Soledad,

Aqui están mis credenciales,

Vengo llamando a tu puerta

Desde hace un tiempo,

Creo que pasaremos juntos temporales,

Propongo que tú y yo nos vayamos conociendo.

Aquí estoy,

Te traigo mis cicatrices,

Palabras sobre papel pentagramado,

No te fijes mucho en lo que dicen,

Me encontrarás

En cada cosa que he callado.

Ya pasó,

Ya he dejado que se empañe

La ilusión de que vivir es indoloro.

Que raro que seas tú

Quien me acompañe, soledad,

A mi que nunca supe bien

Cómo estar solo.



E minha colega Cláudia Laitano, depois de ver este post no Facebook, ficou intrigada com uma coincidência: logo após o meu estava lá um outro post, com um poema sobre solidão do uruguaio Mario Benedetti… E me mandou o link. Reproduzo o texto e uma leitura dele, que é linda.


Hablo de tu soledad

Hablo de tu infinita soledad

dijo el fulano

quisiera entrar al saco de tu memoria

apoderarme de ella

desmantelarla desmentirla

despojarla de su último reducto.

Tu soledad me abruma/ me alucina

dijo el fulano con dulzura

quisiera que en las noches me añorara

que me echara de menos

me recibiera a solas.

Pero sucede que/

dijo calmosamente la mengana/

si tu bendita soledad

se funde con la mía

ya no sabré si soy en vos

o vos terminás siéndome.

¿Cuál de los dos será

después de todo

mi soledad legítima?.

Mirándose a los ojos

como si perdonaran

perdonarse

adiós

dijo el fulano;

y la mengana

adiós.


Do Uruguai, mais gatos

05 de abril de 2012 0

A SIMONE PEREIRA, leitora do blog de São Leopoldo, mandou sua contribuição para a seção Gatos de Viagem que, como você pode ver, conquista até quem não é lá muito chegado nos bichanos.

Veja as fotos e o recado da Simone.

“Oi Rosane, em primeiro lugar, quero dizer que adoro o teu blog e o visito sempre.

Já tiramos muitas dicas de viagens dele, mas nunca parei para agradecer as dicas!

Ao momento em que agradeço, mando uma contribuição para a seção “gatos de viagem”. Não que nós (eu e meu marido) sejamos fãs de gatos, ao contrário, somos fãs dos cães. Mas esse bichano nos cativou e nos fez companhia num belo pôr do sol em Montevideo.

As fotos foram feitas no lounge do hotel Ibis. Nos sentamos pra tomar um chimarrão e apreciar a bela paisagem do final de tarde, quando o gatinho nos procurou. Sem cerimônias, subiu no meu colo, pediu um carinho e delicadamente deitou aos nossos pés. Assim permaneceu por horas…até adormecer ou até o anoitecer!

Simone e Felipe/ São Leopoldo”



Gato sobre livros em Montevidéu

29 de fevereiro de 2012 0

Pode parecer que larguei, mas não abandonei os GATOS DE VIAGEM, seção criada bem lá no início deste blog e à qual os leitores e eu somos muito fiéis.

Volto a eles agora com uma sequência que eu adorei. Foi trazida de MONTEVIDÉU por um colega, o Marcelo Sarkis, que separou as fotos feitas, segundo ele, especialmente para a seção.

Nas imagens, que falam por si (não gosto de humanizar animais, mas que parece que o gato está lendo, isso parece…), um detalhe me chamou a atenção: o nome da editora do livro sobre o qual o gato está esparramado, na vitrine de uma loja de antiguidades.

“Bruguera” me remeteu imediatamente à infância.

Fui à estante e procurei um bloco amarelado com uma encadernação caprichada que eu mesma intitulei “Primeiras Letras”. Eram primeiras mesmo, pois eu nem matriculada em escola estava. Minha mãe, professora licenciada por circunstâncias adversas, e um de meus irmãos mais velhos se dedicavam a me alfabetizar, e eu anotava alucinadamente tudo o que via pela frente.

Nesse bloquinho, datado do final dos anos 60, encontrei a referência que havia na minha memória. Ali está anotado com minha letra claudicante: “Infantis Bruguera”.

Minha obsessão pela escrita era tamanha que até o nome da editora eu copiava dos livros, ia da primeira à última página. Fui pesquisar e vi que essa editora, cuja sede era em Buenos Aires, teve uma porção brasileira pelos anos 70, com uma filial no Rio, que se dedicava a produzir clássicos no formato de livros de bolso.

O engraçado é que só lembrei desse nome agora, com a foto trazida pelo Marcelo. E mais engraçado foi que, na mesma página onde anotei isso está outra frase: “O gato está em cima da mesa”.

Tá, e o que essa coincidência despropositada tem a ver com viagens, você deve estar se perguntando?

É que para mim as viagens têm o poder de me transportar para qualquer lugar, no mundo ou na memória. O gato de Montevidéu me levou de volta ao meu primeiro caderno e à descoberta mais maravilhosa que eu tive na vida: a da leitura e da escrita, que viriam por ser, afinal, minha profissão e minha vida.

Incursão de leitor por Montevidéu

12 de janeiro de 2012 3

O GABRIEL MATHIAS HAAG, um apaixonado pelo Uruguai, esteve em Montevidéu há pouco e mandou texto e fotos para o blog. Confira o que ele diz e mostra abaixo:


“E eu que achava: Montevideo é bem mais linda no inverno, acabei tendo que dar a mão à palmatória. Depois de algumas idas e vindas, sempre no inverno, fui passar o Réveillon por lá.

A cidade estava, como sempre, simplesmente perfeita e linda, com aquele toque único, capaz de destacar qualquer pessoa no meio da multidão. Aliás, multidão nada!


Nesta época do ano, encontrei uma Montevideo calma, tranquila e muito, mas muito vazia. Claro, época de férias, feriado de Ano-Novo, e o verão são fatores que deixam várias cidades do mundo mais calmas.

A chegada foi como eu bem gosto, pela tardinha, com aquele sol deixando as águas do Plata bem douradas. O verão dá um tom de leveza para a cidade e ao se caminhar pelas ruas não dá vontade de querer ir embora.


A virada do ano é bem especial. As famílias, em geral, ficam em casa. Já para os visitantes, os hotéis, em maioria, procuram oferecer festas e momentos especiais.

N0 dia 31 de dezembro, ao meio-dia, peguei um táxi, que é baratíssimo, e fui almoçar na rambla! É uma maravilha sentar-se com uma vista linda do povo na praia… Depois disso, que tal um mergulho?! Nem precisei pensar duas vezes… Estávamos no dia 31, em férias, 16h, calorão… Tibum! E vão-se as energias negativas com as ondas.


Acabei me dando conta de que Montevideo tem mil atrações, inclusive no verão… Praia, gente bonita, gente simpática, gente hospitaleira, compras, turismo…”

Mais um voo POA-Montevidéu

20 de outubro de 2011 0

Parece que as cinzas do vulcão chileno sobre o Rio Grande do Sul estão se dissipando. Assim espero, e era a previsão quando programei este post.

O nariz-de-cera é uma ressalva e um pedido de licença para falar sobre o lançamento do segundo voo diário da Pluna entre Montevidéu e Porto Alegre (e conexões com Buenos Aires, Córdoba, Assunção e Santiago do Chile).

O avião, que vai pernoitar na capital gaúcha, sai cedinho pela manhã (7h25min). Assim (a duração da viagem é de uma hora), dá para aproveitar o dia inteiro em Montevidéu.

Não por acaso a companhia aérea lançou a novidade: no primeiro semestre deste ano, a rota teve um crescimento de 50%, comparado ao ano anterior.

Os  horários dos voos:

  • Porto Alegre – Montevidéu – Porto Alegre

Porto Alegre: 7h25min > Montevidéu: 8h50 min (nova frequência)

Montevidéu: 23h55min > Porto Alegre: 1h15min (nova frequência)


  • Porto Alegre – Montevidéu – Porto Alegre

Porto Alegre: 14h57min > Montevidéu: 16h22min (frequência atual)

Montevidéu: 13h51min > Porto Alegre: 14h11min (frequência atual)


Outras companhias aéreas mantêm voos diários diretos de Porto Alegre para Montevidéu:  a Gol e a TAM.

Dias do Patrimônio em Montevidéu

07 de outubro de 2010 2

Logo depois de ter voltado das férias em Montevidéu, a colega MARIA RITA HORN enviou essa colaboração para o blog. Outra ideia que merece ser copiada… Leia o que ela conta:


“Sem planejar praticamente nada da minha viagem de férias ao Uruguai, tive mais sorte do que juízo, como diz o ditado. No sábado de 25 de setembro, ao sair do albergue onde estava hospedada na capital, Montevidéu, deparei com uma grande movimentação nas ruas da cidade. Era o evento Días del Patrimonio, quando museus, monumentos e edifícios históricos têm entrada liberada para o público em geral em todo o país e uma gama de atividades culturais é oferecida em diferentes espaços públicos ou privados.

A data foi instituída em 1995, quando o nome era no singular (Día del Patrimonio), pois o evento ocorria em apenas um dia. A partir de 2002, passou a ser nos dois dias do fim de semana. Como disse o ministro da Educação e Cultura do Uruguai, Ricardo Ehrlich, em carta publicada no caderno de programação das atividades deste ano, o patrimônio, material ou imaterial, só adquire valor quando ‘se disfruta e se comparte’. E foi isso que uruguaios e turistas fizeram nas ruas de seu país, na 16ª edição da celebração, que teve como tema El Teatro en el Uruguay, homenageando figuras representativas da arte, como o dramaturgo Florencio Sanchez.

A Praça Matriz foi uma das mais visitadas durante o evento

Em Montevidéu, além de passar por representações teatrais nas ruas e por feiras de artesanato, tive pequenas demonstrações do que rola no Carnaval deles, considerado o mais longo do mundo – comemorado de janeiro a março (veja o vídeo abaixo). Também andei de ônibus antigos e vi a multidão receber a primavera e lotar os bares que oferecem menus especiais e shows de tango.

A preços promocionais nos supermercados pelo Días del Patrimonio, compras de bocaditos e alfajores completaram o que chamo de meu Dia de Sorte da viagem.”