clicRBS
Nova busca - outros
11 abr13:01

Motorista embriagado desafia policiais no centro da cidade

Guilherme Canal, RBS TV Santa Rosa


Um motorista flagrado dirigindo embriagado, no centro de Santa Rosa, vai ter que se explicar na Justiça. Ele se negou a fazer o teste do bafômetro. Exaltado, deu trabalho aos policiais.

A equipe da RBS TV Santa Rosa acompanhou tudo. O motorista até cantou para a equipe.

José Vilson Sauer foi parado pela Brigada Militar, que recebeu uma denúncia que ele estaria dirigindo embriagado.

- Só vim ali no posto, aí me seguiram. Não tenho nada a ver e me denunciaram. Tomei só uma, na canastra – justificou o motorista.

Ele se negou a fazer o teste do etilômetro. Ao invés de assoprar, cheirou o equipamento.

De todas as formas o motorista tentou convencer os policiais de que estava sóbrio, fez até “o quatro”.

Sem fazer o teste, o agricultor teve o carro guinchado e a carteira de motorista retida. O motorista não quis assinar o documento da apreensão e discutiu com os policiais. Diante dos xingamentos, Sauer foi encaminhado à Delegacia de Polícia.

Na delegacia, ele foi denunciado pela Brigada Militar por desacato à autoridade e ameaça.

Assista ao vídeo do flagrante no blog da RBS TV Santa Rosa.

Bookmark and Share

Por

21 Comentários »

  • Maristela disse:

    Na minha opinião esta reportagem foi infeliz, de extremo mau gosto, nada informativa e só teve o objetivo de humilhar e ridicularizar o pobre cidadão, que está errado e contra lei, não há dúvida disso, mas merecia ser encaminhado à delegacia longe das luzes das câmeras, até mesmo em respeito à família e a ele próprio quando estiver sóbrio.
    Na falta de notícias, é melhor calar do que ficar ao pé da Brigada Militar esperando algo para divulgar. Espero sinceramente, que este senhor mova uma ação contra a RBS TV local.

  • Eloi F. disse:

    Parabéns! É isso ai… vamos mostrar essas coisas… afinal da audiência, não!? Muito legal, acho que agora todo mundo vai se concientizar sobre alcoolismo X direção. Logicamente que talvez o impacto não seja tão positivo quanto o proporcionado por mostrar todo, repito, TODO o dia acidentes, mortes, assaltos, no horário do almoço, aquela hora sagrada que a grande maioria das familias da nossa região se reune pra conversar um pouco, almoçar, viver as coisas boas da familia, justamente ai o sangue ta jorrando pela tela da TV.
    Não sou a favor do que o Sr. José Vilson Sauer fez, e também fico triste por tudo de ruim que acontece nas estradas, afinal, trabalho com vendas e estou todo o dia na estrada, mas tornar publico algumas coisas não ajuda em nada, não melhora nada, não resolve nada. Tenho dó da familia dele, exposta ao ridículo pelo ocorrido. Quando um bandido é preso, vocês não mostram a cara dele, devem ter medo do que vai acontecer. Tenho certeza que ninguem da familia do Sr. Sauer vai fazer mal pra vocês, dai fica facil, né. É o ditado “bater em bêbado”
    Que triste que seja assim. O melhor meio de comunicação da nossa região só mostrando o problema e esquecendo da solução. Esquecendo que pode ser o trunfo para a região deixar de um lugar onde as pessoas nascem, crescem, profissionalizam-se e vão pra outro lugar, por não terem perspectiva de crescimento aqui. Tanta coisa boa pra mostrar, tanto empreendedor precisando de uma forcinha pra fazer os seus negócios crescerem. E ai, o que se vê são coisas assim, como as de hoje…
    O Sr. José errou, deve ser punido por isso e não ridicularizado.
    Outros tantos Josés na região, lutam, trabalham muito, esforçam-se, precisam de ajuda, mas… mas isso não dá audiência, não repercute na RBS do estado, então os deixe, vamos fazer de conta que não existem…
    A região precisa de vocês, assumam isso e trabalhem pela região, com profissionalismo e não sensacionalismo, assumam seu papel em prol do desenvolvimento e não da ruina.
    Deus fique com vocês…

    Eloi F.

  • Joana disse:

    Sou favorável a punição. Errou, tem que pagar, mas não ser exposto ao ridículo. A reportagem foi engraçada, mas já pensaram na família do cara? Pra que fazer isso?

  • Lauro disse:

    Com esse tipo de comportamento ele ofendeu, além da polícia, também a sociedade, pois a via é pública. Parabéns a Brig. Militar pelo trabalho.

  • Angelo A B O. disse:

    OLHA, A RBS DAQUI DE SANTA ROSA PARECE UMA RADIO…SÓ DA NOTICIA E NAO MOSTRA NADA…ESPERO QUE QUANDO PRENDAM ALGUM BANDIDO, VCS DA TV, VÃO LÁ E MOSTREM A CARA DELE… ESSES DIAS TINHA UM BANDIDO PROCURADO E SO FALARAM O NOME DELE, EM VEZ DE MOSTRAR A FOTO DO PROCURADO…COMÉDIA ESSA RBS DE SANTA ROSA.PARABÉNS PARA A BM

  • Vanessa disse:

    Na minha opinião a matéria nao foi feliz, concordo que deve haver punições para quem dirige bêbado, pois vidas se tornam vulneráveis com alguém que nao está em sã consciência. Mas, achei a matéria estendida, humilhando o cidadão, que é um ser humano, como todos nós,que erramos e acertamos todos os dias.

  • Evandro disse:

    Moro em Mato Grosso, e assisti o jornal hoje da rede globo, e para a minha surpresa conheço o vivente protagonista dessa reportagem, pois cresci nessas redondezas e conheço bem a família dele. Graças a essas atitudes da polícia de coibir que tantos outros põe em risco a vida das pessoas e a sua própria quando exageram muito na ingestão de álcool e saem por ai dirigindo como se não houvessem nehum problema. Mas o problema é outro é nossos meios de comunicação, não tem nenhuma diferença entre o sul e o centro-oeste do Brasil, enquanto a tv de nossa casa, que está sempre em um lugar priveligiado onde todos ficam ao seu redor, ou melhor, a sua frente, não estiver “escorrendo sangue” isso mesmo, sangue, com as notícias que nós deixamos invadir nossos lares, “esses” “formadores de opiniões” se esbaldam em trazer qualquer tipo de informação rídicula para nós. Será que não há realmente notícias que sejam “educativas” promissoras do bem….

  • mauro cerro largo disse:

    Os indices de acidentes em finais de semana são acima do normal justamente por causa da enbriaguez, depois do de ocorrer as tragedias nada mais pode-se fazer

  • mauro luis machry- cerro largo disse:

    A Brigada agiu corretamente, chegar depois só para fazer o levantamento e encaminhar os corpos pro IML não adianta nada. Talves evitou o pior tambem neste caso

  • Pável Bauken disse:

    Concordo com a materia e tem que mostra a cara do borracho mesmo grande matéria, quem tem que ter vergonha na cara é ele ali e se a familia tivese preocupada não deixaria ele sair de carro bebado e fazer fisco no centro da cidade, grande materia.

  • Anderson disse:

    Lamento ler os comentários de quem ainda defenda o anonimato de quem coloca em risco a vida de outras pessoas. Será que as pessoas que defendem o ato de quem dirige bêbado manteriam a mesma opinião se o homem andasse mais um quilômetro e matasse o pai e mãe deles? NÃO MANTERIAM…É assim, engenheiros para obras prontas sempre aparecerão para criticar. E sempre vão aparecer quando não interferem em sua rotina, caso contrário se acham as pessoas mais prejudicadas do mundo. Tem que mostrar a cara de quem comete este tipo de crime. A BM, tão elogiada ainda faz pouco pelo que acontece na nossa cidade e nossa estrada. Aposto que aqueles que defendem aqui algo errado, devem cometer o mesmo, devem ser os mesmo que ficam bebendo em torno do parcão no domingo, sujam as ruas e saem causando acidentes e roubando. A pessoa que dirige embriagada sem noção do que está fazendo deve ter o mesmo tratamento de quem arromba nossas casas.

  • Angelo A B O disse:

    AH E OUTRA, CADE O VIDEO NO PORTAL DA RBS??NÃO POSTARAM POR QUE? MEDO DE PROCESSO?

  • Deise Froelich (Autor) disse:

    Está disponível no link vídeos do blog da RBS TV Santa Rosa, no espaço do Jornal do Almoço de segunda-feira. Ainda, no clicrbs.com.br, existe um espaço de vídeos da RBS TV, onde estão todos os blocos do Jornal do Almoço do estado.
    Obrigada pela participação

  • Juliano disse:

    Fico envergonhado em ver a nossa glorioza Brigada mostrando trabalho nas frentes das cameras, porque é que eles fazem vistas grossas para os frequentadores acíduos do “bobóbramo” da Avenida Rio Branco? Pois todas sexta-feiras a rapaziada bebem sentados nos capôs dos carros na frente do módolo da Brigada.
    Quem descumpre a lei tem que ser punido, agora o que a RBS fez para esse próximo é fergonhoso,difamaram para o Brasil e o mundo. Quanto prenderam aqueles cinco traficantes semanas atras, não mostraram o rosto dos sem-vergonhas, porque será?
    Total falta de ética.
    Temos que terminar com os monopólios que ainda existem nesse país!
    Juliano Oliveira

  • Deise Froelich (Autor) disse:

    Conversei com a coordenadora de telejornalismo local a respeito desse assunto. A Lisiane Sackis esclareceu o fato.
    “Concordamos que realmente é importante mostrarmos a cara dos traficantes. Mas como empresa de comunicação, precisamos seguir a legislação do país, ou seja, podemos mostrar pessoas que foram flagradas cometendo ato criminoso.
    Os traficantes, no exemplo citado, não foram presos em flagrante. Apenas podemos citar o nome, após julgamento. O Grupo RBS defende claramente o combate ao mal que as drogas causam, conforme campanhas como Crack nem Pensar e tantas outras.
    Sobre o senhor José Sauer, o fato jornalístico existiu, houve flagrante policial e ele estava em via pública oferecendo risco a outras pessoas que transitavam pelo centro de Santa Rosa. Este senhor aceitou dar a entrevista no dia do fato e também no dia seguinte, quando estava sóbrio. Antes que acontecesse algo mais grave, como uma morte no trânsito, mostramos o perigo da combinação álcool e direção. O trabalho da imprensa é mostrar os fatos, o julgamento é feito pelo público, cuja opinião respeitamos. Portanto, fiquem à vontade para opinar” Lisiane.

  • Maristela disse:

    O que me parece controverso é que o cidadão foi considerado impossibilitado de dirigir (e de fato estava, por estar alcoolizado), porém as declarações dele são tidas como desacato e ele aceitou dar entrevista. Se ele estava embriagado, pode-se considerar algo do que ele disse?

  • Márcio disse:

    Lisiane,muito bonitas as suas palavras, reporttagem respaldada na legislação, etc. Mas, vamos concordar, é falta de ética total fazer isso com um ser humano. Certamente vocês colocaram isso no ar porque acharam engraçado e pensaram que os outros iriam achar o mesmo. Como você pode ver acima nos comentários, erraram.

  • Lisiane Sackis disse:

    Oi, Márcio,desde que trabalho na RBS, há 19 anos, não veiculamos notícias no ar porque achamos” engraçado”, ainda mais quando isso se refere a um drama, no caso o alcoolismo, deste agricultor. Nosso trabalho é sério, respeitamos as pessoas, assim como respeitamos o fato de você ter opinião diversa. Mais uma vez reforço que quem emite opinião toma uma posição, o que acho louvável diante de tanta gente que fica em cima do muro. Volto a dizer, tudo nesta vida “tem os dois lados”, premissa que respeitamos dentro do trabalho jornalístico.
    grande abraço,
    Lisiane

  • Nerci disse:

    De fato, o alcoolismo é um drama…….. o que chama atenção é a “ocasionalidade” da presença da reportagem em uma abordagem normal, sendo que o mesmo não ocorre com habitualidade, quando se trata dos filhinhos de papai que cometem verdadeiras loucuras no trânsito urbano. O senhor “flagrado” certamente cometeu um grande erro com a sua atitude, pois poderia causar gravames de difícil reparação a terceiros, mas o fato de trafegar num veículo antigo e ser colono, pesou no “flagrante”. Inflelizmente os colonos, pobres, e menos favorecidos, recebem tratamento diferenciado, para pior.

  • Marcos Zarzecki disse:

    Realmente essa questão é bastante polêmica, a polícia federal em anos anteriores estava usando bastante essa tática de mostrar tudo, filmar e divulgar, inclusive ao vivo, mudaram não sei por que. Devem ter se metido com algum cachorro grande. Por que a RBS não acompanha as noites no centro, principalmente quando os filhos dos “cachorros grandes” se botam e desafiam as forças de segurança, em alguns momentos desafiam e ameaçam. Já presenciei o pai de um sem vergonha vir agredir verbalmente os policiais ali no centro…Estranho que nessas horas as câmeras da RBS estão desligadas. Devem estar no horário de manutenção.Ou será que se um funcionário se atreve a vir no centro com uma câmera em determinado horário no outro dia ele não trabalha mais na empresa……

  • bruna disse:

    Acho que a RBS fez seu trabalho de divulgação, porém acabou ridicularizando um ser humano. Pq não filmam por exemplo, os jovens ao sair da TAO completamente embriagados e dirigindo? Entendo o dever de divulgação da RBS, mas como opinião cada um tem a sua, acho que se fosse outra pessoa mais economicamente favorecida, não seria ridicularizada e nem tratada da mesma forma.

Comentários