clicRBS
Nova busca - outros
06 out13:15

Perícia divulga detalhes do acidente que vitimou 29 gaúchos no oeste catarinense

Passados sete meses da tragédia que vitimou 29 gaúchos, foi divulgado o laudo que aponta a causa do acidente entre um ônibus e um caminhão, no oeste catarinense.

Cada passo do que aconteceu na madrugada do dia 5 de março, na BR-282, em Descanso (SC), foi analisado pelo Instituto Geral de Perícia de São Miguel do Oeste (SC). O caminhão bi trem carregado de tábuas de madeira colidiu em um ônibus, que saiu de Santo Cristo, noroeste gaúcho, com destino ao Paraná.

Segundo o perito criminal Luiz Maran, a causa do acidente foi uma manobra evasiva feita pelo condutor do caminhão, o que fez com que o veículo atingisse a velocidade crítica para o tombamento. Em um intervalo menor a dois segundos, o ônibus bateu no sentido oblíquo.

- Se ele não fizesse a manobra evasiva, ele seguiria em frente. O motorista doônibus teve pouco tempo de reação, menor que dois segundos – afirma o perito.

No momento do tombamento, o tacógrafo da carreta marcava 95,4km/h. Já o ônibus estava a aproximadamente 70km/h, segundo a perícia. Ao final da curva, o motorista do caminhão errou em sua manobra, invadiu a pista contrária e tombou.

As tábuas do caminhão se projetaram sobre o ônibus, que transportava 44 passageiros e dois motoristas.

O saldo foi trágico: 17 feridos e 29 mortos, entre eles, o motorista do caminhão e sua mulher, e o condutor do ônibus. A maioria das vítimas morava na comunidade de linha salto, interior de Santo Cristo, e viajava para participar de um campeonato de bolão.

O efeito dominó dos bancos do ônibus, que foram arrancados e lançados para frente, ocasionou a morte imediata de 26 pessoas. Outras três, morreram alguns dias depois, no hospital.

O acidente ocorreu no km 639, nove quilômetros adiante do local onde, em 9 de outubro de 2007, 27 pessoas morreram em dois acidentes de trânsito.

Bookmark and Share

Por

Comentários