clicRBS
Nova busca - outros

acidente de ônibus

21 abr11:50

“Estou mais emocionado aqui do que jamais estive em um clássico Gre-Nal”, afirmou Brito na linha Salto

O início de uma nova etapa foi afirmada ontem à noite, pela comunidade de linha Salto, interior de Santo Cristo. Um mês e meio depois do acidente com ônibus que matou mais de 20 de seus integrantes, a Sociedade Recreativa Tiradentes foi reinaugurada oficialmente.

Mais de mil pessoas de toda a região, em sua maioria atletas, estiveram no local para dar seu apoio à comunidade. Entre elas, uma presença ilustre.

Assim que chegou, o apresentador do Globo Esporte e narrador esportivo, Paulo Brito, foi motivo de muitos sorrisos e admiração. Depois de 500km de estrada enfrentados voluntariamente, atencioso, retribuiu abraços e registrou fotografias.Diante de tanto carinho, Brito declarou sua emoção.

- Estou mais emocionado aqui do que jamais estive em um clássico Gre-Nal. Quero continuar recebendo notícias da comunidade da linha Salto, dar a força necessária e ver essa comunidade dando exemplo de superação – afirmou o apresentador.

A alegria da companhia ilustre e a disposição em jogar futsal, bocha e bolão, confirmou a motivação da comunidade de viver um novo momento.

A quadra do salão lotada e as filas para jogar bolão, de nenhuma forma lembravam o cenário de tristeza de pouco mais de um mês. Era a presença de caravanas de atletas de todas as localidades do interior de Santo Cristo, além de equipes de bolão e futsal que vieram de outros municípios da região, que dava a força e a energia necessária para dar continuidade às atividades esportivas, que fazem parte da Sociedade Tiradentes há exatos 55 anos.

Essa energia, aliás, foi mostrada em campo. O time da RBS, encabeçado pelo apresentador Paulo Brito, até tentou mostrar suas habilidades. Mas teve poucas chances diante da garra e do entrosamento dos atletas da linha Salto. O resultado do jogo de futsal mostra que a motivação volta à pequena comunidade do interior: oito gols para a linha Salto e um para a RBS.

A comunidade de linha Salto, aos poucos, volta às atividades esportivas que já lhe renderam dezenas de trofeus. Para tanto, o apoio e a solidariedade continuam sendo necessidades primárias.

Depoimentos de motivação

- É um outro momento que a comunidade vive, depois de tanta dor. A coletividade, a união, a convivência comunitária: este é o espírito daqui. A comunidade sempre foi muito organizada, em seus 55 anos, e com seu espírito de solidariedade e cooperação vai dar a volta por cima.

Secretário de Saúde e Assistência Social de Santo Cristo, José Valdir Rodrigues da Silva, que passou os dez dias após o acidente em Santa Catarina, para acompanhar os sobreviventes hospitalizados.

- Tenho muito orgulho da minha equipe e das pessoas que fizeram alguma coisa para ajudar as famílias. É isso que dá força à comunidade.

Jairo Lacks, gerente executivo do Grupo RBS na região.

- A transitoriedade da vida, a gente não consegue mudar, mas juntos, temos mais força para a continuidade dela. Contem sempre conosco, linha Salto, vocês são um exemplo para nós.

Lisiane Sackis, apresentadora do Jornal do Almoço da RBS TV Santa Rosa.

- Fiquei muito feliz e emocionado em ver todas as pessoas que vieram até a linha Salto, de diferentes locais da região. Ninguém esquecerá desse momento. Ninguém esquecerá da companhia do Brito. A comunidade está muito feliz e será sempre grata.

Prefeito de Santo Cristo, José Luís Seger.

- Ninguém esquecerá dessas pessoas maravilhosas que construíram linha Salto. Foi muito difícil enfrentar o que enfrentamos. Mas Deus existe e conseguimos superar. Em nome da minha comunidade, fica o agradecimento a cada um que conseguiu de alguma forma acalmar o coração das nossas famílias.

Prefeita de Porto Vera Cruz, Vanice Helena Andrade de Matos, que morou durante vinte anos na comunidade da linha Salto.

- Nós como cristãos sabemos como é importante ter fé. A comunidade soube fazer uso disso e deu exemplo de superação.

Padre Valcir Puhl, da Paróquia Ascensão do Senhor de Santo Cristo.



Bookmark and Share
Comente aqui
20 abr15:20

Evento reabre hoje a Sociedade Recreativa da linha Salto

Nos últimos dias, o telefone da prefeitura de Santo Cristo não parou de tocar. Eram atletas, pessoas comovidas e autoridades da região buscando informações de como participar do evento Solidariedade Esportiva, que será realizado hoje, na linha Salto, em Santo Cristo.

Um mês e meio após a tragédia que matou mais de 20 integrantes da comunidade, em um acidente de ônibus no oeste catarinense, o salão da Sociedade Recreativa Tiradentes será oficialmente reaberto.

O apresentador do Globo Esporte e narrador dos principais eventos esportivos do estado, Paulo Brito, confirmou sua presença. Ele irá prestar sua homenagem à comunidade e mostrar que além de ser um bom narrador, também tem habilidades em campo.

Serão quatro jogos oficiais de futsal. Depois, a quadra será liberada para equipes que vierem de outros locais. Paralelamente, jogos de bocha, bolão e sinuca serão disputados.

Vários deputados e autoridades locais também irão prestar sua homenagem. Todas as localidades do interior de Santo Cristo organizaram-se em caravanas e estarão representadas na linha Salto.

As equipes de bolão, que costumavam jogar com o time da comunidade, estarão lá.

Gaiteiros e violeiros da comunidade irão tocar, enquanto os jogos acontecem.

Mais de mil pessoas são aguardadas no evento organizado pela Sociedade Tiradentes, prefeitura de Santo Cristo e RBS TV.

Bookmark and Share
Comente aqui
06 abr12:42

Missa de 30º dia homenageia pessoas que morreram na tragédia em Santa Catarina

Brunna Colossi, RBS TV Santa Rosa

A comunidade de linha Salto, interior de Santo Cristo, se reuniu na noite de ontem para celebrar a missa de 30 dias da tragédia na BR 282, em Santa Catarina. Das 29 pessoas que morreram, 22 eram daquela localidade.

A Capela Sagrado Coração de Jesus ficou lotada. Vestidos de branco, os moradores pediam paz no trânsito. O coral Santa Cecília apresentou canções com mensagens de conforto.

Os fieis rezavam pelos amigos e familiares que morreram e pediam forças para superar esse momento difícil.

- A Igreja está aberta para a comunidade vir e se apoiar, encontrar Deus – afirmou o padre Décio Walker.

Por ser tudo ainda muito recente, as pessoas se emocionavam durante a missa. Abraços e lágrimas de quem perdeu familiares na tragedia integravam o cenário.

A naturopata Dirce Kraemer Diel convive com a saudade do irmão.

- Tem que superar, se meu irmão estivesse aqui ele diria: vamos recomeçar – comenta Dirce.

Durante a missa foi lida uma carta enviada pela Paróquia de São Miguel do Oeste, no Paraná, destino que os viajantes pretendiam chegar no dia do acidente. A carta trazia votos de força para a comunidade. O industriário Alceu José Riffel perdeu entre parentes e amigos, seis pessoas. Para ele, a união da comunidade é fundamental.

- A comunidade se apóia e isso nos dá força. Os vizinhos ajudam uns aos outros – disse o industriário.

No encerramento, filhos, irmãos, pais e amigos prestaram homenagens aos familiares que morreram.

Bookmark and Share
Comente aqui
04 abr16:58

Segue internada uma pessoa envolvida no acidente com ônibus em Descanso

Uma pessoa segue hospitalizada, em decorrência do acidente ocorrido na BR-282, em Descanso (SC), no sábado de Carnaval, que matou 29 pessoas.

Marli Terezinha da Silva, 46 anos,  está em estado grave na UTI do hospital Vicente de Paula de Passo Fundo.

O acidente aconteceu na madrugada do dia 6 de março, quando um grupo de 44 pessoas seguiam da linha Salto, interior de Santo Cristo para Marechal Cândido Rondon, no Paraná. Morreram 29 pessoas em decorrência da colisão do ônibus com uma carreta bitrem no oeste catarinense, a maioria de Santo Cristo.

Bookmark and Share
Comente aqui
04 abr15:35

Comunidade da linha Salto reabriu salão comunitário

Guilherme Canal, RBS TV Santa Rosa

Amanhã completa um mês do acidente que matou 29 pessoas na BR 282 em Descanso, em Santa Catarina. A maioria das vítimas era de linha Salto, interior de Santo Cristo.

Os moradores da pequena localidade rural aos poucos tentam voltar à rotina normal.

Um mês depois da tragédia, a tristeza continua muito presente as famílias de linha Salto. A dona-de-casa Romilda Berg dos Santos foi poucas vezes no cemitério onde estão enterrados a filha e o genro, porque não consegue se conformar com o que aconteceu.

- Está cada vez pior para mim. Eles sempre iam lá em casa no fim de semana. Parece que estou vendo ela vindo, chegando lá em casa. Eu era feliz e não sabia – comentou Romilda.

Já o agricultor Miguel Afonso Kuhn sente falta do filho para colher a soja. O herdeiro era responsável por todo o trabalho nesta época do ano.

- Me aposentei agora que ia começar aproveitar a vida um pouco, acabou tudo. Eu tenho essas terras lindas, pensei que o filho ia tocar e agora fica o pai e morre o filho, não sei o que fazer; Vizinhos quase não temos mais, morreram – conta o agricultor.

Mesmo com tanta dor e desânimo, o trabalho não pode parar na lavoura do Seu Miguel.

- Tem que estar junto, não tem o que fazer, falta gente. Pessoas que entendam da máquina – explica o agricultor Jair dos Santos.

Mesmo com tantas dificuldades, os moradores de Santo Cristo mostram que querem que a rotina volte ao normal.  Neste fim de semana foi reaberto o salão comunitário da linha Salto. Ele é o principal ponto de encontro dos agricultores para jogos, como o bolão.

Foi pela paixão por este esporte que o grupo viajou ao Paraná, para uma confraternização com amigos de Marechal Cândido Rondon. Nos primeiros jogos, não se viu comemoração com os pinos derrubados, uma jogada bem feita na bocha ou no bolão. A quadra de futsal ficou vazia.  Sinais que demonstram a falta de quem morreu na viagem.

- Uma tristeza só de entrar, chegar e não encontrar os companheiros. Pelo menos 15 dos que sempre estavam por aqui se foram – lamenta o agricultor Adilo Faccin.

Por lá estavam pessoas  que foram na viagem e se salvaram.Entre eles, o vice-presidente da sociedade que vai assumir a coordenação a partir de agora.  Quatro líderes da comunidade de linha Salto morreram na tragédia.

- Vamos completar a diretoria, convidar mais pessoas. Por enquanto vamos só abrir a copa. Promoções e bailes só mais adiante. Queremos continuar os projetos do nosso presidente – comentou o vice-presidente Adelmo Miguel Kraemmer, que também estava no acidente e perdeu vários parentes.

A vontade de levar a vida adiante vai fazer voltar a alegria para este salão e aos agricultores da linha Salto.

O vídeo com a reportagem de Guilherme Canal, pode ser conferido no blog da RBS TV Santa Rosa.

Bookmark and Share
Comente aqui
19 mar15:06

Três feridos no acidente em Santa Catarina permanecem hospitalizados

Três pessoas seguem hospitalizadas, em decorrência do acidente ocorrido na BR-282, em Descanso, Santa Catarina, no sábado de Carnaval, que matou 29 pessoas.

O caso mais grave é de Maria Terezinha da Silva, 46 anos, que está em estado grave na UTI do Hospital São Francisco, em Concórdia, Santa Catarina. Em Santa Rosa, no Hospital Vida e Saúde, está Almiro Maders, 46 anos, em estado regular.  Laurindo Artus, 51 anos, recebeu alta nesta manhã.

Em Passo Fundo está internado em estado regular, Maikel Schmidt, 30 anos. Seu irmão, Magnus Joel Schmidt, morreu ontem e será enterrado nesta tarde no cemitério da linha Salto, interior de Santo Cristo. Além do irmão, ele perdeu o pai e a cunhada no acidente.

Bookmark and Share
Comente aqui
18 mar17:55

Morre 29ª vítima do acidente em Descanso

Magnus e a namorada Keli

Às 17h30min de hoje morreu a 29ª vítima do acidente entre um ônibus e uma carreta, em Descanso, Santa Catarina. Magnus Joel Schmidt, 24 anos, estava internado na UTI do hospital de Xanxerê, Santa Catarina, desde o dia do acidente, ocorrido no dia 5 de março.

No acidente, morreram também o pai do jovem, Ildo José Schmidt, 56 anos, e sua namorada Keli Regina Kraemmer, 23 anos. Também estava no ônibus que se acidentou, o irmão Maikel José Schmidt, 30 anos, que sobreviveu.

Ele era morador da linha Salto, interior de Santo Cristo, onde foram enterrados 21 conterrâneos seus que morreram em decorrência do mesmo acidente. Magnus era conhecido por ser uma pessoa muito alegre e querida.

A missa de corpo presente será às 15h, seguida do enterro no cemitério de linha Salto.

Bookmark and Share
1 comentário
17 mar15:45

Cinco passageiros do ônibus que levava excursão de Santo Cristo seguem internados

Wagner Machado, Zero Hora

Seguem hospitalizados cinco passageiros do ônibus de turismo gaúcho que colidiu com uma carreta no início do feriado de Carnaval, matando 28 pessoas, na BR-282, em Descanso, Santa Catarina. Nesta quinta-feira, Alcides Kraemmer, 58 anos, e Nívea Lisenfeld, 28, receberam alta hospitalar.

O caso mais grave é de Maria Terezinha da Silva, 46 anos, internada em estado grave na UTI do Hospital São Francisco, em Concórdia, Santa Catarina. Magnus Schmidt, 24 anos, também está na UTI do Hospital Regional São Paulo, em Xanxerê, em Santa Catarina, e inspira cuidados. Adelmo Kraemer, 51 anos, continua em estado regular no Hospital Regional do Oeste, em Chapecó, Santa Catarina.

Em Santo Cristo, Almiro Maders, 46 anos, permanece internado, mas será transferido amanhã para o Hospital Vida e Saúde, em Santa Rosa, onde passará por uma cirurgia. Também no Hospital de Santa Rosa está Laurindo Artus, 51 anos.

Machado, Zero Hora

Bookmark and Share
Comente aqui
16 mar15:19

Relatório aponta que caminhão que colidiu com ônibus estava acima da velocidade

Lisiane Sackis, RBS TV Santa Rosa

A Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina concluiu o relatório sobre o acidente entre um ônibus e um caminhão na BR 282, que matou 28 pessoas, a maioria de Santo Cristo.

O relatório conclui que havia boas condições de visibilidade na hora do acidente, além de que a pista da BR 282 estava bem conservada e corretamente sinalizada, com placas de velocidade máximade 80 Km/h. No relatório também consta que o motorista estaria trafegando acima dessa velocidade.

Segundo a superintendência da Polícia Rodoviária de Santa Catarina, se chegou a essa conclusão com base nas medições e na análise que os policiais fizeram no local do acidente. Detalhes da velocidade em que trafegavam ônibus e caminhão apenas serão conhecidos amanhã, quando peritos catarinenses irão fazer a análise dos tacógrafos dos veículos.

De acordo com a polícia, o motorista do caminhão perdeu o controle ao sair de uma curva e entrar numa reta, onde tombou. Depois ele bateu de frente com o ônibus que vinha em sentido contrário. O impacto teria sido suficiente para arrastar o ônibus para trás por um trecho de 18 metros.


Bookmark and Share
Comente aqui
15 mar15:49

Sete pessoas que estavam no acidente de ônibus ainda estão hospitalizadas

Nesta terça-feira, dia 15, seguem internados sete feridos do acidente com o ônibus de turismo gaúcho em Descanso, Santa Catarina. O acidente aconteceu na madrugada do dia 6 de março, quando um grupo de 44 pessoas seguiam da linha Salto, interior de Santo Cristo para Marechal Cândido Rondon, no Paraná. Morreram 28 pessoas em decorrência da colisão do ônibus com uma carreta bitrem no oeste catarinense.

As sete pessoas que seguem internadas são:

- Magnus Joel Schmidt, 24 anos, segue internado na UTI do hospital Regional São Paulo, em Xanxerê (SC).

- Adelmo Kraemer, 51 anos, continua internado em um quarto normal, no hospital Regional do Oeste, em Chapecó (SC).

- Maria Terezinha da Silva, 46 anos, internada em estado grave, na UTI do hospital São Francisco, em Concórdia (SC).

- Laurindo Artus, 51 anos, transferido da UTI para um quarto normal do hospital Vida e Saúde em Santa Rosa (RS).

-Alcides Kraemmer, 58 anos, internado em um quarto normal do hospital Vida e Saúde em Santa Rosa (RS).

-Nívea Lisenfeld, 28 anos, transferida da UTI para um quarto normal do hospital Vida e Saúde em Santa Rosa (RS).

- Almiro Maders, 46 anos, segue internado no hospital de Caridade de Santo Cristo (RS).

Bookmark and Share
Comente aqui