Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

"O maior sonho da minha vida era ganhar uma bicicleta" diz Sant'Ana

23 de dezembro de 2013 4

Confira comentário em que Paulo Sant’Ana fala do seu maior sonho de infância.

Comentários (4)

  • Machiavellirs diz: 24 de dezembro de 2013

    Que seja 2014 o seu derradeiro ano…

    Só assim seu padecimento acabará! Sua solidão, seu desprestígio, sua enorme frustração por nunca ter sido o que vc queria na vida, findarão…E vc poderá apodrecer rapidamente e se misturar à terra que o abrigou tão madrastamente por todos estes anos! RIP, SantAna! E, se vc for um cara justo, deixe suas 39 calças Diesel para o Machi velho de guerra aqui! Eu digo que as uso, mas isto é apenas mais uma das mentiras que eu vivo repetindo para esquecer minhas mágoas. Abandonado por todos, tendo que puxar o saco de quem me garante a sobrevivência descaradamente, eu passo meus dias escrevendo comentários em blogs deste site, usando vários apelidos. Eu não me divirto com isto! Eu apenas preciso fingir, até para mim, que eu ainda existo, que eu ainda sou alguém. Feliz Natal, se isto for possível!

  • aninha diz: 24 de dezembro de 2013

    Tomara que vc tenha ganho uma bike, velhinho tristinho e feinho! Não posso demorar aqui no PC porque estou fazendo uma galinha assada com repolho roxo para a ceia da família. Depois, faremos a nossa comemoração preferida de natal – nosso concurso familiar de quem peida mais! Pena que vc ñ possa estar conosco. Adoramos vc e seu cheiro de coisa morta. Feliz natal!

  • Dedé Tizando Barata diz: 24 de dezembro de 2013

    Caro amigo SantAna, se vc precisar de meus serviços aí nesta sua cozinha infestada de ratos, baratas e formigas é só me chamar – faço o serviço de gratis!!! Eu tenho muita pena de vc e, sempre que posso, eu o defendo destas pessoas que o invejam e odeiam aqui na redação de ZH. Sou sua amiga, muito mais do que a aninha. Esta é uma sonsa. Só quer que vc fale bem dela para o herdeiro chefão, aquele do quadro negro branco…Abre o olho, SantAna! Melhor ficar do meu lado porque eu sou venenosa! Feliz natal, pustema!

  • José Stringhini diz: 25 de dezembro de 2013

    Bicicleta na década de 40 era coisa pra quem tinha grana. Não era fácil adquirir um “bici”. Eu, que também nasci em 1939, tinha o mesmo sonho. Não dormi na noite de Natal em que o meu grande sonho foi realizado, o meu mais Feliz Natal.
    Meu padrinho de batismo, um português que deixou seu nome gravado na história de Porto Alegre, me presenteou uma linda bicicleta vermelha.
    Santana, quando lembro me emociono, seu nome; JOSÉ PINHEIRO BORDA.

Envie seu Comentário