Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Schirmer se defende

30 de janeiro de 2013 10

Pouco depois da entrevista do governador Tarso Genro, o prefeito de Santa Maria, Cezar Schirmer,  ontem à tarde, apresentou à imprensa o alvará do Corpo de Bombeiros, válido até agosto de 2012, dizendo que a boate Kiss era um prédio de risco médio e que fora “inspecionada e aprovada de acordo com a legislação vigente”.
O prefeito apresentou também o alvará de localização, expedido pela prefeitura, anunciou a suspensão das festas de Carnaval e saiu tenso, sem responder às perguntas dos repórteres.
Horas depois, Schirmer disse à Página 10 que estava sem condições emocionais de dar entrevista naquela hora, mas que atenderia a todos os jornalistas que o procurassem, em casa ou por telefone.
O prefeito reafirmou o que vem dizendo desde domingo: que a prefeitura só licencia um empreendimento depois de receber o aval do Corpo de Bombeiros, como prevê a lei 10.987/97. No caso da Kiss, Schirmer diz que a avaliação das condições de segurança foi atestada pelos bombeiros e que o pedido de  renovação do plano de prevenção e proteção de incêndio tinha de ser encaminhado à corporação.
– A prefeitura e os bombeiros não tinham como saber que os proprietários iam colocar mais gente do que o permitido na boate, nem que uma pessoa da banda ia jogar fogo de artifício lá dentro – disse o prefeito.
Schirmer  lembrou que há poucos dias a prefeitura lacrou a boate do Diretório Central de Estudantes da UFSM porque recebeu denúncias de excesso de barulho e falta de segurança e, quando os fiscais foram fazer a vistoria, os universitários não permitiram a entrada.
– Se tivesse qualquer indício de negligência na Kiss, teríamos fechado, como fechamos essa do DCE.

Comentários (10)

  • Anônimo diz: 30 de janeiro de 2013

    Logo no início da tragédia apareceu a Presidente Dilma e o Governador Tarso Genro para darem declarações, porém o Prefeito da cidade, que deveria ser o primeiro a aparecer (a autoridade máxima da cidade) não apareceu em nenhum momento!
    Não aparecem também nem o vice prefeito e nem o presidente da Câmara de Vereadores. Em suma, as “autoridades” do Município sumiram e se esconderam!

  • Wania Quadros diz: 30 de janeiro de 2013

    Tarso e Schirmer são inimigos políticos. Um é prefeito e outro governador. Obvio que os comentários tendenciosos de Zero Hora vão contra quem?

  • Helio diz: 30 de janeiro de 2013

    O que ocorre é que as autoridades concedem LIBERAÇÃO PARA FUNCIONAMENTO e depois não fiscalizam os estabelecimentos. Só falta concluir que estas pessoas estavam no lugar errado na hora errada.

  • Alberto/NH diz: 30 de janeiro de 2013

    Os brasileiros são realmente uns “monges”! Não basta trabalharmos até maio para pagar impostos, a corrupção, a impunidade, as tragédias, a criminalidade crescente, pessoas condenadas saindo pela porta da frente das delegacias e, agora, o aumento da gasolina no país “auto-suficiente” em petróleo. Até quando tanto deboche?

  • Hortelino Trocaletra diz: 30 de janeiro de 2013

    Não acha que tá na hora de deixarem os familiares vivenciarem os seus lutos e pararem um pouco de explorar a tragédia de Santa Maria? Acho que chega. Ninguém suporta mais essa continuidade jornalística que, agora, não leva mais a lugar nenhum, exceto vender notícia. Façam uma reverência aos que partiram, um respeito aos que ficaram e um favor para todos: parem, deixem todos em paz!

  • Roger A. diz: 30 de janeiro de 2013

    Ele está fazendo um papel triste de covardão , chorão e se escafedendo de suas responsabilidades e incompetências. É triste ver sua conversa para boi dormir. Figura lamentável.
    Num município, a autoridade máxima em eventos, turismo, shows, jogos,etc. é a Prefeitura, o resto é enrroleition e rolando lero shirmesiano.
    É cúmplice de 350 assassinatos.
    Está pouco se lixando para os pais orfãos , só esta preocupado em não der cassado e preso, como o prefeito de Buenos Aires.
    É um “que qué”, um não fede nem cheira.

  • Vaginophagus Was Here diz: 30 de janeiro de 2013

    Eu gosto muito do C. Schirmer, mas ele precisa sair, pois o mandato dele terminou com essa tragédia. Essa é uma perda, que produz uma dor sem fim à cidade, envolvendo a Prefeitura. Ele precisa sair e encerrar a carreira. É uma pena. Vc, que pelo jeito, gosta do Jung: o que aconteceu com o Prefeito é um exemplo clássico de sincronicidade, pois a questão é de significado.

  • Maria diz: 31 de janeiro de 2013

    Sinceramente, os senhores acham correto o Prefeito dar explicação para os jornalistas e um bando de curiosos enquanto há tantos feridos? Será que foi realmente isso que entendi? Que o Prefeito deveria estar matando a curiosidade de seres humanos com vocês ao invés de amparar quem realmente necessitava? Ora, tenhamos respeito ao povo de Santa Maria e aos tantos outros brasileiros que estavam presentes lá.. Admiro a posição HUMANA do Prefeito Schirmer em prestar ajuda a quem precisava (e ainda precisa) ao invés de apelar de forma midiática para achar culpados como fez o Governador!

  • nelico diz: 31 de janeiro de 2013

    Cada “otoridade” atua,claro que cada uma orientada pelo seu respectivo marqueteiro(normalmente pago com dinheiro publico),no intuito de se proteger,ou de aproveitar a ocasião para aparecer,sempre visando sua vida publica e a proxima eleição.é só isso meus caros e ingenuos blogueiros!!!!!Se for preciso,jogam-se aos leões até mesmo correligionarios,amigos ou entes publicos muitas vezes nomeados por eles mesmos.

  • Erno diz: 31 de janeiro de 2013

    Rosane:
    Estou cada vez mais convicto de que a briosa Brigada Militar, através do Corpo de Bombeiros está envolvida, de forma direta ou indireta. Significa também, de uma forma ou outra, que o Estado via ser citado, indiciado ou qualquer coisa assim. Entendo, por isso que a investigação oficial deveria ser feita por outro órgão que não seja a polícia civil, afinal o chefes locais e regionais são todos ocupantes de funções gratificadas. A imparcialidade fica prejudicada.

Envie seu Comentário