Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

O teu adeus

29 de outubro de 2013 2

Aço frio de um punhal foi teu adeus pra mim. Desde que te despediste restei desbussolado.

Desisti, por impossibilidade total de sucesso, de tentar arranjar um outro amor.

No terreno do meu corpo e da minha alma onde plantaste o teu amor, não viceja mais qualquer outra mera paixão.

Meu coração foi tomado de total esterilidade.

Se por acaso, quando eu morrer, tiveres a gentileza de ir ao meu enterro, verás entre os sepulcros vários que “o meu coração que todo em si te encerra/ sentindo-te chegar, mulher querida/ palpitará de amor dentro da terra”.

E lá no fundo da cova ficarei finalmente aquecido pela lembrança de teu vulto alvo que entre os sepulcros erra.

Comentários (2)

  • Jaguaré Teixeira diz: 29 de outubro de 2013

    Delírio transloucado de um moribundo!

  • Renato couto diz: 30 de outubro de 2013

    O santana vamos falar de futebol que é mais gostoso,falar das coisas do coração doi muito kkkkkkkkk

    Olha só, toma cuidado com estas paixonites, meu avô tinha 86 anos estava muito bem de saúde, ai o meu tio resolveu contratar uma empregada para cuidar dele, nos primeiros meses beleza, era só alegria o veio estava se sentindo um guri de 18 anos, mas um tempo depois a mocinha arrumou um namorado, ele ficou muito mal o homem ficou transformado e aquela revolta em alguns dias depois o levou a morte.

Envie seu Comentário