Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de setembro 2008

NÓS NA CAPA

30 de setembro de 2008 128

Como já escrevemos aqui muitas vezes, todos os comentários deixados por nossos leitores a cada post são lidos e relidos – e, eventualmente, comentados entre nós dois… São histórias legais, de quem se identifica com nossa relação e tem questões parecidas com as nossas no dia-a-dia. Lamento muito não poder responder a cada um, ou citar seus nomes em agradecimento, qualquer gentileza assim. Infelizmente não dá tempo para este capricho mais que merecido por quem comenta aqui.

Então, vou me dar ao direito de publicar uma foto que chegou nos comentários do último post. Nem sabia que dava para incluir fotos nos comentários - adorei a surpresa.              

       

           Ida, obrigada pelo carinho. Ficamos ótimos na capa da Vogue… ;P

Postado por Rodaika

DE GAIATA, LOGO EU?

30 de setembro de 2008 58

Não gostei do que o Alexandre escreveu sobre o gre-nal, apesar de ter entendido. Ele quis mandar um recado debochado para os amigos gremistas, que viram “inimigos íntimos” nestas situações e se entendem bem assim.

Só que este é um lugar maior, que vai além dos “amigos e inimigos íntimos”. É natural que algumas pessoas fossem se incomodar, se decepcionar e, claro, reclamar. Virou um local de xingamentos que foge completamente do propósito bom que temos aqui.

Mas nem por isso interfiro no que o Alexandre escreve no nosso blog (e vice-versa), muito menos pedi ou exigi que ele retirasse os posts do ar. Essa foi uma decisão dele que entendeu que o assunto estava indo longe demais e a discussão se tornando desnecessária. A verdade é que algumas coisas não devem ser tratadas desta forma doentia, cada um tem sua preferência, não vai mudar e jamais entender desabafos, como o que o Alexandre fez aqui.

Não queria escrever sobre o assunto, mas os comentários continuam chegando e, alguns, me colocam como responsável pela decisão dele de deletar a questão, o que não é justo. Logo eu que nem gosto de futebol…

Postado por Rodaika

DIFÍCIL É PARA QUEM VÊ

30 de setembro de 2008 38

Imagine que de repente você deixa de enxergar. Na situação em que estiver – seja na rua, no trânsito, no banho ou no trabalho – torna-se perdido, sem rumo, correndo todos os riscos que a falta de visão pode trazer para quem não está preparado para ela (e alguém está?).

De volta a um lugar seguro e perto de alguém que lhe conhece começam os questionamentos sobre o que está acontecendo. Ninguém sabe explicar. Ninguém fica cego de uma outra para outra. Mas aconteceu com você e aos poucos vai acontecendo com outros.

Qual seria seu maior desespero neste momento? Pensei qual seria o meu: sentir-me incapaz. Incapaz de cuidar de mim e, pior, incapaz de cuidar dos meus filhos. Ficaria louca por não poder mais ver o rosto e a expressão deles e de quem eu amo, me tornaria amarga em relação ao mundo e as pessoas, acho que morreria – pelo menos por dentro.

Mas ninguém pode ser egoísta de se sentir como eu me sentiria quando as pessoas ao seu redor ficam cegas também. Sem ajuda e sem visão a vida torna-se quase inviável e o ser humano que nós conhecemos, já carregado de defeitos, torna-se ainda pior.

Porque aí os questionamentos aumentam: o que você seria capaz de fazer para garantir um prato de comida quando só o que lhe resta é muita fome? Você se prostituiria? Você violentaria alguém? Você desistiria da vida? Você mataria?

As perguntas não podem ser respondidas. Só numa situação extrema o ser humano torna-se quem ele é de verdade. As relações cordiais que precisamos ter ao longo da vida e as possibilidades que temos de escolher, experimentar e enxergar mascaram vários outros sentimentos e atitudes que nos tornariam muito mais bicho do que gente.

A cegueira também impediria que as pessoas vissem no que se transformam – e ver esta barbárie seria o maior castigo. Então, a única pessoa capaz de ver todos os outros seres humanos cegos e transtornados, estaria sendo castigada? Ou estaria tendo o privilégio de ser a única a enxergar o que vira o ser humano quando testado ao limite? Ou pior ainda: descobriria que pela vida toda foi cega e só agora pode ver as pessoas como elas realmente são?

Perguntas e mais perguntas… Trouxe todas elas comigo quando saí da sala de cinema depois de assistir Ensaio sobre a Cegueira, de Fernando Meirelles baseado no livro de José Saramago. Sabe aqueles filmes que te dão uma sacudida, uma mistura de pena e aflição e um absurdo sentimento de impotência e culpa? Foi assim que me senti e gostei disso. A vida é mais simples do que pensamos, mas o ser humano é bem mais complexo do que parece.

Postado por Rodaika

AFASTAMENTO TEMPORÁRIO

30 de setembro de 2008 140

A Rodaika me encheu de osso pelo rebuliço que causou meu desabafo colorado. Saquei os posts fora e vou me tratar dessa síndrome de rivalidade idiota que nutri dentro de mim até ontem. 

Tô de cara. Tô fora.

Logo eu volto pra falar de coisas de casal.                               AF

Postado por AF

VIVA LA VIDA !!

26 de setembro de 2008 119

Galera Querida !

É um prazer incomparável ler os comentários de vocês. Vocês são gente grande, bacana, esclarecida e de bem com a vida. Sintam-se muito bem vindos à este espaço livre e democrático. Lemos todos os comentários, sempre.

Só quero esclarecer que tô longe do desespero e da letargia. Muito longe mesmo. E jamais vou ligar o botãozinho do “foda-se”.~

Muito obrigado pela centena de manifestações. Um ótimo finde. Tâmo junto !!

Neste momento tô tocando o som do post antrior da Rodaika. Sei que ela tá vindo pra rádio e deve estar ouvindo. Bjo – AF

Postado por AF

PRA SER FELIZ

26 de setembro de 2008 65

O dia amanheceu bonito, cheio de sol e boa temperatura.

O post anterior deve ter feito bem para o Alexandre, que acordou mais feliz. 

Cheguei da minha aula de pilates animada e o meu dia vai ser cheio de trabalho.

Portanto, na tentativa de tornar o final desta semana bem mais animado aqui no blog, vou postar duas coisas que adoro:

————————————-

A música, já bem antiguinha, foi uma achado do Alexandre naqueles cds de músicas dos anos 80, isso há uns 3 ou 4 anos. Quem acompanha o trabalho dele no rádio já deve ter ouvido muito esse som depois disso. Ele também adora! Não dá vontade de sair pulando, dançando e sendo feliz? Bem assim:

Fica a dica pro Discorama de hoje… Quer ser feliz comigo?

Postado por Rodaika

SEM TEMPO NEM SACO.

26 de setembro de 2008 148

Sem paciência. Baixa tolerância. Humor zero.

As emperrocracias da vida consomem meu humor. Sou um ser prático, pró-ativo. Um cara do bem. Prego e faço o bem. Fico louco quando em pleno século 21, no meio de uma crise global de tempo, pequenas tolices cotidianas acabem mexendo no meu relógio. Às vezes por incompetência, e pior, às vezes por maldade mesmo.

Não consigo mais esconder minha falta de paciência para com prestadores de serviços, por exemplo. Acabo optando sempre por escolher o melhor, o que não tem erro, o que vai sair mais caro, mas vai ser erro zero, compensa. Não. Sempre dá problema. Parece que é só comigo que acontece. Sempre tem uma zica braba rondando. Energia ruim.

Também não agüento mais a cada sinaleira que paro ter que sofrer por que tem um esfarrapado de pé no chão com cara de dor e de miséria pedindo pra eu abrir o vidro e alcançar um trocado. Isso acaba com meu positivismo. Fico me culpando por que to dentro do meu carro legal, indo pra um lugar legal pra fazer um trabalho legal, com gente legal, e o pobre coitado ta ali na rua, abandonado e sem esperança. Sem esperança nem expectativa. Sem nada, só o que veste.

Aí o meu carro legal ta se desmanchando por que eu não tenho tempo pra me dedicar a ele, e por que em Porto Alegre os carros se desmancham bem antes também. Isso me irrita, já disse em outro post: tem muito buraco em Porto Alegre. Os impostos pra buracos vão parar em outros buracos. A negligência das autoridades é um troço repugnante. Não tenho mais estômago pra essa gente. Essa gente que no canetaço, entre um chardonay e outro, aprova uma lei de tolerância zero ao álcool, aniquilando com empregos em vários setores relacionados à produção, distribuição e comercialização de bebidas; E ao mesmo tempo faz vista grossa para o tráfico e consumo de crack nas praças, ruas e avenidas das grandes cidades. Gente que pra manter o vício não se avexa em matar uma meia dúzia durante a vida. Isso me causa uma tristeza profunda.

O lugar legal que eu trabalho também tem lá suas dinâmicas impostas pela gente legal que trabalha comigo, e isso acaba também me tirando a paciência. Ah, o sistema…  Mas é do jogo.  Aliás, o jogo de futebol da terça também tem me irritado um pouco. Quase tudo me irrita ultimamente. Tenho andado muito ansioso, tenso, nervoso. Com pressa.  E isso se reflete em tudo, especialmente na relação. Não vem sendo uma semana boa.

Acabei me dando um presente pra compensar. Comprei um tênis desses que eu gosto e ela não, com amortecedores e super leves. Mostrei pra ela e a reação foi um “aham”.

Espero voltar mais agradável na próxima vez.                                      AF

Postado por AF

UM TEMPO PRA MIM

24 de setembro de 2008 99

Ontem fiz avaliação para o pilates. Papo com a professora, uma pequena entrevista sobre minha vida e meus hábitos, alguns testes de alongamento e postura e finalmente, o resultado: pontos suficientes para começar no estágio intermediário. Fiquei feliz, achei que tava ainda mais enferrujada. Hoje de manhã tive minha primeira aula. A professora disse que eu vou gostar muito, como a maioria que pratica pilates, e já nos primeiros meses vou notar diferença na postura, na força e nos músculos. De fato, adorei esta primeira experiência e já sonho com os resultados!

Tenho me preocupado muito com meu corpo. Até um tempo atrás pensava na questão estética, hoje vai além, acho que minha preocupação é mais importante: a saúde. Tenho dores que antes não tinha, é mais difícil emagrecer, fico cansada com mais freqüência. Será a idade chegando?? Que medo! Pretendo reverter esta situação rapidinho.

O pilates foi mais um passo num plano que estou elaborando junto com outros profissionais. Estou consultando uma nutricionista ortomolecular, tenho feito injeções e aplicações de soro com vitaminas e outras substâncias das quais meu organismo está carente, vou começar uma dieta (esta parte é a mais difícil!), usar homeopatia para equilibrar o metabolismo e ainda tenho que escolher uma atividade aeróbica. Haja tempo pra tanta coisa…

E nem vou falar de custos, vou tratar como investimento. Na real investi pouco no meu bem estar ao longo da vida. Fui mãe cedo, sempre tive muitas obrigações e trabalhei desde novinha. Na TV já estou há quatorze anos. Sou mãe há quinze de uma e há quatro de dois. Claro que acabei me dedicando muito mais ao trabalho e aos filhos do que a mim mesma. Não viajei para fora do Brasil como gostaria, não tive férias prolongadas, não pratiquei um esporte e nunca me preocupei muito com minha saúde. Ainda assim, estou longe de ser a mãe perfeita, a dona-de-casa aplicada e a melhor profissional.

Então vou tratar desta decisão como uma conquista e tenho certeza que o reflexo do meu corpo e mente em dia vai saltar na minha vida e melhorar tudo. Quem sabe assim não me torno melhor? Este é meu objetivo. Quero ser feliz e tornar as pessoas a minha volta felizes também.

Ah, e ainda rolam as aplicações das sementinhas na orelha que dão uma baita controlada na minha ansiedade – virei fã. Ontem, aliás, conheci uma das leitoras aqui do nosso blog lá na estética onde eu faço a aplicação da auriculoterapia. Ela foi experimentar as mãozinhas milagrosas da Maria Helena. Legal sair do virtual para o real, né?  E ver de verdade quem eu sempre leio nos tantos comentários que pintam aqui a cada post (depois me conta se notou resultado, hein Amanda?).

No mais, segue a vida corrida e aqueles tropeços no dia-a-dia. Também fico triste quando não consigo postar porque adoro ler as opiniões e de quem vem aqui e se identifica com as nossas histórias.  

Prometo voltar logo – assuntos não faltam.  

 

Postado por Rodaika

MUITAS COISAS + O TUCANO

21 de setembro de 2008 132

Pretendo dividir este post em vários assuntos que estão pipocando na minha cabeça. Vamos lá!

 

Eu e o Alexandre andamos tipo gato e rato. Desde o início da nossa relação é assim: momentos melhores, momentos piores. Digamos que estamos no meio, sem saber se corremos pro melhor ou pior. Sabe como é? Ele diz que estou fora de prumo. É verdade. Tenho me sentido cansada, estressada. Desconto nele e acabamos brigando. Na maioria das vezes é por um motivo bobo. Começa uma discussão, o outro está pouco tolerante, responde e aí quando vemos já não sabemos mais nem a razão de tanto stress. Me sinto culpada no segundo seguinte, mas sei que a culpa é dos dois, aliás, do ser humano. Quantas vezes mais perdemos tempo com bobagem do que aproveitamos o tempo sendo felizes ao lado de quem amamos?  Esse é o grande desafio de quem vive junto, eu acho. Pelo menos é o meu. E desafio para os dois é manter este blog nestas ocasiões, porque isso aqui é muito novo pra gente, ainda não sabemos como lidar. Provavelmente vamos aprender juntos, nós e vocês.

     ***** 

Já percebi que a cada post que falamos de futebol os comentários bombam! Mais uma prova que esta é a verdadeira paixão dos brasileiros… E do Alexandre também. Quero deixar claro que não odeio futebol, nem amo. E como toda a pessoa que não move muitos sentimentos sobre um assunto, também tenho dificuldade de entender o porquê de tanta paixão… Pelo time, pela torcida (a favor dos seus e contra os adversários), pelos torpedos trocados durante os jogos e até pelo futebol fake do playstation – que rapidamente se torna a coisa mais importante do mundo naquele momento. Daí já é demais!!  Azar, eu continuo declarando MORTE AO PLAYSTATION.

     ***** 

E o que foi a revanche do último post do Alexandre? Resolveu fotografar minhas coisinhas como forma de explicar que eu também me envolvo com o que não tem tanta importância? Jogou errado. Deu na trave. Perdeu o pênalti. Quase foi expulso! Vai querer dizer que o playststion é fundamental e minhas coisas não? Já não é um bom jeito de se defender. Quase todas as mulheres amam acessórios e possuem várias peças. Servem para embelezar, complementar o visual e mais: nos fazem felizes. Igualzinho ao que o playstation faz aos homens – e a muitas mulheres também. Diria, então, que o post só serviu para abrir um precedente perigoso e me dar o direito de revelar algumas imagens da intimidade do meu marido também… Nem sei por onde começar. Aguardem.   

     *****

Mas não são só os posts sobre futebol que são bem comentados. Na real eu estou muito feliz com a repercussão do nosso blog, não esperávamos tudo isso quando nos dispusemos a escrever sobre nosso cotidiano. É uma surpresa muito boa, porque demonstra o carinho de muitas pessoas que não conhecemos mas que fazem parte da nossa vida. Lemos todos, atentamente, muitas vezes juntos e dando risada. São histórias divertidas, xingamentos carinhosos, elogios que nos deixam envaidecidos. Coisa boa o astral que tá rolando aqui. Certamente uma inspiração a mais para nós dois e nossa vida de casal.

     *****

Hoje foi o dia do Red Bull Soap Box em Porto Alegre. Lindo, divertido, sensacional! Trinta equipes, cada uma com uma carro mais legal que o outro, rolando “lombabaixo” e dando muita risada. Os guris do Pretinho Básico, conforme prometido, estavam lá. O carro era uma espécie de kart, sem motor como todos os outros, pilotado pelo Alexandre com o Potter “cutucano” atrás. Antes teve a performance no palco com o Porã e o Maurício engrossando e empurrando a equipe. Muito engraçado! As fotinhos eu fiz especialmente para os leitores do nosso blog:

Maurício, Potter, Alexandre e Porã com o kart Pretinho Básico

Flavinha registrando tudo que rolou antes e depois da corrida

Alexandre, o piloto – Potter, o co-piloto

Os Pretinhos na concentração

Flavinha, Paula e eu

               

                Potter, Porã e o Tucano

Ainda tem um vídeo da hora da performance do carro do Pretinho aqui - vale ver! Quanto a sensação (e a loucura) de descer a milhão no meio daquela galera toda gritando (80 mil pessoas estiveram no evento), deixo para o Alexandre descrever. Para quem viu, foi emocionante!

Postado por Rodaika

COISINHAS DE RODAIKA

19 de setembro de 2008 147

Enquanto ela tomava banho eu clicava alguns objetos, acessórios, creminhos, bichinhos e badulaques diversos espalhados pelo quarto…   

 

Patinhos, sapinhos, elefantinhos, bonequinhas, caixinhas, velinhas e tiarinhas nhé nhé.

 

Apenas 40 das 436 pulseiras. Todas idênticas pra mim.

 

Cestinha de creminhos e oleozinhos e pomadinhas e toalinhas nhé nhé.

               

Na mesa de cabeceira pilha de livros já lidos e relidos. Atrás desta há  outra pilha de revistas e mais livros já lidos e relidos.          

 

                 

                 Bolsinhas e lencinhos nhé nhé.

 

                

                 Cintinhos nhé nhé.

                                                     

                                                   VIVA O PS2 !!                                         

 

Postado por AF