clicRBS
Nova busca - outros

homenagem

12 ago15:47

Um pai muito especial

Pai Rudinei,

Te amamos, você é nosso grande herói.

Filhos Eduardo, Eduarda, Emanuele e Mariane.

Bookmark and Share
Comente aqui
12 ago15:43

Um super herói

Para mim, meu pai é um super herói! Eu  o amo muito!

Com carinho,

Marcos Franz

Bookmark and Share
Comente aqui
12 ago15:32

Ao pai, todo o meu carinho

Pai pequena palavra que se diz com devoção.. .

Tenho pai, tenho um sorriso brilhante dentro do meu coração!

Homenagem da filha Carolina Almeida de Bairros

Bookmark and Share
2 comentários
12 ago12:43

Tudo na minha vida

Pai, Amigo,  Herói , tudo pai: você é tudo na minha vida!

Sempre esteve ali, me ajudando, me cuidando. Muitas vezes discordamos, outras concordamos, mas quem ama é assim. Não aceita tudo, quem ama discute, conversa, muitas vezes teima, mas é por querer mostrar ao outro as coisas certas e erradas da vida.

E você, pai , com toda a certeza fez isso por mim! Que venham muitos outros dias dos pais, pois quero te homenagear o quanto eu puder!

Amo você!

Maiara R. Arenhart

Bookmark and Share
Comente aqui
12 ago12:35

Grande exemplo

Pai, avô e bisavô!

Grande poeta e escritor, tradicionalista e dono de um grande coração

Nos ensina que devemos amar e respeitar as pessoas a natureza e os animais…

Um grande beijo de seus filhos, netos e bisnetos.

Vovô seja muito feliz…te amamos!!!

Bookmark and Share
1 comentário
12 ago11:39

Um pai vencedor

Pai, palavra pequena, mas de um valor inquestionável.

Nosso grande herói, homem de muita garra, não comparada

a qualquer guerreiro, mas sim a um pai vencedor.

Paiiiiii Amamos Você!!!

Homenagem das filhas Carine e Daniele ao pai Claudio

Bookmark and Share
Comente aqui
12 ago11:23

Você me escolheu filha, eu te fiz exemplo

Quem disse

que por de trás daquela barba

que nos arranha o rosto

não tem um coração moleque

querendo brincar?

Quem disse

que por detrás daquela voz grossa

não tem um menino criativo querendo falar?

Quem foi que falou

que aquelas mãos grandes

não sabem fazer carinho se o filho chorar?

Quem foi que pensou,

que aqueles pés enormes,

não deslizam suaves na calada da noite,

para o sono do filho velar?

Quem é que achou

que no fundo do peito largo e viril

não tem um coração de pudim,

quando o filho amado,

com um sorriso largo se põe a chamar?

Quem foi que determinou

que aquele coroa,

de cabelos brancos não sabe da vida

para querer me ensinar?

Pai, você me escolheu filho, eu te fiz exemplo!

Eu te amo muito!

Da filha Amanda Endler

Bookmark and Share
1 comentário
11 ago16:31

Daquele que é PAI

Para aquele de 1923 quando nasceu

Ser pai, não precisou de receita

E não nasceu de semente.

Por isso, temos certamente,

Em seus quase 90 anos

Daquele que conheci e nunca pude,

Dizer de um dia que foi demais rude

Mas que, de respeito todos contém.

Desde que eu tenho memória

De minha mãe tive carinhos

E de pai ensinamentos.

Ele é gaudério desde menino,

E por isso nos ensinou as regras

Para guiar a direção do destino

Mesmo criado em poucas letras

Não deixou seus filhos analfabeto.

De primeiro lhes deu de afeto,

E foi assim como de padrinho.

Fez todos crescer sem abandono

E, para o mundo se destinaram .

Este de quase 90 anos

Não vive solito ou de mágoas,

Por que tem para si a certeza

Pois sua crença é segura

Em demasia, por que é cerne de cristão.

Talvez não morra de saudade

Porque sabe da descendência

Que em parte já preocupado

Por certo de bisneto que

Até argentino já veio.

È homem bom até certo ponto,

Mas duro sem ser maleva,

quem lhe pisa, o troco leva

e cada vez a quantia certa.

Preza muito a liberdade,

Foi assim desde menino:

- e tem certeza de que

Quem manda nele é o destino,

Essa é causa, por que

Aqui foi retido até hoje, para

De mais a mais no deixar

A lição da vida…. VIVER.

Esse é meu PAI.

Poesia de Eliseu Holz em homenagem a um pai, avô e bisavô Albino Emílio

Bookmark and Share
Comente aqui
11 ago15:05

Definidos os finalistas do concurso cultural “Meu Pai, Meu Orgulho”

Na tarde desta terça-feira, um júri composto por conselheiros do clicRBS Santa Rosa e colaboradores do Grupo RBS, escolheram as dez melhores homenagens do concurso cultural “Meu Pai, Meu Orgulho”.

O concurso consistia no envio de uma foto com uma homenagem, seguindo o tema “Por que tenho orgulho do meu pai e compartilho com ele o melhor chimarrão?”.

Os dez finalistas participam de uma enquete disponível no clicRBS Santa Rosa, que definirá o vencedor do concurso. O mais votado leva um kit de chimarrão da ervateria Vier.

A enquete estará disponível no portal até às 10h do dia 15 de agosto, quando será divulgado o resultado final.

Os finalistas são:

Meu Pai, Meu Herói – Duda


Um grande exemplo num mundo de dificuldades – Mauro


Àquele que tem as melhores qualidades de um pai – Cássia


Os ensinamentos de um grande pai – Gabriely


Em todos os momentos, um grande pai


11 Motivos para se orgulhar – Raquel Moroni


Parceiro de todas as horas – Djefer


Meu pai, uma lição de vida – Graciela


O Melhor Pai do Mundo – Marlise


Amor que não se mede – Bruna


Bookmark and Share
Comente aqui
11 ago11:54

Falando de amor com o pai

Mesmo que eu fale em línguas,

a dos homens e a dos anjos,

se me falta o amor, sou um metal que ressoa,

um címbalo retumbante.

Mesmo que tenha o dom da profecia,

o saber de todos os mistérios e de todo o conhecimento,

mesmo que tenha a fé mais total,

a que transporta montanhas,

se me falta o amor,

nada sou.

Mesmo que distribua todos os meus bens aos famintos,

mesmo que entregue o meu corpo às chamas,

se me falta o amor,

nada lucro com isso.

O amor tem paciência,

o amor é serviçal,

não é ciumento ,

não se pavoneia,

não se incha de orgulho,

nada faz de inconveniente,

não procura o próprio interesse,

não se irrita,

não guarda rancor,

não se regozija com a injustiça,

mas encontra a sua alegria na verdade.

Ele tudo desculpa, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

O amor nunca desaparece.

As profecias? Serão abolidas.

As línguas? Acabar-se-ão.

O conhecimento? Será abolido.

Pois o nosso conhecimento é limitado e limitada a nossa profecia.

Mas quando vier a perfeição,

o que é limitado será abolido.

Quando eu era criança,

falava como criança,

pensava como criança,

raciocinava como criança.

Quando me tornei homem,

pus cobro ao que era próprio da criança.

Agora, vemos em espelho e de modo confuso mas então, será face a face.

Agora, o meu conhecimento é limitado;

então, conhecerei como sou conhecido.

Agora, portanto, permanecem estas três coisas,

a fé, a esperança e o amor,

mas o amor é o maior.

Ao nosso querido pai Mauro…Te Amamos!!

Debora Silveira Viana e Caroline Silveira Viana

Bookmark and Share
Comente aqui