Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Licitação dos radares em Joinville terá um dos contratos de maior valor da Prefeitura

02 de setembro de 2014 0

Com valor máximo de R$ 36,7 milhões, a serem pagos em quatro anos, a licitação da fiscalização eletrônica de Joinville terá um dos contratos de maior valor da Prefeitura. O edital lançado em 2012 – foi cancelado depois – tinha valor máximo de R$ 23,4 milhões, mas com duração de dois anos e meio.
Duração
Como tem duração de quatro anos e possibilidade de prorrogação por mais cinco anos, quem ganhar a licitação agora poderá continuar alugando os radares, fotossensores e lombadas em Joinville até 2023. A maioria dos pontos de instalação do aparelhos definido no edital anterior foi mantida.

Edição do Simdec de Joinville teve 467 projetos inscritos

02 de setembro de 2014 0

A edição deste ano do Simdec de Joinville teve 467 projetos inscritos nas duas modalidades (edital e mecenato). As inscrições foram encerradas ontem. Agora, será feita a avaliação para decidir quais deles terão direito ao financiamento.

O Simdec reservou R$ 4,3 milhões para bancar os projetos culturais. No ano passado, o sistema recebeu 459 projetos.

Nova polêmica no atendimento do Samu em Joinville

02 de setembro de 2014 0

Uma nova polêmica no atendimento de emergência em Joinville. Atendendo determinação estadual, o Samu não está levando pacientes para hospitais privados, mesmo que o paciente informe que tem plano de saúde. O transporte só é feito para PAs e hospitais do SUS. A alegação – não confirmada pelo Estado – seria de que o governo estadual e o Samu estão enfrentando ações judiciais no Estado dos hospitais privados por terem levado pacientes que não contavam com toda a cobertura para os procedimentos realizados durante o atendimento.

Se a vítima insistir em ser levada para hospital privado, o Samu aguarda até a vinda de ambulâncias de outros serviços, como dos hospitais privados ou mesmo dos bombeiros voluntários. Os bombeiros voluntários não gostaram da determinação e garantem que continuarão fazendo o transporte para os locais que os pacientes desejarem. O encaminhamento para os hospitais privados seria uma forma também de desafogar o sistema público.

O que diz o Estado

A Secretaria de Estado da Saúde alega que o Samu faz os atendimentos de emergência sem perguntar ao paciente se ele tem ou não plano de saúde. Depois disso, antes do transporte para hospital, aí sim é indagado ao cidadão ou à sua família para onde ele quer ir – se o paciente não tem como responder, vai para o SUS. Mas, se o cidadão optar por hospital privado, o transporte terá de ser feito por outro serviço, o Samu só leva para o SUS.

:: Leia sobre economia do blog do Loetz :: 

Conselho da cidade não altera projeto original da LOT

01 de setembro de 2014 0

O Conselho da Cidade não concordou em mexer no projeto original da LOT nas dimensões das ruas e calçadas. A LOT propõe tamanhos diferentes, desde vias com 6,5 metros (pista de 5 metros e calçada de 1,5 metro, de um só lado) até 17 metros (duas calçadas de 3 m e o resto para pista e estacionamento) – há ainda dimensões intermediárias entre os dois extremos.

Reformas administrativas valem a partir de quinta-feira em Joinville

01 de setembro de 2014 0

Nesta quinta, quando Udo retorna da Alemanha, a reforma administrativa passa a valer definitivamente. Fundema e Ittran saem de cena. A área ambiental vira departamento dentro da Secretaria de Meio Ambiente e o trânsito passa a ser da alçada da Secretaria de Proteção Civil.

Uma diretoria vaga

Não haverá muitas mudanças de nomes. O secretário de Proteção Civil, César Roberto Nedochetko, será também o responsável pelo Departamento de Trânsito. Nedochetko tem três gerências para preencher após os pedidos de demissão na semana passada. No Meio Ambiente, Raquel Migliorini fica em uma das diretorias executivas. Há outra diretoria a ser ocupada.

TCE analisa gastos de pessoal da Prefeitura de Joinville

01 de setembro de 2014 0

O TCE analisa nesta quarta o resultado da auditoria nos gastos de pessoal da Prefeitura de Joinville em 2009. O então prefeito Carlito Merss se queixou de a folha ter aumentado R$ 71 milhões por causa de leis aprovadas antes do seu governo sem que houvesse previsão de receita para pagar esse incremento.

Land Rover está entre carros que serão leiloados em Joinville

01 de setembro de 2014 0

Uma Land Rover Defender, 47 Logan, 30 Parati, 20 Meriva e 14 Blazer, entre outros modelos, vão a leilão em Joinville no dia 18 de setembro. Tem também motos, caminhões e até um bote inflável, além de sucatas. Todas as informações sobre o leilão do governo do Estado estão em www.sea.sc.gov.br.

 

18% dos bebês nascidos em Joinville são de famílias que moram em outras cidades

01 de setembro de 2014 0

Nos últimos cinco anos, mães de 74 cidades de Santa Catarina escolheram Joinville para ter seus filhos. Dos 50 mil bebês nascidos na cidade, 9 mil são de famílias que moram em outros municípios, principalmente na área da SDR, como São Francisco, Araquari, Barra Velha e Garuva. Mas também cidades do Oeste e Sul tiveram mães com parto em Joinville.

Radares voltam a funcionar até novembro em Joinville

01 de setembro de 2014 0

O Ittran lançou sexta o novo edital da fiscalização eletrônica em Joinville. Os radares, fotossensores e lombadas eletrônicas foram desativados há um  ano porque o instituto entendeu que não havia mais como prorrogar o contrato então em vigor. A administração anterior abriu a licitação, mas a concorrência foi cancelada em março passado após o TCE questionar o edital.

Na atual licitação, foi mantida a previsão de instalação de 100 equipamentos, relata Romualdo França, em uma das últimas ações do Ittran – o instituto será transformado em Departamento de Trânsito nesta semana. Romualdo vai permanecer no comando da Seinfra. Além dos radares, fotossensores e lombadas, também serão alugados radares eletrônicos.

A abertura dos envelopes será no dia 7 de outubro. Se não houver questionamento administrativo ou judicial, a fiscalização eletrônica deve ser retomada em Joinville entre o final de outubro e início de novembro.

:: Estudo aponta oito saídas para o trânsito em Joinville ::

Confira os lugares previstos para receber os equipamentos eletrônicos:

Radares

ADOLFO DA VEIGA, Próximo nº 400
AFONSO MOREIRA, Próximo nº 400
ALBANO SCHMIDT, Nº 1.091
ALBANO SCHMIDT, Próximo nº 2.500 (TERMINAL TUPY)
ALBANO SCHMIDT, Próximo nº 3.200
ALUISIO PIRES CONDEIXA, Próximo nº 521
AREIA BRANCA, Próximo nº 420
BENJAMIN CONSTANT, Próximo nº 650
BLUMENAU, Nº 1.580
BOEHMERWALD, Próximo nº 600
CAMBORIU, Nº 201 E 202
COMANDANTE PAULO SERRA, Próximo nº 500
DONA ELSA MEINERT, Próximo nº 500
DONA FRANCISCA, Nº 11.657
DONA FRANCISCA, Nº 4.562 E 4.585
ESTRADA DA ILHA, Próximo nº 1.766
EXPEDICIONARIO HOLZ, Próximo nº 260
FATIMA, Próximo nº 542 GRACIOSA, Próximo nº 1.000
GUAIRA, Próximo nº 350
GUANABARA, PROX. MIOSOTES GUANABARA, Próximo nº 1.420
INACIO BASTOS, Nº 770 I
RIRIU, SOCIEDADE ALVORADA JARIVATUBA, Próximo nº 1.150
KURT MEINERT, Próximo nº 1.000
MARCOS WEHMUTH, Nº 2.979
MARECHAL LUZ, Próximo nº 700
MARQUES DE OLINDA, PROX, Nº 2.841
MARTINHO VAN BIENE, Próximo nº 900
MAX COLIN, PROX. 1.700
MINAS GERAIS, Próximo nº 5.400
MIOSOTES, Próximo nº 450
MONSENHOR GERCINO, Próximo nº 3.50
PAPA JOAO 23, PROX. CERRO VERDE PAULO SCHROEDER, Nº 1.113
PAULO SCHROEDER, Próximo nº 2.100
PONTE SERRADA, Próximo nº 400
PREF. BALTAZAR BUSCHLE, Próximo números 630 E 631
PREF. HELMUTH FALLGATTER, Nº 980
PREF. HELMUTH FALLGATTER, Próximo nº 3.605
QUINZE DE NOVEMBRO, Próximo nº 7.835
QUINZE DE NOVEMBRO, Próximo nº 6.050 RIO GRANDE DO SUL, Próximo nº 500
SANTO AGOSTINHO (ENTRE URSA MAIOR E JAPURA) SANTOS DUMONT, Próximo nº 1.025
SAO PAULO, nº 2.593
SAO PAULO, Próximo nº 200
TENENTE ANTONIO JOAO, Próximo nº 1.800
TENENTE ANTONIO JOAO, Próximo nº 800
TIMBO, PROX. Nº 980
TUIUTI, PROX. SUPERMERCADO BISTEK
WALDEMIRO JOSE BORGES, Próximo nº 3.400
WILLY SCHOSSLAND, Próximo nº 900

Lombadas eletrônicas (controle de velocidade)
ANITAPOLIS, Nº 245
DONA FRANCISCA, No 3.651
GOTHARD KAESEMODEL, Nº 326 E 533
IRIRIU, Nº 145
JUPITER, PROX. Nº 890
MONSENHOR GERCINO (CONDOMINIO ALTO DA COLINA) MONSENHOR GERCINO (E. M. ADA SANTANA DA SILVEIRA) MONSENHOR GERCINO, Nº 3.100 E 3.165
PREF. HELMUTH FALLGATTER, Nº 1.475 PREF. HELMUTH FALLGATTER, Nº 2.400
SANTA CATARINA (PRACA TIRADENTES) SANTA CATARINA, PROX. Nº 550 SANTOS DUMONT, Próximo nº 3.000 SAO PAULO, PROX. ENG. JOSE GOMES TERESOPOLIS, Próximo nº 300 E 460
TORIBIO SOARES PEREIRA, PROX. COLEGIO SANTO ANTONIO
VISCONDE DE TAUNAY, PROX. Nº 900
WALDEMIRO JOSE BORGES, Próximo nº 6.528
XAVIER ARP, Nº 250 E 251
CARLOS BENACK, Nº 480
NACAR, Próximo nº260

Radares em cruzamentos (sinal vermelho, parada sobre a faixa, controle de velocidade)
ALBANO SCHULZ X PRINCESA ISABEL
BLUMENAU X PRUDENTE DE MORAES
CEL. PROCOPIO GOMES X INACIO BASTOS (BAIRRO-CENTRO)
CEL. PROCOPIO GOMES X INACIO BASTOS (CENTRO-BAIRRO)
RUA DAS CEGONHAS X FRONTIN
DR. JOAO COLIN X BENJAMIN CONSTANT
DR. JOAO COLIN X MAX COLIN
DR. JOAO COLIN X PRUDENTE DE MORAES
FLORIANOPOLIS X GRACIOSA
FLORIANOPOLIS X GUANABARA
GETULIO VARGAS X INACIO BASTOS
GETULIO VARGAS X PADRE KOLB
HERMANN AUGUST LEPPER X OTTO EDUARDO LEPPER
JOSE VIEIRA X ITAIOPOLIS
MARQUES DE OLINDA X QUINZE DE NOVEMBRO
MAX COLIN X BLUMENAU
MONSENHOR GERCINO X 6 DE JANEIRO
MONSENHOR GERCINO X FATIMA MONSENHOR
GERCINO X JARIVATUBA
OTTOKAR DOERFFEL X MARQUES DE OLINDA
PAPA JOAO 23 X PASTEUR
PAULO SCHROEDER X BOEHMERWALD
QUINZE DE NOVEMBRO X TERMINAL VILA NOVA SANTOS DUMONT
TUIUTI SAO PAULO X INACIO BASTOS

Metade dos novos moradores de Joinville veio de fora

30 de agosto de 2014 0

Dos quase dez mil moradores que Joinville tem ganho por ano desde 2010, segundo as estimativas do IBGE, a metade veio de fora. Assim, são em torno de 5 mil pessoas que se mudam para a cidade todos os anos. Os demais fazem parte do crescimento vegetativo, isto é, são o saldo entre nascimento e mortalidade.

Joinville tem mantido a média anual de 7,2 mil nascimentos por ano. E anualmente morrem 2,5 mil pessoas. No caso da natalidade, são contabilizados apenas os filhos de mães com moradia na cidade – crianças de famílias que moram em outros municípios não entram na conta. A vinda de 5 mil migrantes por ano para Joinville é uma estimativa.

Na década passada, uma contagem da população no País em 2007 mostrou que o crescimento estava abaixo do projetado e as estimativas foram revisadas para baixo em determinadas cidades, como Joinville. O Censo de 2010 mostrou que o recálculo estava correto em Joinville.

Para além de 2040

Uma curiosidade estatística. Se for mantida a média de crescimento do começo desta década, Joinville chegará em 2020 com população perto de 620 mil habitantes. Ao final da década seguinte, já serão 740 mil pessoas morando na cidade. E, em 2040, 885 mil moradores. A marca de 1 milhão seria para depois de 2045. Mas é uma temeridade fazer projeções para períodos tão longos. Não bastasse isso, em algum momento por volta de 2030 e 2035, a população brasileira vai parar de crescer.

Ipreville volta a sofrer com atraso

29 de agosto de 2014 0

O atraso no pagamento das contribuições patrocinais ao Ipreville está ficando comum em Joinville. A Prefeitura vai deixar de pagar parte de sua obrigação entre os meses de julho e novembro: dos R$7,4 milhões mensais, não serão pagos R$4,5 milhões, criando uma conta de R$ 22,5 milhões. Esse débito será rolado, sendo pago em até cinco anos em parcelas mensais. Será a quinta negociação de débitos do Executivo envolvendo cotas patronais – há outras, mas relacionadas à dívidas de aluguéis, déficit autorial (reforço de caixa para manter as contas equilibradas), entre outras. Em 2000, alíquotas do empregador dos servidores do Hospital São José começaram a ser quitadas, em um contrato que vai até 2020. Em 2011, foram rolados outros R$14 milhões.
No ano passado, mais duas renegociações. A primeira delas foi já em janeiro, envolvendo dívidas deixadas pela administração anterior. O último parcelamento foi feito depois, desta vez, de dívidas criadas pelo atual governo.
A conta dos quatro parcelamentos obriga a Prefeitura a desembolsar R$1,2 milhão por mês. Como o novo atraso, essa conta vai subir no ano que vem.

Cautela no novo binário de Joinville

28 de agosto de 2014 0

Se não houver concordância da grande maioria dos moradores, o Ippuj não vai criar o binário da Rui Barbosa com a Vice-prefeito Luiz Carlos Garcia, no Norte de Joinville. Vai partir para a ampliação do binário da São Paulo com a Florianópolis, na zona Sul.

Joinville tem a 17ª maior tarifa d’água entre as 100 maiores cidades do País

28 de agosto de 2014 0

Entre as 100 maiores cidades do País, Joinville tem a 17ª maior tarifa d’água, conforme ranking de saneamento montado pela organização não governamental Trata Brasil. Divulgado ontem, o estudo traz dados de 2012. Naquele ano, o preço médio da tarifa foi de R$ 3,20 por metro cúbico.

Em 92º
Em Florianópolis e em Blumenau, as duas outras cidades de Santa Catarina presentes no estudo, a tarifa média não chegou a R$ 3 por m3. Com apenas 19% de cobertura de esgoto há dois anos, Joinville ficou em 92º no ranking das 100 cidades. Com menos de 10% em 2012, Blumenau amargou a 95ª colocação.

Promotor insiste em delegacia para menores em Joinville

28 de agosto de 2014 0

O promotor da Infância e Juventude de Joinville, Sérgio Joesting, insiste na instalação de delegacia especializada para menores. Ele lembra que a Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso está sobrecarregada e pode ficar com um só delegado após a aposentadoria de Marilisa Boehm.

CEIs pedem repasse de verba maior em Joinville

28 de agosto de 2014 0

Os centros de educação infantil abrigados no convênio da Ajorpeme com a Prefeitura de Joinville estão insatisfeitos com o atual contrato e, se não forem possíveis melhorias agora, que sejam adotadas no próximo convênio, válido para o ano que vem.

Os 32 CEIs atendem a 1,8 mil crianças. O valor pago pelo município – R$ 389 no turno integral e R$ 155 no parcial por criança de até três anos – é considerado insuficiente. Além disso, são feitas cobranças para desburocratizar a prestação de contas. O novo edital de credenciamento deve ser lançado nas próximas semanas. A Ajorpeme, parceira dos centros no convênio, mas sem ingerência na administração das unidades, concorda com as reivindicações dos CEIs.

Mais vagas

O Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente de Joinville seguiu lei federal e aprovou em resolução a oferta de vagas na educação infantil para crianças com quatro ou mais anos a partir de 2016. Neste ano, a matrícula na faixa etária passa a ser obrigatória. O conselho foi adiante: de 2019 em diante, a Prefeitura tem que oferecer vagas em turno integral para todas as crianças com quatro ou mais anos.