Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Tchê Garotos no Faustão

27 de fevereiro de 2008 13

Tchê Garotos na Festa da Uva: destaque nacional/Divulgação
A produção do  Domingão do Faustão, da TV Globo, confirmou esta semana: o grupo Tchê Garotos, estará no programa no próximo domingo. É uma ótima oportunidade para abrir as portas para o nossa vaneirão em um dos principais espaços de divulgação musical existentes no Brasil. E nada melhor que a turma de Sandro Coelho para dar este recado.

Os integrantes do grupo, aliás, já despontam como pop stars em cidades paulistas por onde tem andado. Fica difícil até entrar e sair do palco, de tanto assédio. Alguns cachês chegam a se equiparar aos de grandes duplas sertanejas.

Postado por Giovani Grizotti

Comentários (13)

  • >Valter Portalete diz: 28 de fevereiro de 2008

    Tradicionalistas não são contra nenhum grupo fazer seu trabalho, entretanto, devem respeitar a nossa opinião, ou decisão como queiram: Cada macaco no seu galho, e o galho dos `Tchês` não é o mesmo nosso. Nao considero `chiita` nossa atitude, aliás, quem assim pensa, certamente não leu O SENTIDO E O VALOR DO TRADICIONALISMO ou O SENTIDO E ALCANCE SOCIAL DO TRADICIONALISMO. Por favor, leiam e depois comentem.Porque os MONARCAS não recebem o mesmo convite? Será que tem menos talento que o Tchê Gtos

  • Valter Portalete diz: 28 de fevereiro de 2008

    Continuando:
    EU já vi essa história antes: chamava-se OS NATIVOS. Sucesso cantando CASTELHANA…lembram? Iniciaram com um ritmo bailável, bem ao nosso gosto de `chiita`..ehehehe
    Após alguns anos, renderam-se e perderam IDENTIDADE: o que aconteceu: ACABOU O GRUPO, ou pelo menos o sucesso…enquanto isso, MONARCAS completam quantos anos? SERRANOS quanto tempo? …enfim, acredito na frase do eterno payador: “NÃO VOU MATAR MEUS AVÓS PRA FICAR DE BEM COM OS NETOS”…Saudaçoes Missioneiras

  • RÉGIS CUNHA diz: 27 de fevereiro de 2008

    “Ótima oportunidade para abrir as portas para o nosso vaneirão”? Que vaneirão? “nada melhor que a turma de Sandro Coelho para dar este recado”? Que recado?
    Tantos grupos para representarem a cultura do Rio Grande fora do estado e estimulam justamente o Tchê Garotos?
    Ninguém tem o direito de criticar o gosto musical de cada um, mas podemos fazer campanhas para desvincular esse movimento da “tchê music” de tudo aquilo que se refere ao gauchismo.

  • Paulo Benito Severo de Medeiros diz: 28 de fevereiro de 2008

    Mas que barbaridade!
    Conseguimos levar os Serranos uma vez pra Globo, por que tinha o seriado A casa das Sete mulheres.
    E agora vão os maxixeiros pra representar musica feita aqui? Não sabia que o maxixe, forró ,axé entre outros, surgiram aqui na Província de São Pedro.
    Aqui se toca chamame, bugio, xote, rancheira, vaneira, chacarera, rasguido as legítimas músicas do pampa gaúcho.
    Ah! Sem essa conversa de chiita, vamos respeitar nossos antepassados Sr Grizotti.
    VIVA A NOSSA TRADIÇÃO!

  • Lucia Rodrigues Martins. diz: 29 de fevereiro de 2008

    Pois adorei a noticia sobre apresença do tchê garotos na globo adoro os guris pois eles merençem o sucesso as musicas deles são boas e para aqueles que não gostam do tche garotos fica um recado são pessoas que não gostam de música.

  • Cristiano Lima{ mirosmar} diz: 6 de março de 2008

    Olá a todos.É fato q n da mais para considerar o tche garotos um grupo tradicionalista! Mas em primeiro lugar quem disse isso?? Foi o sandro, marquinhos, sagui, leo ou fernando q estão brigando pelo rótulo de tradicionalistas. Pô gente, chega desta discussão. Agora o Paulo gosta de samba, ou musica sertaneja ele não é gaucho?? Sucesso para todos pois somos gauchos vamos evoluir pois não somos irracionais. Vamos lá tche garotos sucesso. vamos lá serranos, monarcas… viva o rs. um abraço a todos.

  • Bernardina R. Martins diz: 29 de fevereiro de 2008

    Olha fui criada ouvindo musica gaucha e hoje sou fã dos Tchês, só quero dizer o seguinte que todos os tchês tocaram chamame, bugio, xote, rancheira, vaneira, chacarera,primeiros para depois trocarem de estilo, só que se o MTG e o povo não entendem que tudo muda e a onde fica o dinheiro, pois todos tem familia e vivem disso. Como sempre falo entre tocar para 200 pessoas e tocar para 4 mil a 5 mil pessoa faz uma grande diferença.

  • RÉGIS CUNHA diz: 28 de fevereiro de 2008

    Por problemas alheios, não tinha lido a resposta do Giovani, mas agradeço ao Valter por feito esse favor.
    Caro Giovani, usei expressões copiadas de seu post para iniciar meu comentário. Você, não fez apologia à introspecção do grupo em questão no tradicionalismo, mas em momento algum, desvinculou os “Tchês” do movimento gaúcho.
    É a minha opinião, de leitor

  • Alexandre Zigon diz: 28 de fevereiro de 2008

    Giovani, estou 100% de acordo com você !
    Agora somos “menos” gaúchos por gostar da tche music ?!?!?!

  • Giovani Grizotti diz: 27 de fevereiro de 2008

    Prezado Régis
    Sem essa mistura de música sertaneja com suíngue e vaneirão, jamais nossa música conseguria ir tão longe. Nossa, que eu digo, é a do Rio Grande, feita aqui, com ou sem o o teu ou o aval do MTG. Ninguém está dizendo aqui que o Tchê Garotos faz música tradicional. Eles, aliás, querem distância desse rótulo. Esse tipo de gauchismo chiita não leva a nada. É a minha opinião.

  • Paulo Benito Severo de Medeiros diz: 29 de fevereiro de 2008

    Se trocaram de estilo troquem de nome!
    Tirem o Tchê uma palavra originalmente do pampa e essencilamente crioula, podem colocar POP por exemplo. E que não tem nada haver com este grupos.
    VIVA A MUSICA CAMPEIRA E TRACICIONALISTA DO RIO GRANDE DO SUL.

  • Liliana Cardoso diz: 29 de fevereiro de 2008

    Temos que entender, que hj o Tchê Garotos, querem distância desse rótulo, como disse o premiadissimo jornalista Grizotti, mas por muitos anos beberam dessa fonte, a música tradicional.Decidiram tomar outros rumos e cada um tem o direito de fazer o que quiser de seu trabalho desde que não desrespeite o próximo.Mas, eu já vi Os Monarcas e Os Serranos botarem muito público em CTG´S,Clubes,etc….Tocando a verdadeira música autêntica do Rio Grande.Quem sabe um dia OS MONARCAS no DOMINGÃO FAUSTÃO?

  • Valter Portalete diz: 4 de março de 2008

    Gostaria de ver nestes programas de auditório da Globo, SBT e outros, não somente Os Monarcas, mas também a verdadeira música sertaneja (do sertão), caipira, uma Guarânia, ou um Chamamé Pantaneiro. Mas sabem por que estas músicas/grupos não recebem espaço? A música de raiz tem IDENTIDADE. Não é cópia. “Yo he conocido cantores; que era un gusto el escuchar, mas no quierem opinar, y se divierten cantando;
    pero yo canto opinando, que es mi modo de cantar”. (Martín Fierro, José Hernández)

Envie seu Comentário