Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

70% da frota!

28 de janeiro de 2014 117

Greve, tudo bem, é um direito dos trabalhadores e muitas vezes o último refúgio que eles têm para valer seus direitos.

Greve sim, mas esculhambação e predomínio das ações dos grevistas sobre  a lei, definitivamente não.

A Justiça do Trabalho nitidamente aceitou sugestão de minha coluna em ZH para fixar em 70% da frota em funcionamento nos horários de pico, três horas pela manhã, três horas pela tardinha, contra os 30% apenas da frota que os grevistas queriam para servir suas comodidades.

Pois bem, diante da determinação da Justiça do Trabalho, sabem qual foi a resposta das entidades que dirigem os grevistas? Pois foi uma resposta no meu entender desaforada: que não tinham tempo para mobilizar os 70% da frota nos horários de pico para ontem à tardinha.

Mas como? Entraram em greve e foram para as praias veranear?

A Justiça do Trabalho tem de multar rigorosamente esses sindicatos.

Ninguém desconhece os direitos dos trabalhadores. Mas acima de tudo estão os trabalhadores e seus familiares que precisam do transporte coletivo para sobreviver.

Acima de tudo.

Comentários (117)

  • José Henrique Correa diz: 28 de janeiro de 2014

    a tua sugestão,tu se acha muito importante,que nem nas contratações do barcos e do dida,tu tá delirante e deves estar ganhando alguma comissão do guerreiro e da atp pra escrever estas bobagens. ps: hoje eu fui trabalhar à pé, caminhei 1h pra vir e 1h pra voltar e continuo como a maioria da população apoiando a greve pois não sou burguês.

  • Rodrigo diz: 28 de janeiro de 2014

    Santana vivemos num país de bundões que abrem mão de usar a força por medo! Para manter a democracia e o direito de ir e vir das pessoas temos que usar tudo até mesmo da violência se for o caso! Estamos acuados por black blocs, extremistas de esquerda, grevistas, rolezinhos, todos fazem o que bem entendem e não dá nada!!! E a polícia acuada devido à bundamolice desse governo safado e oportunista! Só tem um jeito de arrumar essa bagunça, temos que trocar toda essa bandalha que está governando o país e o estado!!

  • Luis diz: 28 de janeiro de 2014

    Zeus!

  • Luis Paulo diz: 28 de janeiro de 2014

    A EPTC, o prefeito e o TCE tem que resolver imediatamente a questão da planilha de custos do transporte coletivo em POA. Cumpram o seu dever constitucional. O vácuo formado por esta falta de decisão eh que propicia greves, e que oportunistas e aproveitadores, por interesses políticos, levem o caos ao transporte coletivo de POA prejudicando toda população. Eu me pergunto, porque este problema não acontece com as lotações, que também sao uma concessão. Eu não vejo greves neste serviço nem questionamentos sobre planilhas de custos ou preco das passagens.

  • joao diz: 28 de janeiro de 2014

    vai tu lah trabalhar de motorista seu doente!!!
    jah passou da hora de tu ir dormir pra sempre

  • Álan diz: 28 de janeiro de 2014

    Santana, sou um admirador do teu trabalho como cronista, mas dizer que a Justiça do Trabalho seguiu uma orientação tua…É demais!!!! Já basta o Dida e o Barcos que você contratou e o Grêmio que você escalou!

  • ALCEU WITTE diz: 28 de janeiro de 2014

    CLARO, COLORADO PAULO SANTANA…. PARECE QUE VC NAO É TRABALHADOR TAMBEM …. TA CERTO…. AGORA TEM QUE PARAR TUDO MESMO….

  • marcelo santos diz: 28 de janeiro de 2014

    eu acho que tem que quebrar tudo….tem muito rodoviario vadio que não quer trabalhar isso sim….qualquer coisa é motivo pra parar tudo….e muitos por sinal estao em casa acompanhando oq acontece pela internet ou pela tv….e nao na frente das garagens colocando a cara a tapa…tem q quebrar tudo mesmo….já ta uma bagunça mesmo!!

  • Lu diz: 28 de janeiro de 2014

    Caro, José Henrique Correa. Acredito que você esteja enganado: a maioria da população está contra a greve, pois é um absurdo a completa falta de respeito das empresas de ônibus e dos sindicatos com a população que paga passagem diariamente. Decretar uma greve geral do transporte coletivo é impedir o direito de ir e vir dos trabalhadores. Sou contra a greve e espero que essa queda de braço termine logo, pois, como sempre, arrebenta do lado mais fraco, que somos nós, o povo.

  • fabio diz: 28 de janeiro de 2014

    estranhamente usam teu comentario sobre este assunto. pq nao deram enfase que os rodoviarios queriam 100 porcento da frota na rua mas com PASSE LIVRE??? pq nao disse isto??? tem interesse teu ou do grupo RBS em nao ENFATIZAR isto??? o Fortunatti nao disse q a greve estava estranha e pacifica??? os rodoviarios estavam na LEI e a lei foi mudada durante uma greve em que exigimos nossos direitos. PASSE LIVRE e 100 porcento da frota era a proposta dos rodoviarios mas isto pra ti e pra maioria da imprenssa nao importa não é??? o povo nao e tao burro assim. desaforo e tu querer dar opiniao claramente tedenciosa a contra uma greve que estava cumprindo a LEI.

  • Valter diz: 28 de janeiro de 2014

    José Henrique diz que a população está apoiando…tá bom amigo qual a próxima piada?

  • Marcio diz: 28 de janeiro de 2014

    Lamento, mas pagamos passagem pra empresa de ônibus, não pro funcionário.
    Se temos que ficar p#tos é com estes empresários que não negociam com seus funcionários.

    Santana, espero que estejas a serviço das empresas, senão te julgarei gagá.
    Ora, são trabalhadores tb.

  • valter diz: 28 de janeiro de 2014

    Elevado espírito cívico do sr Jose Henrique… e piadista também… quer ir e voltar a pé isso é decisão sua… mas e os demais trabalhadores?

  • JONATHAN BARBOSA diz: 28 de janeiro de 2014

    OLA SOU USUARIO DE ONIBUS TODOS OS DIAS! E ACHO CERTO ESRA GREVE ESSES TRABALHADORES MERECEM UM SALARIO E GARANTIAS MELHORES E SE ESTA HAVENDO A GREVE É POR CULPA DOS POLITICOS DESTA PORTO ALEGRE Q OLHAM SO PARA TODOS NOS QUANDO A ELEIÇOES POR WUE A GREVE É A ULTIMA CARTADA DESSES TRABALHADORES QUE JA TENTARAM DE TUDO PARA GARANTIR UM SALARIO MELHOR!!

    SE FOSSE PARA A CONSTRUÇAO DE UM ESTADIO OU OBRAS PARA COPA TINHAM RAPIDAMENTE DINHEIRO , E OLHA QUE SO A FAVOR DA MESMA!!! VERGONHA E SANTANA VAI CUIDAR DO SEU GREMIO E NAO FALA BOBAGEM!! VOCE SO ANDA DE CARRO MESMO NAO É!!!!!!

  • FLAVIO diz: 28 de janeiro de 2014

    SUGESTÃO TUA CARA PALIDA COLOQUE-SE NO SEU LUGAR.HÁ E EU NÃO SOU RODOVIARIO.

  • JULIO CESAR diz: 28 de janeiro de 2014

    se a gasolina para mim subiu, o diesel também, essa lenga lenga de planilha é pura questão eleitoreira. a prefeitura tem a carris para saber quanto custa para manter a empresa. o que os políticos querem é que quando chegarem as eleições tirar proveito disso. tudo sobe, a cesta básica então……
    não estou vendo protestos contra o abuso de impostos que os governantes em todas as instâncias nos cobram. se baixarem os impostos o preço da passagem será irrelevante.
    manter 70% é esvaziar o movimento

  • marcio bueno diz: 28 de janeiro de 2014

    Olha discordo do josé henrique, não sou burguês mas eu pago meu vale refeição, e não recebo vale refeição de R$10,0 muito menos ando de graça de onibus. então caro josé henrique eu tive que pagar o pato desta greve e tive como vc caminhar quase 10 km para trabalhar neste sol escaldante eu sou a favor de greve desde que não prejudique as pessoas. E as pessoas que dependem do onibus para um tratamento de saude. E AI????

  • Dalva diz: 28 de janeiro de 2014

    Muito desrespeito com o povo… Já sei o final dessa história, aumento de passagem para agradar os empresários e os grevistas. Palhaçada, porque não reivindicam liberando a catraca por exemplo? E amanhã vou trabalhar como? caminhando até o centro?

  • Erio diz: 28 de janeiro de 2014

    Tem que explodir esse sindicato e começar a colocar ordem nesse pais. Colocar o exercito para operar a frota e demitir esse bando de desordeiros.

  • Fábio diz: 28 de janeiro de 2014

    Parece que as pessoas ainda não perceberam o quanto é suja esta greve, ela fede a corrupção por toda a Porto Alegre. Um sindicato visivelmente em acordo com empresários para pressionarem a população a pagar mais caro na sua tarifa de ônibus. Quem paga por esse complô contra a população de Porto Alegre? os trabalhadores, principalmente os mais pobres que não tem condições de ficar bancando lotação, pegar taxi ou ir de carro( e pobre tem carro? ). O único sentimento que é possível sentir é nojo dessa greve, com certeza essa corja não me representa.

  • Nicol diz: 28 de janeiro de 2014

    Santana!
    Você já foi brilhante, mas hoje está decadente. Sei que a vida foi dura contigo e, agora, você fica contra os trabalhadores numa batalha em que o trabalhador é a parte mais fraca. Você fica com seu jeito presunçoso e pré potente a ponto de afirmar que a juíza seguiu oritlentacao sua. Ora, o senhor está demasiadamente lunático.

    Quanto a greve, caro Santana, espero que o senhor também outros formadores de opinião dessa empresa, saibam discernir quem deve ser apoiado e quem deve ser afrontado. Os empresários estão criando esse caos no transporte público, bem como os governantes e a EPTC.

    Aliás… Cabe ressaltar que a EPTC tem prioridade os carros. Já perceberam quantos cruzamentos não possuem semáforos de pedestres? E os cruzamentos que tem, os pedestres dispõem de dez segundos ou menos para atravessar a via. Isso é ultrajante.

    Não é só a categoria dos rodoviários que devem fazer um levante contra todas essas injustiças, mas também os demais setores como lojistas, bancários, pedestres, estudantes, Idosos, mães etc…

    Vamos repensar de que lado nós estamos.

    Nitidamente, o senhor está em fase avançada de decomposição intelectual devido a sua prepotência.

  • Jonathan Nunes diz: 28 de janeiro de 2014

    Esse josé hnrique ta brincando né ?
    AApoiar esse absurdo ?? Tu caminhou uma hora amigo ?? E eu que moro em belem novo e trabalho no aeroporto ? Vou caminhar 35 km ?? Tu é um piadista que só olha pro próprio umbigo..
    E pra me ajudar, ainda roubaram minha moto…

    E É MELHOR GREVE GERAL DO QUE 30%, PQ PELO MENOS ASSIM, AGENTE NAO SAI DE CASA E SOFRE O DIA TODO COM ESSA PALHAÇADA…

  • Paulo Sergio diz: 28 de janeiro de 2014

    Santana não sou rodoviário, mas sou trabalhador assalariado. Estou chocado com as tuas opiniões contra os trabalhadores grevistas. Talvez, no fim de tua existência estejas tendo uma recaída e voltado a pensar como militante da ARENA e tenha te dado saudade do tempo da ditadura militar, que apoiaste, em que fazer greve era considerado crime. Viveste um longo período em que tuas opiniões eram humanistas e democráticas. O que esta acontecendo contigo agora? Lembro-te que o direito de greve existe em qualquer país democrático.

  • Jeferson diz: 28 de janeiro de 2014

    ESTÁ CHEIO DE GENTE SEM EMPREGO E AGUARDANDO UMA OPORTUNIDADE. NA MINHA OPINIÃO TINHAM QUE DEMITIR TODOS POR JUSTA CAUSA. SE NÃO ESTÃO SATISFEITOS COM O EMPREGO QUE SE DEMITAM. SERVIÇO BÁSICOS NÃO PODEM SER INTERROMPIDOS. AGORA ACHAM QUE NÃO DEVEM NEM RESPEITAR A DECISÃO DA JUSTIÇA, DEPOIS QUANDO A POLÍCIA BAIXA O PAU FICAM REVOLTADOS. DECISÃO JUDICIAL SE CUMPRE E SE DISCUTE NO MEIO APROPRIADO ( FÓRUM).

  • Chico Prático diz: 28 de janeiro de 2014

    Caro Paulo Sant’Ana, tenho de discordar de ti, que sempre defende as causas dos trabalhadores e dos necessitados. Li tua coluna hoje e achei que tomaste um posicionamento desmedidamente patronal. Tenho ouvido o povo nas ruas em geral apoiando a greve. É como torcer para o time mais fraco. Sabe? Tipo Espanha x Camarões. O povo se sente um pouco camaronense nessas horas, e faz todo o sentido. Vamos sofrer com os gols tomados, mas a certeza de ter jogado com raça não tem preço.

    O problema do transporte público é fácil de ser resolvido ou ao menos contornado provisoriamente para que as coisas não piorem até a copa. Só que, para variar, os poderosos ficam aguardando o caos para que possam justificar a repressão. No entanto, às vezes o tiro sai pela culatra, como foi o caso do rebuliço de junho.

    A imprensa se esforça para malhar a greve, mas é só abrir o Facebook que a história é outra. Seria prudente tratar o assunto com maior profundidade, para que a imprensa não caia no descrédito. Por que não falam da licitação do transporte? Por que os lotações funcionam sempre? Por que seus preços não podem encostar no dos ônibus? Por que o ar-condicionado dos ônibus está sempre desligado? Por que, se a população é a prioridade na questão da greve, as autoridades não aceitaram a oferta de os rodoviários trabalharem a 100% da frota, mas com catraca livre? Aguardo tua coluna amanhã, abraço!

  • Cleber Oliveira diz: 28 de janeiro de 2014

    As pessoas só lembram de cobradores e motoristas quando o ônibus não vem, ninguém sequer imagina as péssimas condições de trabalho, a tensão, as ameaças, as agressões e ofensas que diariamente somos submetidos, isso sem falar nos assaltos cometidos por bandidos mtas vezes violentos, passageiros de mal humor e de mal com a vida adoram desrespeitar os rodoviários, jogar suas infelicidades e violências em cima da gente, temos que agradecer por chegar ilesos em casa depois de ficar um dia inteiro chacoalhando dentro de um ônibus que parece um forno, quem consegue trabalhar no ar-condicionado fica numa condição menos ruim, infelizmente só tenho essa sorte uma vez por semana, passageiros ficam 20 ou 40 minutos num ônibus sem ar-condicionado e reclamam, nós ficamos de 8 a 10h. Só espero que todos entendam que tb somos trabalhadores e merecemos ser valorizados, além do aumento precisamos do percentual por risco de vida ou insalubridade, e como todas as outras categorias temos nosso direito a greve, esse negócio de querer mais e melhores ônibus sem aumento de passagem é balela, a maioria das pessoas recebe VT e mais de 35% das pessoas que usam ônibus em Porto Alegre tem isenção ou usam cartão de terceiros mesmo não tendo direito.

  • luis tavares diz: 28 de janeiro de 2014

    se fosse alguma coisa para copa tudo certo. Como é para estes profissionais tudo errado o Santana que vai achar alguma coisa para fazer e deixar de postar MERDA ele não pega ônibus e fica com estes comentários. Ele que vai fumar seu cigarro e larga de mão até mesmo o futebol que já era esta na hora de sumir não se fraga que esta obsoleto papo de quem nunca esteve o dia todo sobre pressão dos horários, da cobrança dos passageiros e dos azulzinhos tem que parar tudo nos dias de copa eu apoio esta ação e não sou funcionário coletivo.

  • Tiago Silva diz: 28 de janeiro de 2014

    Acho que esse velho já delirou demais… Tá na hora de chamar alguém do asilo…

  • pedro de lara diz: 28 de janeiro de 2014

    Há muito tempo, a coluna de Paulo Santana na ZH é marcada pelo NADA.
    Nada de novo e nada de relevante. Bem ao contrario das excelentes colunas interinas de Moises Mendes, com conteúdo e opinião.
    Direção e editores da ZH precisam urgentemente ocupar a penúltima página.
    E o colunista, dar-se conta de que sua participação tem sido tão fraca e repetitiva que fatalmente restará a ele, em sua aposentadoria compulsórioa, somente a pecha de folclórico.

    E, nesse caso dos rodoviários, oportunista e populista.

  • lili diz: 28 de janeiro de 2014

    Fábio, acho vc muito mal informado, quem não quis isso foi o sindicado das empresas, ameaçando de demissão. Isso que eles falaram foi só pra inflamar a população. A grande maioria dos motoristas está provocando e “tirando sarro” do trabalhador, por isso que houve confusão no T8. Isso é uma briga política, uma tentativa de forçar o aumento das passagens e queimar mais o filme do prefeito quando começarem as manifestações se isso acontecer. Essa não é uma luta de trabalhadores e sim de empregadores. Aposto que se a prefeitura aumentar a passagem, o sindicato dos rodoviários aceita uma proposta bem menor. Acho que tem que fazer nova licitação e trocar as empresas de transporte coletivo acabando com esse cartel.

  • maria diz: 28 de janeiro de 2014

    Que país é esse! Como pode alguém, um Sindicato se achar acima da Justiça e impor sua própria lei para uma população inteira! Estamos vivendo um caos. A imensa maioria da população é contra a greve. Espero que a Justiça tome as medidas cabíveis.

  • luis tavares diz: 28 de janeiro de 2014

    enviei um comentário e não foi publicado pura palhaçada manipulação excluir os site da rbs é o mínimo vamos boicotar as emissoras da globo e rbs.

  • Vagner Denilson diz: 28 de janeiro de 2014

    Concordo com a greve, só não concordo com paralização total.
    Tem que se manter um minimo de ônibus para que as pessoas tenham condições de ir e vir.
    É a minha opinião e respeito a dos outros.

  • Carlos diz: 28 de janeiro de 2014

    Quem se sente prejudicado com a greve, por favor… PROTESTE!!! O Brasil só vai mudar quando esta cultura inútil de acomodação sair das pessoas. Greve é um direito mais que democrático, é “divino” e temos que sempre apoiar este tipo de movimento.
    Trabalho, estudo durante o ano, durante as férias, leio livros, consumo cultura importante para meu desenvolvimento intelectual, Sei o que realmente cega a população brasileira. Desligue a TV, não acesse a Gaúcha e nem a ZH, enquanto isso o os grandes políticos estão felizes em um carro blindado, tirando férias na Europa e na Austrália.
    Férias no Brasil, deixa para o povo que não tem cultura aproveitar…Povo que concorda com a mídia se TORNA ESCRAVO… Pq sim. “ELA” mente!

  • leko diz: 28 de janeiro de 2014

    Caros amigos saibam q a greve se da de um acordo entre sindicato e empresarios para poderem aumentar o valor da passagem.. e nada mais!! Aumento de salario e de tickets é apenas uma desculpa para população culpar os rodoviários sobre a greve… A greve é dos empresarios que nao aumentam o salário do trabalhador por um bom tempo pq nao podem aumentar a passagem… Mas brasil é isso mesmo.. politico do mensalao preso hj é votado nas eleições de amanhã… E a culpa é de quem?? Do povo que vota.. Sendo q eles nem eram para se candidatarem..Empresario safado consegue reverter a culpa para o trabalhador..

  • Pafuncio de Nóbrega diz: 28 de janeiro de 2014

    RONALDO!!! e brilha muito no Cúrinthias!!!

  • Danielle diz: 28 de janeiro de 2014

    Ohhh seus ridículos… a Justiça pode até não ter tomado decisão por ideia dele mas os rodoviários estão errados em fazer o que estão fazendo.. só quem está sofrendo com isso é a população.. e outra coisa, o que tem a ver futebol, uma coisa totalmente sem importância, com a questão da greve??? Vão dormir seus imbecis.

  • Passageiro diz: 28 de janeiro de 2014

    Essa greve É UMA PALHAÇADA, assim como alguns comentários como o do sujeito que prefere ir trabalhar caminhando 1h para ir e outra para vir. Isso é problema dele, se ele é masoquista é com ele e NÃO comigo. A justiça obrigou 30% da frota e sabe o que esses terroristazinhos de sindicato fizeram? Disseram que vão retirar todos os onibus e depois pagam a multa. Vão desobedecer a lei. O que deve acontecer com quem desobecede as leis? ENTÃO DEVEM SER TRATADOS ASSIM, como foras da lei. QUE PALHAÇADA !!! E nós esperando …

  • leko diz: 28 de janeiro de 2014

    Pedro de lara vc disse tudo!!! E nada mais…

  • gabriel diz: 28 de janeiro de 2014

    é mto facil falar mal da greve com os vidros dos carros importados fechados e com ar ligado bando de burguês…o povo está sim a favor da greve só não está aqeles metidos a burgues que são egoistas e se importam soh com o seu umbigo “eu tbm tive q caminhar 10 km nesse sol escaldante(choradeira)…” então na hora de votar, votar direito…esse é o novo retratpo do Brasil… ta indignado??vem pra rua…agora é assim nossos politicos estupidos só prestam atenção quando saimos para as ruas….deixemos de ser egoistas e pensem no bem para a sociedade não na nossa unica e exclusiva comodidade…tah atrasadinhu pro serviço???vai de bicicleta…mas não tem ciclovia neh!?!?…..VOTEM DIREITO….VOTEM CERTO….

  • marcelo cunha diz: 28 de janeiro de 2014

    Sou funcionário público, e neste país de merda, onde todo trabalhador tem a maior dificuldade de ganhar o que é seu de direito, só a greve consegue vergar um pouco a volúpia dos tubarões em arrecadar cada vez mais. Pena não haver greve todos os dias: greve dos funcionários da sáude, dos policiais, dos aeronautas, dos lixeiros, professores, enfim, greve geral. Por melhores condições de trabalho, salários justos, por mais respeito a quem realmente movimente esse país de merda. Pela correção correta e imediata da alíquota de isenção do imposto de renda, por juros menores no mercado, por um salário mínimo que realmente supra todas as necessidades do trabalhador. Parabéns aos grevistas.

  • Silva diz: 28 de janeiro de 2014

    Certamente a maioria da população é contra a greve…tem que ser muito tapado (ou seria um rodoviário) pra dizer o contrário. E o MP e o TCE, juntos com aqueles dois vereadores mequetrefes, é que começaram esta baderna. Pois agora que arrumem.

  • Fabricia Rocha diz: 28 de janeiro de 2014

    O senhor está enganado, eles vão trabalhar batem o cartão e ficam dentro da empresa sabe pq ? porque se eles não irem trabalhar eles tomam advertência e são descontados. Por isso não estão fazendo greve para ir a praia !!!!!!!!!

  • edgar diz: 28 de janeiro de 2014

    Querem fazer greve sem prejudicar o usuário e ter a população apoiando… é só trabalharem com toda a frota de onibus e liberarem as catracas…
    Vão resolver rapidinho…

  • marco diz: 28 de janeiro de 2014

    só tem um jeito licitaçâo urgente e acho que isso não vai ter enquanto o povo não for pras ruas exigir.

  • Diogo diz: 28 de janeiro de 2014

    Senhor Paulo Santana. Sou a favor da greve sim, você não tens idéia do que é dirigir um ônibus lotado, não climatizado, um salário de dar vergonha.. E muitas vezes tendo a sua jornada de trabalho fatiada o dia todo… Na manhã trabalha uma hora e meia, na tarde mais um pouco e fecha o turno na noite. E vendo estes empresários cada vez mais aumentar o seu patrimônio. Infelizmente tu não sabe o que está falando….. Greve sim..

  • Claudio diz: 28 de janeiro de 2014

    Pois foi a persistencia do povo que fez o governo da ucrania recuar. Ora! onde já se viu greve meia boca, ou para tudo ou não tem greve, o governo e as empresas querem peitar? Não querem paralisação, então que revejam seus argumentos, mas greve é greve. É muito facil falar dirigindo seu BMW com ar condicionado.

  • marco diz: 28 de janeiro de 2014

    licitação já o povo precisa de respeito.

  • Oscar POA diz: 28 de janeiro de 2014

    Teve o “colorado delirante” do Jockymann… agora tem o Santanna delirante do gremio. Será que o Barbosão acatou tua ordem de condenar os mensaleiros?

  • thiago diz: 28 de janeiro de 2014

    bem da para ver notavelmente que uma pessoa como o sr paulo sa´ntana nao e mais aquele pois alem de ser burgues nao ele que passa oque a classe dos rodoviarios passa depois de cada jornada de trabalho dizer ter vencido mais uma batalha,se tem obras e o onibus atrasa a culpa e tripulacao se o carro nao tem ar condicionado a culpa e da tripulacao gostaria de ver se ele aguentaria um dia na pele de rodoviario mais uma coisinha quando sobra dinheiro pro rodoviario ir veranear na praia,voce esta confundindo rodoviario com funcionarios do grupo rbs talvez

  • Patricia diz: 28 de janeiro de 2014

    E se eu for demitida porque dependo apenas do transporte público e não puder ir trabalhar? Alguém vai me ressarcir ou me dar um novo emprego? PALHAÇADA já não basta andar em ônibus sucata e sem ar condicionado em pleno calorão do inferno temos que aturar isso, o povo sempre se ferra mesmo!!!!!!!!!!!!!!

  • luciano santos diz: 28 de janeiro de 2014

    Santana te candidata para PREFEITO OU PRESIDENTE DO GREMIO pois vc és uma piada…ta na hora de vc largar mta bobagem meu DEUS!!!!

  • luis Alberto dias diz: 28 de janeiro de 2014

    Pois é Santana! Prefiro que os rodoviários entrem em greve do q ficar essa lenga lenga de 30% e outra, apoio todo tipo de greve porque se alguma categoria não se unir para reivindicar por melhorias quem lutar por eles? Você Santana….ou os empresários empregadores fazem o quer pagam uma miséria e autos lucros em seus benefícios.Aí Santana vc deveria cuidar o que comenta o que fala seu conceito está muito baixo principalmente quando canta,um desastre.

  • Vinícius diz: 28 de janeiro de 2014

    Luís Paulo, a remuneração dos motoristas de lotações se dá de forma diferente, os motoristas tem carteira assinada com o piso da categoria mas são pagos, de fato, conforme a arrecadação de cada veículo, até algum tempo era de 30%. Prova disso é que nas ruas você vê lotações da mesma linha (teoricamente não haveria concorrência) forçando ultrapassagens e fechando umas às outras.
    As empresas de ônibus alegam que o valor atual impede de reajustar salários e renovar a frota. Dessa forma, não apareceriam concorrentes para a temida (pelos empresários) licitação de linhas. Será que isso aconteceria? Duvido…

  • Francis Canabarro diz: 28 de janeiro de 2014

    Claro que a população não apoia essa greve, pois a população só apoia políticos ou atos políticos (como os protestos no ano passado)!!! Com os trabalhadores nós não temos respeito!!! O transporte coletivo é um serviço essencial, mas devido a politicagem envolvida, não temos um serviço de qualidade, nem uma valorização dos trabalhadores, nem uma frota adequada para atender a população.

  • Luciano diz: 28 de janeiro de 2014

    Sant’Ana é mito! kk

    Rodoviários estudaram até o ensino médio e querem ganhar como médicos.

  • João Inácio diz: 28 de janeiro de 2014

    Se esses filhas de uma vaca quisessem mesmo incomodar ao patrão e fazer um movimento com apoio popular de verdade (não como falou aquele José Henrique que merece caminhar mais umas duas horas no sol e tomar um câncer de pele para parar de falar tolices), os rodoviários deixariam a catraca livre para a população. Queria ver se as empresas não dariam um jeito de resolver a reivindicação e a população apoiaria, com toda a certeza. Do jeito que está é melhor reencarnar noutra vida e, de preferência, num país decente. Aqui já deu, ó!

  • jorge leal diz: 28 de janeiro de 2014

    Paulo Santana, qualquer criancinha de colo nasce sabendo das bandalheiras e conluios existentes, há séculos, entre patronato e sindicatos. É tudo combinação; é uma politicalha nojenta e cebosa na cara do povão mais humilde, alienado e desinformado, que é adestrado a só pensar em novela, futebol, carnaval e praia; além de ser criminosamente cooptado com “Bolsa Isso”, “Bolsa Aquilo” e “Bolsa Aquilo Outro”! Nessa republiqueta que o país virou, é tudo tão manjado e previsível que o ceguinho que vende Mega Sena, na rua da Praia, pasme, consegue “enxergar” que a escrotidão começa lá em cima, desde o Executivo, passando pelo Legislativo e Judiciário, até chegar nas esferas mais fedorentas do poder (2º e 3º escalão dos estados e municípios) além de empreiteiras e empresários inescrupulosos. A ordem do dia na boca podre dessa rafoagem é “ROUBAR”, pois aqui não dá nada! Grande África o que dissestes!

  • gerson diz: 28 de janeiro de 2014

    Muito bom comentário Sr Sant’Ana

  • Claudio Farina diz: 28 de janeiro de 2014

    Pois é,

    Bando de grevistas desaforados, amanhã quem vai dizer pro meu patrão pq eu não vo trabalhar? e as horas que terei descontados do meu salário? esses bunda moles que vão pagar? Espero que eles não consigam mais do que está sendo ofertado pelas empresas. Se estão insatisfeitos com o salário e a carga horaria, vão estudar e conseguir um trabalho melhor.

  • Fabiano diz: 28 de janeiro de 2014

    Antes de solicitar aumento, os rodoviários deveriam fazer jus a ele. Motoristas e cobradores mal educados, carregam as pessoas como se fossem gado dentro do ônibus, andam sempre correndo e trabalhando sem vontade. Poucos se salvam, poucos merecem. O restante deveria trabalhar melhor para depois pedir aumento.

  • Carla diz: 28 de janeiro de 2014

    Concordo com a greve, em âmbito legal! Eles DEVEM manter a greve assim como DEVEM 30% operando o dia todo…..Mas acredito que um dia de CATRACA LIVRE surtiria muito mais efeito!!!!! Acordem, esta greve é só fogo de palha, uma desculpa para o aumento de passagens que vem logo, logo………

  • Jaime Z. de Sousa diz: 28 de janeiro de 2014

    Porque tanta preocupação, estão de greve vão para rua mostrar seu descontentamento agora cumpram a lei, não reclamam dos mensalões etc. estão igualzinho, descumprindo a a lei, se uma assembleia permite isso, vou montar um sindicato, fazer uma assembleia e assaltar o BACEN, claro se a assembleia autorizar estou descumprindo a lei? mas foi decidido em assembleia.

  • Luiz Mirelli diz: 28 de janeiro de 2014

    Nenhum comentário se aproveita. Não sabem o que falam.
    Povo burro e manipulado.
    Dica n 01: comecem lendo a Lei 8.666/93.
    Dica n 02: informem-se sobre quem elege os prefeitos de POA nas ultimas décadas.
    Dica n 03: questionem-se porque não houve licitação p transporte urbano até agora.
    Dica n 04: Porque o Tribunal de Contas ainda não analisou as planilhas.
    Chega de dicas!
    Jogo de cena de prefeito, ATP, sindicalistas e TCE. Todos mamando na mesma teta.
    Os rodoviários são somente fantoches desnorteados a mercê de um presidente de sindicato facista e sem escrúpulos.
    E, aproveitando:
    Alguém sabe me dizer porque a Odebretch venceu a licitação do metro de POA com uma proposta de mais de 5 BI, quando outra proposta de 1,4 BI estava concorrendo?
    Dica n 01: Dilma Roussef
    Dica n 02: eleição presidencial
    … E chega de dicas… De novo.
    Subcultura portuguesa ainda manifestada nessa colônia de exploração.
    … E ainda questionam porque os EUA são o que são… Uma potência!
    Cultura de povoamento que pretendeu a construção de uma nação. E nunca teremos isso no Brasil…. A menos que sejamos colonizados novamente… E por outros descobridores.
    Ultima dica da noite: aproveitem a COPA… Ou… Que os inconformados mudem-se para Islândia ou Finlândia!

  • OLIGOFRENICO diz: 28 de janeiro de 2014

    Nossa, vai dormir, sr!! Prepotência é pouco!! O sr. é o espelho da empresa onde trabalhas!! Pobre RS!

  • Gisele diz: 28 de janeiro de 2014

    Santana, e o deboche, a palhaçada que os trabalhadores recebem todo os meses nos seus contracheques, não conta??
    Onde eles, os trabalhadores fazem 7 horas extra, o patrão recebe e ao invés de pagar estas horas extras, manda pra casa dormir, dá folga…. Pois eles estão em casa, a manhã ficaram o dia inteiro e casa. Greve 100%

  • Jandrei Gomes diz: 28 de janeiro de 2014

    O fato é que esta greve é extremamente desagradável. Preciso chegar ao meu trabalho e estou me lixando para os motivos dos grevistas e dos empresários. Será que eles estão pensando nos seus clientes (passageiros)?

  • Roberto diz: 28 de janeiro de 2014

    Lamentável a coluna do Sr. Paulo Santana Muito Oportunista, Populista e Demagógica . Maioria dos Rodoviários depende de Transporte ao qual trabalham. Ora colocar 70% da frota, esvazia de vez a greve, sendo melhor voltar ao normal. Foi inclusive colocado a hipótese pelo sindicato de colocar 100% da frota sem cobrar passagens. É um erro ter aumento de passagem com dissídio coletivo. O jornalista dessa coluna não deve precisar de transporte Coletivo para falar tamanho absurdo. A Luta dos trabalhadores é justa e é o que deve ser discutido.

  • omo diz: 29 de janeiro de 2014

    os cobradores estão perdendo, pois o que levam por fora não é pouco são os magnatas da catracaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • POPULAÇÃO INDIGNADA diz: 29 de janeiro de 2014

    É lamentável que a maioria destes comentários sejam dos rodoviários e não expressem a real posição da população!!! O direito a greve dve ser respeitado mas os rodoviários precisam entender que o transporte público, assim como a saúde, é considerado serviço de primrira necessidade e não pode haver excessos!!! Não vejo problema em colocar 70 % da frota nos horários de pico: perderam a chance de ter o apoio da população!!! Sou da área da saúde e fomos obrigados a terminar agreve sob pena de o sindicato pagar “milhões” por dia em multas!!! Se a população continuar prejudicada essa deve ser a saída: APLICAR MULTA DIÁRIA AO SINDICATO !!!!

  • marcos ulisses dos santos diz: 29 de janeiro de 2014

    po santana.eo lauro quadros como esta ………..o paulodromo do sala de redaçao.e o kenni braga que parece um cabeça de carute.

  • Marcos Savette diz: 29 de janeiro de 2014

    O Brasil é dominado por esses canalhas. Canalhas que, de forma alguma, estão preocupados com os “trabalhadores”. Não!, isso é mera politicagem barata. Aliás, Sindicato não é nada além do que uma MÁFIA LEGALIZADA! Sempre o mesmo papo furado, de que não tem outra possibilidade além da greve, claro… Todo ano é a mesma palhaçada, nunca houve conversa e sempre foi motivo de política suja. Ao que parece, 64 ainda caminha na nosso bairro…

  • RODOLFO GUILHERME PETERS diz: 29 de janeiro de 2014

    Com que poder este juiz modificou a lei de greve? A greve estava completamente dentro da lei e da ordem. Eis que então, no lugar de procurar a solução da questão reivindicada pelos grevistas o poder judiciário faz o que? Altera as regras do jogo durante a partida… muito conveniente… a corda sempre estoura do lado mais fraco. Se as empresas estava preocupadíssimas em atender a população porque não liberaram as catracas fazendo com que os grevistas, por sugestão deles mesmos, colocassem 100% da frota nas ruas? Esta questão é uma disputa de poder e se a população está sem o serviço é porque os trabalhadores rodoviários chegaram ao limite e, não tendo outra opção, fizeram a greve. Sejamos menos aproveitadores e mais críticos senhor Santana.

  • Dilmar Gomes diz: 29 de janeiro de 2014

    Caro Santana, infelizmente somos egoístas, e neste mar de lágrimas ou de egocentricidade, poucos se salvam. Sabemos que direitos são direitos, entretanto, o direito de um não pode esmagar o direito de outro. Parece que o bom senso foi banido da face da terra. Sempre que há uma greve do grupo de prestação de serviço público, a população é a GRANDE PREJUDICADA. Não há como ser diferente. Outra coisa, recomendar a força, tanto por parte do povo contra o patrimônio geral, como da polícia contra o cidadão – cidadão, digo aquele ordeiro – infelizmente é o retorno à barbárie. A terra é uma escola, mas o nosso aprendizado é muito lento, haja vista, nós que já passamos dos 60, 70 ou 80 anos e vimos de perto a estupidez da ditadura, imaginávamos, que ao fim dos anos de chumbo não iríamos conviver com a estupidez vez novamente. Precisamos aprender, crescer, evoluir. O mundo deu um fantástico salto tecnológico nas últimas décadas, mas, lamentavelmente, moralmente não avançamos praticamente nada!

  • Cristiano Moraes diz: 29 de janeiro de 2014

    Vocês vem aqui comentar e esculhambam tudo! Todos os trabalhadores tem direitos, mas também tem deveres! Assim como os rodoviários tem o direito de protestar, também tem o dever de manter a frota mínima e atender as exigências da lei. O coitado do trabalhador que depende do transporte público é quem paga a conta… Esquecem que ele também tem direitos e deveres! Deveres esses que não poderão ser cumpridos, por conta dessa greve absurda e abusiva! Bem ouvi falar que é coisa combinada… Começo a acreditar que é!

  • Luiz diz: 29 de janeiro de 2014

    Um Prefeito que faz uma afirmação como a que o senhor Fortunati fez hoje, desrespeitando toda uma classe de trabalhadores, deveria sofrer um IMPEACHMENT.
    Ele não é digno de ser prefeito de Porto Alegre.
    O que os rodoviários estão fazendo está errado, mas merecemos mais de um Prefeito.

  • Fernando b diz: 29 de janeiro de 2014

    Concordo com vc plenamente. É impressionante como as pessoas não tem argumentos para dialogar e somente agridem o colunista. A população não pode ser prejudicada, gostaria que a justiça faça seu papel e prenda esses vagabundos que estão destruindo os ônibus que prestam serviço a população, e que o sindicato tenha vergonha na cara e pagam o conserto do que foi destruído. Porque um empresário investirá numa frota nova de ônibus se os próprios motoristas são os primeiros a destruí-los?

  • Jeckill da silva diz: 29 de janeiro de 2014

    Duas sugestões: edital para licitar as linhas de transporte urbano e bilhetagem eletrônica, eliminando os gastos inúteis com os cobradores.

  • alexandre garcia diz: 29 de janeiro de 2014

    Postado por lucia pires… nao posso acreditar que paulo santana esteja contra o trabalhador e o povo… todos estao vendo o q o fortuna ta fazendo com a prefeitura… sucateando a carris, e outros órgãos publicos… alguma coisa fortuna e capella tao levando…

  • Karina diz: 29 de janeiro de 2014

    Alguém já parou p pensar nos trabalhadores da saúde? Se estes profissionais não chegarem aos hospitais para trabalhar, milhões de pacientes ficarão desassistidos e correm risco de.morte. provavelmente os envolvidos na greve e os cidadãos a favor não possuem nenhum parente internado em hospital. Neste caso o maior prejudicado não é o trabalhador e sim as pessoas internadas aguardando por um cuidador q pode não chegar pq não há condução pública em Porto Alegre.

  • Roberto Almeida diz: 29 de janeiro de 2014

    Pessoal:

    O prefeito Fortunatti esta com mãos e pés amarrados, não o estou defendendo, porém os dois sindicatos, patronais e dos funcionários sabem que o Prefeito depende da aprovação do Tribunal de Contas para depois poder negociar qualquer aumento de valores de passagens. Se ele o fizer agora, esta correndo risco de ser retirado do cargo pelo próprio Tribunal de Contas. A única saída dele agora é , se esta ciente que se trata de um Locaute, rescindir todos os contratos atuais e abrir licitação. É hora dos rodoviários mostrarem que não se trata de uma greve falsa, ou que estão apoiando o Locaute dos Patrões, entrem nos seus ônibus e abram as roletas. Vamos ver se os donos das empresas vão deixar vcs saírem com os ônibus. Mostrem que o que estão reinvidicando é próprio. Mostrem para população que vcs estão ao lado do povo. Voltem a trabalhar deixando as roletas livres.

  • marcelo braga hoffmann diz: 29 de janeiro de 2014

    caro comentaristas esta greve é para mostrar que ninguem é bobo pois ….vejam nosso prefeito ele disse que é uma greve em conjunta com as empresas mas vamos analizando que a carris é do governo ele fez uma pronuncia contra ele mesmo ……fortunati uma vez na vida cala a boca e deixa de pensar como um politico querendo ganhar votos…..faz o seguinte aumenta a passagem pra 3,00 e as empresas vao aumentar o salario dos empregados e a greve acaba inclusive a tua carris vai parar a greve seu burro.

  • Anderson diz: 29 de janeiro de 2014

    O Sindicato dos rodoviários propôs colocar todos os ônibus em circulação com passe livre, inclusive reafirmado no programa conversas cruzadas e a prefeitura prefere defender o lucro dos empresários. Santana tu precisas rever teus conceitos ou tu estás tentando defender o lada dos empresários? A população não é boba e está vendo quem quer negociar e quem quer lucro fácil nesta história. Transporte clandestino, sem licitação e operado por 2 sócios gananciosos, ATP e PREFEITURA.

  • Cleber Oliveira diz: 29 de janeiro de 2014

    As pessoas só lembram de cobradores e motoristas quando o ônibus não vem, ninguém sequer imaginam as péssimas condições de trabalho, a tensão, as ameaças, as agressões e ofensas que diariamente somos submetidos, isso sem falar nos assaltos cometidos por bandidos mtas vezes violentos, passageiros de mal humor e de mal com a vida adoram desrespeitar os rodoviários no seu local de trabalho, jogar suas infelicidades e violências em cima da gente, temos que agradecer por chegar ilesos em casa depois de ficar um dia inteiro chacoalhando dentro de um ônibus que parece um forno, quem consegue trabalhar no ar-condicionado fica numa condição menos ruim, infelizmente só tenho essa sorte uma vez por semana, passageiros ficam 20 ou 40 minutos num ônibus sem ar-condicionado e reclamam, nós ficamos de 8 a 10h. Só espero que todos entendam que tb somos trabalhadores e merecemos ser valorizados, além do aumento precisamos do percentual por risco de vida ou insalubridade, e como todas as outras categorias temos nosso direito a greve, esse negócio de querer mais e melhores ônibus sem aumento de passagem é balela, a maioria das pessoas recebe VT e mais de 35% das pessoas que usam ônibus em Porto Alegre tem isenção ou usam cartão de terceiros mesmo não tendo direito.

  • charles evangelista dos santos diz: 29 de janeiro de 2014

    ta fora da casinha né santana v se para de fumar e limpa aquela tua pajero que é um nojo de tanta bagana de cigarro depois tu pode fala qualquer coisa sobre greve ou até entra nela se vc quiser mais primeiro limpa a tua camionete que é outro que não sabe ném o que é andar de onibus,,,

  • Luis diz: 29 de janeiro de 2014

    Santana, acho que você devia rever seus conceitos, parece que você não tem noção do que está acontecendo nesse momento, ” parece que eles foram veranear” , você tem noção de quanto é o salário de motoristas ou cobradores para poderem usufruir do mínimo possível de enterterimento, esse texto foi no mínimo ridículo! Espero novos comentários com uma analise pelo menos, razoável em relação a essa.

  • jefferson diz: 29 de janeiro de 2014

    Greve por greve, se fosse por isso tem muito trabalhador insatisfeito com o que ganha, porque só carteiro, professor e rodoviários fazem greve?Imagina se a moda pega e garis, padeiros, pedreiros etc, fazem greve sempre?Tudo iria ser uma bagunça :)

  • Alessandro Colorado diz: 29 de janeiro de 2014

    Muito lúcidas palavras. Parabéns Santana.
    O problema é que os sindicatos se tornaram um instrumento de malandros e vagabundos.

  • Fabiano diz: 29 de janeiro de 2014

    É UMA VERGONHA ESSA GREVE,TODO ANO A MESMA COISA E TODO ANO ELES GANHAM AUMENTO PO,SÃO UM BANDO DE COVARDES QUE DESAFIAM A POPULAÇÃO QUE NUNCA FAZ NADA E ASSISTE QUIETO TUDO.TEM OUTRAS MANEIRAS DE PROTESTAR E NÃO PREJUDICAR A POPULAÇÃO.TEM MUITA GENTE PERDENDO CONSULTAS E CIRURGIAS PELO SUS PELA FALTA DE VERGONHA DESSE SINDICATO LADRÃO E COVARDE.E O PREFEITO ASSISTE TUDO SEM TER REAÇÃO.CONTRATA EMPRESA PARTICULAR PRA RODAR EM POA SIMPLES.
    GREVE COVARDE

  • Diego M diz: 29 de janeiro de 2014

    Francamente tem que ser muito bunda mole pra apoiar essa causa “deles” quem ta se dando mal é o povo os la de cima tao nem aí… Porque nao abrem a porta de tras dos onibus ou liberem a catraca? Porque nao lutam por coletivos com ar condicionado ou melhores condiçoes para eles mesmos ou para nós no transporte? (Sim pq pra nós que vamos que nem gado eles nem lembram)NUNCA irei apoiar voces por mim pego onibus lotado e fico meia hora na parada todo dia…nao tem nada a ver com burguesia ou esse país é uma vergonha pode tudo, simplismente defecaram na cara do trabalhador que precisa do transporte…o povo gaucho era aguerrido hoje somos tao passivos uma pena, cansei de ser obrigado a apoiar causas por tabela posso sofrer mais meu apoio vcs nao vao ter!!!

  • MARCIO GUSMAO diz: 29 de janeiro de 2014

    SANTANA, SÓ TU QUE NÃO VÊ QUE O MARCELO GROHE É UM GRANDE GOLEIRO ! TE LIGA SANTANA!

  • Iara diz: 29 de janeiro de 2014

    Meu Deus, o q é isso!!! A justiça trabalha em conluio com o Santana??? tu acha q um Juiz vai se deixar envolver por um comentário teu??? vai se tratar, tu ñ anda ônibus, ñ dirige sucatas, tu e tuas idéias mirabolantes, cruzes!!! fora Santana!!!

  • Ronan Silveira Wittée diz: 29 de janeiro de 2014

    Esta claro de que a greve é contra o usuário.
    O esdrúxulo é que a única lei que parece valer no país,é a da greve.
    Direito de ir e vir,revogado.Concessão é favor e por aí.
    A turma que esta apoiando o quanto pior melhor,esquece que paciência tem limites.
    E este prefeito,que fez sucesso sendo vice de vários,em seu voo solo é um fracasso.Não foi além de um blefe!

  • Gus diz: 29 de janeiro de 2014

    14% de aumento? Isso é um absurdo em um pais onde a inflação é 5,91%. Onde está o metrô? O lob desses empresários também alimenta essa causa absurda. Esses mesmos grevistas são os que votam nesses governos corruptos e sindicalistas.

  • Marilena Chun Li diz: 29 de janeiro de 2014

    Parabéns Santanna, tu és um dos poucos na imprensa que tem coragem de peitar essa canalhada sindical que faz a população de refém sempre mentindo que é “pelo bem do povo”. Foi assim que essa esquerda porca chegou ao Governo Federal. Ora bolas, sindicalista vagabundo, cobrador e motorista de ônibus é só chutar um poste que caem 20, quem não tá gostando do serviço que vá procurar outro. Chega de pensamento atrasado nesse país.

  • Carlão diz: 29 de janeiro de 2014

    E o Sr., está pagando direitinho seu piloto particular???

  • Flavio diz: 29 de janeiro de 2014

    Como tem gente sem noção falando bobagem por aqui. Nem se deram conta que essa greve está forte porque é PATRONAL. Coitados dos motoristas e cobradores que somente receberão a reposição da inflação mesmo que a passagem seja reajustada acima dela. Estão servindo e manipulados pelos patrões.

  • carlos diz: 29 de janeiro de 2014

    #BurricesTrânsitoPOA A cidade esta um caos, obras que não acabam, corredores idiotas como da Cavalhada e esta greve é culpa da prefeitura que não licita. Acorda Santana.

  • Andre diz: 29 de janeiro de 2014

    Gostaria de saber se os rodoviários apoiariam uma redução de 30% ou greve geral de médicos e policiais. A população reconhece a importância do transporte público, mas greve geral é praticar o terrorismo.

  • Flavio diz: 29 de janeiro de 2014

    Santana.

    Por que não te aposentas?
    A época da ditadura, quando os trabalhadores não tinham direito à greve já acabou!
    70 % trabalhando não é greve.

  • Marcelo Collar diz: 29 de janeiro de 2014

    Caro Sant’Ana… é muito fácil criticar uma categoria frágil e que não atua de forma “burguesa” como tu e alguns de teus amigos que mamam na teta da RBS.
    Não és obrigado a apoiar o movimento, mas se não tens nada de positivo à acrescentar, peço que fique calado… pois não sabe o que esta categoria enfrenta!!!!!

  • Alan Silva diz: 29 de janeiro de 2014

    Senhor Paulo Santana, por favor deixe os trabalhadores em paz no exercício de seu direito de greve. O senhor não possui mais nenhuma identidade com o proletariado. Caso o senhor não tenha se dado conta, é um apoiador dos patrões, como quase 100% dos jornalistas, pois se colocam ao lado da classe dominante. Essa justiça, a qual se refere, é a justiça dos patrões, pois caso fosse para fazer justiça mesmo já teria sido extinta durante o tempo em que as elites reinaram soberanas neste país. O que vocês buscam é um jeito de acabar com o direito de greve. Vocês ficam emitindo manchetes dizendo que quem é prejudicadá é a população para jogar pobre contra pobre, e pasmem, vocês conseguem, melhor, conseguiam, pois estamos nos dando conta de quem vocês realmente são. O senhor e uma turma de filhotes da ditadura têm que se aposentar e ir para o litoral catar marisco, pois são ultrapassados, obsoletos, fora de linha, atrasados. Vá com Deus e as virgens.

  • Carlos Augusto Weber diz: 29 de janeiro de 2014

    Pra variar o concursado fazendo greve e não dando em nada. Esperimente fazer greve na iniciativa privada para ver o que acontece? para a tua vaga existem mais de 30 por aí!

  • Wagner Segala diz: 29 de janeiro de 2014

    A sociedade não pode esquecer as origens do Direito do Trabalho. O Direito de greve é garantia constitucional e histórica, conquistado a preço de sangue por trabalhadores. O Brasil, infelizmente, não tem cultura e inteligência suficiente para lidar com problemas sociais e vai, pouco a pouco, destruindo os pilares de nossa democracia, no caminho contrário da paz social. Enfiar goela a baixo decisões arbitrárias e que pretendem ajustar os problemas imediatos é o combustível para o caos. Depois, não chorem os prejuízos.

  • Roberto Hackmann diz: 29 de janeiro de 2014

    Prezado Paulo Santana – ponha logo seu pijama. 2014 já chegou e vc. ainda tendencioso. Lemos a RBS ´somente para discordarmos das falácias. O Sr. ainda tem perdido o tempo de se redimir.

  • Carlos Dias diz: 29 de janeiro de 2014

    Lamentável – Pablo – e Estupidez “Marilena Chun” no minimo proprietário de carro. Pois Bem nossa passagem de ônibus é a mais cara do país, nosso Prefeito esta mascarando a TAL Planilha a muitos anos, não só ele bem como seus antecessores. A Carris todos sabem é um rombo de dinheiro… Nunca ouve Licitação no Transporte Público em POA… e Assim os Empresários juntos com os políticos vão roubando do povo. Mas isto não é comentado… “O povo sem virtudes acaba por ser escravo…”

  • leozemi diz: 29 de janeiro de 2014

    Porque não comentou a respeito da proposta do sindicato: 100% da frota na rua com as catracas liberadas? Seria a foma de greve mais inteligente e não iria prejudicar a população. Mas não foi aceita, laro, iria prejudicar os bolsos dos empresários. Exigir 70% da frota é acabar com a greve. Agora a “justiça”tem poder para acabar com greves, oras…como se não soubéssemos quem é essa tal de “justiça”. É a mesma coisa que o governo da Ucrânia exigir que apenas 30% dos manifestantes saiam as ruas, três horas no turno da manhã, três horas no turno da tarde e a noite se recolham, pois é uma decisão da “justiça”. Piada.

  • Luciana diz: 29 de janeiro de 2014

    Quem é contra a greve certamente não pega ônibus. Quem é contra o sindicato certamente não depende deles para aumento de salário. Pois bem, muitos de nós, na verdade a grande maioria, depende das mobilizações sindicais para obter ao menos a reposição da inflação em seu salário. Portanto, apesar de prejudicada, sim eu apoio a greve. Por fim, cabe relatar que o fato de um ex sindicalista ter subido ao poder deste pais, e não ter conduzido de forma célere seu mandado, ele não foi o único, muitos antes dele fizeram o mesmo. Portanto, cabe a nós revindicar o que queremos já que ninguém que está no poder faz coisa alguma.

  • Gracieli diz: 29 de janeiro de 2014

    Mudar sim, mas fixando uma multa diária de R$ 50 mil? O Sindicato literalmente “sambou” em cima dessa multa! Para que tenha efeito a multa deve ser muito mais elevada!

  • Felipe diz: 29 de janeiro de 2014

    TEM Q MULTAR MESMO.

    DIREITO DO TRABALHADOR PODE IR NO TRABALHO.

    ESTES GREVISTAS SEMPRE FAZEM ISSO PRA AUMENTAR PASSAGEM DE ÔNIBUS.

  • Cesar Nunes diz: 29 de janeiro de 2014

    Santana:

    Há muito os sindicatos passaram a ser controlados por politiqueiros. Greve é uma medida extrema, e estamos longe disto neste caso, como em tantas outras greves que vimos nestes últimos tempos.
    Mas neste país cumprir a lei passou a ser uma mera fantasia.
    Arruaceiros quebram em nome de protestos contra qualquer coisa e grevistas oportunistas causam enorme prejuízos a população para se promoverem já que os reajustes (das passagens e dos salários) com certeza já estão acertados (entre sindicato e patronais e, se bobearmos, até com o governo) há tempos.
    É óbvio que as partes já sabem o desfecho. De resto dane-se a população.

  • Carlos Eduardo diz: 29 de janeiro de 2014

    A putaria começou quando o PT na época do Olívio queria encampar todas as empresas de ônibus.
    Os empresários fizeram o acerto que o PT queria e de lá para cá o transporte coletivo em Porto Alegre vira uma bagunça todo início de ano.
    Quem manda no Rio Grande é o PT de Tarso. É o que o povo quer. Não podem se queixar. Acham que votando no PT a vida vai melhorar. Melhora para os Petistas. Os arruaceiros podem fazer o que querem, pois o PT não faz nada com medo de perder o poder. O povo que se dane…mas é o que o Povo quer…

  • MARCUS VINICIUS diz: 29 de janeiro de 2014

    Para o Jose henrique e alguns ai que só sabem falar bobagens, também não sou burguês, pago meus impostos como qualquer outro e acho também que querer aumento, melhorias na vida deles é legal, mas ai vc prejudicar todo mundo inclusive como constatou uma pessoa ai acima sobre a história de consultas médicas, eu inclusive na minha família passamos por isso, foi cancelada uma consulta devido a greve dos ônibus consulta essa que se levou meses para agendar a por favor não me venham com essa desde que se criou essa corja de sindicalistas vivemos nisso, eles fazem o que querem com todo mundo bem como fala um amigo meu que respeito muito pela sua vivência e como pessoa “OS BANDIDOS TOMARAM CONTA DESSE PAÍS” porque no meio desse sindicalistas sempre tem pessoas cheios das mas intenções como dizem que nem melancia quente no verão loucos para fazerem mal para alguém e Paulo Santana continue fazendo seus comentários esses que reclamam de vc são colorados recalcados.

  • Fabio diz: 29 de janeiro de 2014

    gente, calma, o santana só ta escrevendo para ser lido…. decadencia total !!

  • fabio diz: 29 de janeiro de 2014

    quem da o canetaço do aumento da passagem e o prefeito que vcs elegeram. tava com 30 porcento de onibus nas ruas e a lei sendo respeitada e tavam reclamando e ate agrediram rodoviarios. agora nao tem onibus quem sabe vao aprende a dar valor pra quem ta ali trabalhando. dao uma de coitadinhos nas entrevistas mas tem varios mal educado que tao sempre reclamando e colocando a culpa nos rodoviarios pelos onibus cheios no dia a dia. agora tem mais e que caminhar mesmo vao a pé pra aprende a dar valor pra quem tranporta vcs. tao sempre reclamando e agora tao implorando por um onibus.

  • Claudio diz: 30 de janeiro de 2014

    No JN disseram que os frouxos aceitaram uma paralisação de 12 dias e 1 real de aumento no ticket. Já fiz greve, mas depois de alguns anos vi que eramos usados como boi de piranha dos sindicatos, brigavamos, brigavamos e no fim eles faziam um acordo meia boca e ganhavam visibilidade para depois se candidatarem a um cargo politico ou mesmo uma boquinha no poder público. Mas dessa vezz a coisa foi mais ridicula.

    Queria entender também que número é esse que a ZH coloca de 1 milhão de usuários, não tem tudo isso andando de onibus!!!

  • Luiz Carlos diz: 7 de fevereiro de 2014

    Santana como tem gente te malhando, acho que é só porque és gremista, vai tranquilo que estas certo!
    Se fosssem Professores ou trabalhadores de verdade, nossa polícia já teria sentado o cacetete, largado bombas de efeito moral como já fizeram em outras manifestações pacíficas. Nestas só houve quebra-quebra porque o governo colocou toda a policia em cima dos manifestantes, foi agressiva, autoritária. Agora, quase época de eleições, se ve é alguns marginais, atras da máscara do interesse político se passando por trabalhador mas são manifestantes sabemos bem de onde, que não obedecem as leis e impedem os trabalhadores de verdade (motoristas e cobradores) de trabalharem.
    Estes “parasitas” estão apenas buscando espaço político para as próximas eleições em se eleger e, alguns, se reeleger para cargos políticos.
    Botem a Polícia nas entradas das garagens, motos nas ruas, e cacete em cima desses marginais.
    Essa história já conhecemos.

Envie seu Comentário