Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Três anjos chamados Sofias

11 de abril de 2010 6

Foto Nauro Júnior

Nasceram três anjos, dois em São Paulo outro em Pelotas. Três mensageiros de Deus na terra com uma missão.
Zelar por três mulheres, duas jornalistas e uma terapeuta que queriam mudar o mundo. Mas como mudar o mundo sem anjos ao lado, sem sabedoria? Por isto vieram Sofias.

Desceram do céu em uma nuvem de luz e chegaram lutando, mostrando que vida de anjo não é facil. Ensinando à todos que apesar de minúsculas, eram três gigantes.
Uniram famílias. Uniram crenças. Quebraram barreiras intransponíveis. Encurtaram distâncias para unir três mulheres que seriam porta vozes de uma causa.

Um dos anjos transformou-se em luz e voltou para morar com Deus. A outra, voa em uma espaçonave roxa pelo universo, mostrando que a vida é possível. E a terceira é a relações pública dos anjos, arcanjos e querubins aqui na terra.
Três vidas tão curtas e tão intensas, ligadas pelo destino, pelo desatino de três mães que nunca perderam a esperança. Mães que nunca tinham se visto. As três Sofias se conheciam, e pulavam de nuvem em nuvem, antes de Deus mandá-las á erra.
Chegaram e viram que tinham se apressado, chegado antes da hora. Mas e agora? Agora é viver, e viver de anjo é ensinar.

Ensinar o quê?

Ensinar que médico e técnico de enfermagem são apenas pessoas, tão distantes entre si em conhecimento teórico, e tão próximos em intenção de salvar vidas. Ensinar que pai sofre muito ao ver seu anjo sofrer, apesar de a vida ser gerada dentro do ventre da mãe. Ensinar que o maior remédio para todas as curas é o amor, e que sem ele antibiótico é um frio e irracional adiador de curas de corpos sem alma. Anjos vêm ao mundo para isso, para ensinar o verdadeiro valor do amor incondicional. Ensinar que o corpo que tem alma de anjo se dilacera, tem chagas. E que mesmo quando o corpo não resiste, há uma alma de anjo, a sabedoria, e a mensagem trazida fica na Terra.

Este ano os três anjos Sofias tiveram um encontro aqui em Pelotas. Tive o privilégio de ser testemunha da energia e da força de Deus próximo a elas. Anjos quando se encontram, o mundo na volta muda para melhor. É como se por alguns instantes, tudo andasse mais devagar. A vida passa a se movimentar em câmera lenta. As pessoas na volta aprendem só em olhar.

E foi isso que aconteceu nas areias da Praia do Laranjal, quando duas Sofias de mão dadas, olhavam para a água e admiravam outro anjo de luz, também de nome Sofia, voar sobre as águas com suas asas cor-de-rosa, brincando e fazendo piruetas, comemorando a vitória das três Sofias, que um dia desceram à Terra para transformá-la em um lugar melhor pra viver.

Comentários (6)

  • Paula Blaas diz: 11 de abril de 2010

    Fiquei com os olhos cheios d’agua! Que texto lindo, que amor profundo! Com as tuas palavras a Sofia ensina a todos nós!
    Bjos

  • Gabi diz: 11 de abril de 2010

    Todas as palavras seriam poucas.
    Te amo!

  • Regina diz: 12 de abril de 2010

    Parabéns prá vcs, pela oportunidade de conviverem com esses anjos especiais, que
    certamente modificaram suas vidas. Tudo tem uma razão de ser, e feliz daquele que
    sabe aproveitar as oportunidades. Beijos para as famílias que se reencontraram.

  • Catiucia diz: 13 de abril de 2010

    Grande Nauro, parabéns! Texto de uma sensibilidade única!

  • Denise Crispim diz: 16 de abril de 2010

    Como sempre, um texto lindo e uma foto maravilhosa.
    Para nós, como já disse, foi uma honra desfrutar desses momentos com vocês.
    Esse encontro de Sofias, e suas famílias (porque não são apenas as mães, são as famílias que se formaram e tornaram-se próximas) foi uma das melhores coisas que aconteceram em minha vida.
    Especialmente porque ele me provou que Deus existe.
    Desde a morte da Vivi, a minha fé ficou muito abalada. Foi preciso algum tempo para entender que havia um propósito naquela dor imensurável que até hoje me machuca.
    Aos poucos, Deus foi me mostrando que havia um caminho. Um caminho lindo, há muito tempo traçado, e que todas essas experiências faziam parte de uma história maior, de um aprendizado maior, de coisas que só agora estão acontecendo e de tantas outras que estão por vir.
    Esse encontro foi planejado há muito tempo e de maneira perfeita. Porque o Arquiteto sabe muito mais do que todos nós.
    Para nós fica a alegria de poder fazer parte de algo tão bonito que é a história dessas Sofias…
    Beijos, parabéns pelo lindo texto e quero as outras fotos que vc tirou aí!!!

  • Daniela diz: 24 de abril de 2010

    Filhos especiais são enviados para pais especiais… lindo texto, intenso e comovente. Também recebi a missão de ser mãe de um pequeno anjo que passou por esse planetinha azul… foi breve, mas valeu por toda minha vida. Hoje ele é minha luz… No site do abrace, conheci a linda história desses anjos chamados Sofia’s…

Envie seu Comentário