Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts de fevereiro 2010

Há beleza na lama

26 de fevereiro de 2010 1

A lama voltou à praia do Cassino em Rio Grande, depois da ressaca que atingiu todo o o litoral gaúcho. E apesar da cara feia do dia, as bolotas apinhadas na areia até que podem resultar em belas cenas, como o flagrante registrado pelo fotógrafo freelancer Eduardo Beleske, ontem, no Cassino:

Rio Grande decreta situação de emergência

26 de fevereiro de 2010 0

O vice-prefeito Adinelson Troca, então prefeito em exercício na última quarta-feira, decretou situação de emergência em função das fortes tempestades  que atingiram a localidade do Bolaxa na madrugada do último dia 23. Casas foram destelhadas e duas desabaram. Além disso, árvores foram arrancadas.

Troca, que também é o coordenador da Defesa Civil no Município, assinou o decreto nº 10.618 levando em consideração os danos causados pelas tempestades. Os moradores dos imóveis atingidos receberam lonas, que serão substituídas por telhas na próxima semana. A Defesa Civil do Município vai a Porto Alegre na próxima segunda-feira buscar o material junto a Defesa Civil do Estado.

A lama voltou

26 de fevereiro de 2010 2

Lama voltou a aparecer no Cassino. Crédito: José Carlos SardáA lama, que teve força em 2009, deu as caras de novo no Cassino. O fenômeno, que traz sedimentos do fundo do mar, tem causa natural e humana. Dragagens antigas, feitas dentro do estuário ou descartadas em profundidades baixas, potencializam o processo. A lama veio ontem, com a forte ressaca. Lotou a praia de bolotas, que viraram até boneco de lama. A ressaca também afetou o Hermenegildo. Destruiu muretas e partes de casas.

Banco Mundial libera 16 milhões de dólares para Rio Grande

25 de fevereiro de 2010 0

O prefeito de Rio Grande, Fábio Branco (PMDB) assinou ontem, em Brasília, o contrato de liberação de 16 milhões de dólares financiados pelo Banco Mundial. Os recursos serão usados em projetos de infraestrutura urbana e geração de emprego.

A verba será remetida em duas etapas. A primeira liberada ontem representa 50% do total financiado acrescido de 40% de contrapartida da prefeitura, perfazendo um total de 13 milhões de dólares. O restante será liberado após a conclusão de 50% das obras previstas.

A primeira remessa será usada em obras de calçamento e pavimentação na área urbana do município e no balneário do Cassino. Ao todo deverão ser pavimentados 16 quilômetros de vias. Até março de 2011 será possível concluir a primeira parte dos projetos, o que habilitará o município a receber o restante do dinheiro. Os planos são de usar os outros 8 milhões de dólares do Banco Mundial no desenvolvimento de projetos de geração de emprego e renda.

Ressaca no Cassino

25 de fevereiro de 2010 0

Ressaca da madrugada chegou à Av. Beira-Mar. Crédito: José Carlos Sardá

Deu ressaca no Cassino na madrugada de hoje. Por volta das 4h, a maré ultrapassou a Av. Beira-Mar ficando a poucos metros da Paulino Modernel e a menos de 100 metros da préamar de 1º de Janeiro de 1980, considerada uma das mais altas do século passado. Como as fotos mostram, assutou. Hoje o tem sol, faz 22ºC, mas venta em Rio Grande.

Postado por José Carlos Sardá – conselho de blogueiros

Água passou pelos riachos e chegou nas primeiras ruas. Crédito: José Carlos Sardá

Aprovada a lei que proíbe os celulares

24 de fevereiro de 2010 1

A Câmara de Rio Grande aprovou o projeto de lei que veta celular e MP3 nas escolas da rede pública municipal. Foram dez votos a um. Agora o projeto vai para a mesa do prefeito Fábio Branco, que precisa regulamentar a lei, colocando as punições. Lembrando, as aulas voltam na segunda-feira. São 21 mil alunos em 64 escolas.

Celular e MP3 na berlinda das escolas

24 de fevereiro de 2010 24

Projeto de lei que vetar uso de celulares e MP3s em salas de aula da rede municipal. Crédito: Eduardo Beleske

Rio Grande discute o uso de celular e afins em sala de aula. O projeto de lei do vereador Delamar Mirapalheta (PDT), que veta celulares, aparelhos de MP3 e similares nas 64 escolas da rede municipal, está na pauta de hoje da Câmara local. Se aprovado e sancionado pelo prefeito, 21 mil alunos retomam aos estudos na segunda-feira com a nova norma em vigor.

A proposta exige que os aparelhos fiquem desligados nos horários de aula. Ela é inspirada em projeto similar do deputado federal Pompeu de Matos (PDT), com abrangência federal. No entanto, não estabelece penalidades. A regulamentação ficará a cargo do prefeito Fábio Branco (PMDB).

- Conversei com professores, coordenadores e pais de alunos. Ficou claro que o celular e o MP3 dispersam os alunos e tumultuam o trabalho dos professores – defende o vereador Delamar Mirapalheta.

O assunto já esteve em destaque nas escolas públicas da rede estadual. Uma lei de dezembro de 2007, de autoria do deputado estadual Giovani Cherini (PDT),  sancionada pela governadora Yeda Crusius (PSDB) em janeiro de 2008, exige que os celulares fiquem desligados durante as aulas. A norma vigora, porém, segundo a Secretaria da Educação gaúcha, cada escola é independente em sua forma de fiscalizar e punir.

É um assunto polêmico. Tem quem considere o celular e o MP3 incompatíveis com a sala de aula, mas há quem defenda o celular no silencioso. O certo é que nas turmas, quase totalidade dos estudantes possuem celular. 

R$ 15 milhões para Rio Grande

24 de fevereiro de 2010 0

Amanhã o prefeito Fábio Branco (PMDB) vai a Brasília para assinar a o empréstimo junto ao Banco Mundial (Bird) no valor de 8,1 milhões de dólares, cerca de R$ 15 milhões. A grana vai ser investida em obras de pavimentação e drenagem em Rio Grande, com contrapartida de 40% do Executivo. Boa notícia – ainda mais se as obras saírem do papel e forem bem efetuadas. Em tempos de polo naval, de crescimento iminente, qualificar a infraestrutura da cidade cai bem demais.

US$ 4 bi em Rio Grande

23 de fevereiro de 2010 0

O grupo paulista Engevix negocia com o governo gaúcho incentivos fiscais. A empresa deve levar a licitação da Petrobras e construir os oito cascos de plataformas para exploração no pré-sal. Ao todo, serão investidos em Rio Grande US$ 4 bilhões nos próximos cinco anos. A assinatura do contrato deve sair em até três meses. Boas novas para a região.

Desvio fechado na BR-116

23 de fevereiro de 2010 0

Nova ponte substitui a arrancada pelas águas do Arroio Pelotas em 2009. Crédito: Divulgação

Com as obras da nova ponte sobre o Arroio Fragata em fase final, a Ecosul informa vai fechar o desvio do km 528 da BR-116, entre Pelotas e Capão do Leão. O fechamento será amanhã. A partir de amanhã o tráfego de veículos será desviado através da Av. Três de Maio, em Capão do Leão.

A manobra é necessária para que as obras de terraplenagem e pavimentação sejam concluídas, e deste modo, a nova ponte seja definitivamente liberada. Esta substitui a ponte arrancada pelas águas do arroio na enxurrada de 2009.

A nova ponte é maior, tem 90 metros de extensão e é 3,70 metros mais alta do que a estrutura arrastada pelas águas em 28 de janeiro do ano passado. A previsão da concessionária é que até o final do mês de março a nova ponte seja inaugurada.