Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Das expectativas e necessidades dos internautas

15 de janeiro de 2009 0

Esta semana assisti a um webinar, um seminário via web, junto com minha colega, Tatiana Klix. O tema era “How To Become Easy to Use Online“, ou seja, como tornar a experiência de interautas mais eficaz diante da informação apresentada pelos websites, especialmente os noticiosos. O estudo se baseou na opinião de 15 heavy users de Chicago. Foi comandado pela Northwestern University, dos Estados Unidos.

Bom, foram detectadas duas experiências consideradas satisfatórias. A primeira, denominada “eficiente”, ocorreu quando os sites apresentaram informações mínimas, que satisfaziam um nível mínimo de expectativa dos interautas. Nada de links  em demasia, informação em excesso. Algo tipo: Eu entro naquele site, leio meia dúzida de manchetes, estou informado minimamente. Tudo OK.

A outra experiência satisfatória detectada pelos pesquisadores foi “contruindo identidade”. Essa ocorre quando um usuário – com profundo conhecimento do assunto – utiliza um website que oferece informações com a complexidade suficiente para satisfazer essa necessidade. Tipo, um cara que entende para caramba de um assunto e encontra um site que tem informações aprofundadas para ele se esbaldar.

Mas como encontrar a sintonia fina? Como saber se é preciso oferecer o mínimo ou o máximo de informações aos internautas? Como não sobrecarregar o pobre… ou não deixá-lo carente? Aí é que está o desafio: conhece o teu público. E tudo ficará mais claro.

Venho pensando há algum tempo que, na internet, cada vez mais nos tornamos editores de nós mesmos. Como há um vasto manancial de informações – na verdade um banco de dados sempre crescente, em processo – é preciso destreza para escolher o que ler, no que deter a atenção. Porque há um limite cognitivo para informações que recebemos e que somos capazes de absorver. É fácil se perder.

Aí é que entra a tal destreza. Da parte do usuário, de escolher as fontes, quais sites são os seus favoritos, aqueles que atendem às suas necessidades. Da parte dos produtores de conteúdo, de conhecer os seus usuários, e oferecer-lhes aquilo que necessitam.

Parece coisa simples. Senso comum. Mas é uma tarefa e tanto. Para quem se interessar, dá para baixar o report do estudo da Northwestern University aqui

Postado por Leo Corrêa

Envie seu Comentário