clicRBS
Nova busca - outros

Barra do Guarita

02 out14:14

Motorista morre após atropelar mulher

João Derli Becker, 45 anos, morreu após atropelar uma mulher em Barra do Guarita, região celeiro. Segundo a Brigada Militar (BM), por volta das 21h de sexta-feira, 30, Becker conduzia uma moto na rua Salgado Filho, centro da cidade, quando atropelou Arlinda Loren. Após a colisão, o motociclista caiu no chão e bateu a cabeça.

No momento do acidente havia um alvoroço nas proximidades do local, em virtude do incêndio de uma casa.

As vítimas foram encaminhadas ao Hospital Santo Antônio, em Tenente Portela. Becker não resistiu aos ferimentos e morreu. Arlinda teve fratura nos braços.

Bookmark and Share
Comente aqui
26 set12:00

Fronteira terá vistorias contra aftosa

A Secretaria da Agricultura decidiu ampliar a faixa de fronteira com a Argentina onde fará vistoria de propriedades, como prevenção à entrada do vírus da febre aftosa a partir da notificação da doença no Paraguai.

A fiscalização em estabelecimentos alvos de denúncia, com episódios de descaminho ou histórico de grande movimentação de animais, anunciada para o noroeste do Estado, também será feita na Fronteira Oeste.

– Vamos tornar a vigilância mais homogênea em toda a linha da fronteira com a Argentina – explica Fernando Groff, coordenador do programa de febre aftosa da secretaria.

No trecho ao norte, entre Garruchos e Barra do Guarita, o trabalho começa hoje. Nas cerca de 50 propriedades consideradas de risco, os veterinários vão analisar os dados cadastrais do rebanho e contar os animais para conferência.

A região é considerada a mais crítica por ter pontos conhecidos de passagem irregular por meio do rio Uruguai de animais e produtos alimentares que podem transportar o vírus.

Segundo Groff, na metade da semana pelo menos mais três equipes também farão vistorias em propriedades entre São Borja e Barra do Quaraí, mais ao Sul.

Enquanto isso, foi encerrado ontem o sacrifício pelo rifle sanitário de, no mínimo, 1 mil bovinos da propriedade onde foi confirmado o foco, a 130 quilômetros do Brasil. Desde 2006, o Paraguai tinha o status de livre de aftosa com vacinação

Bookmark and Share
Comente aqui
24 set12:05

Cerco à aftosa: Propriedades de risco em vistoria

Gisele Loeblein, Zero Hora


Com as fronteiras já em alerta, a Secretaria Estadual da Agricultura dará a largada em uma nova etapa no trabalho de fiscalização para barrar a entrada da aftosa em território gaúcho.

A partir da próxima segunda-feira, equipes de vigilância farão visitas a cerca de 50 propriedades consideradas de risco.

Entram nessa lista áreas muito próximas da fronteira, com histórico de descaminho ou que sejam alvo de denúncia, concentrando a ação entre Garruchos e Barra do Guarita – região de fronteira com a Argentina e, portanto, considerada prioritária. Posteriormente, poderá ser estendido para outras regiões de fronteira do Estado.

Segundo o secretário de Agricultura do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Mainardi, a ideia é fazer um trabalho de contagem de gado, evitando que animais vindos do Paraguai – onde houve a confirmação do foco da doença – entrem ilegalmente.

– Esses locais serão olhados com lupa – afirmou Mainardi, logo após reunião, na manhã de ontem, com o ministro da Agricultura, Mendes Ribeiro Filho, e secretários de Agricultura de Santa Catarina e Paraná.

Atualmente, seis equipes volantes e três de educação sanitária fazem parte do time da secretaria estadual que tem como missão manter o vírus da aftosa longe do Estado.A partir de hoje, as equipes já estarão trabalhando com barreiras e, na segunda, darão início às visitas.A Brigada Militar também vai reforçar esse trabalho de fiscalização, assim como o Exército, que realiza a Operação Ágata 2.

Conforme a secretaria, se mantém um período de precaução por pelo menos 28 dias (o dobro do período de incubação do vírus, que é de 14 dias), condicionado, também, à não existência de nenhum novo foco.

Bookmark and Share
Comente aqui
20 set12:07

RS entra em estado de alerta

Caio Cigana, Zero Hora


A confirmação de um foco de febre aftosa no Paraguai, a 150 quilômetros da divisa com o Brasil, fez o Rio Grande do Sul entrar em estado de alerta. O aperto na fiscalização do serviço veterinário se concentrará principalmente na fronteira com a Argentina, faixa do provável ingresso do vírus no surto 2000 no noroeste gaúcho.

Enquanto são esperadas novas informações das autoridades paraguaias sobre o controle do foco em uma propriedade do departamento de San Pedro ou a possibilidade de outros casos, a atenção maior no Estado se voltará a uma área entre os municípios de Garruchos e Barra do Guarita.

O presidente da Federação da Agricultura do Estado (Farsul), Carlos Sperotto, prega maior controle sobre a circulação de produtos de origem animal e também aguarda informações sobre a possibilidade de novos focos.

– Agora é importante que o problema seja dimensionado – observa.

Do lado brasileiro, os Estados do Paraná e Mato Grosso do Sul, os mais próximos do local atingido, também intensificaram a vigilância. O Ministério da Agricultura anunciou que vai aumentar do número de fiscais na região, operar barreiras volantes, mapear propriedades e planejar ações com o Ministério da Defesa.

Leia mais sobre o assunto, clique aqui

Bookmark and Share
Comente aqui
10 ago14:51

Apreendidas buchas de óxi em Barra do Guarita

Luma Leão, RBS TV Santa Rosa


A primeira apreensão de óxi na região noroeste do estado, ocorreu na tarde desta terça-feira.  Quatro buchas da droga, o que equivale a 3 gramas, foram apreendidas em Barra do Guarita, próximo à divisa com Santa Catarina.

O material foi encontrado com um homem de 22 anos que estaria vendendo a droga em um bar da cidade. O homem foi preso em flagrante e está no presídio de Três Passos à disposição da Justiça.

O óxi foi apreendido na Operação Ribeira, realizada pelas polícias civis de Tenente Portela, Miraguaí e Barra do Guarita.

Bookmark and Share
Comente aqui
26 jul17:41

Caminhão invade casa em Barra do Guarita

Um caminhão Ford Cargo para transportes de frango, placas de Santa Catarina, invadiu uma residência na manhã desta terça-feira, 26, em Barra do Guarita.

Segundo informações da Brigada Militar do município, o veículo, com placas de Santa Catarina, destruiu parte de uma residência localizada na rua Alberto Pasqualini, proximidades de um aviário.

O caminhão estava descarregado e destruiu a sala, quarto e parte da cozinha da residência.

Clique aqui para conferir mais imagens no Portela Online.

Bookmark and Share
Comente aqui
09 jul11:27

Corpo de morador de Barra do Guarita é encontrado em Doutor Maurício Cardoso

O corpo de Claudemir Cardoso de Oliveira, 38 anos, morador de Barra do Guarita, foi encontrado na tarde desta sexta-feira no rio Uruguai, em Doutor Maurício Cardoso. Ele estava desaparecido desde o dia 29 de junho.

O corpo foi liberado à noite, quando a vítima foi reconhecida por dois irmãos no IML-Instituto Médico Legal de Santa Rosa. A polícia ainda investiga as causas da morte.

Bookmark and Share
Comente aqui