Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de janeiro 2009

RAPIDINHAS..

30 de janeiro de 2009 55

O COLCHÃO

Discordamos Rodaika e eu na interpretação do post anterior, o do colchão. Ela diz que é uma noite de sono onde a mina sonha. Eu fui um ´pouco mais funndo na “leitura”. Entendi como sendo uma metáfora da vida, mas enfim..

   

O CHRISTIAN PIOR

Desde a primeira vez que vimos o Pânico na tv, eu defendi que o cara era um baita ator. A Rodaika garantia e insistia que ele era gay, até porque ela convive muito mais com gays do que eu. Tem amigos gays. Agora que o conheci, mesmo ele mantendo a postura artística, eu ainda insisto que além de um cara muito gente fina ele não é gay. Faz o estilo pra manter o emprego. Ehehehe

 

O MAURO BORBA

Que saudade daqueles tempos da Pop Rock. Rádio que o Borba e eu inauguramos em primeiro de abril de 1997. Pra quem não sabe, eu estive na Atlântida de 1989 até 1997, saí pra criar a Pop Rock, então Felusp FM, onde fiquei até 2007, e de lá voltei pra Atlântida.

É bem verdade que a concorrência nos afastou um pouco, mas sempre que nos encontramos rola uma energia muito legal, como dá pra ver na foto. Tenho certeza que um dia trabalharemos juntos novamente.

 

PESSOAS QUE NÃO CUMPRIMENTAM

Me orgulho muito da educação que recebi dos meus pais, herança maior não teriam pra me deixar. Me esforço diariamente para repassar ao meu filho nuances de comportamento, caráter e educação que trago de berço.

Fico perplexo com pessoas que cumprimento e nada recebo de volta. Seja nos corredores da empresa, do prédio em que moro, ou na rua. Não consigo passar por alguém num ambiente fechado, onde só restam duas pessoas, como na fila do caixa eletrônico, por exemplo, e não dizer “oi”, “olá”, “opa”, “como vai?”, “tudo bem?”

Bem na boa..  tenho vontade encher de osso.  Êta gente grossa, mal amada, triste..

Postado por AF

DE NOITE NA CAMA EU FICO SONHANDO...

29 de janeiro de 2009 23

Achei tão, mas tão lindo este vídeo, que resolvi dividir com vocês…

 

A música também é bonitinha… “Her Morning Elegance”, de Orien Lavie.

Mas a historinha me fez lembrar de outra música que eu A-D-O-R-O!! Experimenta assistir o vídeo de novo escutando essa aqui, da Marisa Monte  - “de noite na cama eu fico pensando…”

 

 

 

Postado por Rodaika

AMIGO AMADO

27 de janeiro de 2009 32

Falei outro dia aqui sobre minha amiga querida, a Flavinha. Pessoa importante na minha vida, que sei que posso contar, que é como se fosse um pouco de mim – de tão parecidas que somos.

A Flavinha foi, aliás, a amiga em comum que nos aproximou, como contei lá no primeiro post deste blog. Preciso dizer mais? Ela é madrinha do nosso filho e nós somos padrinhos do filho dela. E padrinhos são aqueles a quem os pais confiam os filhos – essa relação resume muito bem nossa amizade.

Mas falando da Flavinha lembrei de outro amigo. A versão “Flavinha-homem” na minha vida. O irmão que eu também escolhi e a quem eu amo muito.

                             

Eu e a Paulinho nos conhecemos entre os trancos e barrancos do trabalho, fomos colegas e logo viramos amigos – inseparáveis e briguentos, como só os bons amigos podem ser.

Já pensei de verdade em escrever um livro só com as coisas que eu e o Paulinho pensamos, fizemos e dissemos juntos. Seria um livro de comédia, porque até o que é dramático fica engraçado com o Paulinho.

Juntos encontramos baratas no meu carro, socorro! Não pensei duas vezes e abandonei meu amigo no banco do carona em plena sinaleira aberta da Ipiranga, mesmo sabendo que ele não fazia a menor idéia de como tirar o carro dali.

Juntos passamos datas importantes, férias, folgas, finais de semana inteiros e fizemos festas, muitas festas.

Juntos inventamos as matérias mais malucas e fizemos os melhores enceramentos do finado programa Palco da TVCOM – que bons tempos eram aqueles, hein Paulinho?

Juntos morremos de rir e choramos abraçados. Tivemos os mais lindos momentos e sofremos algumas perdas e separações que o tempo e a vida vão impondo entre os amigos.

Juntos cuidamos da minha filha, lavamos louça e roupas, bagunçamos e arrumamos a casa e fizemos jantares dos deuses para exibir talento de chef – sim, o Paulinho cozinha como ninguém.

Juntos fomos crianças de novo, batemos pernas nos shoppings da cidade, no Bom Fim, na Redenção e no Parcão. Gastamos grana em bobagens, trocamos de balada dez vezes na mesma noite, fizemos tour pelos hospitais da cidade – sempre com finais felizes, graças a Deus.

Já faz um tempo que o Paulinho foi morar fora, eu estava grávida do Théo quando ele decidiu dar um tempo do Brasil. A convivência entre ele o Alexandre foi bem menor do que eu gostaria, ainda assim, meu marido já deu muitas risadas com o Paulinho e com as histórias que eu vivo lembrando sobre a gente…

Desde que foi embora, o Paulinho passou alguns dias por aqui de férias, nada suficiente para atender tantos amigos saudosos. A companhia dele é divertida, por isso é disputada.

Agora, mais uma vez, conto os dias para a chegada do Paulinho. Tô muito feliz de saber que vou tê-lo de novo, pelo menos por um tempo…

Neste findi pensei em escrever este post e foi justamente enquanto eu ouvia uma música lenta, calma, que em nada lembra o jeitão inquieto do meu amigo, mas que define muito bem o sentimento que sei que temos um pelo outro. Tudo bem, é uma música de amormas quem disse que não existe amor entre amigos?

Um beijo, amado – chega logo!

Postado por Rodaika

CORAGEM!!! QUEREM ROUBAR MEU MARIDO...

26 de janeiro de 2009 49

Eu sempre achei que o Christian Pior tinha bom gosto…. rsrsrs

As fotos foram feitas no dia da gravação de um programa do Detran, que reuniu vários comunicadores e vai ao ar no dia 30 de janeiro em todas radios jovens do RS.  

 

Postado por Rodaika

AS FOTOS DE FLORIPA

20 de janeiro de 2009 52
Finalmente consegui ver e baixar as fotos que fizemos neste findi de Planeta em Floripa. Foram poucas…
Sempre volto do Planeta com a sensação de que tinha que ter fotografado muito mais, porque acontece tanta coisa que só registrando mesmo pra lembrar e acreditar depois.
Ou mesmo sentir mais uma vez, como o sabor incrível do “petit gateau” servido no café de la Musique, em Jurerê. Delícia!
Isso foi na quinta à noite, logo depois que cheguei em Floripa.
Nos dois dias seguintes, tudo foi Planeta! Só na segunda noite consegui me juntar com o Alexandre por alguns minutos no estúdio da Rádio Atlântida no Parque.
Foi quando postamos no blog e fizemos fotinhos do público. Lindo de ver, planeta lotado!!
No dia seguinte, já domingo, aproveitamos uma prainha antes de voltar pra Porto Alegre. Fez um dia quente e ensoladorado, foi nosso primeiro banho de mar este ano, mas esqueci de fotografar… Aí quando lembrei que não fiz fotos na areia e no mar, resolvi fazer um “book` do Alexandre enquanto a gente almoçava. Que falta gostosa do que fazer… Adoro!
                    
                   
                                                  
                                                       THE END

Postado por Rodaika

Nós no Planeta !

18 de janeiro de 2009 19

Caraca!!! Isso aqui tá uma loucura!

Quem disse que eu ou o Alexandre conseguimos parar de correr pra lá e pra cá para atualizar o blog? Nada!

Finalmente estamos no penúltimo show do Planeta aqui de Santa catarina: Victor e Léo. Gente, impressionante! Eu não sabvia que essa dupla de música sertaneja era tão adorada. Não tenho nenhum tipo de preconceito, pelo contrário. Fiquei surpresa porque eu não conhecia e ver tanta gente assim cantando junto faz com que eu me sinta meio ET neste Planeta…

Bom que eles vão estar no Rio Grande do Sul também, que curtam os fãs! Entrevistei os dois antes do show, logo vão pintar no Patrola.

O Alexandre tá aqui do meu lado, estamos vendo tudo isso de dentro do estúdio da Atlântida, a melhor vista do Parque do Planeta. Vou perguntar se ele quer escrever alguma coisa aqui no blog. Peraí!

Ele respondeu “NÃO” e começou a rir…

Mentira, ele vai escrever sim:

 

Esse Planeta é especial. Especial e triste.

É a primeira edição sem a presença física do cara que construiu o Planeta, Renato Sirotsky. Eu senti um vazio enorme. Encontrei a mulher e o filho dele num momento muito emocionante pra nós 3. Durante a homenagem que o Jota Quest fez pra ele no palco. 

O evento vai seguir firme e forte e cada vez mais afú. O cara tá lá, cuidando do Planeta.

 

Postado por Rodaika & AF

RECADO RÁPIDO

16 de janeiro de 2009 18

Acabamos de chegar no Parque do Planeta, aqui em Floripa. Cheguei ontem à cidade, matei a saudade do marido e agora começa um dia longo de trabalho.

Antes dos portões abrirem o Planeta já é uma loucura!

Loucura de gente trabalhando, ajustando os últimos detalhes, fazendo reuniões, revisando tudo… Essa festa é mesmo emocionante, e olha que ainda falta um tempinho pro primeiro show começar.

Daqui a pouco rola o Pretinho, já ao vivo aqui do estúdio da Atlântida montado dentro do Planeta. Eu mesma estou agora dentro do estúdio da rádio enquanto o Alexandre faz o Discorama daqui. É o únicio lugar gelado do Planeta, tá um calor enorme aqui da ilha…

Vou tentar ir atualizando o blog com as novidades daqui… Vou tentar!

Quem quiser curtir tudo ao vivo, gruda na Atlântida!

 

Postado por Rodaika

NA ÉPOCA DA REVELAÇÃO...

15 de janeiro de 2009 63

Ontem à noite descobri que sou muito velha!!

Sou de um tempo em que fotos eram tiradas de uma câmera com um visorzinho minúsculo, que não dava a menor chance de saber se o trabalho estava bom. Depois estas fotos de resultado misterioso iam parar num filme, que não poderia de forma alguma ser retirado da câmera antes de acabar, senão… lamento, as fotos eram queimadas, sem que jamais fossem vistas.

Se tudo desse certo, o filme enchia de 12, 24 ou 36 fotos e ia para a revelação. Quando eu era pequena levava dias pras fotos ficarem prontas… E eis que chegava o momento de abrir o envelope, também chamado de caixinha de surpresas, pra ver as tão esperadas fotos. Às vezes, nenhuma prestava… Sim, porque as câmeras também eram ruins, deixam as imagens sem foco e os olhos vermelhos.

Bom, este drama todo foi pra contar que muitas das minhas fotos do Planeta foram feitas deste jeito, acredita? Era a maior ansiedade pra revelar e depois montar álbuns e ir passando de mesa em mesa na redação – motivo certo pra muitas risadas e lembranças…

E se as fotos eram reveladas, quer dizer que hoje estão guardadas em algum lugar e que preciso procurar, selecionar, scanear e finalmente tê-las disponíveis para publicar no nosso blog. Então não reclamem da escassez. Pra quem trabalha no Planeta Atlântida desde sua primeira edição, algumas fotos só não contam tanta história. Nem sequer achei o álbum que tenho só com os artistas… Mas ainda vou achar e pedir pra Brenda, minha consultora de questões informáticas-digitais-e-afins, scanear tudinho pra mim!

Ela vai ser a primeira a se divertir e ver como a mãe é planetária antiga…

Por enquanto, consegui resgatar algumas pérolas:

                               

Quem é o apresentador e quem é o artista? Apesar de já ter feito show no palco do Planeta com sua banda Acústicos e Valvulados, o Rafael Malenotti já dividiu a apresentaçlão da transmissão do Planeta comigo.Também tive outros parceiros: o Potter, o Mano Changes, o Duca Leindecker, o Thedy Correa e, finalmente no ano passado, meu marido. Nesta foto aí eu o Rafa estamos entrevistando o Humberto Gessinger, logo depois que ele saiu do palco com o Engenheiros do Hawaii. Grande momento. 

 

                                          

Esta foto aí foi tirada numa das primeiras transmissões do Planeta Atlântida pela TVCOM (eu de uniforme). Ainda não existia um estúdio. Minha missão era ficar no palco, praticamente atacando os artistas antes e depois dos shows. De quebra, eu assistia o Planeta inteiro de um lugar privilegiado e dançava MUITO. Uma vez cheguei de microfone em punho, ao vivo, já fazendo uma pergunta para o Lulu Santos enquanto ele se aquecia concentrado pra começar o show. O cara me olhou com jeito de quem não tava acreditando e ficou tão surpreso com minha cara de pau que respondeu… Depois me disseram: “O Lulu Santos jamais dá entrevista antes de entrar no palco!!!”. Tarde demnais… 

 

                                 

Nestes anos todos de transmissão também tive muitos companheiros de trabalho. Vocês não fazem idéria da qantidade de gente que trabalha pra tudo aquilo funcionar. Na parte da TV também é uma galera, mas perto de mim mesmo, como anjos da guarda, ficam os produtores. São eles os resposáveis por corrrer atrás das notícias e dos artistas… Tarefa difícil! Já trabalhei com tantos que fica impossível colocar todos os nomes aqui. Na foto eu estou com a Vivi, minha companheirona de Papo Clip, no seu primeiro ano de Planeta.

 

Quem diria que um dia seria tão mais fácil registrar estes momentos… Fotos digitais em câmeras com resoluções incríveis que em segundos vão parar no orkut, flickr, blogs, sites. Tá certo que mil vezes melhor viver assim, rodeados por toda essa tecnologia.

Mas, confesso, o romantismo das fotos reveladas não tem preço. É tão emocionante vasculhar caixas e gavetas esquecidas e achar momentos assim, como estes…

                                 

Eu, aos seis anos de idade, de “Primeira Prenda” na primeira série do Colégio São José, em São Leopoldo.

                              

                                             

Eu em alguma praia do nordeste lá por 1900 e alguma coisa…

 

 

                               

O Alexandre num dos nossos primeios finais de semana juntos… A gente tava num lugar bonito do interior que eu não lembro o nome (afff). É uma das fotos dele que eu mais gosto.

 

 

                                       

Eu grávida do Théo em 2004. Claro que já existia a cãmera digital naquela época. Mas o registro foi feito com a câmera antiga mesmo pela minha mãe. Foi uma ótima surpesa quando a minha mãe trouxe esta e tantas outras fotos que fez enquanto eu tava de barrigão. 

 

 

                                

Eu fotografada pela Brenda num fim de tarde no Parcão em Porto Alegre. Ela devia ter uns 8 anos, hoje tem quase 16… E corre o tempo!

 

 

                               

Aos dois aninhos eu era assim e adorava colocar umas flores penduradas na cabeça e posar pras fotos da minha mãe. A blusinha listrada que eu tô vestindo era uma das minhas favoritas, eu lembro como se fosse hoje. Era ou não era uma pequena perua?

 

                              

Eu e o Alexandre no comecinho do namoro… Eu tava convencendo ele a deixar o cabelo crescer. Dia frio de inverno, pouco depois de almoçar num restaurante que a gente sempre frequentava no bairro Moinhos de Vento.

 

Todas estas fotos foram feitas com câmeras de filme, reveleção, aquela função toda… Por isso estão guardadas e são tão gostosas de rever.

Nada como uma foto pra nos levar de volta a bons tempos.

Postado por Rodaika

ai ai

14 de janeiro de 2009 37

Boa noite, Linda.
Fecha a porta em cima e embaixo.

Postado por AF

A DISTÂNCIA

14 de janeiro de 2009 21

Acabamos de falar ao telefone…

Pendências do dia-a-dia, uma ou outra coisa de trabalho, como tá lá, como tá aqui, as crianças, a vontade de estarmos juntos…

A saudade fica maior depois de conversar um pouco, né? Ainda mais esta hora que a casa fica silenciosa e a cama vira o melhor lugar do mundo.

No fundo é bom ver o amor formigando, vivo dentro da gente.

No fundo, é bom sentir saudade.

Boa noite, Alê.

Postado por Rodaika