clicRBS
Nova busca - outros
27 out13:54

Hipótese de que Luana estaria no Paraguai não é comprovada

O caso Luana ainda  intriga a Polícia Civil e a comunidade de Três Passos. A informação de que a adolescente, que sumiu no dia 13 de julho deste ano, aos 14 anos e grávida de sete meses, estaria no Paraguai, não foi confirmada.

O pai da criança, que foi o último a conversar com Luana antes de seu desaparecimento, está trabalhando naquele país, na fazenda da família de sua mulher. Segundo familiares, o homem de 27 anos, morador de Humaitá, deve retornar para o Brasil em novembro.

A hipótese de Luana estar no Paraguai havia sido levantada em denúncia anônima ao Conselho Tutelar. Segundo a delegada Caroline Bamberg Machado as informações foram investigadas, mas a hipótese não foi fundamentada.

- Não podemos confirmar nada, pois não há indícios de a Luana estar lá. Tínhamos informações antigas que não foram fundadas. Estamos investigando todas as informações que estão chegando e descartando aquelas que não são fundamentadas – afirma.

Sem comprovação de crime, não há suspeita concreta.

A família questiona a ilegalidade na situação do suposto pai da criança ter dado uma quantia grande de dinheiro para Luana ter o filho em outra cidade. O juiz da infância e juventude Fernando Vieira dos Santos afirma não se configurar um ato ilegal.

- Dependendo o que aconteceu com ela a partir do desaparecimento pode se configurar eventualmente algum crime, mas até o momento pelas informações que nós temos dos resultados das investigações não há uma acusação formal de crime contra ele – destaca o juiz.

Nesta terça-feira, Ivone de Moraes, 54 anos, mãe de Luana, deixou mais uma vez a Delegacia sem respostas. Ela não se conforma com a falta de notícias. Para a mãe da menina, a única pessoa que poderia contar onde a filha e a neta estão é o suposto pai do bebê.

- Eu estou com muito medo. Se ela tivesse no Brasil, ia me ligar. Se não está no Paraguai, está morta então – desabafou a mãe.

A família também buscou informações com parentes de Luana, que moram em São Leopoldo e na Argentina. Ninguém tem notícias.

Na casa de amigos, onde a adolescente estava em outro registro de sumiço, também já foi procurada.

- No ano passado, quando foi pra Santo Ângelo, ela me ligou no mesmo dia. Mas como no terceiro dia ela não quis voltar, fui no Conselho Tutelar e na Delegacia e mandei buscar. Mesmo assim, ela me ligou durante os três dias – conta Ivone.

Quem tiver informações que possam levar até a adolescente, pode entrar em contato com a Polícia Civil de Três Passos, pelo telefone (55) 3522-1211, ou informar à polícia mais próxima, pelo 197.

Bookmark and Share

Por

Um Comentário »

  • titoligado disse:

    Meu Deus,será que essa menina tá morta?que vai acontecer igual Elisa Samudio que sumiu o corpo?será que mais uma vez,nesse País,alguém vai ficar impude?
    De onde o pai tirou o dinheiro para pagar?
    Tem caroço nesse angu.
    Mas,tenho certeza que agora vai ser descoberto,pq a RBS está junto nas investigações,e eles são feras nisso.
    ABENÇOADA MÍDIA,ABENÇOADA RBS…

Comentários