Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

Os Zugspitz Artisten

21 de novembro de 2013 11

Na minha coluna desta sexta feira em ZH, estou narrando os grandes jogadores de futebol que assisti com meus olhos pessoais quando eu era menino e rapaz.
Pois agora aqui vou lembrar, fora do futebol, o que já vi em Porto Alegre quando eu era menino.
Eu vi Édith Piaf, a grande cotovia francesa, no Cinema Imperial de Porto Alegre.
No mesmo cinema, eu vi com meus olhos o grande cantor Francisco Alves se apresentar. Pena que anos antes, quando Chico Alves se apresentou no mesmo Cine Imperial, ao lado de Noel Rosa no violão, eu não tivesse visto essa cena, acho que eu não era nascido.
Falar em cinema, eu vi vários programas Maurício Sobrinho, na Rádio Gaúcha, transmitidos do Cine Castelo, na Azenha, com o pai do Nelson Sirotsky de animador e de operador de rádio-transmissão o Holmes Aquino.
Meninos eu vi!

Leopoldis Som

Leopoldis Som

Mas o espetáculo mais incrível que vi em toda a minha vida foi nos anos 50 em Porto Alegre. Estenderam um cabo de aço desde o Edifício União até o edifício da Prefeitura Nova, no Centro, na altura do 12º andar, vários integrantes dos Zugspitz Artisten, grupo alemão que encantava o mundo, atravessaram o fio, a pé ou de motocicleta, os porto-alegrenses extasiados com o que viam.
Meninos, eu vi.

Leopoldis Som

Leopoldis Som

Comentários (11)

  • Paulo Moisés diz: 21 de novembro de 2013

    Santana
    Sem dúvida, concordo plenamente com você. Também vi aquele espetáculo, mas em São Leopoldo. O cabo de aço foi estendido da ponta da torre da Igreja Católica até a ponto sobre o rio dos Sinos. Foi sensacional!

  • João Cândido diz: 21 de novembro de 2013

    Santana, Eu tinha 7 anos em 1957 e os ví também, o cabo atado a pilastra do Sulacap até
    dentro do O do UNIÂO de onde se desprendeu um anjo que pendurado pela boca e asas
    abertas, porque eram ASAS veio pousar junto a mim. Demais. até hoje… saudade…!

  • Carlos Iran diz: 22 de novembro de 2013

    Santana, eu também vi os Zugspitz Artisten em Santa Maria, não lembro o ano, mas deve ter sido entre 1955 e 1957. Espetacular. Vi também o fabuloso Gran Circo Norte Americano, aquele que depois foi consumido por um incendio e Niteroi, RJ

  • João Pedro Cavalheiro diz: 22 de novembro de 2013

    Assisti esse espetáculo “inesquecível”…Apesar de meus apenas 8 anos. Emocionante!

  • Alexandre diz: 22 de novembro de 2013

    Os maiores espetáculos que vi em minha vida foram os DOIS anos em que o seu GRÊMIO foi REBAIXADO para SEGUNDA DIVISÃO !!!!!

  • Valdmar Hahn Junior diz: 22 de novembro de 2013

    Nossa Alexandre.
    Que pobreza de espirito.
    Uma tristeza imensa ler este seu comentário, acredito que em sua vida,
    não deves ter participado nem vivido momentos de grandeza em Porto Alegre,
    acredito que até mesmo, quando o S. C. Internacional foi campeão brasileiro pela primeira vez vc não viu….ou a Libertadores, ou o Mundial,…ou as nossas conquistas
    Continentais e fora dele, que aconteceram muito antes…..lamentável seu comentário.
    O que vivi em Porto Alegre, apesar de não ter nascido aí, nem residir, foi o prazer de andar de bonde, algo maravilhoso para min, um menino de 06 anos, ao final dos anos 60.
    Abraços Santana.
    Valdemar – Araranguá-SC

  • Eduardo Schramm diz: 22 de novembro de 2013

    Divino, formidável, teu comentário Valdemar Hahn.sobretudo pelos bondes.
    Santana, eu também vi os Zugspitz Artisten,saí da Rua dos Andradas,1614
    mais precisamente da Confeitaria Schramm e fui ver aquele espetáculo.Inesquecível

    Eduardo-Glorinha-RS

  • Fernando Bergamaschi de Souza diz: 22 de novembro de 2013

    Eu também. Tem umas crianças no canto esquerdo, inferior. Deve ser eu e meus irmãos. hehe

  • Rubem Vasconcellos diz: 22 de novembro de 2013

    Parabéns Valdemar Hahn, pelo seu comentário, eu nasci em porto alegre em 1940 e hoje também morro em Araranguá Sc, Mas convivi com estas maravilhas contadas pelo Paulo Santana, ex delegado de policia, Como é bom relembrar o passado!!! Um abração..

  • Osvaldo Alencar diz: 23 de novembro de 2013

    Eu vi o campeão do mundo Julio Perez jogando pelo Internacional nos Eucaliptos, assim como Florindo, Oreco, Salvador, Luizinho, Bodinho, Larry, Canhotinho, e também Zunino, Juarez, Enio Andrade, Joecy, Valdir, Germinaro e muitos outros. Também assisti do morro, atrás da goleira do Olímpico, o inesquecível 6 x 2…
    Não é gozação com gremistas. Apenas saudades da minha infância/juventude em POA, já que moro há 50 anos a 3500 Km de distância, mas tenho o coração e a cabeça bem aí no bairro da Medianeira.
    Abraços, grande jornalista.

  • Valdemar Hahn Junior diz: 25 de novembro de 2013

    Prezados
    Hoje vamos muito pouco a Porto Alegre, na verdade, iamos mais para Cachoeirinha e Gravataí, mas ainda tenho um tio que reside na Farrapos, está com 92 anos e lúcido.
    Sempre que íamos para Porto Alegre, era muito gratificante, apesar da correria, era uma grande diversão com meus primos..se fosse contar mais lembranças, faltariam dedos….fica mais uma: a primeira vez que passei pela ponte do Guaíba e ver akl grande návio passar ao seu largo, estupendo!
    Abs para todos os Imortais e os Colorados.

Envie seu Comentário