Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts do dia 2 janeiro 2011

O que é notícia no mundo no primeiro fim de semana de 2011

02 de janeiro de 2011 0


O último ato de Lula como presidente em nível internacional ainda respinga sobre o governo Dilma: a decisão de não extraditar o ex-ativista italiano Cesare Battisti. Hoje, o novo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, afirmou que não vê motivos para o Supremo Tribunal Federal reavaliar a decisão.

Representantes do governo brasileiro procuraram minimizar a polêmica. Embora a Itália venha indicando que poderá retaliar o Brasil em função da decisão, a ordem no Planalto é investir na tese de que o problema não passa de um “pequeno constrangimento”, que não terá conseqüências maiores.

O governo italiano está disposto a recorrer ao Tribunal de Haia para conseguir a extradição do italiano, que foi condenado na Itália por quatro homicídios.

Em entrevista ao jornal Corriere della Sera, o ministro das Relações Exteriores italiano, Franco Frattini, afirmou que a Itália enviou uma carta a Dilma para que reconsidere a decisão de Lula. Uma das retaliações do governo italiano deve ser o congelamento do pacto estratégico entre Itália e Brasil que deveria ser ratificado em janeiro. Trata-se de um acordo de colaboração econômica, por meio do qual a Itália se comprometia a conceder ao Brasil 5 bilhões de euros para a compra de mísseis e radares. O presidente italiano Giorgio Napolitano, se disse “desiludido” pela decisão de Lula.

**

Aqui na América Latina, um forte terremoto, de 7,1 graus na escala Richter, voltou a sacudir o sul do Chile, na mesma região de Concepción, que no ano passado houve aquela catástrofe do tremor seguido de um tsunami. Foi no mar, a 69 quilômetros da costa de Temuco, e a 16,9 quilômetros de profundidade. As autoridades descartaram alerta de tsunami, mas como precaução, muita gente abandonou suas casas e rumou para os lugares mais altos, temendo um eventual avanço do mar. Agora há pouco, o presidente chileno, Sebastian Piñera, felicitous a recém-criada Oficina Nacional de Emergência (Onemi), escritório para gestão de emergências, pela atuação no episódio de hoje. Cerca de 14 mil pessoas foram evacuadas na região de Puerto Saavedra, 11 mil em Tolén, 15 mil em Teodoro Schmidt e 500 em Tirúa.

**

Neste domingo, o papa Bento XVI condenou o atentado a bomba cometido por um suicida em frente a uma igreja em Alexandria, no Egito. O ataque, no sábado, matou 21 pessoas e é o mais recente de uma série contra cristãos no Oriente Médio e na África.

**

E no Oriente Médio, o ano começa com boas perspectivas. O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, disse hoje que seu país está pronto para voltar a negociar a paz com o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, até que eles cheguem a um acordo. As declarações são uma aparente tentativa de retomar as negociações diretas, interrompidas há vários meses. Abbas já afirmou várias vezes que Israel precisa suspender as construções nos assentamentos judaicos na Cisjordânia e em Jerusalém Oriental antes que as conversas sejam retomadas. Netanyahu recusou a condição, mas se disse pronto a discutir todas as questões “centrais” com Abbas.