Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 6 outubro 2008

Não é um absurdo?

06 de outubro de 2008 2

Pobres macacos/Reprodução BBC

Vejam esta da BBC: um bar na cidade de Utsunomiya, no Japão, tem como atração principal os seus garçons: dois macacos. Ágeis e prestativos, os macacos Yat-chan e Fuku-chan servem bebidas e toalhas quentes para os clientes limparem as mãos. Em troca, ganham feijões de soja como gorjeta.

O dono do bar Kayabuki, Kaoru Otsuka, diz que Yat-chan aprendeu vendo ele trabalhando no restaurante. Os macacos se revezam nas tarefas de garçom, cada um trabalha no máximo duas horas por dia, o que é permitido pelas leis de proteção aos animais. Mas é um absurdo, convenhamos…

Postado por Rodrigo Lopes

A Islândia na mira da crise

06 de outubro de 2008 0

O país gelado pode ser uma das primeiras vítimas da crise econômica que cruzou o Atlântico, como explica o gaúcho Luciano Dutra, colaborador do blog, que mora na capital da Islândia, Reiquevique:

O primeiro-ministro da Islândia, Geir H. Haarde, propôs hoje ao Alþingi, o parlamento nacional islandês, um projeto-de-lei com medidas de emergência para garantir o funcionamento do sistema de pagamentos do país a partir de amanhã. Depois da nacionalização do banco Glitnir, há uma semana, a onda de desconfiança dos investidores estrangeiros fez, esta tarde, com que as linhas de crédito aos outros dois únicos bancos comerciais da Islândia, Kaupthing e Landsbanki, fossem fechadas, gerando uma crise de liquidez em moeda estrangeira que põe toda a economia do país à beira da insolvência.

Principais medidas do pacotaço proposto pelo premiê, e que deve ser aprovado em regime de urgência, nas próximas horas, pelo parlamento:

* Autorização para que a agência reguladora das instituições financeiras (que reúne funções desempenhadas no Brasil em parte pelo Banco Central e em parte pela Comissão de Valores Mobiliários) intervenha nos bancos e outras instituições financeiras insolventes, injetando recursos ou nacionalizando as empresas em dificuldades;

* Autorização para que o Fundo Hipotecário Nacional assuma os créditos hipotecários concedidos pelos bancos comerciais, sem necessidade de anuência dos devedores, que ficaram com sua situação complicada pelo fato de terem contraído empréstimos de até 40 anos concedidos em moedas estrangeiras (especialmente iêne e franco suíço), cujo saldo devedor e prestações praticamente dobraram nos últimos seis meses. A primeira medida visa garantir o sistema bancário e os depósitos dos clientes dos bancos, a segunda pretende aliviar a situação de famílias que se encontram à beira da falência civil em virtude da crise cambial.

Segundo a mídia local, técnicos do FMI teriam desembarcado na Islândia hoje para tratativas com o banco central do país. Caso os rumores se confirmem, a Islândia seria o primeiro país do chamado mundo desenvolvido em mais de quatro décadas a recorrer a empréstimo daquela instituição. Ontem, representantes do JP Morgan também teriam comparecido a reunião com membros do gabinete de governo islandês, formado por uma coalisão de centro direita (Partido da Independência, de viés conservador, e Partida da Aliança, de tendência social democrata).

Postado por Rodrigo Lopes