Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Floripa, aí vamos nós!

07 de janeiro de 2011 14

Tempinho curto entre a finalização do Patrola de amanhã (VAI ESTAR BOM DEMAIS!!!) e o Pretinho Básico. Entrei aqui pra dar uma olhadinha se tinha pintado algum comentário e… SURPRESA!

Muitos comentários sobre “maior post do mundo”, tanta coisa legal!

É disso que eu falo, do retorno, da proximidade, de poder conhecer um pouco de cada um que entra aqui. Suas opiniões, o lugar onde moram, algum encontro que já tenha rolado. Pessoas distantes e pessoas próximas, todas na distância de um clic.

Este é o gostoso do blog, por isso volta e meia eu volto aqui e tento atualizar um pouco da nossa tão corrida vida.

Vale a pena porque o retorno é sempre muito positivo e dá um gás danado!

Agora, deixa eu correr lá pra Atlântida que daqui a pouco começa o PB e logo depois eu tenho gravação pro Patrola – matéria de moda que eu ADORO!

Ah, e hoje eu e o Alexandre estamos indo pra Floripa. Vai ser um fim de semana pra curtir aquelas praias lindas e assistir ao show da Amy Winehouse. Depois ele fica lá – de onde o PB vai ser transmitido toda semana que vem – e eu volto pra Poa. Mas por poucos dias. Quinta estou de volta a Floripa pra encarar a maratona do Planeta Atlântida.

Bem que a Madonna podia mesmo dar as caras por lá neste findi, néam? SONHO!! 

Fui! Muitos beijos e muito obrigada! ;)

Feliz 2011!

04 de janeiro de 2011 53

Conseguimos reunir toda a família na praia para a virada do ano. Coisa rara hoje em dia. A correria de final de ano é tanta, pra todos, que fica difícil conciliar. Menos mal que nossas famílias, a minha e a do Alexandre, são pequenas e todos se dão muito bem. Virou uma só família.

                         Olha aí a gente bem na hora da virada:

E foi lá, numa das mesas fartas de almoço, que meu pai e meu irmão se queixaram do blog abandonado. Disseram que entram todos os dias na expectativa de encontrarem um novo post e, consequentemente, notícias sobre nós. Contei a eles que recebemos muitos e-mails, twitts e comentários aqui no blog, de leitores fazendo a mesma reclamação: “E aí, abandonaram o blog?”.

 

Sim, abandonamos. Elegemos o twitter pra falar com quem aprecia (ou não) nosso trabalho. Nossa profissão é pública, somos um casal, é natural que telespectadores, ouvintes e leitores tenham curiosidade sobre nossas vidas. Também temos nossos cuidados porque não é possível publicar tudo que acontece – isso tornaria nossa vida privada também pública, o que não é exatamente o ideal, certo?Outro dia, no meio daquela atucanação doida de quase final de ano, parei tudo e chamei o Paulinho pra um pulinho rápido  até a zona sul. Tava com uma vontade grande ver o pôr-do-sol. E ele foi generoso com a gente.

Ainda assim, confesso que sinto muita falta deste espaço, porque gosto de escrever. Esta semana mesmo postei no twitter: “Que vontade de escrever, escrever, escrever.. Viver de escrever..” Acredito que o Alexandre também sinta essa falta, ele curte demais o retorno do público, o fato de escrever e ser comentado, gerar opiniões e histórias. Isso é muito gratificante pra quem está do lado de cá.

Acho que por isso, hoje pensei: vou fazer o maior post do mundo! Tá, do mundo não, mas do nosso blog, de todos que já fizemos. Vou publicar aquelas fotos que foram ficando e tentar atualizar meu pai e meu irmão (em nome de tantos outros leitores que pedem) sobre um pouco do nosso cotidiano, da nossa vida como ela é. E, desse jeito, também mato a vontade de escrever, compartilhar e me deliciar com mais um capítulo da nossa história eternizado num post.

Claro que as fotos vão ajudar a tornar esta tripa comprida, comprida. Não vou economizar na ilustração, sejam pacientes ou pulem direto pro final – que eu ainda nem sei se vai ser feliz.

E também não quero ordem cronologica pois nem lembro o que comi ontem. Por lógica aposto no salmão, minha comida preferida. Seguidamente o “chef” Alexandre prepara sua especialidade lá em casa…

 

                                                  No outro vamos de salmão cru…


 Já tinha sido, tempos antes, na lagoa de Imbé. Família reunida vendo essa paisagem linda de dentro do carro, antes de rumar de volta pra casa:

E as Reuniões Dançantes, hein? Foram tantas legais este ano! Não é fácil conciliar tanto trabalho e agendas cheias, mas a diversão há de vencer e proporcionar novas imagens como essa em Marau, onde nos divertimos horrores e saímos até na capa do jornal!

E rolaram as festas em Novo Hamburgo também, com twitcam pra quem ficou em casa. Adoro MUITO as fotos que nos mandam depois, são sempre as melhores!

E, ainda bem, conseguimos fazer uma Reunião Dançante especial de Natal no Segredo em Porto Alegre. Que festa!

Alguns momentos de 2010 mereceriam posts especiais aqui no blog, juro que alguns textos até foram feitos – na minha cabeça!!! – mas jamais digitados. Então, vou voltar aos meus tempos de editora de telejornal (sim, já fui) e produzir uma lapada de notícias, bem ilustrada, tudo junto agora mesmo!

                                                  Registro com novas e já queridas amigas – Carla e Lara:

Minha participação, como convidada, no programa da talentosa e querida Sara Bodowski, na Rádio Gaúcha - amei ser “Prata da Casa” numa sexta, muito chique:

E mais uma participação no Café TVCOM com meus queridos Tânia Carvalho e Tatata Pimentel. Claro que levamos a Madonna para os ares… 

             A gravação do Patrola numa Balada do Pretinho aqui em Poa:

 E, um pouco antes da Balada do PB, minha surpresa à querida Fezinha Maciel na sua festa de 15 anos (essa ainda vai merecer um post especial):

A reportagem na Revista do Diário Gaúcho comigo e meus acessórios.. Quase não tenho, né? Não entrou na matéria, mas deixo o registro aqui: a foto com meu amado cabeleireiro Ronaldo Abreu (o melhor do mundo!!!):

                                               

A minha “cara quebrada” na foto colada no Trensurb quando a janela é aberta. Me mandaram a foto pelo twitter, dei tanta risada!

 A nova campanha que gravei e toda a função que rola na filmagem que resulta em 30 segundinhos no final. Equipe incrível e um trabalho que eu adoro fazer!

                                      

Bonito foi ver a galera disposta e anima que participou da Corrida pela Vida do Instituto do Câncer Infantil do Rio Grande do Sul. Foi com muito amor e prazer que fizemos parte da campnha e tentamos contribuir na divulgação desta iniciativa tão bonita. Como é bom poder ajudar! Aqui, a galera do Instituto reunida:

                                                              E nós, nos fografando pro twitter: primeiro ele, depois eu…

Novidade aqui em casa é o Bruno, o novo filho. Já comeu sabonete, acabou com uma sandália nova, destruiu umas 3 ou 4 havaianas, afinou o pé da mesa… e só nos dá alegrias!! Hehehe, como não amar essa coisinha?

Na real continuamos trabalhando muito e no final de ano foi uma loucura! Como eu acredito que seja pra todo mundo né? É correr horrores pra tirar uns diazinhos entre Natal e Ano Novo e, logo depois, entrar de cabeça nos tantos eventos que rolam no verão, especialmente o Planeta – aqui e em Floripa.

Ah, e também vamos estar juntos, pelo segundo ano, apresentando a grande final do Garota Verão pela RBSTV.

O que nos resta? Emagrecer!!!

O Alexandre tá empenhado nos exercícios físicos e já se livrou de vários quilos. É época de boca fechada e alguns sacrifícios…

E que presente eu ganhei de aniversário! Paul McCartney em Porto Alegre! Foi o show da vida, emoção do iníco ao fim, inesquecível.

O Planeta já tá aí, estaremos trabalhando na edição catarinense, dias 15 e 16 de janeiro, e na edição gaúcha, dias 11 e 12 de fevereiro. Sempre aquela energia, aquela pressão e muito trabalho! Bem diferente da nossa calmaria na festa de lançamento do Planeta que rolou em dezembro em Porto Alegre. Ó nossa fotinho aí:

 

Não deu pro Inter na final do Mundial, mas podemos dizer que 2010 foi um ano inesquecível pra gente no Beira Rio. Era só o último jogo do colorado no Brasileiro, mas tivemos a oportunidade de ir até o gramado por conta do nosso filho Théo que entrou com os jogadores em campo. A recepção dos torcedores foi incrível e eles mesmos mandaram as fotos de lá pra cá:

 

Agora, pra encerrar (será que já é o maior de todos os posts?), a família reunida na praia – foram eles (meu pai e meu irmão) que pediram esta volta, então merecem!

Agora fica a dúvida: ficou o gostinho da volta para o blog?

Alexandre, te deixei na vontade também?

E vocês, leitores, querem mais ou seguimos só no twitter?

Este post pode crescer MUITO com o teu comentário! Beijos e FELIZ 2011 pra todos!!

CORRIDA PELA VIDA!!

23 de outubro de 2010 9

Não é sempre que conseguimos, na prática, ajuda uma boa causa. Aquela história de sempre, da correria, da falta de tempo pra se envolver. Ainda assim, acompanhamos orgulhosos pelos jornais, pela tevê, a luta de gente que faz a diferença, que luta pelo bem e pelo melhor.

Então, quando pintou a chance de contribuir com esta edição da Corrida Pela Vida, o evento bacana do Instituto do Câncer Infantil RS – que todos anos reúne tanta gente, não pensamos duas vezes em abraçar a causa.

Por isso estaremos amanhã, a partir das 9 da manhã, no Parcão em Porto Alegre dando as boas vindas aos colaboradores desta causa: ajudar a todas as crianças gaúchas no tratamento do câncer.

A compra da camiseta, a participação (mesmo que simbólica) na corrida, os sorrisos e abraços que lá acontecerão, tudo isso é um jeito simples e bonito de fazer parte da corrente. Uma corrente a favor do bem e da saúde – o que realmente tem valor nesta vida.

Este ano o lema da Corrida Pela Vida é CORAGEM. Esta é a palavra que está estampada na camiseta e que resume bem o esforço que todos podemos fazer para contribuir.

Então, fica nosso convite: compra a tua camiseta (estão à venda nas lojas Gang e TIM e amanhã no Parcão) e venha juntar-se a nós amanhã. Vai ser uma festa LINDA, como o Instituto do Câncer Infantil (e todas as crianças e famílias que são atendidas por ele) merece!

E neste link o vídeo que gravamos para o ICI-RS :

http://tinyurl.com/3yhly68

Esperamos todos lá! Até amanhã!


OLHA QUEM VEM PRO MEU NÍVER!

29 de setembro de 2010 13

Eu sei, eu sei que faz muito tempo que a gente não vem aqui.  Que ainda devo fotos de uma Reunião Dançante em Porto Alegre e outra em Marau. Que deixamos órfãos nossos leitores fiéis que curtem saber um pouco mais da nossa vida. Eu sei.. E juro que também fico triste por isso, mas a vida é bem mais rápida do que a gente gostaria.

Ainda bem que, de vez em quando, pintam notícias TÃO boas que dá vontade de gritar pro mundo! e aí não existe lugar melhor que este espaço incrível e tão querido por todos, pra gritar:

CONFIRMADO O SHOW DO PAUL McCARTNEY EM PORTO ALEGRE!! E sabe quando, quando?? Bem no dia do meu aniversário! Simmmmmmm!  Vamos lotar o Beira Rio e comemorar a vinda de um BEATLE a Poa no dia do meu níver!

ADOREI A ATRAÇÃO DA MINHA FESTA!! Contagem regressiva MODE ON! Beijos ;)

PS: Cogito a MADONNA pro ano que vem..

(Foto Paul McCartney: divulgação)

NOVO HAMBURGO FOI DEMAIS!!

29 de agosto de 2010 22

Depois de um ano fazendo a Reunião Dançante em Porto Alegre, ontem, pela primeira vez, estivemos em outra cidade. E a festa que rolou foi incrível! As pessoas que estiveram com a gente na Velfarre em Novo Hamburgo já chegaram na pilha da Reúna e curtiram demais! Saímos de lá felizes da vida e o melhor: com a confirmação de mais uma edição da festa da festa na Velfarre em setembro.

Seguem as fotos da Reunião Dançante em Novo Hamburgo:

 

E tem mais uma: ontem, pela primeira vez, transmitimos a Reunião Dançante ao vivo pela twitcam. Ao longo da festa em Novo Hamburgo, recebemos centenas de mensagens de seguidores que estavam curtindo a Reúna em casa!!  Não é demais? Ficou tudo arquivadinho aqui: http://twitcam.com/1tu57

Agora é esperar pelas próximas! Em setembro estaremos na Velfarre de novo e no Segredo em Poa também. E vamos pra mais longe: dia 11 de setembro a Reunião Dançante chega a Marau. Até lá, vou postando por aqui as fotos que recebemos direto pelo twitter – @rodaika e @realfetter

Beijos e bom restinho de domingo!! =) 

HOJE TEM!!

28 de agosto de 2010 7

Tudo começou quase como uma brincadeira. Um post meu aqui no blog contando o quanto eu gosto de dançar e o quanto era difícil encontrar uma festa que tocasse aquelas musicas que a gente amava quando era mais jovem. Nos comentários veio a sugestão e não é que a gente acabou inventando juntos a Reunião Dançante?

Pois agora, depois de um ano da festa rolando quase que mensalmente em Porto Alegre (atualmente no Segredo), vamos finalmente levar a Reunião Dançante pra outra cidade: Novo Hamburgo! Nossa expectativa é gigante. O local escolhido foi o Velfarre Bistrot, uma casa bacana do Vale do Sinos que, esperamos, vai estar repleta de gente hoje à noite afim de curtir nossa balada.

Nos vemos lá, logo mais!

RECEBI DO PORÃ E PUBLIQUEI

05 de agosto de 2010 15

2010 – O FIM DE UM MUNDO?

Como você já deve ter percebido, 2010 começou forte. Parece que a Natureza “ligou o turbo”. No consultório, voltei de um mês de férias e encontrei a maioria das pessoas vivendo uma aceleração radical em seus processos existenciais. Em português simples e claro: “o bicho tá pegando”.

E a Astrologia, esta velha senhora, o que tem a nos dizer nesse momento? Ela pode nos auxiliar de alguma forma a compreendermos e nos posicionarmos melhor em relação ao que está acontecendo, e ao que há de vir?

Do alto de seus 5.000 anos de idade, dona Astrô não se abala muito com pouca coisa. Já viu impérios outrora indestrutíveis virarem ruínas…
Já viu civilizações que antes ditavam as regras, virarem pontos turísticos… Viu demônios virarem santos, santos virarem demônios, metalúrgicos virarem presidentes, astros do rock virarem astrólogos, políticos outrora muito populares virarem Judas… Enfim… Ela já viu de tudo… E sabe que “a vida vem em ondas como o mar”… Vem e vai… Vai e vem…

Dona Astrô pode nos auxiliar muito num momento desses, em que a corda está esticando. Pode nos lembrar de que isto é um ciclo, e que os ciclos têm a sua natureza, necessidade e duração.

E que ciclo é esse?

Teremos em 2010, mais precisamente no final de Julho de 2010, um alinhamento que (felizmente) não acontece todo momento.

Urano, planeta regente do signo de Aquário, um dos três “deuses da mudança”, geralmente associado à processos de quebras e rupturas radicais em modelos vigentes, completa uma volta e chega ao primeiro grau de Áries, que é também o primeiro grau de todo o Zodíaco. Só isto, já é um acontecimento astrológico significativo, que marca um momento de renovação.

Junto á Urano, vem Júpiter, considerado pelos antigos, como o grande “benéfico” do Zodíaco, também está associado á avanços em paradigmas ideológicos.

No início de 1762, os dois astros estavam alinhados no primeiro decanato do signo de Áries. Este ano é marcado pelo inicio da guerra entre Espanha, maior potência naval da época, e a Inglaterra, que passaria a ser a nova potência maior. O grande império ibérico caminhava para o fim, e o nascente império anglo-saxão começava a despontar.

Em 1845, Urano e Júpiter encontraram-se mais uma vez nos primeiros graus de Áries. Naquele ano, o parlamento britânico promulgou a “Lei Aberdeen”, que foi um passo decisivo para a futura libertação dos escravos, evento que também, sem dúvida nenhuma, foi paradigmático para os padrões da época, e iniciou um novo ciclo para a humanidade, visto que teve um impacto profundo nas relações sociais e econômicas dali para frente.

Em Julho de 1927, novamente Urano e Júpiter chegavam aos primeiros graus de Áries. Aquele foi um ano marcado pela primeira travessia sem escalas do Atlântico, realizada por Charles Lindbergh em seu “Spirit of Saint Louis”. Evento que sem dúvida deixou o mundo muito “menor” do que era até então. Aquele ano também foi marcado por acontecimentos políticos radicais que tiveram importância capital nos desdobramentos futuros. Em Agosto, uma revolta do exército chinês dá origem ao que viria ser o “Exército Vermelho”, que teve papel fundamental na revolução que transformou a face e a história daquele antigo país, e está na base do peso que ele tem hoje no planeta. Naquele mesmo ano, Benito Mussolini promulga a “carta do trabalho”, que transforma a Itália em estado corporativo, e abre as portas para o Fascismo, e Josef Stálin, após expulsar León Trotsky, torna-se líder absoluto do PC e da URSS. Novamente, um mundo estava terminando, e outro estava começando.

Como podemos ver, este alinhamento marca o início de uma mudança radical. As pessoas estão fazendo barulho á respeito de 2012, mas na verdade, o mundo acaba mesmo, é em 2010. Pelo menos o mundo tal qual o conhecemos até aqui.

O céu de 2012 não apresenta nenhum aspecto astrológico radical. Nenhum que chegue próximo ao que teremos esse ano.

Se não bastasse o encontro de Júpiter e Urano em Áries, que como vimos, marca novos momentos politico-ideológicos, temos ainda a posição de Saturno, senhor do tempo e das colheitas nos primeiros graus de Libra, fazendo uma “oposição” exata á conjunção Júpiter-Urano. E Saturno não está só. Com ele vem Marte, como todos sabem, o senhor da guerra. Se isso tudo não bastasse, Plutão, outro “deus da mudança”, implacável e compulsivo, faz uma “quadratura” á esse povo todo, nos primeiros graus de Capricórnio, outros signo “Cardinal”.

O céu está pesado. De todas as conjunções anteriores que eu citei, essa é, sem dúvida, a mais tensa e a mais radical. O velho e o novo estão cara-a-cara para um confronto que já se anuncia há uns três anos.  E agora não tem mais como “empurrar com a barriga”, “não tem mais pra onde correr”.

O que está vindo pela frente?

Quem tiver olhos, verá… Um velho mundo morrendo, e um outro, novo,nascendo…

Todos já estamos sentindo a onda gigante de renovação que está chegando…

As mudanças acontecem em todos os níveis: no planeta, em nosso país, aqui no DF e também, como não poderia deixar de ser, em nossos lares, consciências e em nossas vidas. Todos gostam de mudanças planetárias, mas quase ninguém gosta quando elas começam a acontecer em nossas vidas, de verdade.

Quase todos nós, conscientes disto ou não, admitamos isto ou não, somos apegados aos modelos e estilos de nossas vidas, por mais deficientes e causadores de sofrimento que eles sejam. Faz parte de nossa natureza.Somos todos, mais ou menos conservadores. Basta ver quando algo realmente novo chega a Terra, a reação contrária que causa, e a pouca adesão que conquista, num primeiro momento.

O Cristianismo hoje é uma potência política e econômica, influindo em governos, movimentando bilhões e capitaneando guerras. Mas no começo, se limitava a doze pessoas, e durante quinhentos anos, ser simpático a esta idéia era motivo bastante para mandar alguém ser almoço dos leões.

Só que tem momentos, que é mudar ou mudar. E esse é um desses momentos.

Todo esse transtorno e esse “rebuliço” em nossas vidas são as mudanças chegando e batendo na porta dos nossos velhos estilos de vida, que se defendem como podem. Com unhas e dentes, como Saturno e Marte sinalizam.

Será que estamos dispostos a mudar? Será que sabemos o que precisamos mudar? Ou será que ainda estamos pensando que os problemas em nossas vidas são causados pelo ex, pela ex, pelos filhos, a sogra, pelo Lula, pelo Arruda, por nossos inimigos, Deus, o diabo, etc.?

A Tsunami da transformação planetária está batendo na praia. Ou pegamos essa onda e vamos com força para a frente, ou ela nos pega e quebra a espinha dorsal de nossas resistências. A hora de mudar é agora. Se a sua vida já está de pernas para o ar e você não está dando conta sozinho, procure ajuda. Um médico, padre, psicólogo, terapêuta, astrólogo, um amigo de verdade… Enfim, alguém que possa te ajudar a se enxergar, que nós não viemos equipados de fábrica com espelho retrovisor. Somos todos muito hábeis para enxergar cisco no olho do irmão, e cegos para ver a trave em nosso próprio olho…

 

ALEXANDRE MONTANDO

02 de agosto de 2010 21

MAIS UMA !

29 de julho de 2010 10

Aproveitando que no post anterior falei de uma situação envolvendo carro e pedestre, tenho outra pra dividir com a querida audiência.

Imagine a cena, é clássica: via de mão única, você querendo estacionar o carro de ré numa vaga normal de rua à sua esquerda. Resta como única opção o espelho retrovisor externo esquerdo, é ele quem vai te orientar a não subir o cordão da calçada e não bater no carro da vaga de trás. Mas aí, do nada, surge de trás do carro um casal com sua filhinha de 5, 6 anos. A menina, certamente instruída pelos pais, me aborda reclamando que eu quase os atropelei. Que eu teria que ter mais cuidado, que eu estive perto de causar um acidente. Com todo cuidado, carinho e atenção que uma criança merece me dirigi a ela e a mãe, que estava ao seu lado, justificando que naquele momento eu estava olhando para o espelho e que não tinha como ver ou perceber sua aproximação, e sugeri como pai, que talvez fosse prudente que ela não passasse atrás de um carro estacionando de ré, que esperasse, ou então passasse pela frente do carro onde o motorista poderia vê-la. “Tu quase nos atropelou.” insistiu  a menina, me imputando uma responsabilidade que eu sabia que não tinha.

A responsabilidade do atropelamento, entendo eu, seria atribuída aos pais dela que inconseqüentemente cruzaram atrás de um carro em movimento estando o motorista sem condições de visualizar o que vinha por trás do lado contrário.

A mãe parece ter entendido meu argumento. Já o pai não se deu por satisfeito e quis prolongar o debate. Ceifei as expectativas dele encerrando o assunto fechando o vidro. Não teria paciência para o bate boca, ainda mais com vizinho.

TÓIN !!

29 de julho de 2010 7

Ao entrar à esquerda na João Pessoa vindo da Sebastião Leão, aqui em porto Alegre, dei de cara com um aturdido casal de idade avançada, bem no meio da rua, atravessando fora da faixa. Percebi que a senhora guiava ou indicava o caminho de braço dado ao senhor que a acompanhava e por ela era amparado, protegido. Por certo era seu marido, e aparentemente não vivia um bom momento, parecia estar debilitado física e mentalmente. 

Notei também que ela, mais do que ele, ficou apavorada quando se deparou com o carro em sua direção. Ele coitado nem percebeu. Obviamente eu tinha o controle absoluto da situação. Assim que os vi pisei no freio, ainda que já estivesse em velocidade bem baixa, pois vinha fazendo uma conversão, mas o baque da pisada no freio é impactante pra quem vê a cena. O movimento de inclinação do carro à frente realmente chama atenção.

Tudo isso aconteceu em muito pouco tempo, dez, talvez quinze, segundos. Durante este tempinho minha imaginação voou me fazendo mastigar a situação, sofrer por ela. Me culpei pelo susto que o pobre e idoso casal levou. Afinal poderia ser ali minha mãe amparando meu pai atravessando a rua, ou eu mesmo daqui a alguns anos, amparado pela Rodaika.

Ao mesmo tempo, parado na faixa de segurança, um agente de trânsito a tudo assistia. Imediatamente após ver a cena ele me fez sinal para parar. Dei o pisca para a direita e encostei. Antes de chegar à minha janela eu já estava com o texto da minha defesa na ponta da língua, afinal entendia estar com a razão. O casal estava fora da faixa, além do que fiz o que manda o bom senso diminuindo a velocidade e agindo com cautela. Só o fato de ter sido parado pelo fiscal já era motivo suficiente para eu espumar de indignação.

Ao me pedir os documentos já lasquei:“fiz algo errado, comandante?”. Louco para poder expor minha visão dos fatos sem, claro, perder a chance de descarregar nele uma parcela da carga de indignação do dia. Me respondeu ele: só te parei por que tivemos aqui uma situação crítica, um quase acidente”, exagerou. “Precisava conferir se teus documentos estavam em dia”, argumentou. “Parabéns pela educação e atitude preventiva diante da situação, e a gente não perde um Pretinho”, concluiu.