Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Mãos à obra, SUS!

15 de julho de 2014 3

Agora que terminou a farra da Copa é hora do governo arregaçar as mangas e tratar da Copa do Mundo da Saúde do Povo Brasileiro.
Não há mais desculpa de falta de dinheiro para as verbas da Saúde, depois de o governo ter esbanjado esta soma colossal de bilhões de dólares na Copa do Mundo e se preparar para mais esbanjamento na Olimpíada de 2016 no Rio de Janeiro.
É hora do governo se consagrar muito mais do que pretendeu se consagrar com a Copa, acabando com os doentes, mas não acabando com eles por morte nas filas.
Acabando com as filas, dando Saúde para quem precisa.
Um governo que faz uma Copa do Mundo bilionária como esta, dele só se espera que redima a Saúde, extinguindo com as filas de cirurgia e de consultas do SUS, mandando atender a todo o mundo e tornando esse país digno do seu descobrimento.

Comentários (3)

  • Paulo diz: 15 de julho de 2014

    A FIFA provou mais uma vez que com organização e determinação as coisas funcionam, fluem se realizam, esteve aqui em nosso país mais uma copa e sempre organizada.

    A seleção alemã mostrou também que com organização, determinação, dedicação, humildade, respeito e amor é o caminho para se vencer uma copa.

    Assim devem ser nossos políticos, determinados, organizados, dedicados é ponto inicial para fazer um serviço público da saúde funcionar. Temos que querer que as coisas mudem e em tudo que se faz na vida é preciso fazer com amor também aí funciona.
    Não é só o dinheiro o problema porque quando o governo quer fazer alguma coisa o dinheiro sempre aparece como na realização da copa e daqui a dois anos as olimpíadas.

  • Lauro diz: 15 de julho de 2014

    Sr. Santana

    Concordo com a Copa da Saúde, vamos formar mais medicos, e trazer mais medicos do exterior, assim poderemos começar a fazer hospitais com excelentes equipamentos, emergencias, UTIs, etc…, porque com o numero de medicos que temos se fizermos hospitais, emergencias, UTIs e etc…, esses predios serão ocupados por advogados, administradores de empresa, contadores, micro empresário, e etc…, não terão nenhuma utilidade para a saude.

  • Francisco diz: 15 de julho de 2014

    Acabei de assistir , na TV, uma comemoração , em Berlin, dos Alemães que, Andando agachados, diziam:
    “Somos gaúchos e gaúchos andam assim!”
    Após caminhavam eretos e diziam: “Somos Alemães e Alemães andam assim!”
    Os Alemães ou são burros ou mal intencionados, podem chamar de Gaúchos os Argentinos, mas Gaúchos também são os habitantes do Rio Grande do Sul, com descendentes em inúmeras Cidades “Berço da Colonização Alemã” , no Estado. Será supõe que os imigrantes alemães , andam “agachados”? Que maravilha de Relações Públicas, Primeiro Mundo! Se queriam ser simpáticos explorando a rivalidade, no futebol, entre Brasil e Argentina, fizeram um papel ridículo!
    Pablo, mudando para o assunto proposto, o SUS, apesar do bom atendimento dos nossos bravos médicos Brasileiros, a falta de estrutura é devastadora. A crise chegou até para quem possui Plano de Saúde e, nesse caso é “criminoso” o que fazem com os segurados que completam mais de 59 anos. A fatura mensal corroi a aposentadoria , a tal ponto que fica difícil comprar os remédios, que os mantém vivos. O reajuste implementado pelas Empresas de Planos de Saúde, sempre é superior à inflação anual e superior ao dissídio das categorias de trabalhadores. O que fazer? As Empresas de Planos de Saude, dizem que os custos extrapolam os seus orçamentos. Pensar o que? Que a Saúde se tornou a Máfia dos Remédios e dos Exames clínicos? Quem possui Plano de Saúde, faz o seu “Check Up” anual e quem solicita os exames são os Médicos, das mais diversas especializações, tanto para o homem quanto para a mulher. Há algum erro nisso, existe má intenção, está havendo algum “abuso”, na solicitação de exames? Uma coisa é certa, não existe cobertura de saúde grátís, não há café da manhã, almoço, café da tarde e janta, “de graça”. O Governo , quer dar Saúde, sem custo financeiro, para o segurado do SUS, isso não existe! No Brasil, não há estrutura para isso e para benefícios Sociais como “Bolsas isso, bolsas aquilo, etc..
    Nos Estados Unidos, o “Obama Care”, sofre uma pressão imensa , do “Lobby” político e financeiro, dos conglomerados dos Planos de Saúde particulares. Quem financia , as campanhas políticas? Candidato sem dinheiro , não se elege , de maneira nenhuma em qualquer parte do Mundo.
    É muito complicada esta questão, mas rende muitos “dividendos polítiqueiros e eleitoreiros.

Envie seu Comentário