Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Empate no Piratini e no Senado

08 de agosto de 2014 22

ABERTURA DE POLÍTICA+, SEXTA-FEIRA

A dois meses da eleição, a pesquisa do Ibope para o Piratini e o Senado indica uma disputa das mais apertadas na história do Estado. A vantagem de Ana Amélia Lemos (PP) sobre Tarso Genro (PT), que na pesquisa anterior era de seis pontos percentuais, caiu para apenas um. Os dois estão tecnicamente empatados: a senadora tem 36%, e o governador, 35%. A margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.
Com um mês de campanha na rua e exposição diária dos candidatos, consolidou-se a polarização entre Ana Amélia e Tarso, já que os demais concorrentes não conseguiram crescer para além da margem de erro. Juntos, os outros seis aspirantes ao cargo somam apenas 11%.
A simulação de segundo turno indica vantagem de Ana Amélia (45% a 36%), uma diferença inferior à que ela tinha em abril (48% a 34%). Na sondagem divulgada em 19 de julho, o Ibope não fez simulação de segundo turno por ser a primeira depois do registro das candidaturas.
A segunda pesquisa depois do início da campanha confirmou a reviravolta no cenário com a entrada de Olívio Dutra (PT). Ele e o candidato do PDT, Lasier Martins, seguem tecnicamente empatados. Lasier tem 30%, e Olívio, 27%. Todos os movimentos ocorreram dentro da margem de erro, o que equivale a dizer que nada mudou em três semanas. Na espontânea, sem apresentação de um cartão com o nome dos candidatos, Lasier e Olívio têm 10% cada um.
Desta vez, o instituto pesquisou também a rejeição dos candidatos que disputam a vaga ao Senado. Olívio lidera a rejeição, com 15%, seguido de Lasier, com 9%. Quem tem o menor índice é Simone Leite (PP), com apenas 4%, o mesmo percentual que ela tem em intenção de voto. Por disputar o mesmo eleitorado do pedetista, Simone se tornou uma das principais  preocupações do PDT.

CURIOSIDADES DA PESQUISA

- A avaliação de Tarso Genro teve uma leve melhora entre uma pesquisa e outra. Embora a soma de bom e ótimo tenha se mantido em 32%, ruim e péssimo caiu de 28% para 21%. Regular aumentou de 38% para 42%.

- Outro dado que pode explicar o crescimento das intenções de voto em Tarso Genro: a desaprovação do governo baixou de 43% para 38%.

- A rejeição ao governador Tarso Genro continua sendo a mais alta entre os candidatos ao Piratini, mas o índice caiu de 29% para 16%. Ana Amélia é rejeitada por 9% dos entrevistados.

- O maior percentual de rejeição de Tarso Genro (22%) está entre os eleitores com renda acima de cinco salários mínimos e curso superior. O de Ana Amélia (14%) também é entre os eleitores com renda superior a cinco salários mínimos.

- Embora na simulação de segundo turno Ana Amélia esteja nove pontos à frente de Tarso Genro, 36% dos eleitores ouvidos pelo Ibope acreditam que o governador será reeleito. Para 32%, Ana Amélia será a vencedora.

- Vieira da Cunha (PDT) dobrou seu percentual: subiu de 2% para 4% e está tecnicamente empatado com José Ivo Sartori (PMDB), que tem 5%.

- A eleição ainda não entrou na lista de prioridades dos eleitores gaúchos. O Ibope constatou que 55% dos entrevistados têm pouco ou nenhum interesse no pleito de outubro.

 

Comentários (22)

  • Umberto Debeneti diz: 8 de agosto de 2014

    As pessoas estão vendo que a candidatura Ana Amélia não tem projeto. De outro lado, depois da administração da Yeda, soa caricato falar em choque de gestão.

  • Adão Barbosa diz: 8 de agosto de 2014

    A grande verdade, é que o Tarso fez o Rio Grande pular de 5º lugar entre os Estados brasileiros para 2º lugar. Tarso, implementando do RS o projeto nacional de Lula, Dilma e o PT, fez e faz o Rio Grande crescer e fará ainda mais. E Ana Amélia, o que fez? Além de ter trabalhado 30 anos como jornalista, não sei mais nada.

  • Luis diz: 8 de agosto de 2014

    A coisa ficou feia pra Ana Amélia e o Lasier. E depois que começar o horário eleitoral a coisa só tende a piorar. Fico imaginando o que deve estar passando na cabeça da Ana Amélia . Dizem que seu maior medo é ter que enfrentar o Tarso em debates num eventual segundo turno. Pelo andar da carruagem a tia não precisa mais se preocupar com isso.

  • fatima diz: 8 de agosto de 2014

    Declararam apoio à Dilma: a Central Única dos Trabalhadores (CUT), Força Sindical, União Geral dos Trabalhadores (UGT), Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCTS) e Central dos Sindicatos do Brasil (CSB).

    A classe trabalhadora está com Dilma, 13!

  • SUS diz: 8 de agosto de 2014

    O candidato Aécio ofereceu a profissionais de medicina em Minas um quarto do salário do Mais Médicos. Em evento, o senador promete criar carreira nacional de médicos. Não menciona oferta salarial de processo de seleção quando era governador de Minas; Em março de 2010, no final de seu segundo mandato como governador, a Secretaria Estadual de Saúde abriu processo seletivo para contratação de 79 profissionais, entre eles onze médicos especialistas. O governo Aécio ofereceu salário de R$ 2.679,12 por jornada de 40 horas semanais.

  • Juca Pirama diz: 8 de agosto de 2014

    Notícia que a imprensa golpista não dá: Inflação oficial fica em 0,01% em julho, diz IBGE
    Em 12 meses, IPCA ficou em 6,5%, voltando para meta do governo.

    E a direita, já desesperada, grita: “Meu Deus, que horror!”

  • Marco Lacerda diz: 8 de agosto de 2014

    A Petezada trabalhando como nunca nos comentários. Vocês não tem trabalho nas repartições? Claro que não, são todos CCs querendo manter a boquinha. Devem estar em casa, teclando, teclando e teclando.

  • Daniel Santos diz: 8 de agosto de 2014

    O importante é que a queda em parafuso da Dilma arrastará pra baixo seus aliados. A cada eleição Aécio mais se aproxima de Dilma; e cada vez mais a rejeição a esta Sra. aumenta. É questão de pouco tempo para o fim dos tristes anos sob o jugo do pt.

  • Luís diz: 9 de agosto de 2014

    Larguei este blog, quero mais é que os petistas continuem proliferando por aqui e convencendo os incautos a ferrarem ainda mais o RS, maranhão de grife!

    Quero ver o que vai acontecer com vocês quando acabar o dinheiro … e vai, ou vocês estão tão alienados que não se dão conta de que o Estado está quebrado ????

  • Luís diz: 9 de agosto de 2014

    “O Ibope constatou que 55% dos entrevistados têm pouco ou nenhum interesse no pleito de outubro.”

    Claro, o gaúcho tá mais interessado em futebol, afinal, seu “elevado” padrão de vida o coloca em pé de igualdade com noruegueses, canadenses, suecos, etc..

    RS, maranhão de grife…

  • ubirajara carvalho diz: 9 de agosto de 2014

    …nunca tinha votado do PT, mas para presidente agora é Dilma! dp de tanta conversa fiadas de governantes que só tinham retorica, como FH, Itamar Franco etc e com Moral de cuecas e não fizeram nada. BR- 116 Porto alegre / Pelotas – provavelmente gastaram em governos anteriores o dinheiro da obras em levantamentos topográficos.
    Agora e só obras e o desenvolvimento de toda a Região Sul do estado.
    chega de hipocresia.

  • ana diz: 9 de agosto de 2014

    A pesquisa só confirma, é Dilma lá e Tarso e Olívio aqui 3

  • Israel diz: 9 de agosto de 2014

    O Fato é que ninguém fará milagres. O candidato a sanador da mídia tem histórico de criticas, precisaria mostrar seu histórico de realizações. E a candidata a governadora do PP precisará explicar seu compromisso histórico com a ditadura, com um estado a serviço de uma camada muito pequena da sociedade…

  • Zizeck diz: 11 de agosto de 2014

    O candidato tucano Aécio Neves promete política social para pessoas em situação de miséria e extrema pobreza, mas parece esquecer que o modo petista de governar já faz isso desde que assumiu o governo. O candidato promete que cada pessoa receberá US$ 1,25 por dia ou US$ 37,5 por mês. Mas afinal, por que voltar ao passado e atrelar ao dólar, será que Aécio não confia que a economia brasileira vai se manter forte se ele estiver à frente da gestão do país? Ora, somos hoje a 7ª economia do mundo e recorrer ao atrelamento do dólar não é necessário. Na realidade, atrelar ao dólar já deixa claro o que Aécio pretende fazer com economia do país, se fosse eleito.

  • zélia maccari diz: 11 de agosto de 2014

    Preservando tradições da família, não é mesmo Marco Lacerda? És, por acaso, sobrinho do Carlos Lacerda? O discurso já é idêntico.

  • solange diz: 11 de agosto de 2014

    O BRASIL PRECISA DE RENOVAÇÃO,CHEGA DOS MESMOS,CHEGA DE VIVER A MERCE DA CORRUPÇÃO.
    QUEM TEM VERGONHA MUDA.
    QUEM NÃO TEM AJUDA NA CORRUPÇÃO.

  • ubirajara carvalho diz: 11 de agosto de 2014

    ….tem gente falando em renovação, vai votar em quem??? ou esqueceram ou não lembram do Amaral de Souza, era do mesmo partido da Ana Amélia Lemos, só que naquela época governavam de FARDA e não precisavam do povo para votar era tudo guela- abaixo, decidido nos quarteis / foi aí que começou a dívida do estado e agora aparecem como salvador da Pátria e do RS.

  • anonimous diz: 11 de agosto de 2014

    ISRAEL : explicação sobre “relacionamentos” com componentes da ditadura,quem que dar é o PT…que faz aliança com Paulo Maluf(até com o diabo) e não fica nem vermelho!!!!!Alias esta aliança valeu um abraço apertado entre o molusco e o Maluf(coitado não pode viajar porque a interpol prende kkkkkkkk´)

  • ubirajara carvalho diz: 11 de agosto de 2014

    ….Maluf(PP) ou Lula(PT)???? esta e a decisão aqui no estado.
    Deveriam estar no mesmo Palanque no Rio Grande do Sul, pois o PP e detendor de Ministério no governo federal , mas por vaidades pessoais são rivais.

    Aguinaldo diz que PP foi coerente ao ter apoiado Dilma
    “O apoio do PP significa uma postura de coerência da sigla que coordenou nos últimos anos um dos Programas mais importantes do Governo Federal que é o Minha Casa Minha Vida e nada mais natural e sensato do que ratificar o apoio ao projeto de reeleição.”

  • Dionísio Silveira diz: 12 de agosto de 2014

    Embalada pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC I e II), a Corsan do Governo Tarso conta com cerca de R$ 4 bilhões para investir em abastecimento de água e saneamento ambiental até 2017. São recursos inéditos, que permitirão aumentar, consideravelmente, o percentual de esgoto tratado no RS, estacionado nos 15% quando o atual governo assumiu.

  • anonimous diz: 12 de agosto de 2014

    Dionisio: outra transposição do rio são francisco: desta vez com o “esgoto” gauccho? assim eu não aguento!!!!!Se 30% das promessas petralhas fossem cumpridas,o Brasil estaria na cola da China…como.não….kkkkkkkk

  • Dionísio Silveira diz: 13 de agosto de 2014

    anonimous: se houvesse uma “transposição do rio são francisco” também em SP, nesse momento não haveria racionamento de água para mais de 2,5 milhões de pessoas na maior cidade da AL. Parece que em São Paulo, o “choque de gestão” dos tucanos levou a risca as lições (muito adiantadas e modernas) do Antônio Conselheiro: “….e então o sertão virará praia e a praia virará sertão….”

Envie seu Comentário