Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Gap abre as portas em Porto Alegre em grande estilo

29 de April de 2014 26

GAP

Uma das marcas mais requisitadas pelos brasileiros que vão ao exterior, a americana Gap abriu as portas de sua mais nova loja nesta terça-feira (29/4), no Barra ShoppingSul, em Porto Alegre.

Angelina Agrifoglio

A varejista, que iniciou suas operações no Brasil no ano passado, inaugura a primeira franquia fora de São Paulo em um espaço de impressionar: são mais de 800 m² com produtos para homens, mulheres, jovens e crianças (esta última categoria, por sinal, com peças muito fofas).

Carolina Corrêa e Dipa di Pietro

Uma turma bacana e de diferentes estilos passou por lá para conferir a novidade, o que representa bem a identidade democrática da marca de moda básica:

— Com o passar dos anos, a Gap aprendeu a falar com todos os públicos sem perder a aura jovem — conta Carolina Correa, gerente de Marketing da Gap Brasil.

Alessandro Engroff e Mauro Dufrayer

No coquetel, quitutes quentinhos assinados pelo Applebees e uma mesa de brilhar os olhos com mais de mil Roubadinhas doces. Balões azuis e plaquinhas bem humoradas ainda fizeram parte da decoração festiva de estreia.

Para a ocasião, a grife lançou a campanha Hello, Brasil em suas redes sociais. As hashtags da noite foram #HelloPOA e #gapbrasil.

Márcia Refinski

A resposta que muita gente queria saber: por aqui, as peças custam aproximadamente 35% a mais do que nos EUA, devido aos gastos em importação e logística.

Gostou? Então anota aí: a loja fica no segundo piso do Shopping, ao lado da Daslu.

Victoria Renner

Dipa di Pietro, diretor de Branding da Gap, ressalta uma das qualidades que pesaram na decisão de abrir a loja em Porto Alegre:

— No Sul, experimentamos as quatro estações bem definidas. Aqui, se justifica uma coleção de inverno, por exemplo. Teremos peças novas chegando semanalmente, e enquanto estamos aqui, neste momento uma equipe seleciona peças nos Estados Unidos que serão vendidas em breve no Brasil.

Filipe Valerim

A gigante, inaugurada em 1969 em São Francisco, Estados Unidos, faz a cabeça dos jovens com a moda american casual style, lançou tendências como a calça cáqui e caiu no gosto popular com o icônico moletom.

Para quem ficou curioso sobre mais algum detalhe: a disposição da loja é intencionalmente semelhante em todos os países.

Veja quem mais passou por lá:

Fotos: Andréa Graiz/Agência RBS

Comentários (26)

  • ricardo diz: 30 de April de 2014

    Designed in San Francisco. Made in Vietnam.

  • fernanda diz: 30 de April de 2014

    Oi amigo aí de cima, oligofrênico, é verdade….é como quando , alguns anos atrás, minha amiga voltou do Texas e estranhou roupas da Coca Cola nas vitrines, e me perguntou a respeito…ela me disse que lá nos EUA é vendido em supermercado, não que sejam ruins, sei lá, ela só estranhou, mas pra vc ver né…

  • leo diz: 30 de April de 2014

    hahahaha Nos Estados Unidos a Gap tem preços baratissimos…e aqui as bonita vao gastar 300 reais por um moleton e pagar em 10x…….hahahahah o povinho burro!

  • Feli diz: 30 de April de 2014

    Ótimo teu comentário, Oligofrênico. Não conheço a GAP, nem fui ao EUA. Mas aqui é uma insistência em supervalorizar marcas que vem de fora, com maior glamour. A Zara (que não acho a mínima graça) é outra que lá fora é popular, aqui vendem com preço de boutique, peças de varejo de larga escala. Na verdade não importa muito a peça, importa é a mídia que você apareceu.

  • McFake diz: 30 de April de 2014

    hsauhsuashuahhsu

    Eu tb não estou entendendo a festa que estão fazendo em relação a gap. Povo brasileiro é muito tonto, meu deus!

  • pedro diz: 30 de April de 2014

    legal enaltecer uma loja que teve denuncias de trabalho escravo a menos de 3 anos atrás..

  • pedro neto diz: 30 de April de 2014

    estender tapete vermelho para a GAP agora?? Nos USA eles já trocaram sua cultura a muitos anos, se tornando uma loja popular, tipo GANG, Renner, etc, com produtos produzidos em Bangladesh, Vietnam, etc. Sao produtos excelentes para o inverno, dentro de casa, com uma pantufa na frente da lareira, no mais, pagar uma fortuna por “chic rags” é lamentável.

  • Jordana diz: 30 de April de 2014

    Até que é legalzinho para passar o dia da preguiça em casa.

  • Geraldo diz: 30 de April de 2014

    É lamentável que o povo gaúcho, que tanto batalhou por valores interessantes, importantes, dê crédito a marcas como essas. A GAP não é a unica, e o ‘povo’ continua, pelo que se comprova, alimentando exploradores e inescrupulosos grupos estrangeiros, contribuindo, como sempre, no enriquecendo deles !

  • julia diz: 30 de April de 2014

    pelo menos a GAP tem roupas que servem mais nos corpos brasileiros, a ZARA nem isso, vem com os mesmos modelos de calças que a anos não se usa mais e querem meter as brasileiras dentro, sem respeitar a fisiologia dos brasileiros. Os preços, absurdos

  • MAYER diz: 30 de April de 2014

    É VERDADE. A LOJA É BOA, MAS NOS ESTADOS UNIDOS É BARATO.
    AQUI É QUE IRÃO COBRAR ALTO POR ROUPAS VINDAS DA ÁSIA.
    O CIDADÃO DIZENDO: COMPREI NA GAP. GRANDE PORCARIA.
    OSTENTAÇÃO BREGA.

  • MULLER diz: 30 de April de 2014

    Respeito todos os comentários, pró ou contra, mas a minha opinião que é muito bom ter mais uma opção nos shoppings de Porto Alegre. Sou cliente frequente das lojas GAP nos EUA, onde principalmente compro roupas para meus netos, pois a linha infantil é ótima.
    Quanto às mercadorias, se são produzidas na Asia, América do Sul,etc, não importa, pois são realmente de boa qualidade. Globalização é isto…
    São mais investimentos, mais empregos, mas alternativas de consumo.
    Parabéns a GAP e a Barra Shopping pelo empreendimento

  • Pedrita diz: 30 de April de 2014

    Melhor do que “ao lado da Daslu”, é “em frente ao Magazine Luiza”.
    Dona Lú agradece o merchand!

  • Ignacio diz: 30 de April de 2014

    Oi Fernanda!
    Os tênis da Coca Cola, que em POA custam uma fortuna, são produzidos numa cooperativa de Picada Café, cidadezinha entre o Vale do Sinos e a Serra. Em lojas de São Leopoldo e Novo Hamburgo, além da própria Picada Café, vc pode comprar os mesmíssimos tênis por preços camaradas. Mas na Capital tem gente que paga os olhos da cara….

  • oligofrênico diz: 30 de April de 2014

    Muito obrigado, sra. Pandolfi, por deletar meu comentário….a senhoria vai longe! Mas repito: Para que está acostumado a viajar, principalmente para os EUA, sabe que essa GAP é pior que Renner…na verdade é tipo C&A, sem desmerecer qualquer pessoa pelo fato de comprar lá! Mas é como eu disse, compro bastante moleton e cuecas para dormir lá e não fico pagando de bonito, achando que estou bombando! Aceite os cometários, ainda mais quando eles não são ofensivos, mas críticos!

    Abraço

  • augusto sherer diz: 30 de April de 2014

    Eba! Comprar, comprar, comprar bastante! Sim, porque comprar é ser feliz. O ultimo a comprar é o mais infeliz.

  • Mariana diz: 30 de April de 2014

    Indica as lojas Ignacio!

  • Patricia diz: 30 de April de 2014

    Realmente a marca, como diversas outras, chega muito cara ao Brasil, mas isso é culpa do nosso próprio país de merda, que coloca super inflações em tudo.
    Ja os julgamento feitos aqui em cima, acho meio errado. Pois cada um tem seu gosto, e se gostar e puder pagar, o problema não é de vocês! :)
    Eu não compro aqui, pois acho que é realmente muito caro, mas gosto da marca, pra praticar esportes é ótima!
    E se veio ao Brasil, é porque realmente os Brasileiros a querem.
    Todos os comentário aqui me pareceram meio recalcados certo? Se não concordam porque entrar e se dar ao trabalho de ler a matéria e ainda comentar?
    Aff.

  • oligofrênico diz: 30 de April de 2014

    Patrícia, acho que não se aplica para mim o teu comentário, até pq eu disse que compro! A diferença é que quem realmente tem grana, viaja e compra lá, pagando 30% do preço, o que é o meu caso! E a minha crítica não é efetivamente quanto a pagar mais ou menos, mas sim pelo fato de que esse pessoal aí em cima fica pagando de bacana por um marca de qualidade bem meia-boca!

    Abraço

  • Ana diz: 2 de May de 2014

    Gap, Zara, H&M é bom de comprar porque é barato! Mas aqui chega tudo com preços altíssimos! Aí não compensa!

  • Carlos M. S. diz: 2 de May de 2014

    Estive lá e realmente achei as peças bacanas e CARAS, muito melhor (e mais em conta) são os moletons, casacos e outras peças da KEVINGSTON aqui em POA, e o melhor, não precisa enfrentar aquele tumulto dos shoppings.

  • Quique diz: 30 de May de 2014

    Sem querer criticar qualquer um que tenha postado comentários, mas é importante que tenhamos cada vez mais concorrentes aqui, precisamos ter opções. Para quem acha a Gap cara aqui, que viaje para o resto do mundo onde é facilmente encontrada a preços menores. Caso a Primark venha para Porto Alegre, ninguém vai reclamar dos preços baixos e da qualidade muitas vezes suspeita, mas vale muito a pena!!! O que importa é nos sentirmos bem, comprando em camelôs, na Voluntários ou em Shopping. Concordo com o Sr., ou Sra. Muller, globalização é isto!…quem não gosta de dirigir carros melhores?..se não surgisse concorrência, até hoje não teríamos carros com ABS, Airbags, multimídias, etc… Que venham Primark, H&M, Aldo Shoes, Mothercare, Banana Republic, e tantas mais possível.

  • josé odair lopes diz: 27 de June de 2014

    Deixo aqui minha humilde opinião sobre essas marcas em discussão!
    Vivemos em um país democrático,cada um fala e faz oque quer……o que as vezes é um problema,nos permite atitudes e comportamentos que transformam esse pais na merda que é……bom vamos falar da G.A.P,dizem que é um bom material,que nos E.U.A custa
    entre 20 e 30% dos valores aplicados por aqui,então onde esta nosso bom senso.
    será que quem vê isso é quem trabalha duro pra sustentar uma familia com dignidade.
    Além disso globalização é dar educação e capacitação para nossos filhos e filhas para que consigam construir um mundo melhor e mais justo para todos.
    Agora dizer que globalização é sermos explorados e estorquidos pelos governos e corporações estrangeiras,que escravizam suas nações para enriquecerem meia duzia de fascinoras,bom…..como disse vivemos num país livre,então boas compras.

  • Ines diz: 24 de July de 2014

    O que achei mais interessante e dizer que no Brasil so custa 35% a mais.Diria 100 % a mais??

  • Gap comemora um ano no Brasil e vai abrir mais cinco lojas este ano | Rede Social diz: 9 de September de 2014

    […] >>> Saiba como foi a inauguração da Gap em Porto Alegre […]

  • Paulo G. Romero diz: 11 de February de 2015

    Criei uma marca de roupas que tem o potencial de se tornar muito grande. Não tenho condições de investir. Procuro parceria. Tenho todo um projeto com fortes motivos para acreditar que será algo inovador. Caso alguém se interesse queira entrar em contato. (47) 9993-8766.
    Email: gi.geracaointeligente@gmail.com

Envie seu Comentário