Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Pergunte aos Cuecas: o que fazer quando se está casada e o marido não desperta mais o tesão de antes?

15 de novembro de 2011 43

Foto: sxc.hu

Algo comum que acontece: os homens quando não querem mais aparecem com a desculpinha do trabalho, vão sumindo aos poucos e, se pressionados, aparece o papo de quero ficar solteiro, preciso de um tempo pra mim, acabei de sair de um relacionamento… enfim, todas aqueles desculpinhas default. Por que??

Olha, Dé, nunca apliquei esse golpe do “preciso de um tempo para mim”… Mas acredito que é por um único motivo: ele não quer mais, mas quer cultivar algo bom, quer manter um relacionamento de amizade com você. Quem sabe até amizade-colorida. Se ele disser “deu, chega, não aguento mais você” a coisa muda de figura, não? Você terá certeza de que o problema é com você. Se for a “desculpa default”, a mulher ainda pode pensar “ele está confuso”, quem sabe um dia a gente volte. Lendo parece simples, né? Abração

Olá, meus queridos. Muito se fala, aqui neste blog, sobre levar o parceiro à loucura, certo?! Então por favor, me digam, quais são as táticas infalíveis para levar o meu parceiro loucura?
Juju
Querida, Juju. Eu não conheço seu parceiro, não quero conhecer e muito menos levá-lo à loucura. Sai para lá… Vamos falar por mim, então: para me levar à loucura, não pode ser rápido, tem de ter muita preliminar, não pode ter frescura, tem de gostar de sexo, apertar, morder, beijar MUITO, com MUITA língua, MUITA vontade. Agarrar meu cabelo. Falar que estou agradando, porque sentir que estou agradando é “bem fácil”. Enfim, algumas coisinhas mais, mas que daí ficaria fácil demais para você aplicar com teu(s) parceiro(s). A dica infalível: desencane e aproveite o sexo. Ir à loucura é questão de tempo… Abração

Olá! Há um tempo que venho refletindo e pensando sobre manter uma relação com um travesti. Sou casado e tenho um casal de filhos. Um domingo desses, um tédio total, estava eu lendo cada linha, cada página do jornal e de repente me deparo com os famosos anúncios das garotas, garotos e travestis que são feitos nos jornais. Fiquei curioso e procurei na internet os endereços anunciados. E assim foram uns seis meses nessa procura, despertando o interesse em fazer um programa diferente. Há uns 2 meses atrás marquei e fui matar minha curiosidade. Pergunto a você: você manteria uma relação com um travesti? P.S.: Se não ficou claro para alguns, eu fui ativo e passivo nessa relação com o travesti.
Arthur
Complicado, hein, Arthur? Cara, a curiosidade matou o gato, não é mesmo? No seu caso, acho que você encontrou o que te satisfaz e, querendo ou não, você “saiu do armário”, como gostam de dizer. Se o relacionamento com travesti não lhe sai da cabeça, acho que você tem de conversar com sua esposa, com seus filhos, e jogar limpo. Eu não tenho interesse em travestis e não me relacionaria com um. Mas como você é casado, aconselho duas coisas: primeiro, use camisinha SEMPRE! Lembre que a vida é tua e faz o que bem entender, mas como você mantém relações com sua mulher, a vida dela é dela e você deve ter, no mínimo, um cuidado especial para não contrair possíveis DSTs. A partir do sexo seguro, manda ver. E seja feliz.

Vim para parabenizá-los pelo blog, dizer que sempre que posso dou uma passadinha por aqui e deixo minha opinião. Bom, eu não tenho exatamente uma pergunta, e sim o que seria mais um assunto pra ser debatido entre o pessoal. Tenho 23 anos e me casei aos 20, apesar de estar com esta pessoa desde os meus 19. Ele hoje está com 39, portanto há quatro anos atras estava com 35. Hoje temos um filho, o primeiro de ambos e na época em que o escolhi para ser meu parceiro por talvez toda a vida, fui questionada por amigos, colegas e parentes sobre essa diferença de idade de 16 anos. Quero saber o que o pessoal acha desse lance, da diferença de idade, tanto para o homem quanto para a mulher. Beijão pessoal, valeu.
ana
Ana, querida, escrevemos sobre isso há uns dias atrás. Coincidência, não? Passa lá e dá uma olhada nos comentários da turma e no texto que escrevemos. Se não te ajudar, volta aqui e deixa teu e-mail que mandamos direto para você, ok? Abração

Tenho acompanhado assiduamente e blog e tenho percebido que o pessoal realmente é muito critico e as opiniões são muito variadas. Sou casado há 11 anos, vivaa um casamento um tanto conturbado, aí eu tive a infelicidade de trair minha esposa com uma ex-namorada da qual ela tinha muito ciúmes. Como eu percebi a mancada que dei, fui sincero e um tempo depois contei a ela. Obviamente nosso casamento ficou por um fio. Desde então muita coisa aconteceu, nossa filha nasceu e aparentemente estava tudo bem. Mas há alguns dias minha esposa cruzou com a tal ex na rua. Depois desse dia foi uma briga só. Não quero que a história que construí com minha esposa e filha termine assim.
Casado
Meu amigo Casado. Você foi sincero, claro. Mas deu uma mancada. Ela também foi sincera e disse que tentaria superar. Mas também deu uma mancada. Por quê? Pelo fato de que não conseguiria esquecer o fato e achou que poderia. Mesmo com o casamento por um fio, tiveram um filho. E agora a coisa complica ainda mais, porque não são apenas vocês dois. A criança, que não tem nada a ver com a história, virou vítima. Sugestão: converse de uma vez por todas com sua mulher. Ou vai ou racha, sabe? Diga a ela que é hora da maturidade e de apagar os problemas do passado. Se isso não for possível, pense na melhor maneira de resolver. Pela filha de vocês. Espero que consigam. Abraços.

Oi Samba- cancioneiros, tive um relacionamento de 2 anos e 8 meses. Durante esse tempo, brigamos muito, fui traída, a família dele ficou contra mim e muitas coisas ruins aconteceram… Mas não conseguíamos terminar nunca, estavamos comprando casa e tudo, iríamos casar em 2010 e terminamos em julho de 2009 quando finalmente não tínhamos vontade nem de brigar mais. Mas tivemos recaídas e um dia desses ele começou a me ligar. Mas ele está casado. Nós não nos amamos, mas amamos o sexo um do outro. O que faço? Quero muito encontrar ele mais vezes mas é totalmente contra minha pessoa ter este tipo de relacionamento.
CADÊ MEUS PRINCIPIOS DE BOA MOÇA??
Assim, amiga. Você mesmo já definiu a situação: se é contra teus princípios, pare de encontrá-lo. Sexo, por sexo, você encontra em qualquer lugar. E aposto que outro homem conseguirá te levar à loucura como ele. Basta você deixar tua vida seguir adiante e parar com essas escapadas. É simples, amiga. Só que tem de ter força de vontade. Espero que você consiga.

Estou em um relacionamento que dura cinco anos, moramos juntos há dois. Nosso relacionamento é fantástico, porém, na cama, perdi o tesão há mais ou menos um ano! Ele é carinhoso, se esforça, mas o problema é comigo! Já tentei comprar fantasias e tudo mais que um bom sex shop oferece… ele enlouquece quando tentamos coisas diferentes mas eu não consigo chegar lá. Esse problema não ocorre somente comigo, pois divido esta história com algumas amigas e elas se identificam. Então fica a pergunta: o que nós mulheres devemos fazer para voltar a ter prazer com nossos parceiros?
Priscila M
Você já experimentou conversar com ele sobre isso? Dizer para ele que está com falta de tesão? Priscila M, o principal problema para a satisfação sexual é não se conhecer. E, o que é pior, não compartilhar com quem te dá o prazer. Se você compartilha e discute sobre isso com suas amigas, por que não fazer com ele também? Como você “parece” sempre a fim, talvez ele não tenha se ligado que a coisa está básica ou que não está tudo as mil maravilhas. Imagina se ele compartilha com os amigos “nossa, minha mulher é uma máquina, morre de tesão e blábláblá”. Tudo é questão de conversar, Priscila M. E, quem sabe, fazer coisas diferentes, além do que vocês já fizeram. Espero que vocês consigam se dar bem. Abração.

Comentários (43)

  • andre diz: 15 de novembro de 2011

    Bom dia Galera!
    eu n tinha conhecimento desse blog , fiquei muito satisfeito com as trocas de experiências e opiniões diferentes , sempre que puder vou dar uma passadinha por aqui…. também quero contar uma historia bem polemica “gays”

  • andre diz: 15 de novembro de 2011

    Galera , lendo as opiniões acima sobre “casada (o) Não desperta mais o mesmo tesão de antes” , Pelo pouco que conheço a vida , eu não acredito nessa expressão “perder o tesão”, acho que o Tesão esta dentro de todos nós só precisamos achar uma forma de despertar , Veja quantos casais tem vontade de fazer algo diferente e por vergonha de seu parceiro deixam as fantasias cair no esquecimento, Usar coisas novas na relação , inovar ser criativa( o) isso estimula o prazer , um exemplo : Você sabe que seu marido vai chegar do trabalho cansado , ao invez de ir jantar com ele e deixar ele ir dormir , deixe ele toma o banho , você deita ele e faz uma bela massagem e o surpreende , outro dia compra uma fantasia bem sexy e o surpreende , galera ninguém gosta de arroz e feijão todo dia …. Também Saliento ao HOMENS que mulheres Também Sentem PRAZER e TEM FANTASIAS , Amigo compre uma fantasia de bombeiro e esquenta sua relação …Importante que o casal esteja na mesma sintonia… Nunca deixe seu Prazer Cair na rotina e nunca se desmotive por causa das desculpas ..O ser humano gosta de coisas diferentes ! Importante saber driblar essas desculpinhas e todos sabem como!
    Sou gay casado a 2 anos e sempre estou inovando com fantasias , coisas eróticas , strip’s e muito mais ….por isso que o Prazer aqui em casa não cai na rotina , assim despertamos o desejo um do outro e acaba com as curiosidades da rua ! e Todos sabem que uma relação homo afetiva é bem mais complicada que uma relação hétero ..Portanto Usem a criatividade que a dentro de cada um !
    Abraços

  • M.A.R. diz: 15 de novembro de 2011

    Olá, leio o blog todos os dias.
    tenho 17 anos e sou casada com um himem de 31, temos muitas brigas por causa do passado, mas como a maioria do casal na cama tudo se acerta, tentei com outros homens durante nossa separação, mas nao rolou como desejado, teve um q até chamei pelo nome do meu marido…
    li bastante e ja percebi q os homens estao perdendo o tesao pelas mulheres, sera q um dia vcs podem me responder?
    Muitas amigas me dizem “não é à toa q estamos largando os homens para ficarmos com mulheres”.
    Na minha opinião, os homens acham q é carinho q elas qrem na cama, em alguns casos sim, mas o fato é q a agressividade na cama é o q torna mais satisfatório para uma mulher, claro q não é para espancar, mas umas mordidinhas pelo corpo ninguém resiste!
    Um super bjo.

  • Ana Carolina diz: 15 de novembro de 2011

    Adoro o blog! Leio sempre. Gostei do comentário do André. Realmente isso é muito complicado (ou nós complicamos). Tenho conversado muito com meu mariod, mas acho que ele não está entendendo. surgiro muitas coisas diferentes, mas ele não se mostra nem disposto a conversar. Diz que eu bato sempre na mesma tecla. Toda relação precisa de surpresas. A rotina mata. Mas acho que é uma questão de educação: não nos ensinaram a ser sinceros de verdade e conversar com o parceiro de forma aberta. São poucas as pessoas que conheço que fazem isso realmente. Será que tenho que seer sempre eu a surpreender? Não! relacionamento é uma via de mão dupla, o fluxo tem que ser dos 2 lados.

  • Luciano diz: 15 de novembro de 2011

    já li muita coisa por aqui, todos os dias um tema diferente, cada um com sua opinião e sua história.
    Hoje até apareceu alguém que gosta de levar uns petelocos na cama…rss
    Tá fraquinho hoje o POST, mas já me diverti.

    Valeu galera!!

  • Diego diz: 15 de novembro de 2011

    MAR, você esta casada com um “himem de 31 anos”?!!!… rsss, por isso deu problema!!

    Sds

  • Fabi diz: 15 de novembro de 2011

    Me identifiquei muito com a Priscila M. A situação é muito parecida. Estou em um relacionamento ha quase seis anos, um ano e meio moramos juntos. Em algumas coisas temos uma boa sintonia, mas no sexo… Perdi totalmente a vontade, o tesão. Ja tentei conversar sobre isso várias vezes e a única resposta que tenho é que é bobagem minha tentar mudar ou frescura. Por ele ta tudo bem. Mesmo que nossas transas acontecem cada vez mais distantes uma da outra. Essa “falha” no relacionamento, me levou a procurar outro. E foi totalmente o inverso que com meu namorado. Ele faz tudo que gosto, inclusive fora da cama. A situação é complicada e não tenho nem ideia do que fazer…

  • Antipático diz: 15 de novembro de 2011

    Algumas dicas para:
    Dé, os homens dificilmente são homens o suficiente para dizer as coisas cara a cara. Preferem sair pela tangente.
    Juju, pergunta pra ele o que ele gosta.É o melhor começo.
    Arthur, se tu gosta de veado, o mundo não precisa saber disso, nem tua mulher, muito menos teus filhos. Faz o que tem vontade, mas não bota no ventilador. O resultado é terrível.
    Casado, não satisfeito em fazer uma besteira (trair) ainda fez outra maior (contar).Já ouviu falar na maior invenção da humanidade, a mentira? E na suas variações, entre elas a “omissão”? Da próxima vez que for fazer besteira, tenta parar na primeira.
    CADÊ MEUS…, O prazer do sexo se sobrepõe aos teus princípios, não é? Manda o sem-vergonha respeitar a mulher com a qual se casou e parar de te procurar e aproveita também para, além de princípios, ter vergonha na cara.
    Priscila M, vê com o geneco se não é deficiência em algum hormônio. Não existe “relacionamento fantástico” se na cama o negócio não vai bem. Se não é, tenta uma terapia. Se não funcionar, troca de marido.

  • Pri diz: 15 de novembro de 2011

    Trair a mulher já é maldade,mas trair com um travesti é sinal de que tu é gay,então se separa o mais rápido possível e deixa a tua mulher ser feliz com um HOMEM de verdade!!! Filhos não são desculpa pra viver uma vida falsa!!!

  • Daniel diz: 15 de novembro de 2011

    O normal é a mulher não despertar mais tesão no homem, até porque a mulher fica acabada primeiro, passou dos 40, se não se cuida, já era.
    Portanto mulherada, vocês acham que estão com tudo, mas estão é dando um tiro no pé com esse papo furado.

  • Joca diz: 15 de novembro de 2011

    E aí galera.
    No feriado nem em sexo e relacionamento o povo pensa, kkkkkk.
    Olha, acho que o post esconde na verdade o verdadeiro animal que é o ser humano e que a sociedade impôs valores para ser “um ser sociável”.
    O compromisso de todo dia comparecer é algo mítico, inexistente. O cara que transa todo dia com a mulher dele provavelmente deve ser preso e considerado tarado.
    Eu acho que minha mulher perdeu um pouco o tesão de mim assim como eu perdi dela (um pouco). Já são mais de 8 anos.
    O que fazer? Tentar novidades e dar uma olhada pro lado procurando inspiração (olhada!).
    Senão, partiremos para o relacionamento aberto, que os participantes daqui tanto condenam, mas na verdade fazem algo pior: sair com a primeira(o) que der mole.
    O que as mulheres devem fazer: diz pro cara e troca uma ideia pra ver o que ele também pensa. Vai que ele também não esteja mais com a vontade toda que você acha que ele tem.

  • M.A.R. diz: 15 de novembro de 2011

    desculpe, queria dizer “HOMEM”
    perdao, acontece erro de digitacao…

  • CAMI diz: 15 de novembro de 2011

    Olha, nao gostaria de estar no lugar da mulher do Arthur…. putz, ser traida já é soda, ser traida pelo marido cujo relacionamento ja dura bastante tempo, com filhos… potencializa, e muito, a situaçao! Agora, ser traída com um traveco e descobrir que cara que dorme contigo é gay!!??? GOOD!!!! Mil anos de terapia pra salvar essa alma! Vai ter que ser uma rocha de tão forte!

    Arthur, tu precisas pular fora dessa relacao estável, não por ti, mas pela tua mulher e pelos teus filhos…SEJA HOMEM! Tu teve (ou tem) escolha, de gostar de transar com um travesti (é nítido que tu curtiu muito), e tua esposa também precisa ter as escolhas dela… ela precisa saber se quer esse relacionamento desse jeito (acredite, tem gente que suporta isso para salvar a imagem da familia socialmente – uma bobagem, eu sei), ou ela precisa sair disso pra ser feliz com quem ela escolha!

    Assim, em segredo, é muito injusto com ela….ela não esta tendo opçao de ajeitar vida dela conforme for melhor pra ela!!! Tu tem essa escolha e ela precisa fazer a dela!!

    No mais, passada a tormenta (vai ser feia a pegada!)…é correr pro abraço e ser feliz!!

  • Juarez diz: 15 de novembro de 2011

    olha galera, em especial ao juca, tenho 55 anos, e por mim transaria todos os dias(depois que me aposentei), porque no tempo que trabalhava, mesmo sendo mais jovem não era assim , deve ser o tal de stess, so que na época minha esposa queria todos os dias, só que agora inverteu as coisas, para minha esposa duas vezes por semana ta bom, pra mim não, agora pergunto é legal arrumar uma amante como ja me incentivaram? as 2 vezes por semana com minha esposa vale mais que 5 com outras (já dei umas puladas de cerca), só que jamais vou dar uma de santinho e contar pra ela, o que olhas não vêem coração não sente, vou fazer 31 anos de casamento, a única reclamação é minha esposa não acompanhar o meu pique (ela é 5 anos mais nova que eu), só que uns 20 anos atraz por conta o serviço ela me dava de relho, agora vou ter que respeitar a situação , vocês não acham? abraços

  • Felipe diz: 15 de novembro de 2011

    Gostaria de saber como posso fazer uma pergunta para ser respondida pelos participantes do blog.
    Obrigado.

  • Francisco diz: 15 de novembro de 2011

    Muitas questões nesse blog, mas a questão é a mesma; num relacionamento se perde o tesão sim, pelo cansaço da relação, dos conflitos não bem resolvidos; pelas diferenças abafadas pela paixão e, agora, vislumbradas. Vejo muitos amigos e amigas que “agonizam” nas suas relações. Acredito que são paixões que não ultrapassaram o estágio para o amor, para uma nova forma de parceria, com filhos e demais familiares agregados e amigos.
    Acredito que somos muito egoístas, homens e mulheres; talvez pela pressão da mídia que expõe super homens e super mulheres como modelos estéticos e sexuais.
    Esta fase passa e aí devemos lembrar o que falou o Padre na celebração dos casamento, “na alegria e na tristeza”, “na riqueza e na pobreza” e por aí vai….. Quero ver uma mulher de 25 ou 30 anos, cuidar de um parceiro doente, de 50 a 60 anos. É ruim , não é? Portanto pensem bem no que fazem das suas vidas, hoje; o envelhecimento é uma certeza e, no final, todos nós sabemos que iremos para o mesmo “lugar”.

  • Marcio-Forqueta diz: 16 de novembro de 2011

    Acho que os assuntos são muito complicados, e pra quem comentar é facil dizer faz isso, faz aquilo. Mas na verdade só quem esta passando ou já passou pode imaginar a enrrascada que se meteu.
    Alguns podem dizer e já disseram que é mais facil ter tesão forra do casamento. TÁ NA CARA QUE É MAIS FACIL. o amante fica só com a parte boa, você esta disposta a ter prazer, por isso vai dar e ele vai te pegar como fosse a ultima vez e pode ser, vai te pegar de jeito, vai te morder o pescoço vai te chupar todinha. (ACORDA TEU MARIDO JÁ FOI ASSIM, O QUE MUDOU) só foi a nossa cabeça deixamos os problemas do dia a dia maiores que o tesão. Outra coisa, se tu tinhas estrias aqui ou alí, mesmo que elas tenham aumentado, não foram um impecilio para teu marido dizer que te amava, não vão ser agora, se busca uma mulher que seja boa na cama e não bonita em um pedestal. e pra nós homem deixo a dica “Mulher não é banco de semem, pra nós simplismente fazer um depósito, não se esqueção que querem sexo de verdade então continuem dando.

    Abração!!!

  • João Tchê! diz: 16 de novembro de 2011

    Tchê!

    Para as gurias que falaram que estão perdendo o desejo pelos seus maridos…

    Muitas falam que ele é carinhoso, atencioso, meloso e etc. Tem que ser mesmo, mas nos devidos momentos.

    Fica minha dica:

    Rebolem, mas rebolem muito pra ele! Entrem no clima, vão curtir.

    O bagual vai relinchar a noite toda, com raiva, forte e viril!

    Com certeza vai reacender o fogo dentro de vcs!

    Deixem o carinho um pouco de lado, no café da manhã por exemplo, ao menos para experimentar.

    Há tempos atrás tivemos problemas, não como os sinalizados aqui, pois havia sexo, mas não era aquilo tudo não.

    Hoje, me sinto um Potro Mouro premiado na Expointer! Nem vou comentar como ela ta se sentindo…

    São 8 anos juntos e sexo como se tivessemos nos conhecido ontem!

    Tudo pelo simples fato dela se soltar e curtir!

    Então, fica minha dica, rebolem…

    Abcs,

    João Tchê!

  • João Tchê! diz: 16 de novembro de 2011

    Cami.

    Muito bom teu comentário. Um comentário feminino, heterossexual e de quem sabe muito!

    Abcs,

    João Tchê!

  • TIAGO CB diz: 16 de novembro de 2011

    Assunto delicado e dos mais comuns em relacionamentos, pois em alguns casos acontece que as pessoas se amam muito e tem um carinho muito especial um com o outro, mas se pensarem em transar o tesão não vem ou vem com pouca frequência 1vez em duas semanas, mesmo sabendo que o parceiro é maior gata (o), mas com outras pessoas pensam que transariam na hora. Com certeza serve tanto para homem quanto para mulher e acontece com muita gente isso.

  • Abel diz: 16 de novembro de 2011

    Se o cara nao da mais no couro…TRAI

    tem que trai, tem que transar com os outros

    abelpoa@gmail.com

    esse e-mail é boa pedida.

    Te ajudo no assunto

  • cleusa diz: 16 de novembro de 2011

    Bom quando não a mais tesão ja esta na hora de dar o tal do tempo pois quando a pessoa é casada muitas vezes a rotina toma conta e cacabamos nos esquecendo de que somos homem e mulher porque varias vezes somos companheira aquela que cuida dos afazeres de casa e por isso acaba o tesão

  • Cláudio para Arthur diz: 16 de novembro de 2011

    Arthur:
    Aparece aqui no blog cara,ou deixa teu e-mail.
    Também tenho “curiosidade” e gostaria de saber melhor sobre tua experiência antes de ir também.
    Abraço.

  • Daniel diz: 16 de novembro de 2011

    Olha, vou ser o mais sincero possível. Hoje em dia, está muito, mas muito mais fácil conseguir atingir nossos objetivos materiais( apto, casa, moto, carro, casa na praia e etc, profissionais (se graduar, fazer especialização, ter um emprego) do que manter um relacionamento razoavelmente estável com uma mulher… Impressionante. Se aquela frase que diz que mulher não sabe o que quer, nos tempos de hoje, está valendo muito mais.

  • João Tchê! diz: 16 de novembro de 2011

    Tchê!

    Lembrando que o BLOG é de Homens e para Homens. Mulheres são muito bem vindas, pois somos homens e adoramos elas.

    Agora esse pappinho de traveco, viado e outras coisas que não podemos relacionar, isso deve ser discutido em um blog específico, gls.

    Já ta dando cria…

    Vamos manter o único canal de Homem, com cara de homem e não travestido…

  • Mari diz: 16 de novembro de 2011

    Fiquei chocada com o relato do Arthur. Me coloquei no lugar da esposa dele e estou sem palavras. Procuro levar minha vida sem julgar os outros, mas aqui ficou difícil. Covardia e canalhice são as únicas palavras que me vêm.

  • De diz: 16 de novembro de 2011

    Estou num relacionamento à 9 meses, convivência com as famílias e tudo mais. Mas as vezes acontecem algumas coisas que me entristecem. Por exemplo, reunião de família na casa dele, tarde inteira tudo numa boa, bebendo, conversando… a meia noite eu disse que ia dormir porque tinha que acordar cedo no outro dia e ele diz que vai sair para comprar a saidera com a tia. Volta as 2h30 porque ficou bebendo e conversando no posto, e eu lá na cama dele, sem conseguir dormir, óbvio. Me sinto completamente desvalorizada.

  • Cláudio diz: 16 de novembro de 2011

    João:
    Não sei se o teu sobrenome é “tchê”,mas já que tu sempre assina assim,também gostaria de dizer que a maioria das pessoas aqui também é gaúcha,sente orgulho de ser daqui e tal,mas acho uma tremenda falta de necessidade assinar e escrever com sotaque.
    Do contrário,os cariocas,paulistas,baianos,etc, que frequentam o blog também poderão assinar com “oxente”,”vixi maria”,etc.
    Quanto à preferências e fantasias sexuais,cada um tem as suas,e eu respeito tudo e todos.Se tu não tem e ainda vai me dizer que é 100% fiel à tua mulher,esse também não é o blog indicado para ti.

  • João Tchê! diz: 16 de novembro de 2011

    De.

    Não se sinta devalorizada.

    Vc já esta sendo. Pula fora!

    Att,

    Joião Tchê!

  • Laura diz: 18 de novembro de 2011

    João Tchê, Gay não deixa de ser homem pela opção sexual.
    Aff!!
    Vi uma coisa lá em cima que concordo bastante:
    “Na minha opinião, os homens acham q é carinho q elas qrem na cama, em alguns casos sim, mas o fato é q a agressividade na cama é o q torna mais satisfatório para uma mulher”
    Claro que não estou dizendo que as mulheres gostam de apanhar, não é isso, mas ser firme, com pegada.

  • João Tchê! diz: 18 de novembro de 2011

    Laura.

    Sigo apenas a proposta inicial do Blog, papo de homem, pra homem.

    Abcs,

    João Tchê!

    A propósito, Tchê!, é brincadeira, pra quem não comentou que não tinha entendido…

  • Bruna diz: 18 de novembro de 2011

    Eu concordo com o João Tche, seguinte gente, não venham me dizer que respeitam tudo que é gosto de opção sexual.aposto que vocês não iriam respeitar se seu namorado/marido a traísse com um travesti.pelo amor de Deus ne.e relamente se os rapazes aqui querem ter experiencias homossexuais não precisam colocar aos quatro ventos os seus desejos.por respeito a voces e a nós.

  • (“l”)Fernandinha(“l”) diz: 22 de novembro de 2011

    Nossa é muita sacanagem expor a esposa a isso.
    Se tem curiosidade, libera ela poxa vida.. e vai fantasiar a vontade..
    Não tenho absolutamente nada contra opção sexual, mas traição é o fim, deixa de ser ordinario e joga limpo de uma vez, assim ela tambem vai conhecer outra pessoa…e lembre-se as chances que voce desperciçou com certeza alguem vai aproveitar por voce!
    Casamento não é prisão, se esta ruim, ou não esta satisfatório, se separa..o que não dá é para ficar expondo o outro ao ridiculo.

  • AS diz: 22 de novembro de 2011

    E ae, curto demais o blog!
    Vocês poderiam fazer um post falando de como ”segurar” para não chegar no finalmente…manias, geitos, etc…para curtir mais ainda a transa..heheh
    Valeu, abraço!!

  • ane diz: 22 de novembro de 2011

    Bah trair a mulher e ainda pagar um travesti pra isso O.o
    meu deus..chegou a me dar uma tristeza lendo isso ao imaginar se fosse cmgo!
    Coitada, é o fim da picada! Não tem coragem pra assumir que gosta de transar com outros homens, fico imaginando a cena dessa pessoa chegando em ksa depois da “trepada” e vendo a filha e a mulher…a tua consciência deve ser de ferro Arthur!
    NÃO QUERIA ESTAR NA PELE NA ESPOSA!

  • Cláudio diz: 23 de novembro de 2011

    Engraçado…
    Há uns dias atrás houve um post sobre lésbicas e não apareceram esses falsos moralistas querendo criticar duas mulheres que gostam de ficar se chupando.
    Agora que o Arthur postou sua experiência,um monte de cínicos descem o cacete no cara.
    Ah vão se enxergar…

  • ane diz: 23 de novembro de 2011

    Putz que ignorante!! o fato aqui não é o homossexualismo e sim a covardia e desonestidade!! Isso não tem sexo e nem cor o besta e sim valores morais… RIDICULO

    Vai fazer um curso de interpretação de texto antes de querer comentar aqui!

  • João Tchê! diz: 24 de novembro de 2011

    Claudio.

    Pq a opinião dos homosexuais não pode ser questionada e a dos Héteros como eu a a Ane é julgada por vcs errada?

    Acho engraçado exigir que eu aceite a opinião do Arthur e a minha opinião ser julgada. Esse pensamento sim é errado. Fato é que o Blog é de homem, a proposta inicial é de PAPO de HOMEM. Nunca em roda de amigos homens vi esse tipo de assunto. Aliás, aproveito para te dizer que tenho amigos homossexuais também, e els concordam com a minha opinião, pois é verdadeira, íntegra e não fere eles. Apenas deixa cada coisa em seu lugar. Isso é respeito!

    Att,
    João Tchê!

  • Ane diz: 24 de novembro de 2011

    Concordo plenamente com vc João Tchê!
    Esse comportamento que vc descreveu eu chamo de hipocrisia!
    Achar errado a opinião de outra pessoa é limitar o pensamento!! É não respeitar o outro, e ainda sim está incorrendo no próprio julgamento!
    O Arthur provavelmente não deve ter comentado isso com ninguém, utilizou o blog para desabafar ou isso foi uma simples invenção da galera que escreve aqui! De qq forma, existem vários como o Arthur nesta situação! O fato é que é preciso respeitar o próximo, quer se relacionar com outras pessoas, do mesmo sexo ou não, esteja sozinho para isso!! Essa é a MINHA opinião! Cada cabeça uma sentença, cada um sabe quando deita a cabeça no travesseiro! Triste é ver as pessoas se acovardando aos próprios desejos sem ter coragem para enfrentar as consequencias a fim de manter a dignidade e o respeito!

  • Daniel diz: 24 de novembro de 2011

    Como 99% das discussões, acabam na defesa ou não dos homossexuais.

  • Cláudio diz: 25 de novembro de 2011

    Ane:
    Que azedume!Ninguém aqui está “julgando” a opinião de ninguém.Apenas não entendo por que vocês não criticaram as lésbicas que vieram postar aqui dias atrás quando o assunto era “perder a mulher para outra”.E não me venha querer pregar moral falando de traição!Vai me dizer que tu nunca traiu ninguém?
    João:
    Já expressei minha opinião sobre ti e essa tua mania.Quanto ao blog,se é de homem pra homem,então corra as mulheres para o “donna”,ou “preciso falar”.

  • João Tchê! diz: 28 de novembro de 2011

    Cláudio.

    A mulher foi feita pra ficar perto do homem. É agradável, seja azeda, doce, suave ou venenosa. Adoramos mulheres. Isso é o que importa e é factível.

  • Carol diz: 28 de novembro de 2011

    Esse Cláudio não não entende que o problema não é ser gay ,e sim a falta de caráter de um homem que é casado com uma mulher,mas na verdade gosta mesmo é de travestis.Deveria ter coragem de se separar e assumir o que é,parar de enganar a coitada.

Envie seu Comentário