Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Salve os mineiros

31 de outubro de 2010 0

Se você é ligado em tecnologia e gostaria de experimentar um pouco a sensação das equipes que retiraram os 33 mineiros do fundo da mina San José, no Chile, no dia 13 de outubro, prepare-se: já está disponível um dos primeiros jogos para iPhone, o celular multimídia da Apple, que simula a megaoperação de salvamento. E, melhor, é de um ilustrador gaúcho a ideia do game. Aos 40 anos, Marcos Riffel, artista gráfico da RBS TV, pensou em criar o jogo, ao acompanhar, pela televisão, a comoção mundial diante do resgate. Com experiência de dois games anteriores já comercializados na App Store, o gaúcho desta vez levou apenas três dias para projetar o software.

O primeiro game de Riffel (foto) para celular foi lançado em dezembro de 2009. Ele buscou cadastro na Apple, juntou alguns amigos para compor as músicas e os efeitos sonoros e lançou Tigerfish, um peixinho simpático que, para sobreviver, precisa se alimentar de animais menores e evitar os predadores em um rio que sofre com problemas ambientais. A versão demo teve mais de mil down- loads, principalmente nos EUA, Europa e Austrália. Em seguida, ele lançou Cooking Wicca, no qual uma bruxinha cozinheira precisa combinar os ingredientes em um caldeirão.

– Estou sempre acompanhando o que rola pelo mundo para ter alguma ideia para os jogos. Durante a Copa, deixei passar a oportunidade de fazer um game sobre o polvo Paul – diz o artista, referindo-se ao molusco morto na semana passada, que se tornou famoso ao “adivinhar” o placar das partidas.

Desta vez, ele não perdeu a oportunidade. O objetivo do novo game, é claro, é retirar cada um dos 33 mineiros do fundo da mina o mais rápido possível. Para isso, é necessário passar por três fases: localizar o refúgio com o auxílio de uma sonda, cavar o túnel e, finalmente, enviar a cápsula.

– É educativo, e o melhor é que nenhum dos mineiros morre. O máximo que pode acontecer é demorar um pouco mais para ser resgatado – brinca Riffel.

Leia a íntegra da coluna Diários do Mundo aem Zero Hora na versão impressa

Envie seu Comentário