clicRBS
Nova busca - outros

Giruá

21 mar15:11

Butiá foi tema de festa em Giruá

Brunna Colossi, RBS TV Santa Rosa


Gastronomia, artesanato e cultura à base de uma fruta exótica. Essa foi a marca da 5ª Festa do Butiá, que aconteceu em Giruá,  durante o fim de semana. A festa reuniu 60 expositores que mostraram os diferentes pratos e produtos que são possíveis desenvolver a partir da fruta que deu nome à cidade.

- É uma festa para profissionalizar o artesanato e a agricultura. Muitas famílias vendiam butiá na beira da estrada e hoje estão expondo com suas famílias e mostrando o que é possível fazer com a fruta – destaca Ângelo Fabiam Thomas, prefeito de Giruá.

A exposição de artesanato impressionou pela variedade de produtos. Panos de prato, luminária e objetos decorativos foram feitos a base de butiá.

O concurso Balaio de Sabores premiou o setor gastronômico. Pratos diferentes foram feitos a base do fruto, como o kibe, a esfiha e o strudel, comida típica alemã.

Uma das vencedoras na categoria bebidas foi a artesã Maria Figur, que mostrou o típico gostinho do licor que leva três dias para ficar pronto.

- É preciso pegar o butiá bem madurinho a cachaça e o açúcar, e depois reservar. Não tem segredo é só fazer com carinho e cuidado – explicou a vencedora.

Atividades culturais também fizeram parte das atrações da Festa do Butiá e o público que veio até a praça principal pode prestigiar a dança das etnias. O show de grupos de dança de Ijuí trouxe apresentações das etnias afro, alemã, italiana e árabe, e encerrou as programações do evento.

Assista ao vídeo do Jornal do Almoço, com as atrações da Festa do Butiá, no blog da RBS TV Santa Rosa.

Strudel de butiá

Bookmark and Share
Comente aqui
20 mar15:29

Giruá apresenta superávit de R$ 1,8 milhão

Prefeito Fabiam comemorou resultados da prestação de contas

Considerando o saldo de todas as contas, o superávit de Giruá em 2010 foi de R$ 1,8 milhão. Assim como em 2009, o ano de 2010 fechou com o cumprimento de todos os requisitos exigidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, inclusive com folga em todos os índices. Além disso, houve superávit orçamentário, ou seja, o Governo Municipal fechou o ano com dinheiro em caixa, após o cumprimento de todos os compromissos.

Ajudou neste quadro, o crescimento das receitas de capital. Em 2008 as receitas de capital foram de R$ 102 mil, passaram para R$ 705 mil em 2009, e R$ 2,7 milhões em 2010. As receitas de capital se resumem nas verbas captadas que são transformadas em investimento para a comunidade.

- Fechamos o ano com muitos investimentos, sobretudo com recursos próprios, pagamos dívidas, cuidamos do dinheiro público e solidificamos a base econômica e financeira da Prefeitura Municipal, e isso nos deixa com cada vez mais crédito e capacidade de investimentos – destaca o prefeito Fabiam Thomas.

Por que Giruá está crescendo

Aumento do ICMS: A geração de empregos em 2009 e 2010 foi superior aos últimos oito anos, e novas empresas, mensalmente, passaram a operar em Giruá. Tudo isso reflete positivamente na geração do ICMS, cujo valor retorna à Giruá. Foram R$ 5,2 milhões em 2008, R$ 5,8 milhões em 2009, e R$ 7,1 milhões em 2010.

Pagamento da Dívida Ativa: Foi alcançada a meta de arrecadar 100% da dívida a mais do que em 2008. Em 2010, também foram pagos mais de R$ 400 mil da dívida ativa.

ITBI: Com a arrecadação de R$ 320 mil, o aumento foi de 100% com relação a 2009, e o resultado na prática é visto em praticamente todas as ruas de Giruá, pelas obras de construção e reforma, públicas ou privadas.

Dívidas: Em 2010, foi pago R$ 1,5 milhão de dívidas de exercícios anteriores, além de R$ 1 milhão pago em 2009.

Despesas com pessoal: Foram gastos R$ 12,9 milhões em pessoal, sendo que limite permitido pela Lei era de R$ 16,3 milhões.

Bookmark and Share
Comente aqui
18 mar11:01

Festa do Butiá começa hoje

Tem início nesta sexta-feira, dia 18, a 5ª Festa do Butiá de Giruá. O fruto exótico e suas variações deve atrair um grande público regional. A festa segue até domingo, em uma estrutura montada em frente à Praça Aládio Ferreira.

O tema“Sabor e Arte de Nossa Terra Integrando Culturas”, sugere aliança da gastronomia à uma programação cultural inédita com a integração de referências culturais internacionais. O acesso é gratuito para expositores e visitantes.

- Em 60 estandes, mais de 80 expositores já estão instalados em seus estandes nos setores da gastronomia e do artesanato – conta a coordenadora da Festa, Fátima Ehlert.

Na praça de alimentaçãopróxima ao palco de shows, podem ser saboreados diferentes pratos compostos à base de butiá, muitos deles premiados em concursos da região. Entre as delícias, quibe, esfiha, strudel, torta dourada, creps, empada tropeira, pizza, pastel, bombom, geleia, caramelos, rocambole, cupcakes, alfajor, musse, sorvetes, milk shake, sucos, licores, compotas e também o próprio fruto in natura.

-Os restaurantes da cidade estarão abertos no fim de semana com opções de pratos à base do fruto e no domingo o Centro Evangélico estará oferecendo almoço também com delícias de butiá – destaca o coordenador da Gastronomia, Ricardo Jurenik

Confira a programação:

18/03 – Sexta-feira

14h às 18h – Visitação

14h: Visitação à Central Regional de Tratamento de Resíduos Sólidos – presença da secretária estadual de Meio Ambiente Jussara Cony

16h: Lançamento do Programa Cidade Sustentável – Parque Integrado Elso Pilau – presença da secretária estadual de Meio Ambiente Jussara Cony

18h – Abertura Oficial – Praça Aládio Ferreira

20h – Show das Etnias Afro e Italiana

19/03 – Sábado

10h às 22h – Visitação

10h – Espaço Interativo para Crianças

11h – Concurso Artesanato – Escolha da Coleção Giruaense

18h – Apresentação da Coleção Giruaense de Artesanato

20h – Show das Etnias com Grupo Kalena de Oberá/Argentina

20/03 – Domingo

10h às 22h – Visitação

10h – Apresentação do CTG Querência Crioula

11h – Concurso Gastronômico Balaio de Sabores

15h – Divulgação do Concurso Gastronômico Balaio de Sabores

16h – Show das Etnias Espanhola, Árabe e Alemã

18h – Encerramento


Bookmark and Share
Comente aqui
16 mar15:19

Relatório aponta que caminhão que colidiu com ônibus estava acima da velocidade

Lisiane Sackis, RBS TV Santa Rosa

A Polícia Rodoviária Federal de Santa Catarina concluiu o relatório sobre o acidente entre um ônibus e um caminhão na BR 282, que matou 28 pessoas, a maioria de Santo Cristo.

O relatório conclui que havia boas condições de visibilidade na hora do acidente, além de que a pista da BR 282 estava bem conservada e corretamente sinalizada, com placas de velocidade máximade 80 Km/h. No relatório também consta que o motorista estaria trafegando acima dessa velocidade.

Segundo a superintendência da Polícia Rodoviária de Santa Catarina, se chegou a essa conclusão com base nas medições e na análise que os policiais fizeram no local do acidente. Detalhes da velocidade em que trafegavam ônibus e caminhão apenas serão conhecidos amanhã, quando peritos catarinenses irão fazer a análise dos tacógrafos dos veículos.

De acordo com a polícia, o motorista do caminhão perdeu o controle ao sair de uma curva e entrar numa reta, onde tombou. Depois ele bateu de frente com o ônibus que vinha em sentido contrário. O impacto teria sido suficiente para arrastar o ônibus para trás por um trecho de 18 metros.


Bookmark and Share
Comente aqui
13 mar15:02

Tudo pronto para a 5ª Festa do Butiá

No próximo fim de semana, de 18 a 20 de março, Giruá terá novamente um cenário, com a realização da 5ª Festa do Butiá. Em uma estrutura a ser montada especialmente em frente à Praça Aládio Ferreira, o público do município e região terão três dias para conhecer e prestigiar a gastronomia e o artesanato à base de butiá, fruto da árvore símbolo do município – o butiazeiro. O tema da festa, “Sabor e Arte de Nossa Terra Integrando Culturas”, sugere ainda uma programação cultural inédita com a integração de referências culturais internacionais.

Artesanato à base do butiazeiro

O acesso gratuito a expositores e visitantes já anuncia a grandeza do evento, que está sendo retomado pelo Governo Municipal de Giruá. Em 60 estandes, mais de 80 expositores já confirmaram participação nos setores da gastronomia e do artesanato, que vem sendo confeccionado em ritmo intenso pelos artesãos. Grande parte das peças que serão expostas é de palha de butiazeiro e caroço de butiá, com referência à rusticidade. Muitas delas compõem o Artesanato Missioneiro e são exportadas até mesmo para países europeus, como luminárias e arandelas.

Strudel Missioneiro

Uma praça de alimentação será montada próximo ao palco de shows, onde o público poderá degustar diferentes pratos compostos à base de butiá, muitos deles premiados em concursos da região. Entre as delícias, quibe, esfiha, strudel, torta dourada, creps, empada tropeira, pizza, pastel, bombom, geleia, caramelos, rocambole, cupcakes, alfajor, musse, sorvetes, milk shake, sucos, licores, compotas e também o próprio fruto in natura. Os restaurantes da cidade estarão abertos no fim de semana com opções de pratos à base do fruto e no domingo o Centro Evangélico estará oferecendo almoço também com delícias de butiá.

Balaio de Sabores

Esta edição da Festa valorizará os melhores pratos com a realização do Concurso Balaio de Sabores. Serão premiadas com troféus os destaques em três diferentes categorias: Bebida; Doces e Sobremesas; e Salgados.

Coleção Chão Vermelho

A relação com a cultura local, qualidade dos produtos, capacidade de produção do artesão, beleza, apresentação, identificação e marketing serão avaliados por convidados a partir das peças artesanais dos expositores. A ideia é selecionar objetos que passarão a compor oficialmente a Coleção Giruaense Chão Vermelho.

Integração de Culturas

Este ano haverá uma programação inédita em Giruá: a integração de referências culturais internacionais. Como forma de valorizar as origens do município, o palco de shows receberá dançarinos das etnias Afro, Italiana, Árabe e Alemã que compõem a União das Etnias de Ijuí e a Fenadi, e do Grupo de Balé Kalena, de Oberá/Argentina. Talentos locais e a participação do CTG Querência Crioula também estão confirmados. Todos os shows terão acesso gratuito durante os três dias de evento.

Mais informações no site www.girua.rs.gov.br. Contatos podem ser feitos pelo fone (55) 3361-2000 ramal 272, com Departamento de Cultura de Giruá.

Programação

18/03 – Sexta-feira

14h às 18h – Visitação

14h: Visitação à Central Regional de Tratamento de Resíduos Sólidos – presença da secretária estadual de Meio Ambiente Jussara Cony

16h: Lançamento do Programa Cidade Sustentável – Parque Integrado Elso Pilau – presença da secretária estadual de Meio Ambiente Jussara Cony

18h – Abertura Oficial – Praça Aládio Ferreira

20h – Show das Etnias Afro e Italiana

19/03 – Sábado

10h às 22h – Visitação

10h – Espaço Interativo para Crianças

11h – Concurso Artesanato – Escolha da Coleção Giruaense

18h – Apresentação da Coleção Giruaense de Artesanato

20h – Show das Etnias com Grupo Kalena de Oberá/Argentina

20/03 – Domingo

10h às 22h – Visitação

10h – Apresentação do CTG Querência Crioula

11h – Concurso Gastronômico Balaio de Sabores

15h – Divulgação do Concurso Gastronômico Balaio de Sabores

16h – Show das Etnias Espanhola, Árabe e Alemã

18h – Encerramento

Bookmark and Share
Comente aqui
10 mar11:17

Órfão de 4 anos recebe cuidados da nova família

Maristani Weiand, RBS TV Santa Rosa

Leonardo brinca com tios e primos

O sobrevivente que virou símbolo da tragédia que matou 27 pessoas, na madrugada de sábado em um acidente em Santa Catarina, é um menino de quatro anos. Leonardo Weimer saiu do hospital na manhã desta quarta-feira. Ele está sendo preparado para uma nova vida.

O olhar desconfiado de Leonardo mostra o quanto está assustado com tudo o que aconteceu nos últimos dias. Ele estava no ônibus da tragédia junto com os pais, Ari Weimer, 49 anos, e Marli Ickert, 40 anos, que não resistiram.

O menino teve apenas alguns arranhões  e na manhã de quarta-feira deu alta do hospital de Giruá para onde tinha sido transferido.  A família tentou aliviar este primeiro dia, com presentes e passeios. Rubem, tio de Leonardo, diz que o menino não se cansa de contar como o acidente aconteceu.

- Ele estava no colo da mãe dele e que dali a pouco deu um estouro e ele foi jogado, arremessado para fora. E ele ficou deitado, debaixo de madeiras e de pessoas, mas ficou quietinho, não chorava, depois aí é que veio o bombeiro. Ele fala muito no bombeiro que salvou ele, que pegou ele no colo – conta o tio Rubem Weimer, que adotou o menino.

Os tios foram orientados para falar a verdade.

- Minha esposa disse, teu pai e tua mãe morreram e, ele saiu chorando e se escondeu debaixo da cama – lembra o tio.

A família decidiu que a guarda de Leonardo vai ficar com os tios que também são padrinhos. Um ajuste familiar que precisará de apoio psicológico.

- Eu prometi a eles no caixão que ele seria bem cuidado. E vai ser bem cuidado – afirmou a tia Eva Weimer.

Leonardo ganhou além dos novos pais, dois irmãos, Anderson e Andressa. Primos, que segundo ele, adoram brincar.

Os Weimer já oficializaram o aumento da família. Foi Leonardo quem colou o bonequinho na traseira do carro. O álbum de fotos também terá um formato diferente.

Luís Frey

Luís Frey

Luís Frey

Luís Frey

Luís Frey

Bookmark and Share
1 comentário
08 mar15:10

Vítimas eram líderes e pessoas muito queridas pela comunidade

reprodução

O acidente com o ônibus no oeste catarinense interrompeu muitos projetos da comunidade de linha Salto. Muitos líderes e pessoas queridas da comunidade morreram. Conheça quem eram essas pessoas, que deixam 43 órfãos e milhares de pessoas enlutadas.

ALCEU JOSÉ KRAEMMER, 40 anos era metalúrgico e tinha lavoura na linha Salto. Fazia parte do grupo de bolão há aproximadamente 15 anos. Era casado e tinha três filhos. Segundo amigos, era uma pessoa muito querida e de fácil relacionamento.

ANTONINHO SESSI, 59 anos, era pedreiro. Participava ativamente da comunidade São Domingos de Sávio, em Santa Rosa, onde era chefe do patrimônio e foi velado. Antoninho era responsável pelo patrimônio da comunidade, fazia todas as obras. Construiu várias casas na vila Flores. Era casado e deixa dois filhos.

ARI WEIMER, 49 anos, era natural de Boca da Picada, interior de Giruá. Morava em Santa Rosa há dois meses, onde trabalhava como metalúrgico. Ele era irmão do vereador Rubem Weimer de Giruá. Viajou com a mulher, também morta no acidente, e o filho Leonardo, quatro anos, que sobreviveu.

CHARLES ESIQUIEL KRAEMMER, 31 anos, trabalhava como metalúrgico. Adorava jogar bolão com os amigos.Era casado com Nívea Andreia Lisenfeld, que também viajou. O casal morava em linha Salto e tem uma filha de 12 anos.

CLAUDINO JOÃO BOCORNI, 59 anos, morreu juntamente com dois irmãos, a mulher e um cunhado. Claudino e seus irmãos eram membros do grupo de bolão. O casal, que tinha lavoura em linha Salto, deixou três filhos.

CLAUDIO SCHUSTER, 51 anos, era agricultor e fazia serviços gerais em um armazém. Participava ativamente do grupo de bolão da linha Salto. Claudio deixou mulher e três filhos.

DIONISIO FROHLICH, 55 anos, era açougueiro e agricultor. Deixa mulher, quatro filhos e um neto. Costumava jogar bolão com os amigos.

ELOI BOCORNI, 54 anos, marido de Liane Lucia, Loebens Bocorni, também morta no acidente. O casal que tirava seu sustento da agricultura, deixa dois filhos. Eloi costumava jogar bolão em companhia dos irmãos Claudino e Paulo Cezar, que morreram no acidente.

ILDO JOSE SCHMIDT, 56 anos, era o líder religioso da comunidade. Era uma pessoa muito comunicativa e querida por todos em Santo Cristo. Nos momentos difíceis era em Ildo que a comunidade buscava seu conforto. Ministro da eucaristia há 25 anos, decidiu aproveitar a viagem com o s filhos Magnus e Maikel, que seguem internados. O professor de ensino fundamental iria se aposentar na próxima quarta-feira. Ele era sogro de Keli Kraemmer, que morreu no acidente, e de Senir Schmidt, que está internada. Além dos filhos e nora, ele deixa a mulher Marlene.

JILVANI DOS SANTOS, 30 anos, agricultora, era mulher de Vanderlei Jose Kuhn, também morto no acidente. Irmã do Jair Dos Santos, que estava no mesmo ônibus, mas sobreviveu. O casal deixa um filho de pouco mais de um ano e outro, de sete, que ficarão sob os cuidados da tia.

JOÃO IRINEU BAMBERG, 53 anos, além de pedreiro, tinha lavoura em linha Salto.Uma de suas maiores alegria era jogar bolão. Perdeu uma filha há um ano em um acidente na esquina da entrada da linha Salto.Ele deixa mulher e dois filhos.

JOÃO MARCELO DA SILVA, 44 anos, era pedreiro e viajou com a esposa Maria Teresinha Eich Da Silva, que está viva. O “Kiko” era reconhecido pela sua animação e por ser um bom jogador do time de bolão. Natural da linha Salto mudou-se com a família para Guia Lopes, interior de Santa Rosa. Deixa dois filhos.

JOSE LAURI SCHUSTER, 47 anos, era funcionário do Fórum de Santa Rosa e violeiro do coral da igreja da comunidade de linha Salto. Viajou com a mulher, Rosangela Klein Schuster, que sobreviveu. Deixa três filhos.

KELI REGINA KRAEMMER, 23 anos, morava em linha Salto, interior de Santo Cristo. Era namorada de Magnus, que está internado e nora do líder da comunidade, o professor Ildo Schmidt, morto em Santa Catarina. Ela era balconista em uma farmácia de Santa Rosa.

LIANE LUCIA LOEBENS BOCORNI, 47 anos, empregada doméstica, era mulher de Elói Bocorni,que morreu no acidente. Pouco antes do acidente ligou para o filho para dizer que o amava. O casal tinha dois filhos, muito queridos pela comunidade.

MARILEI ESTER ESCHER, 27 anos, natural de Vila Sírio, era casada há dois anos com Marcelo Luiz Seger, que sobreviveu à tragédia. Ela trabalhava como empregada doméstica e vivia na Linha Salto.

MARLENE PUHL BOCORNI, 56 anos, era mulher de Claudino João Bocorni, também morto no acidente. Ela tinha 56 anos e trabalhava como agricultora e confeiteira. Era uma cozinheira de “mão cheia”. Marlene e seu marido tinham três filhos e um neto.

MARLI ANGELA ICKERT, 40 anos, era natural de Giruá e trabalhava em um escritório de contabilidade de Santa Rosa. Marli viajou com seu marido Ari Weimer, com quem tinha um filho de quatro anos, que sobreviveu à colisão.


MARLISE SCHMIDT, 30 anos, viajou com o marido Sidinei Rodrigo Kensy, que está vivo. Ela era balconista e deixa uma filha de dez anos. Ela adorava viajar e o casal pretendia ter mais um filho em breve.

MOACIR JOSE KRAMER, 43 anos,era presidente da Sociedade Recreativa Tiradentes de linha Salto e participava ativamente do grupo de bolão. De acordo com moradores, Moacir era uma grande liderança e estimulou a união da comunidade. Comerciário, tinha quatro filhos e não era casado.

NOLAR ODILO LOEBENS, 39 anos, era metalúrgico e agricultor. Costumava jogar bolão com os amigos. Deixou mulher e dois filhos, que moram na linha Salto.


PAULO CEZAR BOCORNI, 47 anos, agricultor, era irmão de Claudino João Bocorni e Eloi Bocorni, também mortos no acidente. Deixou mulher e duas filhas.

SILVINO DIEL, 56 anos, era natural de linha Salto e trabalhava como comerciante em Santa Rosa. Participava do grupo de bolão da comunidade.Ele deixa mulher, quatro filhos e uma neta.

VANDERLEI JOSÉ KUHN, 32 anos, marido da Jilvani dos Santos, morta no acidente. Muito atuante na comunidade, Vanderlei era muito extrovertido e sempre estava de bem com a vida. O casal tinha lavoura e morava na linha Salto e deixa dois filhos.

LUCIANO ANDRÉ HOFFMANN, 36 anos, que dirigia o ônibus, era sócio-proprietário da empresa Nyland de Horizontina. Ele morava há sete anos com a mulher e oficializou a união um dia antes da tragédia. Luciano tinha uma filha de dois anos.

Bookmark and Share
3 comentários
03 mar16:19

Lançamento apresentou as principais atrações da 5ª Festa do Butiá

Assessoria prefeitura, divulgação

Na manhã desta quarta-feira foi possível ter uma noção das atrações que esperam a comunidade durante a 5ª Festa do Butiá.

Durante o lançamento, no gabinete do prefeito Fabiam Thomas, foi apresentada a programação oficial do evento que acontece de 18 a 20 de março, em Giruá. O acesso aos expositores e visitantes ao evento e toda a sua programação será gratuito durante os três dias de evento.

Para esta edição, uma moderna estrutura será montada em frente à Praça Aládio Ferreira. Durante os três dias de Festa, giruaenses e visitantes de toda a região terão a oportunidade de conhecer e adquirir peças únicas do artesanato local, com destaque às confeccionadas com palha de butiazeiro e caroço de butiá, com referência à rusticidade. Muitas delas compõem o Artesanato Missioneiro e são exportadas até mesmo para países europeus.

O exótico sabor do butiá poderá ser apreciado em derivações como sucos, sorvetes, licores, tortas doces e salgadas. Nesta edição, dois concursos irão selecionar os melhores pratos da gastronomia, o Balaio de Sabores. Serão premiadas também, as melhores peças artesanais da Coleção Giruaense Chão Vermelho, produzidas a partir do butiá.

Show das Etnias

Como forma de valorizar as origens do município, o palco central a ser montado em frente à Praça Aládio Ferreira receberá dançarinos das etnias Afro, Italiana, Árabe e Alemã que compõem a União das Etnias de Ijuí e a Fenadi, e do Grupo de Balé Kalena, de Oberá/Argentina.

Outras informações serão disponibilizadas semanalmente no site www.girua.rs.gov.br. Para dúvidas, está à disposição o telefone (55) 3361-2000 ramal 272, com Departamento de Cultura de Giruá.

Programação

18/03 – Sexta-feira

14h às 18h – Visitação

14h: Visitação à Central Regional de Tratamento de Resíduos Sólidos – presença da secretária estadual de Meio Ambiente Jussara Cony

16h: Lançamento do Programa Cidade Sustentável – Parque Integrado Elso Pilau – presença da secretária estadual de Meio Ambiente Jussara Cony

18h – Abertura Oficial – Praça Aládio Ferreira

20h – Show das Etnias Afro e Italiana

19/03 – Sábado

10h às 22h – Visitação

10h – Espaço Interativo para Crianças

11h – Concurso Artesanato – Escolha da Coleção Giruaense

18h – Apresentação da Coleção Giruaense de Artesanato

20h – Show das Etnias com Grupo Kalena de Oberá/Argentina

20/03 – Domingo

10h às 22h – Visitação

10h – Apresentação do CTG Querência Crioula

11h – Concurso Gastronômico Balaio de Sabores

15h – Divulgação do Concurso Gastronômico Balaio de Sabores

16h – Show das Etnias Espanhola, Árabe e Alemã

18h – Encerramento

Assessoria prefeitura, divulgação

Assessoria prefeitura, divulgação

Assessoria prefeitura, divulgação

Bookmark and Share
Comente aqui
02 mar13:55

Giruá lança a 5ª Festa do Butiá

O butiá, fruto de sabor exótico que compõe diferentes pratos gastronômicos, estará em evidência em Giruá de 18 a 20 de março, com a realização da 5ª Festa do Butiá, a ser lançada nesta quinta-feira, 3 de março, no Gabinete do Prefeito Fabiam Thomas, às 8h30.

Numa iniciativa do Governo Municipal, o evento está sendo retomado com a proposta de evidenciar a gastronomia, o artesanato e a cultura, o que justifica o tema “Sabor e Arte de Nossa Terra Integrando Culturas”. Para esta edição, uma moderna estrutura será montada em frente à Praça Aládio Ferreira.

Vitrine a céu aberto

Durante os três dias de Festa, giruaenses e visitantes de toda a região terão a oportunidade de conhecer e adquirir peças  do artesanato local, com destaque às confeccionadas com palha de butiazeiro e caroço de butiá. Muitas delas compõem o Artesanato Missioneiro e são exportadas até mesmo para países europeus. Mais de 40 artesãos já confirmaram seus espaços, adiantando que transformarão a Praça Aládio Ferreira em uma vitrine a céu aberto.

Delícias gastronômicas

Fruto do butiazeiro, árvore símbolo de Giruá, o butiá vem conquistando paladares em derivações como sucos, sorvetes, licores, tortas doces e salgadas. Criativos e saborosos, muitos pratos de empresas giruaenses do setor ganharam evidência e prêmios em eventos gastronômicos, como o Degusta Missões. E para satisfazer a curiosidade do público, a gastronomia a partir da polpa do butiá será uma deliciosa atração durante a Festa.

Os melhores da Festa

Para esta edição, dois concursos deverão selecionar os melhores pratos da gastronomia, o Balaio de Sabores; e as melhores peças artesanais da Coleção Giruaense Chão Vermelho, produzidas a partir do butiá. A relação com a cultura local, qualidade dos produtos, capacidade de produção do artesão, beleza, apresentação, identificação e marketing serão avaliados.

Show das Etnias

Como forma de valorizar as origens do município, o palco central a ser montado em frente à Praça Aládio Ferreira receberá dançarinos das etnias Afro, Italiana, Árabe e Alemã que compõem a União das Etnias de Ijuí e a Fenadi, e do Grupo de Balé Kalena, de Oberá/Argentina.

Bookmark and Share
Comente aqui
28 fev10:46

Giruá sanciona Lei para oportunizar estágios aos estudantes

O prefeito de Giruá, Fabiam Thomas sancionou a Lei Municipal nº 4430/2011 que prevê a realização de estágios a estudantes que participam de cursos que exigem estágio obrigatório.

O objetivo é proporcionar ao grande número de estudantes que procuram a Prefeitura a oportunidade do estágio, sem remuneração. A partir de agora é possível a aceitação desta forma de colaboração no espaço público

Os estágios obrigatórios, assim como os não obrigatórios, só poderão ser concedidos a estudantes de cursos cujas áreas estejam relacionadas diretamente com as atividades, programas, planos e projetos desenvolvidos pelo órgão ou entidade nos quais se realizar o estágio. Com a concessão desta oportunidade aos estudantes, o município não terá despesas, pois estas devem ser supridas pela Instituição de Ensino e o estagiário.

Bookmark and Share
Comente aqui