Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Tarso manda dividir resultados com a base

23 de maio de 2013 13

ABERTURA DA PÁGINA 10, QUE HOJE ESTÁ NA 12

Desde que assumiu o Piratini, Tarso Genro adotou a prática de colocar no papel, em forma de “nota diretriz”, as orientações que quer passar aos secretários. Para que ninguém venha dizer que não sabia, as notas são distribuídas a toda a equipe. Na última, a de número 29, o governador orienta os secretários a dividir com a base do governo o resultado do “difícil trabalho dos dois primeiros anos”.
Preocupado com as reclamações de deputados, que não conseguem marcar audiência com os secretários, Tarso foi explícito: mandou que abram suas agendas para discutir com a base o andamento das ações de governo, socializar informações e municiar as bancadas com dados comparativos com as gestões anteriores.
A diretriz do governador começa com uma promessa de atenção especial do governo à Secretaria do Meio Ambiente e à Fepam “para que seus dirigentes possam conduzir adequadamente a nossa política pública para o setor, bem como para que o corpo funcional desses órgãos possa reafirmar a sua autoestima”. Sem citar o PC do B, manda um recado aos dirigentes partidários: “Assim como os secretários respondem, dentro do governo, pelas posições do seu partido nas questões estaduais, os partidos respondem pela conduta dos secretários e demais quadros de indicação política, inclusive no que refere a eventual substituição dos mesmos”.
A pouco mais de um ano do início da campanha eleitoral, Tarso informa que, a partir de junho, vai encaminhar pedidos de informações diretamente aos titulares das pastas. E dá um discreto puxão de orelha nos secretários. Diz que eles devem acompanhar diariamente o andamento dos projetos. Está escrito na nota: “Tem sido possível constatar que os secretários nem sempre controlam a totalidade das informações sobre esses projetos. Essa lacuna precisa ser rapidamente superada, já que este é um período decisivo para cumprir o nosso programa, concretizar os projetos prioritários e firmar o conceito do governo perante a sociedade”.

Comentários (13)

  • O Arroto diz: 23 de maio de 2013

    Cara Rosane:

    - É que o Tarso trabalha, e não perde tempo com escolha de pufs e decoração de ambientes, etc….

  • Daniel Santos diz: 23 de maio de 2013

    Como esse desgoverno só tem resultados negativos, ele quer “dividir com a base”. (Da mesma forma que o PC do B está divindo com ele a prisão de seu secretário). Vergonha para o RS.

  • Helio diz: 23 de maio de 2013

    O Sr. Tarso trabalha para controlar a base aliada, o resto é secundário.

  • Angela de Abreu Rodrigues diz: 23 de maio de 2013

    Tarso com cereza tem bons quadros no PT para compor muitas secretarias, pois como o ARROTO lembrou uns se preocupam com decoração, quadros, pufs, etc. Os quadros petistas são qualificados e, pelo menos, isso podemos dizer, cortamos na prória veia quando isso é preciso.

  • Carlos Guilherme diz: 24 de maio de 2013

    Arroto:
    Com certeza essa não é a opinião dos Professores e do CPERS.
    Além disso, nem a própria Filha do Tarso, a cineastra Luciana Genro, que faz oposição aberta ao Governicho do próprio Pai, o Tarso do PT, acredita nisso que vc escreve aí!!!

  • O Arroto diz: 24 de maio de 2013

    Com dois anos e meio de governo, o Tarso divide com a base os resultados.
    Com dois anos e meio de governo, a Yeda ainda explicava a compra da mansão um dia após a eleição…

  • Isa diz: 25 de maio de 2013

    Gostaria que os órgãos da imprensa gaúcha que tanto execraram os professores no último concurso,divulgassem agora, os erros de ortografia e de digitação cometidos pela FDRH (quem sabe algum órgão competente apure o quanto o Estado arrecadou com este concurso e com a prova com questões errôneas sinal de elaboradores sem qualificação e preparo) na prova do Magistério RS 2013. Divulguem-se as questões enfatizando os absurdos tais como asimiliação, aceso no lugar de acesso, falta no lugar de falha e outras tantas. Mais uma vez em vez de se analisar a prova como nós revisores estamos fazendo e lançando recursos para os concurseiros -o que se vê é silêncio. Acho pouco provável que a FDRH reveja os erros, no máximo alterará alguns gabaritos já que com a anulação haveria maior indíce de aprovação e isto não é de interesse – passados alguns meses inventarão outro concurso Nas provas do concurso anterior fizemos recursos bem fundamentados que não tiveram respaldo pela Banca FDRH , aliás acho que sequer leram e analisaram as questões. Quem sabe, um concurso que exigiu o há muito refutado método da decoreba, possa ser analisado por profissionais íntegros, idôneos, mas para isso´faz-se necessário maior cobrança da Imprensa e uma maior investigação no método de elaboração de provas da FDRH? Espero que algum repórter investigativo tenha coragem e analise, investigue a quebra de braço entre o Estado e o Magistério, que com certeza está refletindo nas avaliações dos concursos que muito arrecadam (alô MP/RS?) para este Governo.

  • Carlos Guilherme diz: 25 de maio de 2013

    Arroto:
    Resultados? Quais? Onde?
    Nem a base aliada acredita nisso.
    Sem falar na própria Família (Filha) do Tarso que faz campanha aberta de rejeição ao Governicho Tarso do PT.
    E o CEPERS, comandado pela “cumpanhera” do PT, Rejane de Oliveira? Pergunte para ela o que acha do Governicho Tarso do PT.
    Provável que não seja a mesma opinião que a sua, mesmo sendo do PT.
    Ou seja, nem o PT aguenta mais o Governicho Tarso do PT.

  • nelico diz: 25 de maio de 2013

    Arroto: o governo do Tarso(mesmo com todo o esforço que ele faz) só não é pior que o do Olívio|(exterminador do futuro)Dutra.Sua atuação resume-se em uma conversa muito coordenada e qualificada,ininteligivel para a maioria da população, totalmente sem conteúdo ético ou produtivo.Ele consegue falar por horas sem dizer nada.O RGS e seus cidadãos pagarão o preço da ineficácia,falta de pulso e incompetência(como governador) deste cavalheiro,por décadas.

  • Valkiria diz: 25 de maio de 2013

    ARROTO, explicar a compra da mansão. Nem que viva cem anos, Yeda vai conseguir explicar de onde tirou o dinheiro para isso. Ela perdeu o apoio do tal Wambert, o da barbicha que não faz 1% dos votos para prefeito. Eles ainda sonham em chegar à prefeitura da capital. Se for no grupinho do Fortunati, levam uma secretaria bem pequena, pois sequer tem gente qualificada para ocupar tantos cargos.

  • O Arroto diz: 27 de maio de 2013

    Sempre que pinta alguém reclamando do PT, urge comparar:

    - FHC criou apenas 780 mil empregos em oito anos. o PT criou mais de 12 milhões de empregos;
    - O Brasil na era FHC não teve crédito. No governo Lula, o País foi reconhecido como “investimento grade” pelas três maiores agências de classificação de risco internacionais. Ou seja, deixamos de ser um país em que o capital externo só entrava para especular para ser um país de investimentos;
    - Privataria: a dupla Serra-FHC fez o Brasil desembolsar, ou seja, pagamos para privatizar, a quantia de seis bilhões de reais em empréstimos a fundo perdido para preparar empresas para a privatização;
    - A média anual de inflação nos dez anos do governo petista foi de 6,04%, enquanto nos oito da administração Fernando Henrique Cardoso ficou em 9,24%;
    - FHC tirou 2 milhões de pessoas da linha da pobreza; O PT tirou mais de 23 milhões;

    Pensando bem, nem se compara…

  • Juliano diz: 27 de maio de 2013

    O Tarso vai dividir os resultados com a base…

    Ou seja, as FALCATRUAS do MEIO AMBIENTE E FEPAM serão COMPARTILHADAS com todas as secretarias e órgãos estaduais!

  • O Arroto diz: 28 de maio de 2013

    Caro Juliano, o núcleo do selemeleque na FEPAM e SEMA provém do mesmo núcleo (Záquia – Casa Civil / Berfran – Meio Ambiente) do governicho ‘novo jeyto’, lembra? As supostas falcatruas que vc diz, tem o DNA e as Digitais dos maganos da direita…

Envie seu Comentário