Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Posts na categoria "Sem categoria"

Voltaremos em 2012

30 de dezembro de 2011 5

Turma, desculpem a falta de posts. Desculpem a falta de satisfação quanto à falta de posts. Tudo vai voltar ao normal agora em 2012. Estivemos envolvidos com vários projetos aqui na redação de Zero Hora e o tempo foi curto para posts. Os comentários aprovados eram liberados esporadicamente. Vamos voltar em 2012, com certeza. Curtam nosso Facebook e nos sigam no Twitter. Dia 1º de janeiro estamos de volta!

Bom ano-novo a todos. Boas entradas e saídas – se é que me entendem…

UPDATE, 16h: o blog ia morrer, amigos. Não íamos mais postar. É um trabalho enorme, que vocês não têm noção. Por isso não postamos antes se continuaríamos ou não.

O que faz um homem ser bom de cama? Com a palavra, as mulheres

13 de outubro de 2011 131

Foto: sxc.hu

Então a moça que teve um affair com o Ashton Kutcher disse que o cara é bom de cama. Declarou em uma revista que foram para um hotel, que ela ficou peladona na frente dele e de uma outra moça, que fizeram uma festinha na hidromassagem e então rolou um beijo e, claro, sexo.

— Ele é bom — resumiu, sobre a noitada.

Fiquei pensando: o que leva um cara a ser bom de cama? Como que a mulher define isso? Ou ainda: como ela chegou a essa conclusão? Ser bom de cama… coisa bizarra.

Porque cada mulher é diferente, cada toque, cada gesto. Esses dias mesmo comentaram por aqui que um papai-mamãe pode causar estragos enormes. Ora, o cara, então, não fez nada de anormal e seria um “bom de cama”. Poderia ser definido pelo número de orgasmos que ele dá para a mulher? Dois, três, quatro, cinco… é possível seis? Ou talvez ele é o bonzão porque consegue transar por duas, três horas seguidas sem ao menos dar uma dormidinha para relaxar?

Olha, eu sei que no caso dessa menina do Kutcher o buraco é bem mais embaixo e ela quer apenas aparecer. Mas fiquei interessado na questão e pensei: por que não perguntar para as samba-cancioneiras e cancioneiros? Então, gente, mais um tema bom para discutir hoje: o que faz um homem ser bom de cama? Para participar, é só escrever nos comentários e aguardar a repercussão.

Não importa o tempo da transa, o que vale é saber fazer. É isso mesmo?

07 de outubro de 2011 156

Foto: sxc.hu

“Não importa o tempo, mas tem de saber fazer. Pode ficar cinco minutos e dormir, desde que me faça muito bem”. Quando ouvi a frase nos famosos bares da Cidade Baixa, três mulheres e um homem conversando, no primeiro momento não acreditei muito no que ela estava falando. O homem que estava na mesa, acompanhado de uma das três, também não levou fé. Deu para ver na cara dele. Então lembrei de outros posts daqui do blog que falam sobre a hora do sexo e dos comentários de vocês. E não tive dúvidas: ela estava mentindo.

Acredito se a mulher disser que tamanho não é documento. Que sexo oral não é questão imprescindível. Que pode rolar apenas um papai-e-mamãe que está tudo ótimo. Mas ficar “cinco minutos” como disse a moça do bar, é balela. Se for aquela rapidinha antes de ir para o trabalho, quando você está apressado ou prestes a se atrasar. Tudo bem, nesse caso impera que sejam cinco minutos e, inclusive, é muito gostoso e divertido.

Agora, que mulher aguenta uma semana com 35 minutos de sexo? As amigas transam esse tempo em uma saidinha rápida. E vão falar sobre as transas. E ela vai sentir-se ridicularizada. Porque mulheres falam muito de sexo. Se há homens que duvidam disso, coitados.

E veja a ironia: graças a este tipo de sexo, os que ficam mais de cinco minutos acabam se tornando “deuses”. Imagina a mulher que só conhece cinco minutos e acaba ficando com um cara que dura 30, 40, 50.

Será que é isso mesmo? Será que há espaço para os de cinco minutos? Se a mulher fosse convidada para sair com um de cinco minutos e um de 50, qual escolheria? Mulher leva mais em conta outras qualidades além do sexo para preferir os de cinco minutos?

Tenho certeza de que as respostas mais extraordinárias surgirão para as perguntas acima nos comentários. Assim como acredito que nos surpreenderemos muito com o que elas — graças a Deus sempre por aqui — irão expor. Até porque vamos falar sobre sexo. Mais fácil seria debatermos sobre a relatividade e as inúmeras maças que caem das árvores.

Ellen Roche para os homens, mas e para as mulheres: qual homem ideal para se ter um caso?

30 de setembro de 2011 145

Foto: sxc.hu

Publicamos ontem a pesquisa que apontava a Ellen Roche como a mulher ideal para ter um caso, um relacionamento extra-conjugal, um affair. E além da base científica da pesquisa, mostramos os motivos que fazem dela o alvo da maioria dos mais de 5 mil homens que votaram em um site americano.

Como o Samba-Canção é um espaço democrático, agora à tarde é a vez de você, mulher, que vive dando uma espiadinha por aqui para nos cornetar, eleger o macho da vez, o homem que te levaria à vida dupla, à quebra do mandamento divino, o adultério. Deixe o nome do escolhido até segunda-feira aí nos comentários. Na semana que vem, provaremos para vocês que a escolha não foi boa e que mulher, inevitavelmente, não sabe ter um amante.

Pode escolher quantos nomes você quiser, mas de preferência e para ajudar na contagem dos “votos”, escreva um nome por vez em cada comentário. Sabemos que isso é um tanto chato, mas imagine como será para nós na hora da contagem. Ficamos no 1 a 1 em chatice, ok? Foi dada a largada, escolha com sabedoria, samba-cancioneira.

UPDATE, 03 de outubro, 22h20min: Votação encerrada. Faremos a contagem dos votos para o post. Obrigado a quem votou.

Pergunte aos Cuecas: ele tem um relacionamento sério, mas procura a outra para um bom dia de sexo

28 de setembro de 2011 38

Foto: sxc.hu

Olá, turma. Mais uma vez vamos dividir o Pergunte aos Cuecas em duas partes para o post não ficar muito grande, ok? As outras perguntas serão respondidas à tarde ou amanhã pela manhã. Vamos ver como estará nossa vida aqui na Redação. Por enquanto, divirtam-se com as primeiras respostas.

Olá cuecas, primeiramente quero parabenizar pelo blog que está sensacional. Estou conhecendo uma pessoa há poucos meses, estamos gostando um do outro, nossos encontros são frequentes e intensos e quando não nos vemos a saudade é enorme de âmbas as partes. Mas como toda bela história sempre há algum porém, ele tem uma liberdade e independência muito grande. Em uma de nossas últimas conversas ele deixou a entender que não procura relacionamento sério, na verdade nem eu quero agora, mas deixei claro que no momento em que eu me sentir prejudicada caio fora e ele não gostou de ouvir isso. Na opinião de vocês, cuecas, o que ele está querendo?
RR
Quem é que gosta de ser rejeitado, RR? Ninguém, não é mesmo? Ele gosta de você, gosta da liberdade que vocês têm — que já definiram, inclusive — mas não gostou de ouvir que pode te perder. Não achas isso normal? Inverta a situação. Ele diz: olha, se tu acabar me machucando eu vou te largar. Pô, se tu não ficar chateada e não gostar de ouvir isso, questiono até o que você sente por ele. Do jeito que você narrou, eu acredito que para ele — e para ti também — está muito bom. E vocês devem ser felizes assim, caso contrário não estariam juntos há alguns meses. Resta saber até quando vão suportar e gostar dessa tal liberdade. Eu posso apostar que em algum momento isso será problema. Abração.

Homens são indecisos. No meu caso tive um relacionamento com um cueca em novembro até então tudo joia entre a gente mas nas férias cada um foi pra sua cidade e acabamos nos distanciando, só que eu acabei me envolvendo sentimentalmente. Na volta das aulas nos vemos sempre, e ele fica me encarando ou quando me vê da umas travadas, do tipo surpreso ou faz algo para chamar minha atenção. Antes conversávamos muito pelo MSN, hoje quando conversamos é só patadas. Por que os homens são indecisos, não sabem o que querem???
samba canceira
Sabe de uma coisa? Puxa ele para um canto, esclarece tudo o que os dois fizeram em suas cidades durante as férias e vejam se é possível continuar a relação que tinham antes. Se sim, samba cancioneira, seja feliz. Se ele ou você não gostarem do que cada um fez nesse período, vão cada um para seu lado e pronto. Tenho quase certeza de que ele acha que você aproveitou tanto quanto ele lá na sua cidade e, como você deve saber, o homem é bastante possessivo. E arrisco um palpite: ele teve oportunidades de curtir BEM lá (se fez algo ou não, são outros 500). Mas essas oportunidades fazem ele pensar no outro lado: nas tuas oportunidades. Será que você fez? Por isso, arrisco dizer, as patadas. E, por isso, a conversa é a melhor dica para a situação (como quase sempre é).

Namorei um cara por uns quatro anos mais ou menos, terminamos e ele em seguida engatou um outo relacionamento. Resolvi tocar minha vida e deixar que ele fizesse o mesmo. Foi o que aconteceu, se passaram dois anos desde então e nós nunca mais nos falamos, exceto profissionalmente, por e-mail, curto e grosso. Até que em agosto deste ano ele reapareceu, me convidou para sair. Aceitei. Ele canta aos quatro ventos que o relacionamento dele está bem, então que diabos ele quer comigo? SEXO ele não tem com ela? Não sei o que fazer, depois dizem que as mulheres que são complicadas, né?
Ju…
Amiga, é claro que ele tem sexo com ela. É claro que deve ser bom. É claro que a relação dele está boa. Mas também é claro que ele, ainda, quer transar com você. Ainda mais que você disse que são bons de cama, que têm química e tal. Ju…, se você consegue ficar tranquila nesse sentido, curtir esse sexo bom e deixar ele se resolver com seus “fantasmas” e com a infidelidade dele, siga em frente e aproveite muito. Se não, larga fora, porque tenho certeza de que sexo bom você encontra em qualquer lugar.

Conheci o blog de vcs, faz pouco tempo e admito que é ótimo! Gostaria de saber por que os homens mentem na cara das mulheres? Realmente pensam que não percebemos?
Cacá
Mas, Cacá, pensa assim: nenhuma mulher mente? Olha, posso até concordar que, talvez, o homem minta mais. Mas não consigo aceitar que mulheres não mentem. Que mulheres não traem. Que mulheres não desejam outros homens da mesma forma que os homens desejam as mulheres. Não vou responder tua pergunta jogando divagações aqui, vou responder, claro. Mas para e pensa sobre o que acabei de te dizer. O que acho é: se o fato é mentir, tanto homens quanto mulheres irão mentir na cara, descaradamente, sem medo de ser felizes. E ainda vão querer ser o mais convincentes possível. Logo, o problema não está no sexo dos anjos, mas na mentira dos diabinhos.

A guria disparou vários olhares pra mim. Aconteceu num bar e festa. Só que ela não tem iniciativa para conversar, seja pelo MSN ou quando passa por mim no corredor da universidade. Já convidei para sair, não aceitou. Já troquei ideia com ela no intervalo e pelo MSN. Tudo por iniciativa minha. E sempre que me ve não tira os olhos de mim. Eu não entendo. É normal a guria se interessar dessa forma e nunca puxar assunto?
Ricardo
Parceiro, ela quer Ibope. Eu tenho como princípio a seguinte regra: não quis uma vez, não ganha mais. Tentou uma vez? Ela não quis? Cai fora e deixa essa guria pra lá. Ela fica te olhando para você também ficar e ela se sentir desejada. Algo básico entre as mulheres: fazer joguinhos. Eu já teria deixado de lado há tempos. Porque eu duvido que você acredita que ela é o amor de sua vida, né? Cara, faculdade, por exemplo, é o lugar que mais tem mulheres. Vai à luta e passa o rodo aí.

Adoro o blog de vocês, tenho várias dúvidas pessoais, mas tenho que começar por uma: homens gostam de mulheres tatuadas? Estou falando de membros cobertos como perna, braço, costas… não borboletinhas aleatórias e ruivas rola?
flor
Amiga Flor. Homem gosta de mulher. E ponto! Agora, pode, sim, ter algum homem que não vai curtir ficar com uma mulher com corpo totalmente tatuado, cheia de piercings, parecendo o que gostam de chamar de “árvore de natal”. Você é assim? Há de convir que isso é ser um tanto “diferente”. E ser diferente, muitas vezes, causa problemas à pessoa. Mas tenho certeza de que seu “pé torto” encontrará um “chinelo velho” para calçar. Abração.

Faltaram brasileiras entre os melhores bumbuns do mundo do showbizz? Não para o Samba-Canção

19 de setembro de 2011 25

Não ficamos nem um pouco satisfeitos em saber que entre os 50 melhores bumbuns femininos do showbizz não havia uma única brasileira. Imaginamos que essa fato lamentável tenha ocorrido em função de termos as melhores e imbatíveis traseiras. Como o pessoal aqui do blog sabe o que é bom, resolvemos escolher as nossas top 10 e selecionamos a dedo algumas das maiores gatas do momento — ou que deixaram saudade — para você curtir. Aproveite: as nossas brasileiras são melhores que as outras.

Nicole Bahls — Foto: Marcos Serra Lima, Paparazzo

Juju Salimeni — Foto: Autumn Sonnichsen, Playboy

Cacau — Foto: Marcos Serra Lima, Paparazzo

As Scheillas, a Mello e a Carvalho — Foto: J. R. Duran, Playboy

Juliana Paes — Foto: Divulgação, Playboy

Tiazinha — Foto: Divulgação, Playboy

Feiticeira — Foto: Divulgação, Playboy

Sabrina Sato — Foto: Divulgação, VIP

Luana Piovani — Foto: Divulgação Paparazzo

E quando a mulher se torna a amante e a amante se torna a mulher?

19 de setembro de 2011 51

Foto: sxc.hu

Pense na seguinte ocasião: você está casado e tem uma amante. Acabou com sua mulher por este relacionamento não-convencional. Foi morar com a nova mulher. Passou a ter um relacionamento mais que estável. Ou seja: praticamente casou novamente. Porém, após alguns meses, cruzou com a ex em algum shopping da cidade, percebeu algumas coisas diferentes nela. Ela estava muito mais gostosa. Sedutora. Exalava sexo. Desejou-a novamente. Saíram. Transaram. Foi bom para caramba. E agora vocês se encontram seguidamente em fugidinhas (igualmente como certa vez foi com a outra) nada convencionais.

Bem diferente daquela vida que você levava antes da amante virar mulher e da mulher virar amante, não? Pode até ser. Duvido que esta ocasião narrada acima não seja mais que normal. Teu dia a dia era ruim, a pressão da vida gerava brigas todos os dias, as contas, o trabalho, os amigos, família dela, a tua família. Nem o sexo que vocês faziam com tanto gosto e que causava inveja no vizinho de baixo — e dos lados e de cima — estava igual. Era aquela rapidinha, quando rolava. Gozou. Dormiu.

Com a outra, não. Você ligava para ela. Conversava sobre os mais diversos e diferentes assuntos. Aqueles que você não conversava mais com sua mulher e que fazia você se sentir “vivo”, “diferente”, “fora da rotina do dia a dia”. Não havia cobranças. Não havia pressão. Era o melhor do que você poderia imaginar. Transavam forte e firme. Uma, duas, três… Suavam como doidos. Banho, beijo, casa. E a vida real vinha como um despertador fulminante sem botão de soneca. Você cansou e resolveu sair de cima do muro.

A questão é que você é o problema. Não ela. Não a outra. Você. Uma pessoa que preferiu ir atrás de outra mulher ao resolver teus problemas particulares. A outra mulher estava em casa como a primeira, mas você nunca estava satisfeito. Queria algo mais. Uma aventura, talvez. Um fato que fizesse te sentir homem, dominador, garanhão. Você poderia fazer tudo isso em casa, mas preferiu ir na rua. Agora, o que você tem na rua é o que tinha em casa. E a rua virou casa e você não gosta mais. Ou gosta, mas vai deixar tudo te dominar de novo: a pressão da vida, as contas, o trabalho, os amigos, família dela, a tua família.

A grosso modo, tenho certeza de que é isso o que acontece. Você pode mentir e dizer que não. Mas é exatamente por isso — e outros motivos muito piores — que a mulher se torna a amante e a amante se torna a mulher.

O Samba-Canção avisou e a Scarlett Johansson não quis nos escutar

15 de setembro de 2011 9

Foto: Reprodução Buzzfeed

Meus amigos samba-cancioneiros. Lembram que o Samba-Canção avisou há alguns posts? Quer gravar vídeos ou fazer fotos eróticas? Esteja preparado para o pior.

A Scarlett Johansson não nos ouviu e acabou na rede mundial de computadores — o famoso www. Não vai ser a primeira, nem a última vez que casos assim ocorrerão.

E, enquanto isso, nós e os milhões de fãs da bela loira podemos ver o quão boa atriz ela é — pois eu tenho certeza de que você percebeu a dramaticidade das imagens e as poses da moça.

Quando a mulher do amigo dá mole, o que você valoriza: a amizade ou a oportunidade?

12 de setembro de 2011 90

Foto: sxc.hu

Acho que vai dar problema. Estou há duas semanas ouvindo a mesma história do Samuel: “a Raquel está me dando mole, fica se jogando a todo momento que a gente está junto. Eu não sei mais o que fazer.” O problema está no fato de a Raquel ser mulher do melhor amigo do Samuel, o Vinícius. Conheço o Vinícius e o cara é gente boa. Não é tão meu amigo quanto do Samuel, mas sei que o relacionamento dos dois — da Raquel e do Samuel — não anda bem. Porém, o conselho que dou para o Samuel, talvez infelizmente para alguns, é: “não faça nada, vais te incomodar.” E aqui abro as várias questões para dar esse tipo de opinião.

Primeiro, acredito que o homem valoriza mais a amizade que a mulher. Mesmo que a Raquel seja uma gatinha, o Samuel cresceu com o Vinícius. Colega de escola, depois foram para a mesma faculdade. Só não trabalham no mesmo lugar porque o Vinícius recebeu uma proposta daquelas irrecusáveis ainda na época de graduação de uma multinacional. O Vinícius tem muito dinheiro, se deu muito bem na vida. Enfim, esse — dinheiro — não o assunto que interessa. Mas está contribuindo para a história.

O Samuel vai se incomodar porque a Raquel pode estar, apenas, valorizando a si mesma. Esqueci de dizer lá em cima que ela e o Vinícius não estão tão bem. Ele chega em casa esgotado, quase todos os dias estão brigando. O sexo bom que ocorria de três a quatro vezes por semana deu lugar a algumas rapidinhas e ela está se sentindo carente. Sei disso não apenas pelo óbvio, mas porque a Raquel contou para o Samuel. Segundo ele, até mesmo intimidades como o que eles fazem — ou no caso faziam — ela descreveu na penúltima conversa em um café lá pelo Bom Fim.

Entende por que acho que é fria? Está “fácil” demais. Os flertes são incontáveis. Os olhares estão diferentes. Até o jeito de ela falar com ele mudou. Minha opinião: ela está fazendo o que toda mulher faz: joga a linha e o anzol, você morde a isca e acaba na mesa do domingo como prato (ou pato) principal. A banca paga, mas cobra.

E você, samba-cancioneiro? Já passou por isso? O que fez? Foi para os finalmentes ou valorizou a amizade?

É verdade que homem não gosta de strip-tease? Saiba no 11º Pergunte aos Cuecas

07 de setembro de 2011 0

Foto: sxc.hu

Pois é, tive a infelicidade (felicidade) de conhecer um cara (casado) que me faz muito feliz sexualmente. Quando estamos juntos tudo é bom demais, mas sabe né, é o tipo cafajeste. Eu sei que é só sexo, momentos, só que eu já me apaixonei por ele. O que faço: deixo ir rolando assim ou acabo de vez. Esquecei de falar que além de ele fazer de tudo comigo, que é o que me deixou louca por ele, agora ele anda com uma tara de dar tapa no rosto e cuspir na minha boca, depois me lambe toda. Isso é normal? É tara de homem? Devo deixar? Adoro vocês…
Lu Farias
Amiga, Lu. Tu estás apaixonada mesmo ou estás realizada sexualmente como nunca esteve? Pode estar confundindo isso, não? Se não, esteja certa de que em algum momento vocês vão querer mais. Tu, principalmente. E daí, amiga, se ele não puder te dar esse mais, você vai sofrer. Ou esteja muito ciente disso e das implicações que continuar trarão ou aproveite até o momento de dizer “Chega, não aguento mais”. Se ele não responder ao amor – e for só sexo – pior ainda. E sim, é tara masculina. Poder de submissão e tal. Você se sente bem com isso? Se não, não tem porque se sujeitar a tais coisas, Lu. Se sim, deixa rolar e aproveita. Quem sabe você não cospe nele também para ele ver se é bom? Abração.

Por que os ex insistem em reaparecer?? Falta de opção ou carência? Adorei o blog e já estou curtindo no Face. Abraços
Bell
Olha, mesmo que tenha acabado, Bell, fica aquela coisa boa que rolou, tudo o que foi vivido e, com certeza, dá saudade. A opção de ceder e deixar que ele reapareça é tua. Quer curtir também? Beleza, aproveita. Se você não consegue desencanar depois dessa curtida, olha, tenha plena ciência de que você vai sofrer. Como costumo dizer: “a banca paga, mas a banca também cobra”.

Queridos cuecas de plantão, primeiramente o blog é ótimo e o acompanho sempre que possível. Minha questão de hoje é o seguinte: fiquei com um rapaz algumas vezes, ele é MUITO discreto, MUITO tímido, MUITO reservado, quase sempre eu tomo a iniciativa de procurá-lo. Quando eu não o faço, ele sempre dá um jeitinho de dar sinal de vida e parece que ele também se interessa, mas não deixa nada claro. Sinto que tem aquela química, uma compatibilidade legal e que ele seria uma pessoa ótima para se ter um relacionamento (até acho que ele não se considera uma pessoa de ficar de casinho). Gostaria muito de abordá-lo e ter uma conversa bem franca, mas tenho medo de assustá-lo. E agora, José?
CHRYS
Consultamos o José, nosso samba-cancioneiro reserva, Chrys, e ele disse que você tem de conversar com ele, sim. Se ele não quiser nada e vocês quiserem continuar o casinho, apenas, devem ir em frente. Quem sabe ele, realmente, queira algo mais mas não sabe como chegar em você? Mal uma conversa com certeza não pode fazer.

Primeiramente gostaria de falar que adoro o blog de vocês!!! As dicas são muuiitooo úteis!!
Eu tô ficando, namorando, não sei bem ao certo, com um menino que conheço há anos, e bom, ele SEMPRE foi muuuito galinha, demais, sempre com meninas diferentes eu sei das histórias e tudo de traições dele e tal. E eu acho que é por isso que não consigo confiar nele 100%. Será que pelo histórico dele, ele conseguiria me levar a sério? Me ajudemmmm!! =)
carol
Cara Carol. Você está atucanada assim pelo simples fato de conhecer o histórico dele, como dizes. Se não conhecesse, deixaria levar e as coisas se ajeitariam naturalmente. Converse com ele e sinta, realmente, se ele te fala a verdade. Mas sem dogmas de “conheço o passado”. Pense no futuro e no que ele é capaz de te dar. Se o futuro parece promissor, por que não investir?

Olá, cuecas queridos!
Outro dia, li um blog onde um cara apelava insistentemente para que nós, mulheres, não fizéssemos um strip-tease. Disse que era como uma encenação ridícula, um teatro de comédia, e que geralmente o amado interrompia na metade argumentando que não aguentava mais de tanto desejo (na verdade, essa seria uma desculpa para não cair na risada na nossa frente)! E agora? Qual a visão dos homens diante disso?
Candi
Candi, Candi. Pare imediatamente de ler esse blog e leia apenas o Samba-Canção! hehehehe… Quem em sã consciência não gosta de um bom strip? Apimenta a relação e, além de tudo, dá um tesão danado. A dica, para não ocorrer “gargalhadas” – se é que isso será possível -, seria você pensar muito bem em como e quando fazer. E não faça muitas caras e bocas. Seja sensual, sem ser piegas. E eu tenho certeza de que você sabe ser sensual. Ah, e que seu par vai adorar. Passa por aqui para contar como foi, ok? Beijos

olá pessoal querido do samba-canção! Adoro muito vocês! Minha dúvida é a seguinte: eu namoro com um rapaz há quase um ano e meio, nós somos muito apaixonados, fazemos planos pro futuro e etc. O problema é que eu tenho um amigo muito interessante, pelo qual me sinto muito atraída, não rola nenhum sentimento além da amizade, só atração mesmo. Eu queria pelo menos uma vez ter algo a mais com esse amigo, mas tenho muito medo de que meu namorado descubra e termine comigo. O que faço? Adoro vocês, grande beijo!
Lu
Esteja preparada para duas coisas: primeiro, você vai querer repetir a dose se fizer “apenas uma vez”. Dois: isso se chamará traição! Você gostaria que o seu namorado fizesse “pelo menos uma vez” algo com uma amiga que ele sente atração? Acho que não, não é mesmo? Lu: a banca paga, mas a banca cobra! Cuidado! Uma simples atração e simples uma ação podem acabar com algo muito bonito e com um futuro muito promissor.

Nervosismo na hora H: mito ou verdade? Pode acontecer de o cara querer tanto ficar com uma guria que acha o máximo, que, na hora do sexo, fique tão nervoso e não consegua manter a ereção? E depois? O cara foge ou tenta de novo??? Help!!!
Maria Eduarda
Claro que pode, Maria Eduarda. No histórico do blog temos o caso do Rodrigo! Leia aqui! Eu acho que, se acontecer, ele tem de ter uma segunda chance sua e deve tentar se todas as formas se dar essa segunda chance. Homem não é máquina. Mulher também não. O problema é que quando o aparelho masculino dá problema, é notável. Quando a mulher não está a fim, até é possível fingir. Procure relaxar parceiro para que isso não aconteça. Se acontecer, procure relaxá-lo mais ainda. Para que não fique o trauma e a coisa degringole de vez. Sexo é bom. E vocês com certeza sabem como fazê-lo.

Olá queridos!!! Tenho um dúvida cruel: meu marido me traiu e nega até a morte. Sei inclusive que ele se apaixonou por essa pessoa, mas por várias questões resolvemos viver a vida e esquecer esse episódio triste. Porém não consigo viver com a dúvida se ele ainda ama essa pessoa. Será que ele continuou comigo porque teria que vender tudo e me dar a metade?? Sei que isso é muito pessoal, mas qualquer opinião é valida. Abraços e adoro vocês
Luana
Acredito que ele ficou com você porque ama você. Homem, quando quer, larga tudo. Não quer saber de coisas materiais, quer aproveitar a vida e quer ficar com realmente gosta. Luana, é difícil, mas tente esquecer isso. Bens materiais são muito menores que amor. Você escolheu continuar por causa do amor. Agora, siga a vida. Esqueça o passado e trilhem um futuro melhor juntos, para que isso não aconteça mais. Beijos.

Rapazes, quando conheci o Rafael, meu namorado, ainda estava na fossa por causa do meu ex. A coisa se desenvolveu e sou louca pelo Rafael. Só que dias desses o ex veio me procurar e eu acabei ficando com ele. O Rafael recebeu um telefonema que me entregou. Ele diz que foi uma pessoa de confiança e que não mentiria quem ligou pra ele, mas antes disso disse que era uma ligação anônima. Ele não me perdoou mas também não conta quem ligou. Ele pode estar blefando? Pode ter sido apenas uma ligação anônima? A questão é que ele nem quis me ouvir…
Bruna
Mas, Bruna, vai ouvir para quê? O fato está consumado. Não interessa quem ligou. Interessa que você, infelizmente, errou. O que ele tem de ouvir e tentar é conversar se vocês irão continuar juntos e superar isso ou irão cada um para o seu lado. Ex são complicados, eu sei. Mas, dessa vez, você pisou no tomate. Quer limpar a sujeira, chame-o para a conversa e decidam o futuro juntos.

Oii, os homens realmente sentem muuuito mais prazer gozando dentro da mulher do que fora?? Tem tanta diferença assim para vocês? Beijos
Clara
Sim, sentimos. Imagina você comer um cachorro-quente sem salsicha. Qual será a graça? E outra: para vocês também faz diferença, Clara. Porque vocês adoram sentir que estamos gozando e todo o envolvimento durante e pós gozo. Pode apostar que é bem melhor dentro do que fora. Claro, de vez em quando, uma brincadeirinha aqui e ali pode fazer com que fora seja incrivelmente bom. Mas não é regra.

Eu sou apaixonada por um garoto, ele tem 20 anos e eu tenho 16. Já ficamos várias vezes, mas sempre brigamos. Ele diz pra mim que não gosta de mim, mas sempre que brigamos ele me liga pergunta se eu estou bem e sempre acabamos nos entendendo. Sempre que saímos para conversar, a conversa acaba em beijos e etc. Não sei mais o que fazer. Me ajudem por favor eu amo ele demais.
Jaque
Olha, Jaque, isso é natural da idade. Ele deve querer ficar com você, gosta de você e tudo mais, mas também quer aproveitar o “auge” dos seus 20 anos. Vocês são novos e irão aprender sobre isso. Mas fica a dica de sempre: conversa. Se vocês querem algo mais que apenas uns beijos, toquem ficha. Se não, aproveitem a idade e, lá adiante, tentem reatar essa paixão adolescente. Abração.

Olá garotos, acompanho o blog desde o início e acho o máximo. Mas vejamos. Namoro há quatro anos o mesmo rapaz. Antes de mim ele teve poucas namoradas, nenhuma de muito tempo. Nada mais que seis meses. Acredito que não tenha transado com muitas garotas devido a sua “inexperiência” em certos aspectos. No inicio ele tinha vergonha de ficar pelado, etc. nunca se mostrou muito a fim do sexo. Claro, no inicio rolavam vezes mais seguidas, mas de uns tempos para cá é apenas uma vez. Sempre fui eu quem “procurei” por ele pra que rolasse, poucas vezes ele tomou a iniciativa. Antes tinha mais pegada da parte dele, mais desejo. Seja lá como for. Às vezes acho até meio mulherzinha por que ele se esquiva do sexo. Não sei mais que pensar. Que vocês acham? Beijão
lulu
Querida lulu. Você já conversou com ele sobre isso? Pode não ser nada demais. Ele pode apenas não ter tanto tesão quanto a maioria dos homens e até mesmo quanto você. Ele pode, também, ter algum problema pessoal e não quer compartilhar com você e isso inibe a libido dele. Ele pode, sim, ser meio mulherzinha e ainda não “descobriu” isso, por que não? É difícil opinar e dizer “é isso” porque corremos o risco – e certamente vamos – de errar. Você tem de “entender” o que se passa durante e depois da conversa. O resto é contigo. Ou melhor, com vocês. Vai que depois disso ele não te puxa e te dá o maior e melhor sexo da tua vida? Beijos, garota.