clicRBS
Nova busca - outros
01 jun17:43

Novo pronto atendimento reforça serviços de saúde em Giruá

Um dos mais importantes investimentos em Saúde dos últimos anos em Giruá foi inaugurado nesta segunda-feira, 30.

Giruá conta com um novo pronto atendimento, considerado uma das mais modernas estruturas da região. Construído junto ao Hospital São José (HSJ), na Rua Sete de Setembro, é o primeiro dos três empreendimentos que estão sendo concluídos no município. Sua inauguração ocorreu na segunda-feira, dia 30 e o atendimento inicia neste mês, com os serviços de emergência, plantão com médico, atendimento humanizado com salas individuais e sala de observação.

A nova estrutura foi projetada a partir da necessidade de ampliar o espaço físico do Hospital, que além dos Centros de Referência em Reabilitação Física e em Diagnóstico em Saúde da Mulher, também passou a sediar em seus espaços o Centro de Referência em Baixa Visão e Cegueira. O local contempla uma área de 430 m2, financiados com recursos próprios do Governo Municipal e da instituição, que é mantida pela Rede Verzeri. O investimento total foi de R$ 400 mil.

Estrutura e serviços

O pronto atendimento foi mobiliado e climatizado com investimentos da própria instituição, recursos na ordem de R$ 150 mil. A estrutura física contempla duas salas de recepção, três consultórios médicos, uma sala de triagem, uma sala de gesso, uma sala de inalação, uma sala de emergência, posto de enfermagem, sanitários e demais dependências.

Bookmark and Share

Por

Um Comentário »

  • Nerci disse:

    O investimento do Hospital de Giruá, que presumo ser fruto, inclusive, de recursos públicos, em parte pelo menos. Poucos investimentos de porte têm sido feitos, em todos os níveis da federação, apesar das generosas quantias do erário disponibilizadas às ações de saúde, dos quais, grande parte acaba por alimentar a maldita corrupção e/ou superfaturamentos. A notícia aqui veiculada faz referências precisas às estruturas do pronto atendimento, mas não refere quais camadas da sociedade serão atendidas, o que nos faz crer que o atendimento será direcionado aos convênios e particulares, o que é um direito da instituição investidora. Não obstante, não se duvida que teremos mais um “postão” para atender casos de menor porte, e em horários prédeterminados, seguindo com a “ambulancioterapia” aos pobres, que serão conduzidos às cidades de referências das respectivas especialidades. Parabéns aos empreendedores, muita sorte, pois estão fazendo a sua parte, ainda que em atenção de seus próprios interesses, direito que lhes é conferido.

Comentários