Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 18 fevereiro 2010

Vovô puxa a cola do Leão

18 de fevereiro de 2010 1

Como gritou a galera na saída do Aldo Dapuzzo, o Vovô puxou a cola do Leão. Deu Rio Grande no primeiro Rio-Rita de 2010. E com vitória de virada na casa do adversário: 2 a 1. O Vovô segue em segundo no Grupo 1 com oito pontos e manteve o invencibilidade de seis anos em clássicos. Não sabe o que é perder desde 2004. São nove vitórias e seis empates em 15 confrontos.

O São Paulo saiu na frente ao 11 do segundo tempo com Felipinho. Wagner Rincón lançou, o zagueiro Mano furou o cabeceio e Felipinho ficou solito pra marcar. Mesmo atrás, o Rio Grande pareceu mais lúcido, trocou mais passes e acabou premiado. Aos 24, Júnior Xavier ergueu na área e Henri desviou: 1 a 1.

No final, o lance decisivo. O goleiro Sandro tentou dar o balão, mas Luís Paulo, que estava fora da área, ficou na sua frente. Como o arqueiro demorou, o árbitrou marcou o tiro livre. Na bola rolada, Maicon bateu mascado, a redonda passou no meio da barreira, rasteira, e morreu na rede. Aos 50, Júnior Xavier ainda mandou um pênalti na trave, no que seria o 3 a 1.

Bom, a torcida do São Paulo vaiou o Sandro pra caramba, enquanto a do Vovô fez a festa. O vídeo mostra a comemoração do Rio Grande ao final do Rio-Rita.

Hoje tem Rio-Rita

18 de fevereiro de 2010 0

Às 20h30min de hoje, Rio Grande e São Paulo protagonizam no estádio Aldo Dapuzzo um dos confrontos mais tradicionais do Interior. É o primeiro clássico Rio-Rita de 2010, válido pela quarta rodada do Grupo 1 da Segundona – que no vídeo tem um clássico de 2008, fumaceira total.

As estatísticas do clássico não são precisas. Em um embate com equipes centenárias, os números se perderam ao longo dos anos e provocam divergências nos dois lados. De forma extraoficial, seriam 233 jogos, com vantagem do São Paulo, que ficou invicto de 2000 a 2004. No entanto, na história recente, quem domina o Rio-Rita é o Rio Grande.

O Vovô, como o Rio Grande é chamado, não perde um clássico em competições oficiais da FGF desde 19 de setembro de 2004, quando o São Paulo ganhou por 1 a 0, gol de Douglas, atual meia do Porto Alegre. Desde então, em Segundonas ou Copinhas, só deu Vovô. São oito vitórias e seis empates em 14 confrontos.

Contando torneios amistosos, a seca do São Paulo é mais curta. No ano passado, o Leão do Parque sagrou-se campeão citadino, ao vencer o triangular diante do Riograndense e do Rio Grande. No Rio-Rita decisivo, ganhou por 4 a 2.

Para a partida de hoje, as duas equipes apostam no retorno de seus atacante. Alan, no anfitrião São Paulo, e Roberto, no visitante Rio Grande. Os dois se recuperam de lesão, mas, como em qualquer clássico, formam o mistério do pré-jogo. O Vovô é vice-líder do Grupo 1 com cinco pontos, invicto na Segundona, enquanto o Leão está em quarto, com quatro.