Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 6 fevereiro 2012

Projeto de reajuste do magistério vai para Assembleia amanhã

06 de fevereiro de 2012 57

Mesmo com a resistência do Cpers, o governo gaúcho encaminha amanhã para a Assembleia, em regime de urgência, o projeto que reajusta os salários dos professores e funcionários de escolas em 23,5% em três parcelas. Em entrevista agora à tarde, o secretário do Planejamento, João Motta, a chefe interina da Casa Civil, Mari Perusso, e a secretária adjunta da Educação, Maria Eulália do Nascimento, anunciaram que o projeto será encaminhado à Assembleia para que os deputados discutam a proposta do governo. Segundo o Piratini, o governo não recebeu, até agora, manifestação oficial do Cpers rejeitando a proposta.

Os três secretários insistiram na tese de que o reajuste é a prova da disposição do governo de valorizar a carreira do magistério e pagar o piso salarial. Os três concordam que o piso é impagável se for reajustado de acordo com a evolução do valor do Fundeb por aluno, o que significaria um aumento de 22%, enquanto o INPC ficou na faixa dos 6%.

— Não há crescimento de receita que suporte um aumento desse nível — disse Maria Eulália.

Como o governo federal ainda não definiu qual é o valor do piso válido para 2012, a expectativa dos secretários de Tarso é de que o INPC venha a ser reconhecido como indexador. O raciocínio é que, se fossem os 22% do Fundeb, o MEC já teria anunciado o novo valor.

Os secretários informaram que existe uma mobilização dos governadores de diferentes Estados para alterar a regra de correção do piso e estabelecer o INPC como referência.