Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts do dia 25 outubro 2011

A tara por transar em lugares públicos (ou quero simplesmente ser flagrado)

25 de outubro de 2011 108

Foto: sxc.hu

Acredita que tem histórias a valer a respeito de sexo em lugares públicos neste mundo paralelo chamado internet? Em uma busca rápida, peguei notícias de alunos transando na universidade, um casal fazendo sexo em uma sacada de hotel, outro em meio à torcida de um jogo de futebol e, pasmem, até de um homem e uma mulher mantendo relações enquanto faziam uma rápida descida de paraquedas. Paraquedas, amigo! A sei lá quantos mil metros de altitude — perdão pela piada infame, mas isso que é levar a mulher às nuvens.

Entendo, sinceramente, entendo, essa tara por transar em lugares públicos: há aquela sensação de fazer o proibido, a adrenalina de pensar que a qualquer momento alguém vai aparecer, a fuga do habitual, do costume. Transgredir normas.

Já falamos disso uma vez, lembra? Surgiram vários comentários interessantes a respeito de experiências e realizações e como isso poderia apimentar a relação. Mas observando a foto de uma das notícias que encontrei tive certeza: além do inusitado, da situação de risco, sair do padrão e da rotina, esses casais querem — mesmo que inconscientemente — ser flagrados.

Dois estudantes (de sexo oposto) foram monitorados pelas câmeras de um hospital enquanto ela fazia sexo oral nele. Ganharam “bilhete para a casa”. O casal da sacada foi multado. Mas quando a mulher viu que os dois eram filmados, virou para a câmera e fez gestos obcenos. Tudo bem, aqui você pode me dizer que ela ficou com raiva de ter de parar bem na hora do bem bom, mas tenho minhas dúvidas…

Como nunca fiz nada em público ou passei pela possibilidade de ser visto, não posso opinar. Se alguém que passa por aqui tem uma opinião melhor sobre o tema, por favor. É só escrever nos comentários.