Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 24 maio 2008

Momento sublime

24 de maio de 2008 0

O vídeo é uma dica da comunicadora Katia Suman. Vejam que momento sublime esse. O filme Ensaio sobre a Cegueira, adaptação do brasileiro Fernando Meirelles do livro do Nobel José Saramago, acaba de ser apresentado. Saramago e Meirelles estão sentados lado a lado. É a primeira vez que o Nobel vê a sua obra na telona. As luzes se acendem. Confira o diálogo e percebam a admiração mútua e a emoção dos dois:

 

Postado por Rodrigo Lopes

Que integração?

24 de maio de 2008 5

O episódio durou apenas alguns segundos, mas de certa forma resume a que ponto a América do Sul não está pronta para a formação de um bloco como o que acabou sendo criado ontem em Brasília. Nasceu uma União de Nações Sul-americanas, a Unasul, mais simbólico do que prático.

Mas vamos ao episódio: pouco antes da cerimônia de assinatura do tratado, a luz do centro de Convenções Ulisses Guimarães acabou. Fez-se a escuridão em todo o prédio, inclusive na sala onde estavam os presidentes.

O venezuelano Hugo Chávez primeiro brincou dizendo que a culpa da falta de luz “era do Bush”. Depois, o mesmo Chávez teria dito que a culpa era de Alan García, o presidente peruano, que fez aniversário ontem. Nas salas de imprensa montadas para os mais de 300 jornalistas, os telões se apagaram e, em diferentes momentos e o sistema de som deixou de funcionar. Os repórteres tiveram que recuperar parte das falas dos presidentes com assessores de imprensa.

A queda de luz também gerou comentários sobre a integração energética, um dos temas centrais da Unasul. O chanceler do Chile, Alejandro Foxley, disse que “como o corte de luz mostra, precisamos integrar”. A região tem excesso de energia, mas não consegue unir suas forças”.

Brincadeiras à parte, a ata de fundação do bloco determina a criação de instituições básicas, dentre elas uma secretaria permanente, com sede em Quito, e dois conselhos, um de chefes de Estado e outro de ministros. Porém, o estabelecimento do Conselho de Defesa Sul-Americano, proposto pelo Brasil e que daria sinais de consenso e progresso caso fosse aprovado, acabou fracassando, sobretudo por causa da Colômbia, único país que se opôs abertamente ao órgão. Lula está certo ao afirmar que a América do Sul unida mexe com o tabuleiro mundial. Mas que integração esperar se um dos exemplos mais antigos que temos por aqui, o Mercosul, anda mal das pernas e na prática pouco saiu do papel?

Postado por Rodrigo Lopes