Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Dida fala para Sant'Ana que tem possibilidade de renovação de contrato no Grêmio

10 de outubro de 2013 27

Confira a entrevista que Sant’Ana fez com Dida, falando da sua possibilidade de contratação no time

Comentários (27)

  • Sérgio diz: 10 de outubro de 2013

    Fico com pena dos entrevistados dele. Aguentar um chato falando bem do lado do teu rosto, soltando bafo, te tocando e com conversa de gagá… Puts, Santana. Te aposenta. Tu fala dos chatos mas tu tá sendo o maior deles.

  • suzana diz: 10 de outubro de 2013

    Sant’Ana parabéns pela entrevista. Mas que morenaço! Que elegante além de ser um grande goleiro! Parece ter 20 e não 40. Imagino os filhos dele, devem ser lindos!

  • Leroy diz: 10 de outubro de 2013

    O caquético que escalou o time do Renato contra o Criciúma?
    O perturbado que falou que o Grêmio é clube pequeno?
    Vai pros quintos, velho bocó.

  • mauri diz: 10 de outubro de 2013

    Bela entrevista Sr. Paulo Sant’ana. Quando será a entrevista com Barcos, o qual tu também trouxe para o Grêmio..

  • jose diz: 10 de outubro de 2013

    Sai fora véio gagá… tu já era! tá ultrapassado, pega teu cartão do tri e vai pra casa dormí !

  • PANDA diz: 10 de outubro de 2013

    SANTANA NÃO TRABALHA??? PASSA O DIA NA ARENA… PQP!

  • URSO diz: 10 de outubro de 2013

    PARA O PANDA: Acho que isso foi tudo no mesmo dia. Sant’Ana MITO!

  • Julio Mahl diz: 10 de outubro de 2013

    O Paulo Santana é dimóóóóís!!!!!! grande fera!

  • LAERT diz: 10 de outubro de 2013

    Dida realmente tem condições de ser titular por mais um ano.
    Mas Barcos não, seu Santana. Esse não vale a pena.

  • Jorge Brown diz: 10 de outubro de 2013

    Oi Santana,
    Ontem ouvindo o Sala pe dei conta, ao te ouvir, que não sabias da negativa do Presidente Figueiredo para o Brasil sediar a copa do mundo.
    Então vai aqui uma contribuição do teu fã.
    Filho de Figueiredo conta por que o pai se recusou a fazer Copa do Mundo no Brasil
    Jorge Brown
    Gold Coast, Queensland
    Australia
    =========================================
    Do Site do Hélio Fernandes: http://heliofernandes.com.br/?p=68441
    Mário Assis

    Circula na internet uma mensagem de Paulo Figueiredo, filho do general João Batista Figueiredo, o último militar a ocupar a Presidência da República durante o regime militar. Ele relata por que seu pai não aceitou que o Brasil sediasse a Copa na década de 80.

    ###

    A PONTA DO ICEBERG

    Paulo Figueiredo

    De repente eu comecei a receber uma enxurrada de mensagens mencionando esta estória,que segue abaixo. Sou, evidentemente, talvez o cara mais suspeito para tecer considerações sobre qualquer matéria que faça juízo de valor a respeito de meu pai, especialmente em atos do seu governo.

    Mas sobre este episódio, especificamente, não posso me furtar a dizer, e com certeza absoluta, que o que está relatado é totalmente verdadeiro.

    Até porque, calhou de eu estar presente no mencionado encontro. Tinha acabado de vir do Rio, e fui direto ao Torto ver os meus pais, como eu sempre fazia assim que chegava em Brasília. Soube que o “Velho” estava reunido com o Havelange, no gabinete da residência. Como sempre tivemos com ele uma relação muito cordial, me permiti entrar para cumprimentá-lo e dar-lhe um abraço.

    “- João e João? Esta reunião eu tenho que respeitar !”, brinquei irreverente, dele recebendo um carinhoso beijo. (Havelange sempre teve o hábito de beijar os amigos). Ia, logicamente, me retirar, mas Papai me deixou à vontade:

    “- Senta aí, estamos falando de futebol, que é coisa que você adora”.

    Fui logo sacaneando : “- E ele já descobriu um jeito de salvar o Fluminense ?” (risos – os dois, tricolores roxos).

    “- Ainda não, mas vamos chegar lá. Estamos conversando sobre Copa do Mundo …”

    E deu-se então o diálogo, do qual o trecho que está contido no texto fez parte, realmente. O Velho não concordava que o país dispendesse quase 1 bilhão de dólares (valor abissal para os números daquela época) para tentar satisfazer o caderno de encargos da Fifa, principalmente diante do quadro de enorme dificuldade financeira que o Brasil atravessava. Uma situação cambial dramática, resultante de um aperto histórico na liquidez internacional – taxa de juros internacionais de 22% a.a, barril de petróleo a 50 dólares no mercado spot – agravada pela necessidade de se dar continuidade a um importantíssimo conjunto de obras de infraestrutura. Muitas delas iniciadas, diga-se de passagem, em governos anteriores, mas que não poderiam ser paralisadas por serem realmente de vital importância para a continuidade do nosso desenvolvimento.

    Para se ter uma idéia: produzíamos apenas, em 1979 (quando houve o segundo “oil shock”) 164.000 barris de petróleo por dia, contra uma demanda de 1,2 milhões. Um forte investimento nos programas de prospecção e mudança no perfil do refino, associado à criação e implementação do Proácool, permitiu que em 1985 se atingisse uma produção de 640 mil barris/dia , fora a triplicação das reservas cubadas de gás, e ainda tivéssemos grande parte da bacia de Campos instalada (o que, sem medo de falar bobagem, até hoje garante o abastecimento do nosso carro ou o óleo diesel do nosso busão.)

    Realmente, era contrastante com o que se fez (ou melhor, o que NÃO se fez) nos governos seguintes : várias hidrelétricas, começando por Itaipu – até hoje é a segunda maior do mundo, além de Tucuruí, Balbina, Sobradinho, etc, todas com as suas gigantescas linhas de transmissão; conclusão da expansão de todas as grandes siderúrgicas (CSN, Usiminas, Cosipa e outras – que fizeram o Brasil passar de crônico importador para exportador de aço); conclusão das usinas de Angra 1 e 2; um programa agrícola que permitiu que ainda hoje estejamos colhendo os frutos da disparada de produção de grãos – graças à Embrapa, ao programa dos cerrados e ao programa “Plante que o João garante”; um salto formidável nas telecomunicações, até então ridículas; multiplicação da malha rodoviária – a mesma, praticamente, na qual hoje ainda rodamos, só que agora sucateada e abandonada; inauguração de dois metrôs : Rio e São Paulo; instalação de vários açudes no sertão nordestino ; e, o que não vejo ninguém da mídia mencionar (até porque não lhes interessa) : a construção de 2,4 milhões de casas populares, mais do que toda a história do BNH até então, e muito mais do que a soma de todos os outros governos (?!) que sucederam.

    Isto é apenas o que eu me lembro agora, ao aqui escrever rapidamente. Em resumo : naquela época, o dinheiro dos impostos dos brasileiros, simplesmente, destinava-se ao desenvolvimento do país.

    Daí não ter havido condições de se fazer a Copa de 1986. O mais engraçado foi no dia seguinte : Delfim era muito ligado ao então presidente da CBF (ou ainda era CBD ?), Giulite Coutinho, que, lógico, tinha todo o interesse em trazer aquela Copa para o Brasil. No despacho, Delfim foi logo colocando: – “Presidente, trago aqui os números globais de custo para fazermos a Copa, blá, blá, vai dar entre uns 300 a 500 milhões de dólares, blá, blá …”

    O Velho, que já havia pedido ao SNI para preparar um estudo acurado, cortou sumariamente : -”Não é isso não, Delfim, você está enganado, iria custar isto, mais isto, mais aquilo … e pode esquecer porque nós não vamos entrar nesta fria !”

    Mas, para concluir, já falando do presente : o que se está fazendo com o povo brasileiro é simplesmente criminoso. Só que a roubalheira na construção dos estádios é apenas a cabeça do iceberg…

  • Marcelo diz: 10 de outubro de 2013

    Santana é o cara! Entrevista o cara na lata! Muito bom o canal

  • José Luiz Silveira diz: 11 de outubro de 2013

    Só não pode dar conselhos ao Renato. A última vez foi mal.

  • RENATO JUNIOR diz: 11 de outubro de 2013

    EIS O BELO EXEMPLO DE ATLETA COM COMPROMETIMENTO, GARRA, SERENIDADE E COMPETÊNCIA DEFENDENDO AS CORES DO NOSSO TRICOLOR!!

  • Fernando diz: 11 de outubro de 2013

    Já não chega os pitacos do Santana no último jogo?????? “zé e elano”??? Aposto que o Dida vai levar um frango no próximo jogo depois que o seeeeeu santana foi falar com ele…. Deu pra ti Santana pé frio…. Asilooooo…. Acha que sabe alguma coisa… vai dar pitacos em kasa…..Não ve que ta atrapalhando??? #### Fika a dica

  • Adriano diz: 11 de outubro de 2013

    Santana

    Pelo AMOR AO GREMIO Ajuda a mandar esse barCUs embora!!

  • Victor diz: 11 de outubro de 2013

    Aí meu amigo PANDA, quando eu tiver na idade do Santana e ter feito tudo o que ele já fez, também não quero mais estar trabalhando, apenas fazendo aquilo que gosto, como o Santana está fazendo…

  • jose carlos diz: 11 de outubro de 2013

    Panda ou Anta? Respeite o Santana cara. Ele ta fazendo o trabalho dele, sim. E se nao trabalhar, qual o problema. Ja fez a parte dele.Kk

  • Andrew Oliveira Silva diz: 11 de outubro de 2013

    ahhhh larga daí velho pé frio!

    foi na Arena e pediu pro renato colocar zé roberto e elano e cagou o time.

    ninguém marcava e ninguém construia jogadas.

    tem que voltar aquele time de marcação que só assim vamos conseguir alguma coisa

  • jose luiz klippel diz: 11 de outubro de 2013

    dida renovar por mais um ano??…pelo amor de deus naaãaoooooooooooooooooooooooooo…parem de brincar com o grêmio..um novo goleiro para o grêmio ano q vem e obrigatório se queremos ganhar um titulo importante

  • Rafael Tricolor diz: 11 de outubro de 2013

    DIDA MERECE SELEÇÃO!!!

    FORA BARCOS PELO AMOR DE DEUS!!!

  • Adicleiton Damin diz: 11 de outubro de 2013

    As entrevistas do Paulo são sempre maravilhosas. Diferentes das convencionais. O problema é que ele quase beija o entrevistado..kkkk

    Abraços Paulo Santana. Seus fãs aqui de Foz do Iguaçu/PR

  • Nelson diz: 11 de outubro de 2013

    Alguém, por favor, avisa o Paulo Santanna que esse tipo de manifestação, assim como a que pediu Elano e Zé Roberto, é um desserviço ao Grêmio. Obrigado.

  • Luiz Paulo – Londrina diz: 11 de outubro de 2013

    TUDO NORMAL. APENAS, SEMPRE CONFIE EM DEUS. VOCE MESMO DISSE EM VÍDEO: “MAIS PARA FRENTE VAMOS TOPAR COM ELE”.

  • Felipe diz: 11 de outubro de 2013

    O cara não deixa o Dida falar…

  • Rodrigo diz: 11 de outubro de 2013

    Boa entrevista. Mas o Santana nao tem nocao de espaco pessoal.

  • Jonas Santarem diz: 14 de outubro de 2013

    E a cereja do bolo que você recomendou, aquele pirata de perna de pau, você não vai entrevistar?????

  • Laura diz: 15 de fevereiro de 2014

    Lindo demaisssssssssssss, lindo, lindo, lindo Dida. Melhor goleiro do mundo de todos os tempos.

Envie seu Comentário